Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Trump

Microsoft revelou que a sua compra do TikTok já não se vai realizar

Atualização: Oracle avança com proposta de parceria com a ByteDance, junto das autoridades norte-americanas.

A situação do TikTok nos EUA está cada vez longe de ter uma solução. Para continuar neste país terá de passar para as mãos de uma empresa americana, algo que poderá não ser uma realidade num futuro próximo.

Várias empresas estão na corrida para conseguir comprar o TikTok e assim satisfazer a vontade do presidente Trump. Uma das mais bem colocadas era a Microsoft, que agora revelou que este negócio caiu por terra e que não irá conseguir comprar esta rede social.

TikTok Microsoft EUA ByteDance Trump


Administração Trump descansa a Apple, proibição do WeChat não se estenderá à China

Os jogos de poder entre os EUA e a China englobam agora ferramentas do dia a dia. Smartphones, 5G, apps, redes sociais… tudo o que o utilizador comum usa de forma descomprometida. Contudo, estes países têm interesses perversos e as jogadas à opinião pública são encapotadas com argumentos de lana-caprina. Por trás, jogam-se cartadas que valem triliões de dólares, posições preponderantes nos mercados, estratégias de defesa e outros jogos numa guerra surda. A Apple, assim como outras empresas, foi metida ao barulho e até o WeChat está na mira.

Depois de se perceber que a Apple poderia perder milhões, a administração Trump descansou a marca.

Imagem Trump e WeChat


Donald Trump cria conta no Triller, a app concorrente do TikTok

A polémica entre o TikTok e o presidente dos Estados Unidos da América continua acesa. Depois de ameaçar, Donald Trump assinou mesmo uma ordem executiva para banir a aplicação chinesa de operar no país norte-americano. Mas a história não acaba aqui.

Mais recentemente, Trump criou conta sua no Triller, uma aplicação que é diretamente concorrente do TikTok.


Donald Trump não quer saber do impacto que bloqueio da China tem nas vendas da Apple

A guerra comercial dos EUA com a China está ao rubro. O governo liderado por Donald Trump tem tomado medidas que vão ser prejudiciais para estas relações e as maiores vítimas parecem ser agora o TikTok e o WeChat.

Claro que os consumidores vão também pagar este preço, bem como a própria Apple. A gigante da tecnologia vê ameaçada a sua posição na China e aparentemente quem a devia proteger não quer saber. Trump revelou que não quer saber do impacto que estas medidas vão ter.

Trump Apple China WeChat vendas


Donald Trump ordenou aos donos do TikTok que vendam os seus ativos nos EUA

A guerra que coloca frente a frente os EUA, Trump e o TikTok parece não estar a abrandar. Todos os dias surgem novidades, nem sempre positivas e cada vez mais ameaçadoras para o lado da app chinesa.

Depois da ameaça de bloquear a app a partir de 15 de setembro, surge agora uma novidade. Foi aprovada a ordem executiva que obriga a dona do TikTok a vender as suas operações nos EUA, sem possibilidade de recorrer desta decisão.

TikTok Trump ByteDance EUA ativos