Quantcast
PplWare Mobile

Tags: coração

Apple Watch será importante na monitorização de pacientes com AVC criptogénico

Em cerca de 25% dos acidentes vasculares cerebrais (AVCs) isquémicos não é possível determinar uma causa, sendo estes designados como criptogénicos. Por hora, três portugueses sofrem um acidente vascular cerebral (AVC), sendo que um deles não sobrevive e, dos restantes, metade fica com sequelas incapacitantes. Um em cada quatro sobreviventes de AVC sofre outro evento no espaço de 5 anos. É aqui que o Apple Watch, assim como outros smartwatches podem ser importantes.

Até agora, a vigilância de longo prazo exige um procedimento cirúrgico minimamente invasivo e isso pode mudar com a disponibilidade e precisão dos smartwatches com recursos comprovados de monitorização da frequência cardíaca.

Imagem Apple Watch ECG


Apple Watch pode ajudar a detetar taquicardia supraventricular e ajudar no tratamento

O Apple Watch, assim como vários smartwatches de algumas marcas, viram nas informações de saúde e bem-estar um filão para potencializar a utilização deste tipo de dispositivos. Se atualmente a Apple tem mais de 100 milhões de Apple Watch ativos, muito se deve aos sensores de monitorização cardíaca e ECG. Contudo, esta máquina de pulso tem muito mais tecnologia ainda por aproveitar.

Segundo uma nova investigação, o Apple Watch pode ajudar a detetar uma taquicardia supraventricular e auxiliar no tratamento.

Imagem Apple Watch Series 6 com ECG


Primeiro coração totalmente artificial transplantado com sucesso num paciente

A tecnologia e a ciência andam de mãos dadas para proporcionar ao ser humano recursos necessários para uma vida com mais qualidade. O caso da pandemia e da vacina contra a COVID-19 foi um exemplo de como é possível tirar proveito da sinergia entre estas duas áreas. Isso leva-nos para um feito incrível. Uma equipa da Duke University realizou o primeiro transplante de um coração totalmente artificial nos Estados Unidos.

Esta opção está a manter vivo um homem de 39 anos com insuficiência cardíaca súbita.

Imagem coração artificial no momento do transplante


Apple Watch salvou a vida de uma mulher que sofreu um ataque cardíaco

Cada vez mais as pessoas usam o Apple Watch como um dispositivo que está alerta para os sinais vitais. São vários os casos que atribuem ao smartwatch da Apple o crédito deste ter salvado a vida dos seus utilizadores numa variedade de cenários. Agora, o Apple Watch terá ajudado uma mulher quando foi alertada sobre a sua frequência cardíaca que estava anormalmente alta.

Os alertas do relógio preocuparam a utilizadora que se dirigiu de imediato às urgências. Um eletrocardiograma revelou que ela teve um ataque cardíaco recente sem perceber.

Imagem Apple Watch


Apple Watch: um novo estudo para detectar insuficiência cardíaca

A Apple, com o seu Apple Watch, assim como outros smartwatches, está a mudar o conceito tradicional de relógio. Atualmente, estas máquinas são computadores de pulso com sensores dedicados a vigiar os nossos sinais vitais e indicadores do bem-estar. O coração é um dos alvos desta monitorização e a empresa americana tem apostado neste trunfo.

A Apple, em conjunto com entidades que se dedicam a estudar as doenças cardíacas, quer ir mais além da deteção precoce de problemas no coração.

Imagem Apple Watch com monitorização do coração