Quantcast
PplWare Mobile

Tags: mineração de criptomoedas

Calor gerado pela mineração de Bitcoins vai aquecer uma cidade no Canadá

A mineração de criptomoedas traz algum impacto ambiental sobre o qual já aqui tivemos oportunidade de falar. Por exemplo, em julho referimos que um sistema de mineração aqueceu um lago glaciar em Nova Iorque. No entanto, parece que essas consequências podem ser transformadas em vantagens.

De acordo com as últimas informações, o calor gerado por sistemas de mineração de Bitcoins vai ser usado para aquecer uma cidade no Canadá. No fundo trata-se de uma reciclagem do calor emitido pelas ASICs.


EUA é líder em operações de mineração de criptomoedas

A febre das criptomoedas continua forte em praticamente todo o mundo. Bem, só não é bem em todo o mundo, pois a China, por exemplo, já baniu toda a qualquer prática relacionada com as moedas digitais. E este era o país onde esta prática era mais forte.

No entanto, essa proibição do país asiático levou à migração dessa atividade para os Estados Unidos da América. Segundo as últimas informações, os EUA já são mesmo o país que lidera as operações de mineração de criptomoedas, nomeadamente Bitcoins.


Gráficas Intel Arc não vão ter limites para a mineração de criptomoedas

A mineração de criptomoedas teve e ainda tem um impacto significativo na disponibilidade de placas gráficas destinadas aos jogos eletrónicos. Por esse motivo a Nvidia lançou as suas placas CMP destinadas em exclusivo a esta prática, ao mesmo tempo que limitou as suas GeForce RTX 30 para a atividade de extração de moedas digitais.

No entanto, numa recente entrevista, executivos da Intel referiram que as GPUs Arc Alchemist da marca não vão trazer limites da taxa de hash para esta finalidade.


China quer adicionar a mineração de criptomoedas à “lista negativa” de indústrias

Não é novidade para ninguém que a China declarou guerra às criptomoedas e à sua mineração. Mais recentemente, o país asiático anunciou que todas as transações de criptomoedas são agora declaradas ilegais no território.

Mas o braço de ferro não se fica por aqui e a China quer adicionar a mineração de criptomoedas à “lista negativa” de indústrias.


Mineradores aldrabam LHR da Nvidia e mineram duas criptomoedas ao mesmo tempo

A febre das criptomoedas ainda está para durar, especialmente entre os seus mineradores. E apesar de as placas gráficas mais populares para o efeito, que são as da Nvidia, trazerem agora limites da taxa de hash, os utilizadores conseguem formas de manipular os equipamentos para seu benefício.

Neste sentido, um novo software ajuda os mineradores a aldrabar o LHR da Nvidia, permitindo assim que as placas gráficas minerem duas criptomoedas ao mesmo tempo.