Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Xiaomi

Xiaomi pode relançar o Redmi Note 8 com novo processador e potência de carregamento

A Xiaomi lançou o a sua linha Redmi Note 8 em agosto de 2019. Este lançamento foi muito bem recebido pelos utilizadores, sobretudo devido às suas poderosas características.

No entanto, informações recentes indicam que a marca chinesa deverá relançar o Redmi Note 8 no mercado. A próxima edição trará um novo processador e maior potência de carregamento.


Xiaomi usa iPhone para publicar um tweet a “gozar” com o divórcio de Bill Gates

É caso para dizer “não faças mal ao vizinho, que o teu vem pelo caminho”. Este é um antigo adágio popular que cai que nem uma luva à Xiaomi. Isto porque a marca chinesa, num comportamento estranho, publicou um tweet, usando um iPhone, onde comparava o carregamento de um smartphone Mi 11 com o divórcio de Bill e Melinda Gates.

Depois deste acontecimento bizarro, a Xiaomi enfrenta muitas reações negativas por parte dos utilizadores que criticam a postura errada mostrada na sua conta do Twitter no Reino Unido.

Imagem de Bill e Melinda Gates. Xiaomi gozou-os no Twitter mas usou um iPhone


POCO UI – a nova interface de utilizador para smartphones POCO chega ainda este ano

A marca Pocophone surgiu dentro do ecossistema da Xiaomi com um dos smartphones de maior sucesso dentro da gama média, o Pocophone F1. No entanto, o mercado foi mudando e hoje a marca é nomeada de POCO e assume-se como independente da Xiaomi, ainda que a ligação seja forte, tanto nos modelos apresentados, quanto na interface de utilizador baseada em Android que integram, a MIUI.

Ainda este ano, a POCO promete uma interface própria, a POCO UI. Será algo baseado na MIUI, mas com recursos exclusivos.

POCO UI - a nova interface de utilizador para smartphones POCO chega ainda este ano


Xiaomi vai deixar de estar na lista negra dos Estados Unidos

O caso remonta ao início do ano, mesmo antes de Trump abandonar o cargo de presidente dos Estados Unidos. A Xiaomi foi mais uma das muitas empresas chinesas a entrar na “lista negra” de potenciais ameaças para o país, tendo sido classificada como “empresa militar comunista chinesa”.

Depois de um juiz, em março, ter considerado que a Xiaomi não representava uma ameaça para a segurança nacional do país, agora é o próprio governo a preparar a retirada da empresa dessa lista.

Xiaomi vai deixar de estar na lista negra dos Estados Unidos


Xiaomi estará a preparar o regresso ao mundo dos tablets… mas topo de gama

A Xiaomi já teve a sua presença no segmento dos tablets, mas não durou muito tempo. A verdade é que esta área da tecnologia teve um declínio e apenas as grandes marcas continuaram a apostar nele, com ofertas de grande qualidade, onde merecem ser referidas a Apple e a Samsung.

Agora, com um aumento da procura por este tipo de soluções, a empresa chinesa parece estar disposta a regressar com propostas de topo.

Xiaomi estará a preparar o regresso ao mundo dos tablets... mas topo de gama