Quantcast
PplWare Mobile

Apple Watch pode ajudar a detetar taquicardia supraventricular e ajudar no tratamento

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Filipe C says:

    Ora ai está algo bom e que é bem verdade o que diz o artigo, por vezes um Holter de 24h ou mesmo superior pode nao detetar o problema que acontece ocasionalmente mas acontece…
    Sem duvida que esta geração de relogios com ECG pode ser muito util nisso, e agora também com alguns modelos de outras marcasa ter ainda mais funcionalidades que o Apple watch na saude, como pressão arterial, ou temperatura entre outros tornam estes pequenos gadgets um tudo em um para despistar situaçoes apesar de haver o risco lá está, de falso alarme em certos casos e afins.
    Vai ser interessante ver esta ‘luta’ da saude nos relogios inteligentes e a resposta da Apple ao que de mais recente e avançado anda no mercado, ja noutras marcas

    • Vítor M. says:

      Mas avançados não existem. Aliás, o problema começa logo pelo sistema operativo, não há unanimidade. Isso fragmenta. Depois hardware, nenhum é tão avançado quando o Apple Watch, mas estão a crescer em termos de tecnologia.

      Além disso há um outro fator importantíssimo, a Apple trabalha com universidades na área de desenvolvimento de tecnologia e metodologias para a saúde, aplicadas ao seu smartwatch. Algoritmos que estão liderar o mercado. Não está só, como por exemplo a Garmin ou a Suunto, mas são mercados diferentes e que trazem ao consumidor da Apple um ecossistema diferente, apesar desses produtos serem compatíveis com o iPhone.

      Não vai ser fácil tirar a liderança à Apple, ela não depende de sistemas operativos de terceiros.

      • FreakOnALeash says:

        Portanto a Garmin ou a Suunto vendem smartwatches mais direcionados à vigilância de parâmetros biológicos, é isso? Se forem melhor compatíveis com android (o mais comum e mais acessível) seria bom noticiarem. Obrigado.

        • Vítor M. says:

          Bom dia. Não foi isso que eu disse (apesar de serem empresas com tradição nessa área).

          Aquilo que referi foi que há marcas a apostar nas parcerias com universidades e empresas dedicadas a estudar os comportamentos no aspeto físico e de saúde. Em vez de “comprarem” os algoritmos, estas empresas trabalham os seus próprios algoritmos com base nos estudos que eles próprios patrocinam às universidades e institutos.

          A diferença está aí, pois são dados recolhidos que vão melhorar a oferta quer no hardware, quer no software. Por exemplo, a Garmin foi das primeiras marcas a adaptar a recolha dos dados desportivos em mulheres grávidas. Isto porque os parâmetros são diferentes quando a mulher está em gestação: https://bit.ly/3thkMhM

          Temos noticiado isso tudo, até para balizar a evolução deste mercado.

  2. Joao Pequeno says:

    Vocês têm noção que taquicardica supraventricular é um termo genérico que engloba TUDO o que não seja taquicardia com origem abaixo do nódulo sinusal?! :facepalm:
    Outra, síndrome de WPW não é um tipo de taquicardia SPV, mas sim uma condição cardíaca que pode levar a ritmos rápidos através da condução do est+imulo através de uma via acessória.
    O diagnóstico destas condições só deve ser feito por ECG de 12 derivações, através de um Holter de 24 (ou mais horas) ou eventualmente pela implantação de um detetor de eventos.. E não uma porcaria de uma derivação que é o que o apple watch tem.
    Mais uma vez excelente marketing da apple, but its just smoke, not fire.

    • Vítor M. says:

      Está tudo bem explicado no artigo. E o estudo científico detalha onde o Apple Watch, assim como outros smartwatches podem ser úteis numa monitorização constante.

      E está mais que provado que, não sendo um equipamento médico, tem sido uma ajuda a salvar muitas vidas. O Apple Watch tem hoje tecnologias muito mais evoluídas que determinados dispositivos médicos que estão no meio hospitalar há décadas e ainda são usados diariamente. 😉

      Mais do que pensas, os dados recolhidos podem ser uma excelente ajuda. Um Holter é uma coisa, mais completo em derivações, mas limitado no tempo de avaliação, o Apple Watch só tem uma derivação no ECG mas está permanentemente a monitorizar o RC e a FC do utilizador, ganha nesse ponto 😉 que é importantíssimo.

  3. ToFerreira says:

    Mas a monitorização de ECG é continua?

  4. Marco says:

    Eu não sou user Apple mas confesso que os Apple Watches com as tecnologias que têm me cativam, a questão é se funcionam essas mais valias todas a nível cardíaco principalmente com smartphone Android?

    • Vítor M. says:

      Não. Claro que a Apple não vai abrir a utilização do Apple Watch aos smartphones Android, é óbvio, porque o iPhone leva o utilizador a comprar um Apple Watch e quem gosta do Apple Watch tem de ter um iPhone. Depois, o Apple Watch depende do iPhone e do iCloud. O Apple ID e o sistema encontrar integram o Apple Watch num sistema integrado onde outros dispositivos podem interagir.

      Agira, há marcas, como a Samsung, Huawei, Fitbit ou Garmin, há têm hardware muito bom. O problema é o sistema operativo, a falta de suporte nas lojas de após e a concorrência entre eles. Tenho o Fitbit Sense e de facto é muito bom no que toca às leituras dos sensores, pena é ter um SO fraco e confuso. Decresço, para mim, é das melhores máquinas para o segmento Android.

      Tem a vantagem de sincronizar com o iPhone a com a app Saúde.

      • Marco says:

        Obrigado Vítor!
        Pois já desconfiava, mas ainda assim é sempre bom confirmar. Eu Iphone está fora de questão assim como Apple em geral, já tive e não gostei dai mudar para Android, mas vou ver a melhor opção Android disponível no mercado e comprar. Obrigado

  5. Necas says:

    Durante anos tinha uma sensação terrível no peito que era atribuída a ansiedade, até que numa crise fiz um ecg com o Apple Watch e foi-me detectada uma FA. Até ter o Apple Watch devo ter feito dezenas de ecg no hospital e 4 holters. O ano passado fiz a ablação e correu tudo bem.

  6. Joao Silva says:

    Agora temos todos um cardiologista dentro de nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.