Quantcast
PplWare Mobile

Tags: coração

Apple Watch: um novo estudo para detectar insuficiência cardíaca

A Apple, com o seu Apple Watch, assim como outros smartwatches, está a mudar o conceito tradicional de relógio. Atualmente, estas máquinas são computadores de pulso com sensores dedicados a vigiar os nossos sinais vitais e indicadores do bem-estar. O coração é um dos alvos desta monitorização e a empresa americana tem apostado neste trunfo.

A Apple, em conjunto com entidades que se dedicam a estudar as doenças cardíacas, quer ir mais além da deteção precoce de problemas no coração.

Imagem Apple Watch com monitorização do coração


Monitorização da frequência cardíaca do Apple Watch salva mais uma vida

Os smartwatches, e outros “vestíveis” estão cada vez mais na moda. Para lá das horas e do calendário, estes computadores de pulso vigiam os sinais vitais dos utilizadores. O Apple Watch, não sendo o único, é o mais popular no que toca a tecnologias dedicadas a cuidar do bem-estar e da saúde de quem os usa.

Mais uma vez este dispositivo da Apple está referenciado por ter salvado a vida de um jovem americano.

Imagem Apple Watch 6


Nova válvula cardíaca poderá acabar com cirurgia de coração aberto a muitos doentes

Foi desenvolvida uma nova válvula cardíaca polimérica que conta com um tempo de vida potencialmente mais longo do que as válvulas artificiais atuais. Além disso, esta válvula também poderá acabar com a necessidade de milhões de pacientes, com válvulas cardíacas, terem de tomar toda a vida comprimidos de diluição do sangue. Segundo os seus criadores, cientistas nas universidades de Bristol e Cambridge, a PoliValve poderá durar até 25 anos.

Este novo produto poderá evitar que milhões de pacientes em todo o mundo necessitem de cirurgias cardíacas invasivas.

Nova válvula cardíaca poderá acabar com cirurgia de coração aberto a muitos doentes


Apple Watch: Médico encontrou solução para fazer um “eletrocardiograma completo”

Um cardiologista do Hospital Clínico San Carlos de Madrid, descobriu que com um Apple Watch Series 4 ou 5, podia fazer eletrocardiogramas completos. Além disso, o Dr. Miguel Angel Cobos percebeu ser capaz de obter uma taxa de confiabilidade semelhante aos ECG realizados em centros de saúde.

A técnica que o médico utilizou permitiu obter resultados semelhantes aos obtidos com equipamentos convencionais.

Imagem smartwatch da Apple a fazer um ECG


Utilizadora de um Apple Watch alertada sobre ritmos cardíacos irregulares durante o sono

Já não é segredo que o Apple Watch conquistou no mercado um lugar de destaque graças às suas capacidades únicas. Os vários sensores que fazem parte do dispositivo prestam uma atenção constante aos sinais cardíacos dos seus utilizadores, por vezes estas funcionalidades são determinantes para salvar a pessoa. Este parece ser o mais um caso. Uma mulher de Kentucky diz que o seu Apple Watch detetou fibrilação auricular enquanto ela dormia.

Uma análise atenta durante o sono foi o suficiente para o relógio disparar um alerta que levou a mulher a procurar ajuda urgente.

Imagem Apple Watch da Apple a medir os batimentos cardíacos