PplWare Mobile

Categoria: Opinião

O monstro do Artigo 13 e o fim da Internet

Foi no dia 12 de setembro que a Europa recebeu a notícia de que a Internet podia mudar, da forma como a conhecemos. O Parlamento Europeu aprovou, nesse dia, uma proposta de alterações significativas àquilo que são aos direitos de autor no mercado único digital, que ainda serão alvo de avaliação em janeiro do próximo ano, podendo sofrer alterações.

Nos últimos dias a campanha #SaveYourInternet, contra estas alterações, ganhou uma nova força com grandes YouTubers nacionais a declararem o “fim da Internet”, com grandes nomes ligados às gigantes da tecnologia a ameaçarem o seu afastamento da Europa… Mas há mesmo motivo para tanto alarmismo?

O monstro do Artigo 13 e o fim da Internet. Imagem Freepik



Porque é que os smartphones se tornam num vício?

Todos os anos, várias marcas ao redor do mundo lançam smartphones para o mercado com características e novas funcionalidades que nos convencem a compra-los. Obviamente que algumas têm mais sucesso do que outras mas, no final de contas o smartphone serve para conversação em geral, desfrutar das aplicações que mais gostamos e como câmara fotográfica.

É apenas uma ferramenta. Mas se é uma ferramenta, porque é que estamos sempre agarrados a ele a verificar se temos notificações ou se alguém telefonou? Porque é que temos a necessidades de estar sempre a levantar e olhar para o ecrã?

Smartphones vicio


MB WAY: um caso de estudo em usabilidade

Apesar de ter funcionalidades muito úteis, a app MB WAY tem graves problemas de usabilidade.

A rede Multibanco, operada pela SIBS, é algo de que me orgulho como português. Tendo visitado e vivido noutros países, já senti mais do que uma vez a falta das inúmeras funcionalidades que disponibiliza e da facilidade com que é possível usá-las. Este é de longe o melhor sistema de caixas automáticas que alguma vez utilizei.

Há alguns anos, a SIBS criou uma aplicação para dispositivos móveis a que chamou MB WAY. E este é o tema do artigo de hoje.

MB WAY: um caso de estudo em usabilidade


Opinião: RGPD, a nova colher de pau?

Por Miguel Gonçalves, CEO da E-goi.

Em mais de 15 anos de trabalho, poucas vezes terei visto tanta confusão, desconhecimento e tiros nos pés como na abordagem das empresas ao novo Regulamento Geral de Proteção de Dados.

Porém, esta atitude não é nova. Na década passada, com o surgimento da ASAE, geraram-se alguns mitos igualmente danosos que foram das bolas de berlim até às colheres de pau.

RGPD: a nova colher de pau?