Quantcast
PplWare Mobile

Tags: processo

Pocket Monster: Cópia de Pokémon processada em 72,5 milhões de dólares

Não é novidade para ninguém que o mundo tecnológico, e em especial o setor dos jogos, conta com várias criações de sucesso que, exatamente por esse motivo, também são aliciantes para serem copiadas ou levar a que se desenvolvam equipamentos ou serviços semelhantes aos originais. Mas isso também tem um preço.

Segundo as mais recentes informações, Pocket Monster, uma cópia do jogo Pokémon, foi agora processado em mais de 72,5 milhões de dólares. Tudo porque o jogo tem várias parecenças com o original.


Moderna está a processar a Pfizer e a BioNTech por alegada violação de patente

Foram nomes que, em meio de uma pandemia que parecia não ter forma de acabar, esperançaram a população global. Agora, com as águas mais calmas, a Moderna está a processar a Pfizer e a BioNTech por uma alegada infração da patente da vacina contra a COVID-19.

Em jogo está a inovadora tecnologia do mRNA.

Vacina da Pfizer-BioNTech e Moderna


Sony é processada em 5 mil milhões de libras por práticas anticompetitivas na PS Store

Nem sempre as grandes empresas vêm acompanhadas de novidades positivas. E também são muito comuns as notícias menos boas sobre as gigantes do mundo tecnológico.

E o mais recente nome envolvido em polémica é a Sony que foi agora processada no Reino Unido em 5 mil milhões de libras por práticas anticompetitivas na PlayStation Store.


Como será que vai acabar? Twitter leva Elon Musk a tribunal para obrigar a fazer a compra

Se a tentativa de compra do Twitter por Elon Musk foi uma das mais importantes notícias do ano, até agora, a verdade é que o desfecho deste processo parece estar a seguir um caminho similar. A decisão de cancelar o negócio foi tomada, mas há agora uma batalha legal a começar.

O Twitter avançou com o processo contra Elon Musk e quer mesmo obrigá-lo a cumprir o acordo estabelecido e realizar a compra da rede social.

Twitter Elon Musk tribunal compra processo


Mãe processa Instagram e Snapchat depois de a filha de 11 anos se suicidar

Muito se fala do impacto negativo que as redes sociais exercem na saúde mental dos mais jovens. Aliás, a mãe de uma menina está, agora, a processar as empresas-mãe do Instagram e do Snapchat, culpabilizando as duas plataformas pelo suicídio da filha de 11 anos.

De acordo com a mãe, a criança estava completa e excessivamente viciada nas duas redes sociais.

Redes sociais Instagram e Snapchat