Quantcast
PplWare Mobile

Tags: bitcoins

Mudança de estratégia? Tesla despachou muitos dos seus bitcoins durante o trimestre

A relação da Tesla com os bitcoins tem oscilado ao longo do tempo, com posturas muito diversificadas. Com o apoio de Elon Musk, estas moedas virtuais foram abraçadas e passou a poder ser comprados os carros elétricos da marca.

Com o tempo essa relação tem mudado e agora atingiu um novo patamar. A Tesla mostrou agora que durante o último trimestre vendeu a maior parte das suas criptomoedas e arrecadou mais de 936 milhões de dólares.

Tesla bitcoins trimestre ativos digitais


Intel anuncia o novo chip Blockscale, a sua ASIC para mineração de criptomoedas

Com a prática da mineração de criptomoedas ainda bastante ativa ao nível global, muitas marcas aproveitam assim esta oportunidade para desenvolverem autênticas galinhas dos ovos de ouro que, no fundo, são equipamentos dedicados a esta atividade.

Neste sentido, a Intel anunciou recentemente o seu novo chip designado Blockscale, uma ASIC especializada na extração das moedas digitais.


Alemanha deita abaixo a plataforma russa Hydra, o maior mercado do mundo da darkweb

A darkweb é um assunto tabu ou praticamente desconhecido para grande parte da população mundial. E embora alguns possam até já ter ouvido falar, não sabem muito bem sobre o que se trata nem o que engloba e, muito menos, como se acede. Mas sabem que as histórias relacionadas com o lado negro da Internet nem sempre são as melhores.

E agora as informações recentes indicam que a Alemanha deitou abaixo a plataforma russa Hydra, que é o maior mercado do mundo na darkweb.


Suécia quer que a Europa proíba a mineração de Bitcoins

A mineração de criptomoedas é uma prática já bastante comum no segmento tecnológico. No entanto sabemos que esta é uma atividade que provoca algum impacto no meio ambiente, uma vez que consome bastante energia e recursos.

Desta forma, agora a Suécia quer que a Europa proíba a mineração de Bitcoins como forma de atingir a meta climática de 1.5º C definida em Paris.


AMC: a maior rede de cinemas do mundo já aceita pagamentos com criptomoedas

Aos poucos as criptomoedas começam a ser uma tecnologia mais conhecida que se vai inserindo e integrando gradualmente no mercado financeiro. Neste sentido já várias empresas de diferentes setores incluíram as moedas digitais nas suas várias formas de aquisição de produtos ou serviços.

Mais recentemente foi a vez da AMC, a maior rede de cinemas do mundo, comunicar que vai começar a aceitar pagamentos feitos através de Bitcoins e outras criptomoedas.