Quantcast
PplWare Mobile

Tags: India

Incêndios: Super onda de calor assolou a Índia e isso é um mau sinal para o resto do mundo

Com o mundo distraído com outros assuntos preocupantes, as notícias do planeta parecem passar para um plano secundário. Contudo, os fenómenos que afetam a Terra continuam a marcar a atualidade. Uma onda de calor e incêndios sem precedentes na primavera devastou a Índia. Mau sinal para o resto do mundo.

Neste mês de abril o país viu a temperatura ultrapassar a média dos meses de abril entre 1981 e 2010 em 1,36°C.

Imagem do mapa de incêndios na Índia


ISMC investe 3 mil milhões de dólares para a construção da 1ª fábrica de chips na Índia

A escassez de componentes, que afinal poderá manter-se por mais tempo do que o esperado, é um problema que afetou, e continua a afetar, gravemente o mercado tecnológico. E este problema trouxe ao de cima as fragilidades do setor e a necessidade urgente de que sejam encontradas soluções.

Como tal, a aposta em novas fábricas ou expansão das existentes tem sido uma decisão que muitas empresas e governos adotaram. E agora sabe-se que o ISMC, consórcio internacional de semicondutores, vai investir cerca de 3 mil milhões de dólares para a construção da primeira fábrica de chips na Índia, nomeadamente na região de Karnataka.


Índia considera que objetivos para emissões zero não são uma solução

Ultimamente, várias têm sido as entidades a traçar metas de emissões zero, crendo que será uma das soluções para o problema das alterações climáticas. Contudo, na opinião da Índia, os objetivos de emissões zero não serão, por si só, a solução.

A alegação foi feita pelo ministro federal do ambiente do país, antes da COP26.

COP26


TSMC negoceia com a Índia para construir uma fábrica de 7,5 mil milhões de dólares

Com a escassez de chips a fincar o pé e a não se resolver tão depressa como seria desejado, as fabricantes têm o grande desafio de encontrar respostas a médio e longo prazo. No entanto, paralelamente a isto, gigantes deste setor como a taiwanesa TSMC contam também com a pressão dos EUA para reverem as suas negociações com a China.

Desta forma, sabe-se agora que a fabricante de Taiwan estará já a negociar com a Índia para a construção de uma nova fábrica de 7,5 mil milhões de dólares.


Maior fábrica do mundo de scooters elétricas só contratará mulheres

Esta semana, a fabricante indiana de scooters elétricas Ola, revelou que vai construir uma nova infraestrutura. Conforme adiantou, a fábrica tornar-se-á na maior do mundo do seu segmento e aumentará significativamente a economia de escala no setor.

Uma das suas características diferenciadoras é que apenas contratará mulheres para ocupar os vários postos de trabalho.

Fábrica da Ola