Quantcast
PplWare Mobile

Tags: boston dynamics

Toda a equipa de robôs da Boston Dynamics dança para comemorar o ano novo

A Boston Dynamics está a despedir-se de 2020 com um vídeo fabuloso. Nele podemos ver os seus robôs numa impressionante coreografia a dançar ao som da música clássica “Do You Love Me?”.

O vídeo divertido oferece o primeiro vislumbre de dois robôs Atlas a trabalhar juntos, enquanto destaca a rapidez com que estas tecnologias se estão a desenvolver.

Imagem dos robôs Spot e Atlas da Boston Dynamics


Rumor: Hyundai vai comprar a Boston Dynamics

Com certeza, já ouviu falar da Boston Dynamics, uma empresa americana de robótica associada ao desenvolvimento de robôs avançados. Aliás, já deve ter visto aqui pelo Pplware algo sobre o cão Spot, um dos robôs mais avançados da empresa.

Conforme adiantam algumas fontes, a Boston Dynamics será vendida à Hyundai pela módica quantia de 921 milhões de dólares.

Spot, da Boston Dynamics


Spot, o robô que conseguiu um emprego na central nuclear de Chernobil

Há cerca de um ano, a Boston Dynamics revelava que o seu famoso cão robô Spot já era um produto de mercado. As empresas poderiam alugar e até mesmo comprar esta peça robótica avançada. Assim, começamos este ano a ver o robô como auxiliar nos hospitais, a patrulhar ruas de Singapura, a pastorear ovelhas na Nova Zelândia e até a desempenhar tarefas mais técnicas em várias empresas.

Assim, o robô que vai receber um braço em 2021 conseguiu agora um emprego em Chernobil. O local de trabalho será mesmo no sítio onde aconteceu um acidente nuclear catastrófico entre 25 e 26 de abril de 1986.

Imagem robô Spot na central nuclear de Chernobil


Ford recruta cães robô Spot para mapear a laser os seus edifícios

Os robôs podem desempenhar papeis importantes na vida do ser humano ao contribuir para a elaboração de tarefas quotidianas. Para o Spot, o robô da Boston Dynamics, essas tarefas podem ir desde o rebocar um camião, passando por patrulhas de ruas em tempo de pandemia, e até servir de pastor nos campos da Nova Zelândia. Contudo, a sua polivalência pode ser útil até para mapear espaços para estudar a sua otimização, como está a fazer a Ford.

O Spot, após ter sido colocado à venda, tem encontrado vários cenários de trabalho, aumentando a confiança no uso destes robôs.

Imagem robô Spot a trabalhar na Ford


Unitree A1, um cão robô chinês que traz à memória Black Mirror

Temos afirmado, e parece confirmar-se, que o mundo poderá dar agora uma nova oportunidade aos robôs. Temos visto vários exemplo, sendo o Spot da Boston Dynamics aquele que está já em operações na vida real. Contudo, cada vez há mais exemplos. O robô quadrúpede Unitree A1 vem da China e, ao contrário do Spot, pode ser comprado por menos de 10.000 euros!

Como será daqui a uns tempos quando tivermos estas máquinas a “conviver” com os humanos no dia a dia?

Imagem do robô Unitree A1 da empresa da China Unitree