Quantcast
PplWare Mobile

Toyota Mirai bate recorde mundial! 1360 km movido a hidrogénio

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. dude says:

    No dia em que extrair o hidrogénio de uma forma decente. Temos mais uma revolução industrial. Desta vez nao poluente.

  2. Manuel says:

    Isto é o futuro… esqueçam o carro a pilhas

  3. Atento says:

    Este é o futuro dos carros eléctricos. Apesar de não ser fã da marca, tenho que reconhecer que a Toyota está de parabéns e uns furos à frente dos restantes construtores nesta matéria.
    O reabastecimento faz-se no posto de combustível de forma em tudo semelhante ao actual (mais parecido com o GPL).
    Acredito que ainda será necessário esperar uns anos porque a infraestrutura para armazenamento/abastecimento (rede de distribuição de gás) ainda não está montada (apesar de haver a possibilidade de produção local por reformadores).
    O problema que durante muitos tempo assombrou esta forma de energia está rapidamente a desvanecer-se, com o desenvolvimento de novas membranas resistentes à contaminação (e que utilizam menos ou nenhuma platina).

    • Chacal says:

      Achas que está à frente da Honda? A Honda tem fuel Cell desde 2002 😉

      • Atento says:

        A Toyota é mais antiga no desenvolvimento das fuel-cells; vem desde 1992.
        É responsável por uma enorme quantidade de avanços tecnológicos na utilização das fuel-cells em automóveis.
        Penso que não tem paralelo em mais nenhum construtor.

      • Antonio says:

        Honda fx clarity foi o primeiro construtor a criar carro a células de hidrogénio.

    • Elvino says:

      Este NÃO é o futuro dos carros elétricos. Toyota ja abriu os olhos. Se em tantos anos nao conseguiu convencer o mundo com esta tecnologia consumidora de energia, vai enveredar por baterias de estado solido e dar por terminado o plano do hidrogenio nos carros. Para camiões, barcos, aviões é provável que consigam pois é facil abastecer em portos e aeroportos e empresas, por exemplo.

    • RC says:

      Por acaso está atrás de muitas, GM, Honda, Mercedes, Hyundai, entre outras que produziram protótipos também eles funcionais.

  4. Ze says:

    Ora aqui está uma notícia sobre a indústria automóvel que me interessou bastante. Não comprarei nenhum carro a pilhas até que este tipo de tecnologia seja hipótese

  5. Sardinha Enlatada says:

    Belo recorde. De certeza que fica mais barato na carteira. E caso para dizer tanto por tao pouco.

  6. Samuel MG says:

    Já estou a prever que vão ver o hidrogénio a 10 euros o litro sendo que em Portugal vai ser 25 euros o litro.

    • Zé Fonseca A. says:

      Não é por litro, é por kg e a tendencia é para ser cada vez mais barato, hoje em dia já com o mesmo valor já podes equiparar a um carro a gasolina, no futuro preve-se que chegue aos valores do GPL.

      • Louro says:

        @Zé Fonseca A.
        Antes de impostos…

        Boa sorte a cobrar impostos na elecrecidade que uso para carregar os meus carros.

      • Toni da Adega says:

        Para o hidrogénio baixar de preco, é necessario que o preco da producao de electricidade também baixe.

        • Zé Fonseca A. says:

          Errado, é apenas necessário investimento para produção em quantidade.

          • Zé Fonseca A. says:

            E mais ao contrário dos EVs onde precisas de mais energia e não consegues fazer um paralelismo e crescer em tempo util à medida do avanço das vendas dos EVs, no hidrogenio podes aumentar a produção de acordo com o aumento da procura.

          • RC says:

            A electricidade não tem cor, se baixar para produzir hidrogénio, baixa também para os outros eléctricos e para casa.

            Milagres é em Fátima.

            Errado novamente, você num hidrogénio necessita de 4 a 5 x mais de electricidade para fazer os mesmos kms.

            Gostava de saber onde foi inventar tanto disparate ?

      • RC says:

        A tendência é que fique mais caro, já que a electricidade está a aumentar de preço, como usam eléctricidade, o preço do hidrogénio vai acompanhar o preço da electricidade.

    • RC says:

      Neste momento já é a 10 euros na Alemanha, fortemente subsidiado, Noruega 17 euros, EUA 15 dolares, isto por kilo, que é a unidade usada.

  7. ToFerreira says:

    68k por um Toyota com 182hp… Bom negócio… Lol!

  8. Toni da Adega says:

    O maior problema do hidrogénio é a eficiência energética.
    A energia eléctrica utilizada para estes 1360 km, daria para fazer mais de 3000km num carro eléctrico.
    A grande vantagem é o tempo de abastecimento.

    • Naopossodizer says:

      Acho que ficaste trocado, porque não é assim que se compara. Compara se o tamanho do depósito com o tamanho das baterias, e claramente o hidrogênio ganha.

      • Toni da Adega says:

        Autonomia e eficiência energética ou consumo são coisas completamente distintas.

        Posso ter um veiculo com Autonomia de 200km mais eficiente que um com Autonomia de 1000km.

        A produção do hidrogénio é feita através de eletricidade, e requer quase 3x mais que veículos eléctricos.
        Se todos se queixam que produzir eletricidade para os carros eléctricos é mau, imagina hidrogénio que vai precisar do dobro da eletricidade.

        • Chacal says:

          O tempo que demoras a carregar várias vezes até conseguires fazer os 1000km, vais te aperceber que não é assim tão eficiente

          • nelson says:

            quando se fala em eficiência energética estamos a falar de quanta % da energia está a ser usada para o que realmente pretendemos fazer e quanto é desperdiçado.

            Neste caso tens:
            Perdas a separar o hidrogénio do oxigénio (agua para hidrogénio)
            Perdas a comprimir o hidrogénio para poder ser armazenado de a pressões úteis
            Perdas de armazenamento (é difícil armazenar sem ter fugas)
            Possivelmente perdas de transporte se não for produzido no local de abastecimento
            Perdas na eficiência da célula de combustível e/ou motor

            Vs em carro electrico:
            Perdas de transporte (os cabos têm sempre alguma perda mas sem duvida melhor que o transporte em camião)
            Perdas no processo de carga da bateria
            Perdas no motor

            Isto faz com que os elétricos sejam 2.4x mais eficientes que os a hidrogénio.

            A única razão porque temos esta conversa é porque as petrolíferas e os posto de abastecimento não se querem adaptar a uma realidade onde 90% da infraestrutura que construiram agora não serve para nada e é fácil usar FUD para enganar o povo.

          • Louro says:

            @Chacal,
            Depende da capacidade da bateria e claro, da velocidade do carregador.

            Se for num Supercharger da Tesla, por norma o rate é de 1200km/hora que faz com que tenha a bateria carregada em mais ou menos 30 minutos, se for em casa, como deixo o carro a carregar durante a noite, tanto me faz que carregue em 20 minutos ou em 3 horas entao baixo o rate de carregamento consideravelmente porque nao faz sentido sobrecarregar a grid, de manha acordo, tenho a bateria totalmente carregada (no meu caso para cerca de 400km reais).

            se precisar de mais de 400km, já tinha de parar e tinha para esticar as pernas, casa de banho e eventualmente comer qualquer coisa, a vantagem, nao preciso de ficar ao pé do carro para o abastecer, estaciono, ligo o cabo e vou a minha vida, quando voltar tenho mais km para percorrer.

          • Toni da Adega says:

            Isso quer dizer que se abastecer 5€ num carro faz o carro gastar menos ou mais se abastecer 80€.
            Abastecer 5€ é mais rápido.

        • Zé Fonseca A. says:

          Para um carro electrico precisas de energia continua ou então precisas de armazenar em bancos de bateriais, o hidrogenio podes estar a produzir e armazenar 24/7 tal como fazes numa refinaria.
          Embora precises de mais energia a mesma está sempre a ser usada, faz as contas e no final do dia vê qual é mais eficiente e qual vai gastar menos energia e vai significar menor investimento e menor impacto para o ambiente.

          Não esquecer ainda para os ideologistas do verde, este carro ao circular absorve co2 das nossas cidades poluídas e liberta apenas água.

          • nelson says:

            Se fazes em refinaria perdes ainda mais eficiência com o armazenamento e transporte, de resto os carros não vão absorver co2, vão absorver o2

          • Toni da Adega says:

            Se é possivel produzir hidrogenio 24/7 entao também é possivel produzir electricidade 24/7.
            E para produzir hidrogenio é necessario construir 2x mais, é preciso construir uma central electrica + unidade de producao de Hidrogénio.

            É tudo contra em construir central Electricas porque sao poluentes, mas construir uma central electrica + unidade de producao já amigo do ambiente.

          • Zé Fonseca A. says:

            É possivel produzir electricidade 24/7, mas como não estás a consumir o que fazes com excesso? Para armazenares o teu investimento vai ver 10x superior ao dos paineis solares + turbinas eolicas.
            Central electrica? um pequeno campo de paineis solares chegam para estar sempre a produzir hidrogenio, vai lá ler sobre o hidrogenio verde.

        • Louro says:

          @Toni da Adega

          Até que enfim alguém que usa a cabeca, obrigado por isso, pois parece ser raro aqui nos comentários.

        • PTO says:

          “A produção do hidrogénio é feita através de eletricidade, e requer quase 3x mais que veículos eléctricos.”

          Estás redondamente enganado. Vai lá informar-te melhor.

    • Antonio Filipe says:

      e a agua que emite é pura e pode ser ingerida.

  9. TSLAbull says:

    A continuar assim a Toyota vai falir até ao final da década…

  10. JCS says:

    Realmente penso que os carros movidos a hidrogénio sejam o futuro e só espero que os grandes interesses das petrolíferas não atrasem ainda mais a sua rápida implementação.

    De salientar que os motores realmente são elétricos mas este sistema não têm pilhas (baterias) mas sim o sistema Fuel Cell (pilha de combustível pode dar aso a confusões mas isto não passa de um módulo que gera a eletricidade a partir do contato do hidrogénio com o oxigénio.)
    Deixo abaixo um link da abordagem da Hyundai ao hidrogénio em que achei a explicação de todo o sistema absolutamente brutal.
    https://www.youtube.com/watch?v=XaIypuuhhWM

    Já vi este vídeo há algum tempo, aliás se confirmarem a data do vídeo é de 29/08/2018 e quanto a mim o Covid-19 veio atrasar ainda mais o desenvolvimento desta tecnologia e a sua rápida implementação.

    • Dani Silva says:

      As grandes petrolíferas estão a abraçar o hidrogénio. É a única tecnologia de futuro onde estes podem continuar a controlar o monopólio e ter os condutores dependentes deles para abastecer.

    • RC says:

      Tem sim, este é o verdadeiro carro a pilhas, pilhas de combustivel, é o FCEV – fuel cell electric vehicle.

      E sim, não diga disparates, tem bateria sim, igual à do Pirus. E tem mais sistemas que um carro a baterias (BEV), até tem um voltage booster para aumentar a tensão da bateria e fuel cell para alimentar o inversor que depois manda a corrente para o motor.

      Porque raio não procuram informações sobre ele no google, a toyota tem páginas sobre isso.

      https://www.toyota-europe.com/world-of-toyota/feel/environment/better-air/fuel-cell-vehicle

      • JCS says:

        Muitos disparates foram ditos, mas por si ao longo destes posts a começar por:

        “uma pilha de combustível, que até platina usa, grafite, cobalto entre outras, e tem uma duração bem inferior a uma bateria comum.”

        Que grande confusão vai nessa cabeça a platina, grafite, e cobalto são materiais que são usados, mas para fazer a eletrólise, ou seja, separar o Hidrogénio da Água relembro que este é um dos muitos processos para separar o hidrogénio entre os vários que existem em que o objetivo da indústria será ou deveria ser escolher o processo de separação de hidrogénio mais económico e ecológico.

        Isto nada têm a ver com a pilha de combustível que eu prefiro chamar de célula de combustível (onde se gera a eletricidade a partir do contato entre o hidrogénio e o oxigénio vídeo acima a partir dos 4m).

        De salientar que esta célula de combustível ao contrário do que diz têm uma duração de mais ou menos 200.000 Km ou 10 anos aproximadamente o equivalente aos motores de combustão conforme dito no vídeo que indiquei aos 4m50s.

        Quanto á bateria suplementar lembro que também o carro a combustão a tem para fazer o arranque inicial de igual forma vemos aqui uma bateria que têm os mesmos efeitos e que basicamente acumula energia quando o carro trava ou abranda ou há excedente da eletricidade enviada pela célula de combustível.

        Vantagens do carro a Hidrogénio esperemos que venha a ser o preço mais baixo. Outra vantagem o tempo de abastecimento curto (de 3 a 5m) e carros mais leves por contrapartida do grande peso morto das baterias nos carros elétricos que serão tão mais pesadas e maiores quanto maior for a sua autonomia.

        • RC says:

          Não foi o que eu disse, eu não disse que eram consumiveis, a sua duração tem a ver com a oxidação dos materiais.

          Então é uma pilha ? não sabe o que é uma pilha, vá ao google, dispositivo que gera energia quimicamente.

          As suas preferências é consigo, até os fabricantes delas como a toyota lhe chama pilha de combustível, fica incomodado com isso ?

          Não é uma bateria suplementar, é a bateria do sistema de alta tensão, para quê inventar ?

          Tem uma bateria de alta tensão para armazenar compensar as flutuações do consumo e produção da fuel cell, senão nem conseguia arrancar num semaforo a tempo dele ficar vermelho novamente.

          Pode vir, mas até agora não estou a ver nada, carro de 4 lugares com essa autonomia e com um custo muito mais baixo já tem dezenas electricos.

        • RC says:

          Não se esforce muito para explicar como funciona FCEV, eu já trabalhei com esses sistemas, no inicio do anos 2000 até existia uma fabrica de fuel cells cá em Portugal, que visitei vários vezes e ainda tenho algumas fuel cells deles.

  11. Rui says:

    Estes desenvolvimentos são bons, mas que ninguém tenha ilusões, o preço da energia seja ela qual for não vai baixar independentemente dos custos de produção, o governos não vão perder esse rendimento, logo arranjam forma de carregar com impostos …

  12. dude says:

    Sempre ouvi dizer que o hidrogénio num copo de agua, dava para iluminar uma pequena cidade durante 24horas. Só falta a tecnologia se aperfeiçoar… A lot… Alguem tem aí essa tecnologia na garagem ou no sótão? Cheguem-se a frente!

  13. Fernando says:

    a muito tempo que nao lia uma conversa de jeito . Sim senhor tudo gente inteligente

  14. Hugo Sousa says:

    O hidrogénio não faz qualquer sentido a não ser para encher os bolsos dos do costume…
    É necessário 11 litros de água potável para fazer um litro de hidrogénio… 11/1 é um rácio que faz todo o sentido num mundo onde morrem milhares de crianças e não só por ano por falta de água potável… tenham vergonha usem a água para salvar vidas e não encher depósitos…. sem falar na energia necessária para todo o processo, sabem quanto custa manter o armazenamento de hidrogénio a 300Bar à baixa temperatura… É ridículo… mais uma vez os interesses egoístas de alguns sobre o bem e a vida dos outros… ridículo….

    • Ufa says:

      Santa ignorância …
      Primeiro tem que ir aprender química no secundário, depois pode vir mandar bitaites …

      • rjSampaio says:

        chega-te a frente e ensina lá.

      • Hugo Sousa says:

        Olha o ignorante… O hidrogénio vem de onde então?… do gás natural?… aí estamos a falar de hidrogénio “azul” que eu saiba tb é origem fóssil… é que nem estamos com crise no gás nem nada… era mais uma boa dependência… gás para fazer electricidade para fazer o hidrogénio do gás… ora aí está a solução… Com eficiência na ordem dos 40%… Apenas colocaria o gás a 1800% mais caro….
        Quem precisa de aulas de química não sou eu de certeza, pois trabalho na área da energia e sei como tudo funciona, ao contrário de muitos… O hidrogénio verde usa energia eléctrica renovável para fazer a separação e produção do hidrogénio… neste processo com energia (verde) a eficiência máxima de laboratório é de 43%… Mas precisamos na mesma de 11 litros de água por cada litro de hidrogénio… informação existe e é gratuita… ora faz tudo sentido gastar água limpa 11/1 para encher depósitos, quando morrem milhares devido à não ter acesso a água potável… pena não ser a teus a precisar, se calhar sabias o que significa…eu já ajudei muitos e continuarei ajudar a levar água potável a aldeias é mais valioso que diamantes para esta gente…. De fato camelos ignorantes tb se vê muitos…

    • PTO says:

      Uiiii, tanta asneira num parágrafo só!
      Impressionante!

    • Hugo Sousa says:

      Gostaria de salientar que o documento produzido pela união europeia (pelos políticos que defendem os interesses de alguns) é bem claro, este documento supostamente desmente, mas depois é completamente teórico e falso, pois defende e depois justifica com uma suposta solução que não é contabilizada, por exemplo admitem que nível molecular é necessário nove litros de água para cada kg de hidrogénio…a serio, e o processo de separação é 100% eficiente?!?! (muito longe disso)…é cada uma… como dizer que se pode ir buscar a água a centrais de Dessanalização … a sério … quantas centrais seriam precisas para apenas 100.000 carros a hidrogénio já alguém fez a conta … e sabem quanto custa uma central média … pois …e esta não gasta energia certo ???

    • RC says:

      E também é necessário 40 kwh de eletricidade por cada kilo de hidrogénio produzido. Depois ainda consome mais uns kwh para circulação e compressão. Só na compressão são 2 a 4 kwh por cada kilo

    • RC says:

      O problema não é a água, já que o carro devolve a água que foi gasta. O hidrogénio é o “transportador” da eletricidade, usa-se eletricidade e água ( entre outros elementos que se gastam no processo, sim, as fuel cell não são eternas) para produzir hidrogénio e depois esse hidrogénio é usado para produção de eletricidade, a eficiência destes processos é de 20 a 22%, quando um electrico a baterias vai dos 73% a 80 %.

      Sobre a poluição, mais uma vez o electrico a baterias ganha por muito, já que a produção de fuel cells também usa mineriais e um precioso, que é a platina, só o fabrico dos depósitos emitem mais gases poluentes que uma bateria.

      Podem ver estas informações neste link, ultimo estudo lançado a comparar as emissões dos vários tipos de veículos, onde mais uma vez os BEV são os menos danosos para o ambiente: https://theicct.org/sites/default/files/publications/Global-LCA-passenger-cars-jul2021_0.pdf

  15. Marco III says:

    1 carro 2 condutores e 3 dias para fazer 1360kms? Isso dá 4 dias para fazer Lisboa a Paris…. espetacular o futuro a hidrogénio mas acho que vou de avião.

    • Hugo Sousa says:

      Grande comentário… muito fixe… realmente este pessoal perde a noção muito rapidamente… lol… logo que haja uma rede capaz de carregamento autonomia de 400km é o ponto… Com 15 min de carga, nem dá tempo para o café….

      • Marco III says:

        15m não dá para beber um café?

        • Hugo Sousa says:

          Referia-me à pausa do café… que é sempre perto de 30min… fato registado na Brisa por exemplo… Eles têm essas informações para gerirem os espaços… e estamos a falar fora de horas de almoços e jantares… acho que a média andava nos 33min. em 2019…

      • RC says:

        Foram tantos dias porque andaram a 30 kmh, isto sou eu a supor, já que no teste anterior onde conseguiram 1000 kms andaram entre 40 a 45 kmh.

        É o modus operanti destes artigos, nada contra o PPLWARE porque recolheu informações onde foi primeiramente postado, mas nunca mencionam a velocidade média ou o tempo exacto de fazer o percurso, e também nunca dizem quanto custou abastecer, se bem que essa é fácil, se foi na Califórnia os preços andam a 15 a 17 dólares o kilo, ou seja, algo em torno dos 84 a 90 doláres.

  16. Ricardo Silva says:

    Estupidez. De carro. Carros a hidrogênio nunca serão o futuro !!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.