Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Desemprego

Tesla ameaça funcionários! Quem não voltar ao trabalho pode perder subsídio de desemprego

As práticas de produção da Tesla são um pouco diferentes do que é normal no mercado de trabalho. É uma empresa mais exigente e Elon Musk espera dos seus funcionários mais do que é normal no mercado de trabalho.

Depois de ter retomado a produção da sua fábrica de Freemond à revelia das autoridades, tomou, entretanto, outra posição pouco normal e até contra o que seria esperado. Tesla está a ameaçar os funcionários e quem não voltar ao trabalho pode perder subsídio de desemprego.

Tesla funcionários Elon Musk subsídio desemprego


OnePlus reduz cerca de 80% dos postos de trabalho em alguns países da Europa

Com o Coronavírus temos assistido a uma grande vaga de extinção de postos de trabalho um pouco por todo o mundo. No entanto, este não será o motivo para a OnePlus estar a reduzir significativamente a sua força de trabalho em alguns países europeus, nomeadamente no Reino Unido, França e Alemanha.

Na verdade, existem mercados que parecem já não ser sustentáveis para a empresa, querendo esta focar-se nos mercados-chave.

OnePlus reduz cerca de 80% dos postos de trabalho em alguns países da Europa


Banco alemão quer substituir 18 mil funcionários por robôs

Há vários anos que se aborda a problemática relacionada com a substituição do ser humano pelos robôs. Contudo, apesar de já ser uma realidade pelo mundo fora, em variadíssimos segmentos da indústria, a chegada de robôs aos serviços eleva o problema a um novo nível. Agora, o banco alemão, Deutsche Bank, está a mobilizar um exército de “robôs” para eliminar milhares de postos de trabalho.

Em causa estarão 18 mil postos de trabalho que serão substituídos ou eliminados, com a restruturação em curso.

Imagem fachada do banco Deutsche Bank


Sophia – Os robôs começam a conquistar o mundo

… E Portugal será o próximo país!

Os robôs semelhantes ao Homem há muito que fazem parte do nosso imaginário, muito graças a filmes como Inteligência Artificial de Steven Spielberg. Robôs capazes de andar, de se expressar, de desenvolver sentimentos e de tomar decisões.

Tudo isto, realmente, não parecia mais do que mera imaginação, mas hoje sabemos que é diferente e que o mundo da tecnologia nos reserva muito mais do que isso da imaginação e da ficção.


Emprego: será a formação uma porta aberta?

Durante anos assistimos a uma grande retração do mercado de trabalho em Portugal. Apesar de o desemprego ter vindo a registar uma descida contínua, ainda se situa nos 10,2% e um em cada quatro jovens está no desemprego, mesmo sendo cada vez mais qualificados.

O problema não estará nos cursos superiores, mas poderá estar na falta de ajustamento das suas qualificações e, em Portugal, têm surgido várias iniciativas como forma de combater o desemprego no país.