Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Magsafe

Utilizadores dos novos MacBook Pro de 16″ queixam-se de problemas com o MagSafe

O MagSafe é um clássico que a Apple parece não querer abdicar. Esta porta de carregamento esteve ausente alguns anos, mas voltou em 2021, pronta a recuperar o seu lugar e todas as funcionalidades que lhe são conhecidas.

É este elemento que está agora a ser investigado após várias queixas dos utilizadores. Não se conhece a causa para estes problemas no MacBook Pro de 16″, mas a Apple parece não ter uma solução imediata para este problema.

Apple MagSafe MacBook Pro problemas carregamento


E agora Apple? O Pixel 6 também vai poder usar o MagSafe com uma pequena ajuda

Quando apresentou o MagSafe, a Apple revelou todas as suas capacidades e deixou bem claro que este seria um exclusivo para os seus smartphones. Os seus imanes tinham uma disposição única e a tecnologia presente era também apenas usável nestes equipamentos.

Isso volta a ficar claro que não é real, com a chegada do novo Pixel 6 da Google. O novo smartphone também pode agora usar o MagSafe, desde que use uma pequena ajuda. Esta é uma capa que qualquer um pode comprar e que assim abre esta tecnologia a novos equipamentos.

Pixel 6 Google MagSafe capa Apple


Apple traz o MagSafe 3 para o novo MacBook Pro… velhos e bons hábitos!

Esta é uma novidade importante. Conforme foi apresentado no evento, os novos MacBooks Pro, para além dos poderosos SoC que os equipam, trazem também MagSafe 3. Recuando um pouco ao passado, esta tecnologia foi introduzida no MacBook Pro em janeiro de 2006. O MagSafe é a tecnologia que permite que a tomada se ligue ao Mac através magnetismo.

A grande vantagem deste método é permitir que o cabo, ao ser puxado, não arraste o computador. O cabo sai sem ser danificado. Esta ficha está de volta depois da Apple a ter removido nos anteriores MacBooks.

Imagem MacBook Pro com MagSafe


iPhone 13 Pro Max consegue velocidades de carregamento até 27 W

Como é já uma tradição nos produtos Apple, a empresa nunca revela tudo sobre as suas capacidades. Algumas opções aparecem ocultas, outras ficam para uns meses mais tarde e há outras que apenas se descobrem quando se elaboram testes à medida. Um exemplo, que não foi anunciado, foi o iPhone 13 Pro Max ser capaz de carregar mais rápido em velocidades até 27 W.

Estes testes foram desenvolvidos pela ChargerLAB e mostram que para além do iPhone topo de gama trazer uma bateria maior, é também mais rápida a carregar.

Imagem iPhone 13 Pro Mac com MagSafe


realme MagDart – O carregamento magnético sem fios chegou ao Android (mais ou menos)

A realme, tal como prometido, apresentou hoje ao mercado a sua tecnologia de carregamento magnético sem fios. O seu lançamento é feito com inspiração no MagSafe da Apple, mas vai um pouco mais além em termos de velocidade de carregamento e também de acessórios disponíveis.

Venha conhecer todos os pormenores do realme MagDart.