Quantcast
PplWare Mobile

Tags: elementary OS

elementary OS 5.1.5: O substituto do Windows e do macOS

Foi no final de 2019 que foi lançado o elementary OS 5.1. Esta distribuição é caracterizada pelo look and feel incomparável. O elementary OS continua a ser uma das nossas sugestões ao nível do Linux uma vez que é baseada no Ubuntu e é uma distribuição bastante estável.

Hoje vamos conhecer as novidades do elementary OS 5.1.5 que foi lançado recentemente.

elementary OS 5.1.5: O substituto do Windows e do macOS


Com o novo elementary OS 5.1… não vai querer mais o Windows 10

O Windows 10 é provavelmente o sistema operativo mais completo da atualidade. Mas há alternativas igualmente fantásticas e a custo zero. Uma das nossas sugestões é o elementary OS, uma distribuição baseada no Ubuntu e direcionada para desktops.

Hoje vamos ensinar como podem instalar o novo elementary OS 5.1.

Com o novo elementary OS 5.1...não vai querer mais o Windows 10


Trocaria o Windows 10 pelo novo Linux elementary OS 5.1?

Há distribuições Linux… e distribuições Linux! Dentro das mais populares, funcionais e elegantes, encontramos o elementary OS.  Esta distribuição tem um fantástico look and feel e garante um bom desempenho das máquinas.

Recentemente foi lançado o elementary OS 5.1! Vamos conhecer as novidades.


Adeus Windows ou macOS! O elementary OS tem o que precisa(10)

Considera que está na hora de deixar o Windows ou o macOS e partir à descoberta de uma distribuição Linux? As possibilidades são muitas, mas a nossa sugestão vai para o elementary OS. Esta distribuição é “simplesmente” bonita e muito funcional, além de que tem como base o Ubuntu.

Afinal o que tem uma distribuição Linux destas “lá dentro”?


Adeus Windows ou macOS! O elementary OS tem o que precisa (9)

Considera que está na hora de deixar o Windows ou o macOS e partir à descoberta de uma distribuição Linux? As possibilidades são muitas, mas a nossa sugestão vai para o elementary OS. Esta distribuição é “simplesmente” bonita e muito funcional, além de que tem como base o Ubuntu.

Afinal o que tem uma distribuição Linux destas “lá dentro”?