Quantcast
PplWare Mobile

Tags: portáteis

São estes os novos MateBook que a Huawei está a preparar?

Foi em fevereiro do ano passado que a Huawei deu mais um passo no sentido de ter uma presença global nos mercados, ao apresentar o seu MateBook. Este computador portátil, que seguiu a linha do que o mercado estava a começar a receber.

Entendido por muitos como uma experiência bem-sucedida, a marca parece querer continuar a apostar neste segmento e prepara-se para apresentar 3 novos modelos. O MateBook vai ser renovado e desta vez não vai estar sozinho.

Huawei MateBook


Portáteis e tablets proibidos em voos para os EUA

A medida estava a ser estudada há já várias semanas, isto depois da Administração Trump ter conhecimento de uma ameaça terrorista. A nova “limitação” de transportar portáteis e tablets na bagagem de mão deve ser ainda hoje anunciada pelo Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos.

Esta nova medida afeta, por agora, os voos do Médio Oriente e África com destino os EUA.


Samsung vai vender divisão de portáteis à Lenovo

A Samsung tem presença em muitas das principais áreas relacionadas com a tecnologia. Os smartphones, actualmente, serão o seu produto líder, contudo, as televisões e até os computadores pessoais são também segmentos valiosos para a marca sul-coreana.

É precisamente a mais valia do segmento dos computadores pessoais que a empresa se preparar para vender à gigante chinesa Lenovo. Mas não serão só os computadores, a Samsung quer vender mais segmentos de produto.

Samsung portáteis


Softwares de actualização dos portáteis têm falhas graves

A grande maioria dos fabricantes de computadores portáteis desenvolveram softwares de actualização para que, de forma automática, as mesmas sejam enviadas aos utilizadores.

Este é um processo automático e que muitos acham que está livre de problemas. Mas a verdade é que a maioria tem falhas de segurança, como foi agora provado.

Softwares de actualização portátil


Computadores Dell com graves problemas de segurança

O passado recente mostrou que as marcas de hardware procuram solucionar os seus problemas com artifícios rápidos e que nem sempre são dos mais seguros.

A mais recente marca a ser envolvida num problema de segurança grave com os seus computadores é a Dell, que tem presente um certificado suspeito.

dell_1