PplWare Mobile

Autor: Vítor M.

Quer ter um segundo ecrã no seu smartphone? Simples, use esta case da castAway

Dobrável, duplo ou simplesmente com uma capa que aumenta a visibilidade do seu smartphone. A imaginação não esmorece e os criadores da case ou estojo castAway trazem um conceito inovador ao mercado dos smartphones. Conforme iremos ter possibilidade de ver, a ideia, ainda em crowdfunding, é oferecer um segundo ecrã a qualquer smartphone que tenha no seu bolso.

O produto tem por trás um conceito simples: ser capa de proteção e ecrã de expansão. Vamos ver como funciona este produto que apareceu na CES 2020.

Imagem de um ecrã extra para o seu smartphone com a marca castAway


Cientistas encontram “partículas fantasmas” vindas de dentro da Terra

Chamam-se geoneutrinos e são misteriosas partículas que raramente interagem com a matéria e, por isso, podem ser quase impossíveis de detetar. No entanto, os cientistas encontraram novas “partículas fantasmas” de radioatividade vindas de dentro da Terra.

Este fenómeno, conseguido com o detetor Borexino, do laboratório italiano de Gran Sasso, foi registado em 53 novos eventos.

Ilustração do centro da terra que poderá ter eventos que produzem vulcões e terramotos


Steve Jobs apresentou o primeiro Macintosh há 36 anos

A história da computação é rica e ensina-nos como temos muita desta tecnologia que damos como “nativa”. A Apple foi uma das importantes empresas para chegarmos ao atual nível tecnológico. Assim, há 36 anos, Steve Jobs apresentava o primeiro Macintosh. A agora icónica máquina pesava 7,5 quilos e custava 2.495 dólares.

O rato fazia toda a diferença num computador que “desenhou” o futuro daquele dia em diante.


E Porque Hoje é Sexta

Portanto… só dá Angola, Isabel dos Santos e máquinas Singer, é isso? Vamos então só falar em milhões. Aliás, hoje mal se liga a TV e só fala em crimes com “milhões”. Assim, as pessoas já começam a comentar outras coisas, já foram vistos alguns a comentar as toquinhas… mais que milhões, ali há toquinhas engraçadas.

Por falar em milhões, que tal umas imagens, vídeos e coisas realmente divertidas?


Cientistas descobrem que os micróbios no intestino são capazes de prever a nossa morte

O desenvolvimento da ciência, suportado em nova e revolucionária tecnologia, tem permitido importantes avanços. Foram apresentados dois estudos científicos que concluem que o “microbioma” é muito mais confiável na previsão de doenças, e até mesmo o risco de morte nos próximos 15 anos. Assim, a medicina olha agora para os micróbios e bactérias que habitam no nosso intestino com “outros olhos”.

Os micróbios no intestino são capazes de prever a nossa morte… avança o estudo!

Representação do intestino grosso do corpo humano, com zona de ampliação para micróbios