Quantcast
PplWare Mobile

Toyota, Subaru e Mazda aliam-se para manter os motores de combustão vivos

                                    
                                

Autor: Ana Sofia


  1. Ricardo Gomes says:

    Depois de toda a poluição que vi em Bangkok apenas com Toyotas nas estradas percebo porque…Felizmente a maioria esta a boicotar a Toyota que felizmente também já esta em declinio ha uns anos.

    • Rui says:

      O declínio é tão forte que é o maior construtor automóvel mundial e a seguir vem a VW!

        • Ricardo Gomes says:

          Grafico muito desactualizado 😉 alem do mais um grafico numca mostra tudo…como este por exemplo não mostra o declinio em vendas nos paises com mais poder economico e uma percentagem de mercado quase nula quando comparado a uns 20 anos atras…alem do mais e como deves ter reparado sabes onde são vendidos os veiculos altamente poluentes (até dei um exemplo no meu comentário), igualmente isso também explica a margem de lucro bastante reduzida… adicionando o boicote parcial a toyota em paises geralmente fortes para a marca…é facil de prever o caminho da toyota no futuro ;)…mas obviamente que com as palas ao lado dos olhos que não se vê nada 😉

          • Rui says:

            Em vez de falar de cor, fundamente o que escreve. A toyota é neste momento o maior construtor mundial, quem mais vende!
            https://www.marklines.com/en/vehicle_sales/index
            https://appsthatdeliver.com/insights/global-automobile-industry-statistics

            Agora quanto à rentabilidade, para azar seu, a marca mais rentável é a…… TOYOTA!
            https://alansfactoryoutlet.com/which-major-car-companies-were-the-most-and-least-profitable-in-2020/

            Ainda deve estar a pensar nos Corolla dos anos 70 e 90, mas a Toyota não é por acaso que vende tanto e em tanto lado. Nos EUA mais de 15% das vendas é de Toyotas e nem meto ao barulho a Lexus (marca de luxo da Toyota). E não sei se sabe que a Toyota já investe à muitos anos em carros híbridos!!!!!

            Tem de abrir a pestana à realidade!

          • RC says:

            E também investe (juntamente com o seu governo e empresas privadas) desde 1992 em hidrogénio, com resultados ridículos.

            É verdade que são pioneiros nos hibridos, mas já perderam muito terreno para outros fabricantes, até marcas europeias como a mercedes já têm melhores hibridos que a toyota.

            Para mim a toyota já está a ser a nokia no inicio dos anos 2000.

          • Ricardo Gomes says:

            Rui, apontas varios links que não saber ler nem entendes 😉 porque não queres entender 😉 o mercado da india, tailandia etc… não é tudo e conta uma historia que não esta delineada com a realidade… mas talvés até sejas cego… basta contar os toyotas que ves por cad a carro que passa na estrada em portugal… e se fores para paises com mais poder economico se encontrares 1 em 1000 é muito 😉 mas para um bom entendedor meia palavra basta…ja tinha escrito tudo em cima de outra forma

      • Toni da Adega says:

        É o único grande fabricante a apostar forte nos motores de combustão. Se o futuro for motores de combustão então vão crescer mais.
        Se por qualquer motivo a venda dos motores de combustão cair ou acabar, então já estão em declínio.
        Tudo depende de como estiver o mercado daqui a 10 ou 15 anos

    • Há cada gajo says:

      É essa ânsia fundamentalista que me preocupa.

      • Ricardo Gomes says:

        Infelizmente não te preocupas com factos, caso contrário deverias estar bem mais preocupado 😉

        • Manuel Costa says:

          O que me preocupa é ver pessoas, como a Greta a receber 873 milhões de dólares!!!! pagos pelas empresas de carros eléctricos, empresas energéticas e empresas de construção… empresas essas que enviam 100% dos seus produtos usados, para serem desmantelados e reciclados nos países asiáticos, ao mesmo tempo recebem 82200 milhões de dólares para fazer publicidade… a contestar o que fazem.

          • RC says:

            Não se importa de mostrar uns links sobre esse tema ?

          • eu2 says:

            Isso, mostra aí uns links para mostrar que não está a inventar.

          • PML says:

            Desconhecia que a Greta recebesse tanto dinheiro. Agora outra pergunta – quanto ganham os lobistas do petróleo? Só no COP26 estavam presentes mais de 500. Acha que o lobby verde (que existe de facto) é ,ais poderoso do que o dos combustíveis fosseis? Qual deles acha ser mais prejudicial ao meio ambiente?

    • Márcio Correia Gonçalves says:

      A falta de noção, é tão grande neste país … e olha caso não saibas, sem o apoio da toyota, dificilmente teria havido tesla ou a tesla teria dificilmente o sucesso que tem.

      Caso ambém não saibas, a Toyota é a pioneira do JIT (googla)… enfim e mais uma série de coisas que com um click no sítio do costume, tinhas evitado escrever porcaria…

      • Ricardo Gomes says:

        com a ajuda? LOOOL a falta de noção realmente é grande 😉 Vai novamente ver a historia da Tesla. Com matematica basica também chegas a conclusão da disparate que acabaste de escrever… e mesmo se o tivessem feito… era passado e não o presente, ou agora vais contiunuar a apoiar o homem que te comeu a mulher so porque este te pagou uma viagem do porto a lisboa a 10 anos atras quando estavas sem dinheiro e tinhas que andar a pé?

    • Sujeito says:

      Sim , as fábricas certamente não têm nada a ver com isso. Nem a localização geográfica.

      São os carros. Que, não esqueças, meia dúzia de centenas de barcos de carga equivalem à poluição de todos os carros das capitais europeias. E se acabasse de repente esses carros todos, não fazia mossa alguma na estatística.

    • zequinha says:

      Pesquisem sobre E-FUEL e depois vão compreender melhor.

      • RC says:

        Isso já existe há mais de 20 anos, é feito com hidrogénio e captura de CO2, ambos os processos gastam imensa energia eléctrica, e imagine-se de onde ela virá.

        A preços atuais , só o custo de cada litro ronda os 5 a 7 euros, como é um combustível que tem emissões paga imposto, e iva, portanto em Portugal é coisa para custar cerca de 12 euros o litro.

        È exatamente por isto que existe à muito tempo e não se usa, se bem que nos EUA vende-se em jerricans que eles chamam de galões, portanto quase 4 litros.

        • Miguel says:

          Felizmente essa energia eléctrica pode vir de energias renováveis, o Lítio, Cobalto, Cobre, etc não podem.
          E-Fuel é a solução de momento, pelo menos até tornarem as baterias mais pequenas e 100% recláveis!

          • RC says:

            Que grande confusão você faz, parece que na ultima década só as baterias é que precisam de minerais, então as fuel cell, os depositos, a electronica desse veiculos não usam também os mesmos minérios, até os fcev que também usam baterias.

            Podem vir de renováveis, o problema é que gastam entre 5x (FCEV) a 10x (e-fuels e combustão de hidrogénio) para fazer o mesmo.

            Portanto o argumento de que para eléctricos não vai haver energia e para outras tecnologias já vai haver, é puramente falta de conhecimento. Coisa que as pessoas que estão a trabalhar para estas leis não devem ter de certeza.

          • Miguel says:

            Sim RC, Fuel Cell também precisam de minério, mas em menor quantidade, visto que as baterias são menores. Também não é a solução ideal, mas na minha perspectiva é ligeiramente melhor.
            Atenção que no meu comentário nunca falei de falta de energia para uma tecnologia ou outra, energia haverá sempre e cada vez mais renovável ou nuclear.
            O que falei foi na necessidade de minério: (deixo por ordem)
            1 – Carros electricos
            2 – Fuel Cell
            3 – E-Fuel

            Por eu não gostar de minério execessivo a minha opção seria por E-Fuel até a reciclagem ser muito perto de 100% tornando assim as primeiras duas hipóteses mais viáveis.
            Até porque assim podíamos, desfazernos dos carros antigos de maneira mais sustentável do que todos de uma vez.

          • RC says:

            A sua tabela está completamente ao contrário, comece por aquele que tem o numero 3 e vai por ai a fora. Se duvida veja os estudos de quem pesca do assunto e deixe-se de achismos.

            Então as fuel cell e os tanques de hidrogénio são produzidas nas arvores ?

            Enfim, o que a comunicação social tem feito com a cabeça das pessoas, agora só as baterias é que precisam de minérios, o resto cai do céu.

            Não, eu falei em fuel cells também, aquelas que levam platina, cobalto, grafite , prata, entre muitas outras coisas.

            Ah e mais importante ainda, os depósitos, que segundo a T&E e a ICCT no seu fabrico emitem mais que as baterias, consultar dados em baixo, aliás, isso já se sabia à muito tempo, e depois tem a duração de tudo isso, a toyota no seu manual de serviço do mirai, manda substituir algumas coisas bem caras para que a fuel cell dure, no caso dos tanques têm duração em tempo, 15 anos, fora o trocador de ions ao fim de cada 50 mil kms, que são outro custo alto, e o filtro da fuel cell que também é carote.

            Fora todo o processo de fabrico de hidrogénio onde se gasta muito mais energia, e ainda mais os e-fuels, como deve saber o “E” é de eletricidade. Para produzir renovaveis também precisa de minérios, portanto usar aquela forma mais eficiente de gastar essa energia é a melhor forma, e nesse caso a sua lista até está certa, para o consumo de energia.

            Se não fosse a melhor nem os governos e fabricantes estavam a ir por essa via, eles não andam a dormir nem tomam decisões com base em achismos.

            Então mostre dados sobre a reciclagem de fuel cell, porque uma das coisas não vai reciclar, porque simplesmente desapareceu durante a vida útil, a platina.

            Se fosse melhor já por ai andavam aos montes, e o que se vê é pessoal a trocar por elétricos, devido ao alto custo de os manter. Não é novidade nenhuma, a toyota já vendeu 11 mil mirai.

            https://theicct.org/sites/default/files/publications/Global-LCA-passenger-cars-jul2021_0.pdf

          • Miguel says:

            RC, novamente eu não estou a falar de emissões nem de preços de manutenção, estou a falar de minério.
            Portanto, deverá ser fácil de entender qual das 3 tecnologias tem maiores baterias.
            Outro ponto, novamente, as baterias de lítio ainda não são recicladas, exceptuando alguns casos esporádicos.
            Finalmente, acho que a troca deve ser gradual, ou não teremos capacidade de absorver e reciclar todos os carros actuais.
            Quanto aos governos e fabricantes nem vale a pena entrar por aí, até porque o título desta notícia vai contra.
            Não voltarei a comentar esta notícia, o meu raciocínio penso que está claro, fica a critério de quem lê.
            O artigo que referiste é interessante e fala das emissões, não é o que estava a discutir (minério)

          • RC says:

            Portanto eu falei nisso antes e volto a repetir, para si só as baterias é que precisam de minério !!! tudo o resto vem das árvores.

            Não, as baterias são recicláveis, aos anos que são recicláveis, até as baterias de chumbo de arranque que usa no carro são recicláveis. O que define se são ou não é a viabilidade, e é obvio que não havendo baterias para reciclar não é viavel.

            Sim, é gradual, onde é que viu dizer que era para ser já na próxima segunda feira ?

            Leia novamente, pois tem tudo sobre o minério, até sobre o minério petróleo, mas pelo que entendo não chegou a ler.

            Como não ainda não deve ter lido ou não lhe convém, aqui fica novamente, e deixo mais alguns:

            https://pplware.sapo.pt/motores/primeira-bateria-totalmente-reciclada-para-eletricos-ja-existe/

            https://www.duesenfeld.com/

            https://www.redwoodmaterials.com/

            A panasonic já fabrica baterias usando materiais reciclados com esta ultima.

            https://www.panasonic-eneloop.eu/en/news/rechargeable-battery-recycling-guide

            https://li-cycle.com/

        • Miguel says:

          Felizmente essa energia eléctrica pode vir de energias renováveis, o Lítio, Cobalto, Cobre, etc não podem.
          E-Fuel é a solução de momento, pelo menos até tornarem as baterias mais pequenas e 100% recláveis!

      • RC says:

        A esperança do e-fuel e que muitos artigos mostrem é que a energia para o fazer baixe, logo se baixa para fazer combustível também baixa para outras vertentes, portanto cada vez mais os e-fuels, o hidrogénio entre outras soluções baseadas em eletricidade, estão a ficar menos viáveis e portanto com um futuro pouco risonho.

    • Miguel says:

      Já estive em Bangkok e pelo que leio nunca lá estiveste, senão não dirias isso.

    • André says:

      Faz me lembrar quando a Toyota lançou os híbridos em 1997 e toda gente criticou, hoje todas as marcas fazem igual o que é certo a Toyota andou 20 anos a frente.
      Japonês eles sabem bem o que fazem

  2. TT says:

    É desta que vou para o Japão!

  3. RatazanaDoPunjab says:

    Eu estou lixado com a Toyota porque deixou de fazer motores diesel.
    Mania das modernices….
    Assim vou para a Honda.

  4. César Oliveira says:

    Sim, claro, eu acho que eles têm razão. Se o objetivo deles é continuar a poluir o mundo, para o degradar mais. Eles tem razão.

    Ironia, Ironia, Ironia

  5. Francisco Esteves says:

    Um motor a hidrogénio não é de combustão com 0 emissões?

  6. TiGaSPT says:

    Sempre gostei de carros japoneses e aqui ta mais uma razao, estes japoneses sao muito mais civilizados que o resto das empresas que so nao vêem porque nao querem

    • Ricardo Gomes says:

      exacto, so não vê a parvoice quem não quer…alias nem sei porque a maioria tem NET, visto não fazer o uso devido a mesma…

      • Manuel Costa says:

        Também és dos que pagas 1000 euros por um telemóvel, porque a empresa te garante que será reciclado e quando pagares 4000 euros pelo próximo modelo, terá 0,001% de material reciclado?

  7. wtvlol says:

    O motor a combustão ainda vai ser usado durante muitas décadas, felizmente.

  8. RC says:

    Então a toyota que esteve a testar um corolla modificado para usar hidrogénio, onde obteve resultados que no mínimo são ridículos, ainda vem com esta conversa ? Se ainda tenta-se vender o mirai, ainda vá, agora combustão usando hidrogénio, não passa de uma tontice sem qualquer nexo.

    Quem tiver a curiosidade de ver:

    https://toyotatimes.jp/en/insidetoyota/150.html

    Resultado:

    -Distância percorrida 1,634km (358 voltas) (metade do que fez o vencedor

    – Tempo em pista: 11 horas 54 minutos

    – Tempo nas boxes: 12 horas 6 minutos (reparações/verificações: 8h 1m,Abastecimento: 4h 5m)

    – Total de reabastecimentos: 35, média de 7 minutos por abastecimento, o que dá uma média de 45 kms por abastecimento, e cerca de 180 euros de hidrogénio por cada 100 kms para numa pista fazer uma média de 139 kmh. No local tinham 2 camiões com todo o equipamento para poder abastecer o carro.

    • Miguel says:

      O Toyota modificado tentou usar o hidrogénio como se fosse GPL, o Mirai tenta usar o hidrogénio como produtor de energia para um carro electrico, não confundas as coisas

      • RC says:

        Não estou a confundir nada, eu diferenciei logo no inicio as tecnologias, corola é um a combustão, mirai é um electrico com fuel cells, se eles nem querem vender o mirai….

  9. Miguel says:

    Força Toyota, Subaru e Mazda, as imposições como estão so vão trazer mais destruição.
    Há que fazer as coisas gradualmente, deixar o mercado funcionar

    • RC says:

      Já todos sabem que não, o que eles não querem é perder dinheiro, porque os outros já têm a tecnologia e eles não. Se bem que a toyota ainda é a que tem melhores hipoteses, tanto que já anuncia cerca de 15 electricos para os próximos anos.

      Na minha opinião, eles sabem que é o caminho, mas já que deram tanta cabeçada antes e receberam muito financiamento para produzir tontices, não podem de repente dizer “Ok, assino por baixo…”

      • Manuel Costa says:

        Um dos problemas é que se 14% dos carros que circulam no Japão forem eléctricos, é 96% certo que várias grelhas energéticas vão exigir investimentos de 800000 milhões de dólares, para cima, para suportar os carregamentos em massa.
        O mesmo se vai passar na Europa e já acontece em várias cidades europeias (Londres, onde as empresas estão obrigadas a desligar todos os postos de carregamento, nas horas de expediente, devido a prejuízos de milhões de libras com as redes a irem abaixo) e outras que já estão a proibir a utilização de contadores eléctricos acima de 11. Uma obrigação para quem tiver carro eléctrico…

        • RC says:

          Se forem para o hidrogénio então multiplique isso por 5x, já que esse é o fator de gasto a mais de energia para veiculos a hidrogénio, isto falando dos eléctricos com fuel cell, se forem para combustão de hidrogénio, então multiplique por 10.

        • RC says:

          Já agora, se todos os carros em Portugal passassem para eléctricos amanha, o consumo aumentava 14 a 15% do atual, é muito sim, mas de 2009 a 2016 a produção aumentou 21%. Por outro lado são 2500 milhões de euros a menos em importações por ano.

        • Rui says:

          Deixe lá Manuel, o Ricardo Costa e RC (são o mesmo), é que é visionário e já sabe tudo e a Toyota é um fracasso!!!!

          É o problema dos fundamentalismos. Se nós não conseguimos aguentar o consumo energético actual, basta um simples acidente em França e com o corte de abastecimento da energia nuclear a Peninsula Ibérica ficou Às escuras!!!!!! Imaginemos quando tivermos um enorme parque eléctrico como é que vai ser gerir o caos!!!!!!

          Não perceberam que os países têem de garantir as potências instaladas? Se tal não for possível, desligamos tudo? Mandamos encerrar as fábricas, Hospitais……….

          Mas esses são os visionários!!!!!!

    • Toni da Adega says:

      Se o futuro dos automóveis for os motores de combustão então estão a fazer uma aposta certeira.

  10. Jp says:

    A toyota é acionista da yamaha da subaru e da mazda da kawasaki não sei mas provavelmente também é. Por isso é que estão contra os veículos eletricos juntamente com a Toyota

  11. Ricardo Gomes says:

    Este Video Relata com muito Humor, esta treta dos Combustiveis foceis verdes, tal como o Hidrogenio Verde, ou até o Carvao verde LOOOL…. https://www.youtube.com/watch?v=MSZgoFyuHC8

  12. V.T. says:

    Porque discriminam os construtores de motociclos em relação aos de automóveis? Até no titulo…

  13. wtvlol says:

    Os EVs não são a solução para o mundo.

    • RC says:

      Pois não, a solução é usar veículos que desperdiçam 70% da energia que usam.

      • Miguel says:

        A solução do mundo tb não é deitar todos os carros actuais fora de uma vez, ou escavar mais minério até 2035 do que foi escavado na história da humanidade…

        • RC says:

          É isso, o lítio até só dura uma vez como os combustíveis fosseis, parece que ainda há muita gente a pensar que o lítio é consumido em camaras de combustão dos veículos elétricos.

          Mas como sempre, isto só não é solução para aqueles que não pescam nada do assunto, felizmente os governantes e fabricantes ainda se baseiam em quem sabe do assunto.

          • Miguel says:

            Já compraste um carro ou telemóvel com bateria reciclada ou tens essa opção?

          • RC says:

            Até você já comprou, todas as baterias de 12v de chumbo já contêm material reciclado, no inicio também havia com isso ? Provavelmente não, neste momento ainda não existem baterias de veiculos para reciclar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.