PplWare Mobile

Tags: vendas

Cuidado Apple! As vendas do iPhone podem ter caído drasticamente em abril

A COVID-19 e todos os problemas associados têm tido um impacto grande nos mercados. As empresas tecnologias ressentem-se da mesma forma que as restantes e isso tem-se notado nos seus resultados financeiros.

Se a Apple aparentemente conseguiu manter os seus volumes de vendas no primeiro trimestre de 2020, esse cenário pode mudar. Segundo dados de analistas, as vendas do iPhone podem ter caído drasticamente no mês de abril.

iPhone vendas Apple abril drasticamente


Covid-19 provoca quebra nas vendas mundiais de smartphones de 13%

O mundo mudou e vai continuar a mudar. A Covid-19 chegou para agitar (ou melhor, abrandar) as nossas vidas e março trouxe consigo o confinamento e uma desaceleração do consumo para grande parte dos países desenvolvidos.

O segmento dos smartphones está também ele a sofrer com isso e no primeiro trimestre de 2020 registou uma quebra generalizada das vendas, com a Samsung e a Huawei a serem as mais afetadas.

Covid-19 provoca quebra nas vendas mundiais de smartphones de 13%


Tesla volta a apresentar lucros elevados neste difícil 1.º trimestre de 2020

A pandemia trouxe para as empresas novos problemas e uma certeza grande de quebras nos seus lucros. A Tesla, dada a sua posição e os produtos que vende, estava apontada como uma das que seria mais afetada.

No entanto, e com base nos resultados agora apresentados, a Tesla voltou a ter um trimestre com lucros e garante que vai manter os seus números de vendas até ao final do ano. Afinal a COVID-19 parece estar a ter um efeito positivo nesta construtora automóvel.

Tesla trimestre lucros carros vendas


Vendas do iPhone SE serão melhores do que o esperado, mas os números da Apple vão cair

Os números da procura, compras e encomendas do iPhone SE estão melhores do que o esperado. Contudo, segundo os analistas, as vendas em geral do iPhone vão cair de 20 a 25% neste trimestre. Na causa está a terrível pandemia da COVID-19.

Os problemas começaram primeiro no fornecimento de materiais, depois na mão de obra e depois alastrou-se ao consumo. O mercado dos smartphones poderá ser substancialmente afetado nos próximos meses.

Imagem loja Apple China


Tesla não abrandou as entregas mesmo com todos os problemas da Covid-19

A Tesla tem vindo a conseguir uma posição única no mercado. Para além dos seus carros elétricos serem hoje uma referência na indústria, a marca americana tem conseguido também um destaque único em bolsa e nos mercados financeiros.

Com vendas que vinham a bater recordes, esperava-se que o primeiro trimestre de 2020 fosse de quebra. A verdade é que a Tesla conseguiu manter uma toada de vendas elevada neste período e mais uma vez mostrou ao mercado que esta a dominar.

Tesla vendas entregas Covid-19 problemas