Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Donald Trump

Especialista em segurança adivinha palavra-passe do Twitter de Donald Trump: maga2020!

Donald Trump é seguramente a personalidade que mais controvérsia consegue gerar. Há quem o ame, quem o odeie, mas seguramente poucos ficarão indiferentes à sua forma de consumir oxigénio. Como tal, o presidente dos Estados Unidos está de novo no radar das notícias por ter uma palavra-passe que foi descoberta por um especialista em segurança. Assim, facilmente o homem entrou no Twitter do presidente com a password “maga2020!”.

O investigador holandês disse que entrou na conta do Twitter @realDonaldTrump do presidente Trump na semana passada.

Descoberta a palavra-passe da conta do Twitter de Trump


Justiça dos EUA deve manter decisão de impedir o bloqueio do WeChat

O braço de ferro entre o Governo dos Estados Unidos da América e as aplicações chinesas mantém-se aceso. Depois que o Departamento de Justiça da administração de Trump recorreu da decisão do não banimento do WeChat, agora a Justiça norte-americana deverá manter a sua decisão, mantendo também a app em funcionamento no país.

Esta deve ser a decisão definitiva e a juíza Laurel Beeler disse em audiência que os novos pedidos do governo não mudarão este parecer.


Twitter assinala e limita o tweet de Trump onde diz estar imune à COVID-19

Recentemente o presidente dos EUA anunciou ao mundo que estava infetado com a COVID-19. Mas, pouco depois de ter entrado em quarentena, Donald Trump regressou à Casa Branca e teve o polémico comportamento de tirar a máscara.

No entanto, Trump partilhou recentemente no seu Twitter que estaria imune ao novo coronavírus. Como resposta, a rede social assinalou e limitou a partilha deste tweet do presidente norte-americano.


EUA recorrem da decisão que impediu WeChat de ser banido do país

A novela em que são protagonistas os Estados Unidos da América e as apps e empresas chinesas ainda tem muitos episódios para chegar ao fim. Lembramos que o governo de Donald Trump quis banir as apps TikTok e WeChat do país. Mas o serviço de mensagens conseguiu obter apoio jurídico e, com isso, travar a ordem executiva assinada pelo presidente norte-americano.

No entanto agora o Departamento de Justiça da Casa Branca anunciou que vai recorrer desta decisão. O objetivo é que o WeChat seja definitivamente removido da AppStore e do Google Play Store.


COVID-19: Twitter vai eliminar publicações que desejem a morte a Trump

Desde a altura da sua campanha para a corrida às presidenciais dos Estados Unidos da América que Donald Trump se inteirou da rede social que mais facilmente o coloca perto dos seus eleitores. Grande parte das suas opiniões, comentários e ideias passavam pelo Twitter, de forma a chegar ao seu público e, muitas vezes, gerar controvérsia e “falatório”.

Agora, numa fase em que está mais débil, o Twitter já se encarregou de decidir eliminar todas as publicações que expressem vontade ou desejo na morte do atual Presidente dos EUA.