Quantcast
PplWare Mobile

Tags: fabricante

TSMC: Líder da produção de chips já consome 6% de toda a energia de Taiwan

Com o setor dos chips eletrónicos a ser um dos mais requisitados do momento ao nível da indústria tecnológica, não admira que as fabricantes estejam a investir cada vez mais neste segmento. No entanto, e como vamos ver de seguida, tal também tem um preço a pagar.

De acordo com as mais recentes informações, a TSMC, fabricante líder na produção de componentes, já consome 6% de toda a energia de Taiwan.


Chips mais caros? TSMC pode começar a cobrar mais 9% aos clientes em 2023

Uma vez que há cada vez mais tecnologia à nossa volta, a indústria eletrónica não tem tido mãos a medir com tantos pedidos para vários produtos diferentes. A pandemia da COVID-19 veio mostrar que este é um setor de extrema importância e que, sem ele, muitos setores, trabalhos e atividades podem ficar completamente parados ou pelo menos limitados.

No entanto, alguns rumores dão conta de que o mercado dos chips eletrónicos poderá encarecer em breve. E alguns analistas concluíram agora que a gigante TSMC poderá aumentar o preço dos seus produtos aos clientes entre 5% a 9% no próximo ano de 2023.


CEO da Nvidia diz estar interessado em explorar o fabrico de chips da Intel

O setor da indústria de hardware é cada vez mais um tema de interesse dos internautas. E a escassez de componentes provocada pela pandemia da COVID-19, veio mostrar o quão importante e fundamental é este segmento para os diferentes mercados.

Neste sentido, muitas empresas tiveram que encontrar soluções e alternativas. E agora o CEO da Nvidia afirmou que a empresa está interessada em explorar a possibilidade de a Intel fabricar os seus chips. As marcas são rivais nalguns campos, como o das placa gráficas, mas parece que atualmente podem vir a trabalhar juntas no âmbito da fundição.


Ucrânia deixa de fornecer gás Néon, essencial para a produção de chips

Todos os dias temos novidades relativamente às consequências que vão surgindo devido à guerra da Rússia contra a Ucrânia. Enquanto muitas marcas e empresas do segmento tecnológico viram as costas ao país de Vladimir Putin, outras situações preocupantes começam a desenrolar-se.

aqui havíamos referido que este conflito também poderia ter impacto na indústria de chips. E as mais recentes informações dizem mesmo que a Ucrânia parou de fornecer gás Néon, essencial para a produção dos componentes.


TSMC: “CEO da Intel é muito velho para tornar a empresa numa grande fabricante de novo”

No mundo da tecnologia não existe apenas o desenvolvimento de novos equipamentos e o lançamento de produtos diferentes. Também aqui há espaço para discórdias, polémicas, conflitos e tensões, especialmente entre as maiores marcas do mesmo setor.

Nesse sentido, a TSMC respondeu agora às últimas hostilidades da Intel e afirmou que o seu CEO é demasiado velho para tornar a marca numa grande fabricante de chips novamente.