Quantcast
PplWare Mobile

Tags: mineração de criptomoedas

China: Lojas criam falso recall para depois vender as AMD Radeon RX 580 para mineração

Muito se fala na mineração de criptomoedas, pois o valor das moedas digitais está cada vez mais aliciante. Ontem, por exemplo, anunciámos que o valor do Bitcoin alcançou os 64 mil dólares. Desta forma, não é de estranhar que as pessoas façam tudo e mais alguma coisa para conseguirem então entrar neste mundo apelativo. Mas há quem vá longe de mais.

Agora a AMD deixa um aviso aos seus clientes de lojas na China que lançaram um falso recall das placas gráficas Radeon RX 580. Tal esquema tem como objetivo permitir aos comerciantes revender estas GPUs, a um preço mais baixo, para a mineração de criptomoedas.


Gigabyte é a primeira empresa a anunciar a sua placa CMP 30HX para mineração

Muito se tem falado da mineração de criptomoedas através da utilização de placas gráficas, nomeadamente da linha GeForce RTX 30 da Nvidia. Mas, depois de analisar a situação, a fabricante optou por desenvolver uma placa destinada em exclusivo a esta prática, a linha CMP.

Após este anúncio, algumas notícias têm revelado mais pormenores sobre este equipamento. E agora sabemos que a marca taiwanesa Gigabyte é então a primeira a anunciar a sua edição personalizada da CMP 30HX.


Gráficas de mineração CMP 30HX estão à venda na Roménia por 604 euros

Como uma alternativa face à compra em grandes quantidades das suas placas gráficas da linha GeForce RTX 30 para a mineração de criptomoedas, a Nvidia anunciou e desenvolveu os modelos CMP, destinados em exclusivo a esta atividade.

No entanto aos poucos verifica-se que este chip já começa a aparecer nalguns mercados. Agora foi a vez de uma loja na Roménia que está a vender o modelo CMP 30HX da Gigabyte pelo valor de 604 euros.

CMP 30HX


Mineração de moedas criptográficas na China poderá comprometer objetivos climáticos

A China detém um vasto império no comércio global de moedas criptográficas, sendo responsável pela maioria do processo de mineração. Paralelamente, estabeleceu o ano de 2030 para diminuir as suas emissões de carbono.

Estas duas responsabilidades não são compatíveis e a mineração de moedas poderá comprometer os objetivos climáticos estabelecidos pela China.

Mineração de criptomoedas na China


Servidores do GitHub Actions têm sido usados há meses para minerar criptomoedas

Realmente o negócio das moedas digitais está cada vez mais apelativo, devido à sua crescente valorização. E as pessoas fazem coisas insólitas para conseguir extrair as tão desejadas criptomoedas.

Nesse sentido descobriu-se agora que um grupo de hackers tem usado há meses os servidores do GitHub Actions para minerar criptomoedas.