PplWare Mobile

Adeus Windows ou macOS! O elementary OS tem o que precisa (8)

Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

63 Respostas

  1. Spoky says:

    Daqui a uns instantes, não tardam estão aqui os fanboys do Windows, a reclamar. Gostaria de dizer, a essas pessoas. De que são livres de usar aquilo que gostam e querem, não é por usarem Windows que todos temos de usar.

    O Linux é bom, mas tem as suas limitações. Epah toda a gente sabe disso, não corre isto, não faz aquilo. É verdade, não é mentira. Mas é uma boa alternativa ao Windows e realmente para quem quer o uso básico (navegação) e joguinhos 2D (retro) o Linux chega e sobra, e ainda possui Wine, PlayOnLinux que ajuda a correr certos jogos e/ou aplicações do Windows. Não corre todas? É verdade. Existem incompatibilidades? Sim, é verdade.

    Mas isso são problemas normais, como todos os Sistemas Operativos tem as suas limitações. O Linux é mais leve, e é muito melhor para criação de web servers, ao contrário do Windows. O Linux é bem mais “seguro” (entre aspas, também possui os seus bugs e vulnerabilidades) mas não deixa de ser mais “seguro”

    Acho que estes artigos são interessantes, mas os fanboys são aquele tipo de pessoa “Eu uso Windows, o resto é porcaria e não quero que ninguem use” é o que fazem pensar as outras pessoas. É como se quisessem obrigar uma pessoa a usar aquilo que eles querem ou usam. Rídiculo no minimo.

    Continuem com os artigos e deixem la os fanboys gritarem, reclamarem. No fim ao cabo, who cares? Vejo sempre comentários de fanboys nestes artigos.

    E sim uso Windows (mas não deixo de observar e de ver que Linux tem as suas vantagens, mas também limitações) mas não me ponho a perder tempo, a “envenenar” e a demonstrar de que sou “fanboy” de X ou Y e o resto é porcaria. Mais coerência a quem comenta essas coisas, eu pessoalmente e geralmente ignoro, mas pronto eles cá pensam que alguem vai lhes dar ouvidos só porque disseram aquilo (e muitas das vezes SEM ARGUMENTOS) mas vá.

  2. Hugo says:

    Para quem gosta de jogar o Windows vai ser sempre necessário, de qualquer forma esta distro parece bastante boa e visualmente appealing.

    • arc says:

      Para quem gosta verdadeiramente de jogar…penso que usará mais XBox, PS4 e afins?

      • ParaUmaAcefala says:

        lolololololol “Para quem gosta verdadeiramente de jogar…penso que usará mais XBox, PS4 e afins?” lolololololol caguei-me lolololol

      • ParaUmaAcefala says:

        Arc…fica-te por aquilo que conheces…

        • arc says:

          Repare, você nem sabe ler em condições ou pura e simplesmente está a deturpar algo que eu dei como sendo uma verdade!!!!

          EU simplesmente questionei: “…penso que usará mais XBox, PS4 e afins?”

          De onde colhe a informação que eu AFIRMO, que são as melhores opções XBox, PS4 e afins?

          E sabe esse seu tipo de afirmação “Arc…fica-te por aquilo que conheces…”, só demonstra da sua parte, que o conhecimento deve ser só para alguns e unicamente na sua área de interesse…a isso eu apelido no mínimo de CONSTRANGEDOR.

          • ParaUmaAcefala says:

            Podemos saber muito de muita coisa…mas se queres ser bom em algo,tens de te dedicar…nem o Da Vinci que era conhecido pela diversidade de conhecimentos, podia dizer que era o melhor em tudo… portanto, eu digo : Fica-te pelo que sabes…e quando cololocas a questão, demonstras logo que realmente não percebes patavina, mas aí a falha foi minha… realmente reconheces a tua ignorância e não posso deixar de dizer (citando alguém) “o mais inteligente é aquele que reconhece a vastidão da sua ignorância”…o teu comentário seguinte F**** tudo… abraço

      • Cortano says:

        Tens a noção que o mercado de PCs Gaming tem vindo a crescer?
        Sim, consolas são mais baratas e estão optimizadas para jogar, isso é verdade (e alguns titulos estão são exclusivos consolas), mas quem gosta de verdadeiramente de jogar também joga em PC, e muito.

      • Roy Almaister says:

        Perdes-te uma oportunidade de ficar calado…

  3. Jimmy Five says:

    Não tem como tirar esse tema horroroso da distro e colocar algo mais moderno?

    • Pedro pinto says:

      Tem pois 😉

    • Dandan says:

      Claro que tem, mas os programas vem todos curados para ficarem com a aparência do Mac OS. Então não sei como esses programas curados ficariam após uma mudança de tema. Existe um programa chamado Elementary Tweaks ou Elementary Tweaks Tool que tem a função parecida com o Gnome Tweaks Tool que é modifica com maior complexidade o sistema, incluindo a modificação e instalações de temas do shell, temas de janelas, temas em geral, aplicativos e ícones.

  4. Eu says:

    É que tal usar simplesmente Windows? Agora até já tem linux!!
    Dois em um.

    • arc says:

      Acha mesmo que tem Linux o Windows?
      Acha mesmo que é a mesma coisa?
      E que tal, cada um utilizar simplesmente o que deseja, porque gosta e que satisfaz todas as suas necessidades de trabalho, sem tem de usar Windows?
      Calado o @Eu é um poeta!

    • says:

      Só uso Linux desde 2006, não acho falta nenhuma de usar Windows…

    • Dandan says:

      No Linux não tem a Microsoft fuçando seu furico e enviando tudo que digitas e fazes para os servers dele. Se você preza pela privacidade e também segurança, por que não usar o Linux?

  5. Nuno Santos says:

    Já testei inumeras distros incluindo esta e mantenho-me ao Mint. Esta apesar de ser bonita acho-a pouco funcional. Penso q ue não mudarei para outra tão cedo.

    • arc says:

      Escolha não falta em distribuições de Linux. Cada um escolhe a que melhor assiste as suas necessidades.
      Para mim é Arch Linux e Debian. Para outros é Ubuntu, Slack, AntiX, Fedora, etc. Afinal estamos a utilizar Linux!

  6. Bruno Gama says:

    Eu usei há um tempo atrás e testei novamente esse ano.. É uma boa distro, mas tem a interface já meio datada. Simples demais por meu gosto. Hoje o Deepin é imbatível, tanto em interface quanto na sua loja, é sensacional.

  7. Dimms says:

    Os responsáveis do pplware continuam a bater no ceguinho na questão do Linux. Por muito que se esforcem com artigos para encher chouriços e a tentar convencer o povo de que agora é que vai ser e que o Linux é uma alternativa para acabar com o windows, isso dificilmente irá acontecer. Então porquê? Por uma questão de pragmatismo! O Linux para o comum dos mortais não é um sistema user friendly, enquanto uma simples tarefa como instalar o Google Chrome, ou outro programa básico, for um processo chato e não se basear em dois clicks como no windows em vez do sudo-apt get bla blá blá, o Linux nunca irá vingar na maioria das pessoas. Além disso é um SO com um bilião de distros que para ainda dar mais nó na cabeça de um mero mortal, tem as versões Debian e mais não sei o quê. O caminho deve ser para descomplicar e não voltar a barra do MS -DOS. Não estou a por em causa que seja uma ferramenta poderosa para quem o domina e para profissionais da informática (programadores etc) mas para o comum dos mortais não é! Para fazer uma analogia, eu sou piloto de aviação civil e isto basicamente seria voltar à época do DC-3 e levar um engenheiro de bordo e um navegador conosco, isso acabou! Usem mais a cabeça e ponham-se no lugar do utilizador comum em vez do programador

    • Vítor M. says:

      Bater no ceguinho? Nem pensar, ceguinhos são os que não querem ver as boas alternativas, até porque não obrigamos ninguém a usar, mas ensinamos a pescar. Quer isto dizer que poderá um utilizador necessitar de algo diferente e nós mostramos o que existe. Depois, depende de cada pessoa usar ou não. Liberdade de escolha.

      Em momento algum dizemos que o Linux vai ser uma alternativa para TODAS AS PESSOAS, Linux é uma alternativa para quem quiser usar livremente, como milhões já o fazem.

      Por isso, encher chouriços não é o nosso fado, o que nos interessa é a pluralidade de opções. Se não queres…. tens bom remédio, não uses. Abraço. Bom domingo.

    • arc says:

      Você simplesmente desconhece ou quer dar a entender que desconhece a facilidade de instalação hoje em dia, de uma distribuição de Linux, como o Mint, Deepin e outras distribuições bem amigáveis para o utilizador que deseja, não se encontrar sobre a alçada de um SO proprietário, como o Windows, por exemplo.

      “enquanto uma simples tarefa como instalar o Google Chrome, ou outro programa básico, for um processo chato e não se basear em dois clicks como no windows em vez do sudo-apt get bla blá blá, o Linux nunca irá vingar na maioria das pessoas. ”

      Realmente, você quer mesmo “desconhecer” e dar a entender que é como afirma. Isso hoje em dia em muitas distribuições de Linux, é TOTALMENTE FALSO!

      “Além disso é um SO com um bilião de distros que para ainda dar mais nó na cabeça de um mero mortal, tem as versões Debian e mais não sei o quê. ”

      Pois você continua a não saber mesmo NADA. A segmentação de que fala, é VERDADE, não fujo à questão, tem somente a ver com algumas nuances que lhe escapam, vejamos:

      * Com um mesmo kernel é possível, adaptar uma série de ferramentas ao gosto de cada um, tornar elas publicas, poderem ser escrutinadas, modificadas, etc., etc.

      * Com um mesmo kernel, e não estando satisfeito, com as distribuições presentes ao momento no mercado, constrói a sua de raiz, ou ainda melhor, aproveitando uma distribuição que se encontre presente na sua máquina, faz um remaster, excluindo as aplicações fundamentais e não fundamentais dessa mesma distribuição e cria a sua própria distribuição de Linux.

      Etc., etc.

      A tudo isto, eu chamo LIBERDADE e poder escolher tudo o que necessito para o meu uso diário, com as ferramentas que desejo incluir nessa distribuição, podendo estripar quase tudo numa distribuição presente na minha máquina, sem ter de seguir o óbvio.

      “Não estou a por em causa que seja uma ferramenta poderosa para quem o domina e para profissionais da informática (programadores etc) mas para o comum dos mortais não é! ”

      Comentário tipo o seu, de quem tem uma visão formatado dos anos 90!!

      Agora, vá executar tudo isto acima no seu SO favorito!

      • arc says:

        Ops, esqueci de dizer uns factos importantes, caso deseje fazer um remaster do seu SO não Linux, pode ser mesmo o Windows 10.

        Não se acanhe em excluir o Edge completamente do sistema e outras ferramentas proprietárias da Microsoft como o Windows Defender, modifique o kernel do Windows (retire os drivers do kernel), compile especificamente esse kernel para a sua máquina, ou inclua um Windows kernel low latency, etc., etc. , obviamente com as aplicações substitutas ao seu gosto especial.

        Assim que tiver tudo isso realizado, volte cá para nós conversamos!!

    • carlos fernandes says:

      tem telemovel?…quase de certeza que está a utilizar ” linux” e a instalar o chrome com um clik.

    • jaugusto says:

      A ditadura acabou eu uso o que eu quero e quem não gosta arranje uma vida e vá chatear outro…

  8. thiago Araujo says:

    Se não dá pra instalar fortnite, então não presta.

  9. Pedro Alexandre Arantes says:

    Surpreendem-me que este post depois de ser repetido imensas vezes ainda continua a colecionar comentários dos leitores..
    Se este Linux é bom? Não sei.. Uso o Android PC (do mate 10 pro) e cumpre bem os requisitos que pretendo para uma boa parte das tarefas. Cheguei a usar Ubuntu durante muito tempo em PC’s de uso diário mas sempre tive necessidade de guardar um SO Windows pronto a utilizar para situações específicas! Ainda esta semana tive de usar o Excel do Microsoft Office porque o Calc do OpenOffice não é capaz de copiar a formatação de uma tabela feita no editor de texto sem perder a maioria da formatação.
    Obviamente o OpenOffice serve para refazer todo o trabalho o que me levaria alguns dias. Com o Excel depois de perder cerca de 1h com download e instalação demorei apenas 3h a fazer o meu trabalho!
    É claro que o Linux é útil e não pode ser considerado como um sistema incapaz, mas como ninguém compra uma bicicleta para entrar numa corrida de motas ou compram um carro de F1 para levar os filhos a escola é preciso meter de uma vez por todas na cabeça que cada sistema tem características e funções próprias!

    Já agora se realmente o vosso interesse fosse a comunidade Linux deveriam apostar em Informar e mostrar à comunidade outros sistemas além do elementary OS..
    O vosso interesse não aparenta ser mais do que promover o vosso próprio SO e como sabemos que se pode gerar receita tão somente com recomendar um sistema operativo….

  10. ParaUmaAcefala says:

    Podemos saber muito de muita coisa…mas se queres ser bom em algo,tens de te dedicar…nem o Da Vinci que era conhecido pela diversidade de conhecimentos, podia dizer que era o melhor em tudo… portanto, eu digo : Fica-te pelo que sabes…e quando cololocas a questão, demonstras logo que realmente não percebes patavina, mas aí a falha foi minha… realmente reconheces a tua ignorância e não posso deixar de dizer (citando alguém) “o mais inteligente é aquele que reconhece a vastidão da sua ignorância”…o teu comentário seguinte F**** tudo… abraço

  11. ParaUmaAcefala says:

    Um utilizador comum, com poucos recursos deve utilizar Linux pela gestão de recursos do Sistema Operativo ( Com um calhambeque faz-se a festa) Um utilizador com outro nível de equipamento e de exigências (especialmentea nível profissional) usa Windows ou MacOS… não tem nada que saber nem percebo estas guerras…eu recomendo e instalo o Linux em muitas máquinas, mas nós topos de gama nunca na vida instalaria o Linux.Da mesma forma que num PC mais limitado a nível de utilização ou hardware uso o Linux…

    • ParaUmaAcefala says:

      Relativamente à segurança, na minha opinião o factoraos importante é o Utilizador…(seja Windows, Linux, MacOS,etc..)

    • arc says:

      Agora que é … esborratou a pintura toda com esse comentário. Verifique (http://www8.hp.com/us/en/workstations/linux.html)

      • ParaUmaAcefala says:

        “becoming the first workstation vendor to deliver desktop Linux platforms to customers requiring accelerated 3D graphics capabilities. ”
        É óbvio que é uma versão desenvolvida especificamente para essa máquina…Eu normalmente construo os meus pc’s e (infelizmente) o único S.O que me garante melhores performances logo de início (sem grandes filmes com os drivers) é o Windows.
        Culpa dos fabricantes de hardware.
        HP, para mim é lixo.

        • arc says:

          “É óbvio que é uma versão desenvolvida especificamente para essa máquina…Eu normalmente construo os meus pc’s e (infelizmente) o único S.O que me garante melhores performances logo de início (sem grandes filmes com os drivers) é o Windows.”

          Então sendo assim, o que está a afirmar, é que ainda antes do momento de construção das suas máquinas para os seus clientes, realiza uma escolha criteriosa de todo o hardware que vai colocar nessa mesma máquina, garantido no final a melhor performance possível.

          Mas sendo assim, qual o seu espanto de a HP…afirmar…”becoming the first workstation vendor to deliver desktop Linux platforms to customers requiring accelerated 3D graphics capabilities.”

          A HP, está a fazer o mesmo, para os seus clientes, como qualquer empresa hoje em dia o faz, ou como qualquer user com o mínimo de conhecimentos em montagem de componentes de hardware o pode fazer também!!

          Adapta os seus serviços/hardware, etc., de acordo com a necessidade especifica do cliente em vista.

          Eu por exemplo, não sou uma Empresa, mas sou eu que construo as minhas máquinas, de acordo com as minhas necessidades e especificidades para o fim em vista, com o focus em determinado hardware.

          O meu server tem determinadas características, enquanto as minhas 2 máquinas desktop são totalmente distintas em termos de hardware uma da outra.

          “Eu normalmente construo os meus pc’s e (infelizmente) o único S.O que me garante melhores performances logo de início (sem grandes filmes com os drivers) é o Windows.
          Culpa dos fabricantes de hardware.”

          Discordo em parte dessa sua afirmação. Infelizmente os fabricantes de hardware, realizam os seus drivers para o líder de mercado, mas até mesmo isso vem a mudar muito rapidamente.

          Hoje em dia, é muito raro existir incompatibilidade de hardware em Linux, se escolher de forma criteriosa os componentes em termos de hardware para montar uma máquina (ou até mesmo comprar uma máquina já feita) em que vá colocar uma distribuição de Linux, isso NÃO acontece!
          O mais que pode acontecer, é mesmo ao nível de
          Em termos de hardware, só mesmo ao nível de placas gráficas (mais esotéricas), mas até nesse capitulo, começa a ser muito raro esse tipo de problemas.

          “HP, para mim é lixo.”

          No comments!!!

          E como venho a dizer, eu NÃO tenho nada contra o Windows, nem contra os Windows users, cada um é LIVRE de utilizar o que mais e melhor atende as suas necessidades de trabalho e divertimento.

          O que eu SOU CONTRA, é tentarem me IMPOR algo que eu NÃO QUERO e NÃO TENHO NECESSIDADE.

  12. g0tH1c.X says:

    Não percebo qual o fascínio pelo Elementary… Já o experimentei e meh… Apenas mais um Ubuntu com uma skin em cima.
    O deepin consegue ser bem superior, ao ponto de ser o meu OS de trabalho agora. Claro que ainda preciso de uma VM Win para as cenas que só correm em Win mas fora isso, 90% das vezes nem uso a VM… 🙂

    • Dandan says:

      Devo concordar, o Deepin aparenta ter mais opções e aplicativos próprios. Não sei, mas se fosse pra escolher entre ele e o Elementary, escolheria o Deepin.
      Acho que o Elementary está outdated. E esse negócio de querer copiar na cara dura o MacOS… Meh²

  13. arc says:

    Para além de algumas características apontadas certamente no Pplware, o O Deepin tem algumas ferramentas, bem interessantes, como por exemplo o Deepin Presentation Assistant.

    Esta é uma ferramenta muito parecida com a que existe no Google Chromecast, onde é possível o envio de conteúdo audio/visual, os quais podem ser reproduzidos quer por um smartphone bem como por uma TV, desde que ambos se encontrem na mesma rede.

    Ao mesmo tempo, é verdade que esta tarefa é possível ser executada em qualquer distribuição de Linux, dá mais trabalho…mas é possível, no entanto no Deepin, qualquer user faz isso de forma altamente facilitada sem complicações.

    Para além do Deepin Presentation Assistant, existe uma outra ferramenta denominada Deepin Repair, em que a sua funcionalidade passa por a limpeza de HD, realizar a reparação do do DPKG, a reparação do boot do sistema (bastante útil, quando existem problemas com o GRUB2 e ainda mais útil para todos que necessitam do dual boot), etc., etc.

    Eu colocaria, Deepin e Mint, como sendo as distribuições de iniciação para os novos users no universo Linux.

    • Pedro Pinto says:

      Será o próximo a ser analisado.

    • Jimmy Five says:

      Verdade. O Deepin traz entre essas muitas outras funcionalidades só deles. O Deepin Boot Maker, Deepin Music, Deepin Movies, Deepin Screenshot (esse eu acho fantástico), Deepin Terminal, Deepin Screen Recorder, Deepin Clone, Deepin Picker, Deepin Image Viewer, Deepin Voice Recorder, Deepin System Monitor… Valeria um artigo apenas falando de cada função desses programas em comparação com de outras distros. Pra mim este é o diferencial do Deepin. Vai muito além de só uma carinha bonita.

      • arc says:

        É como eu digo Jimmy, se eu fosse agora me iniciar no ecossistema Linux, iria sem margem para dúvidas para o Deepin.

        O filho de um amigo e vizinho meu, tem Deepin vai para 6 meses e não quer outra distribuição. Para além do aspecto estectico, sem quase irreparável, é muito interessante a quantidade de tools e a forma como elas interagem com o sistema na sua globalidade e com uma intervenção sem complicações para o user final.

        E não me venham falar que é uma distribuição “Made in China”… com todos os adjectivos a desprimorar o trabalho feito por eles.

        • Jimmy Five says:

          Sendo de código aberto, acredito que não haja problema em ser chinês…
          Mas sim, o Deepin é uma ótima pedida para novatos. Porém alguns criticam o fato de eles usarem o Debian Unstable como base, por ser “unstable” as pessoas falam que mais cedo ou mais tarde irá quebrar.
          Outras reclamações que vejo do Deepin é que consome muita RAM, GPU e CPU. Ou seja, exige muito do sistema. Acredito que desativando os efeitos já melhore.

          • arc says:

            Pois, utilizar o branch Unstable da Debian, pode ser problemático para o Deepim. Todavia o Sid tem a mesma base Unstable da Debian, e muitos users nem se queixam de quebras no sistema. Contudo acho mais problemático a utilização do Sid, mas como digo, não conheço Deepin, para tirar essas conclusões.
            Por outro lado, nesta maquina desktop em que agora estou a responder, estou com Arch, com o repositório AUR activo e não tenho problemas.
            Tudo vai da forma criteriosa ou não, em como se aplicamo os patches e para quais as futuras implicância nas aplicações instaladas.
            Hoje em dia, RAM e GPU é para se usar…eheh
            Penso que uma boa parte de máquinas hoje em dia, tem de raiz, logo 8 ou mais GB de RAM, portanto….
            Depois tem mais, ter instalado somente as aplicações necessárias para a execução das tarefas necessárias para o dia a dia do user. Exemplo: não ter mais do que uma suite office, mais que 1 compactador/descompatador de files, etc., etc.

            E por último, ter o máximo de cuidado com a carga imposta ao sistema em tempo de boot, ou melhor, fazer uma gestão criteriosa de serviços necessários versus serviços não necessários que são executados no boot do sistema. Faz toda a diferença esta situação.

            Uma das vantagens que existe no ecossistema Linux, é que este pode ser modelável de acordo com o hardware e as necessidades do user.

          • Dandan says:

            Pra usar o Deepin no mínimo a pessoa tem que ter um boas specs. Não adianta querer usar Deepin usando celeron 1 ghz 2 gb de ram

          • arc says:

            “Sendo de código aberto, acredito que não haja problema em ser chinês…”

            Repare bem, alguns até criticam a cor azul do céu!

            Claro que não tem problema algum em ser Chinês e ser desenvolvido na China e por Chineses…ora ora!!!

  14. Dandan says:

    Falem sobre o Manjaro e/ou Linux Lite

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.