PplWare Mobile

4 Computadores portáteis Windows para este regresso às aulas


Gestora de conteúdo e de redes sociais do Pplware. Mestre em Economia, foi o fascínio pelo universo da tecnologia e da comunicação que falou mais alto.

Destaques PPLWARE

  1. Casca says:

    Instala Linux que é superior

    #SQN

  2. McGoms says:

    E não há portáteis que se possam comprar em lojas nacionais?

  3. Cortano says:

    Nota: O Surface Go está com 20% de desconto na Radio Popular, ou seja, a versão 8GB RAM/128GB SSD está a menos de 500€

  4. User Pplware says:

    Já ando a namorar o Mi Notebook à muito, mas devido à falta de teclado PT-PT não o vou comprar, a solução dos autocolantes nas teclas não me agrada.

    • Pensamento Positivo says:

      Ou aprender a usar o teclado sem olhar… Aliás: Espanta-me que se ensine TIC nas escolas desde o básico, mas que sejam tão poucos a ter aulas de dactilografia! Como é que é possível???

      • Moneldr says:

        E isso é um problema assim tão grande?! Problema é as pessoas não saberem escrever português sem darem erros a torto e a direito.

        • Pensamento Positivo says:

          É, meu caro, é!… Olhe: São já às dezenas os estagiários a quem fui eu que ensinei a dactilografar. São altamente qualificados, posso-lhe garantir, mas… Se lhes pedirmos a redacção de uma carta “para ontem” pura e simplesmente não sabem fazer!… A dactilografia ainda é essencial para a produtividade informática, meu caro e não vai deixar de ser tão cedo! Tenha uma boa noite!

          • Moneldr says:

            Se estivermos a falar de dactilografos ou de secretárias talvez tenha alguma importância, para a maioria das pessoas, mesmo na área da informática, a velocidade de escrita é simplesmente irrelevante.

          • Pensamento Positivo says:

            Será a velocidade de escrita assim tão irrelevante??? Olhe: Prefiro nem entrar nessa discussão. Tenha uma boa noite!…

      • User Pplware says:

        Neste mundo é tudo uma questão de custo beneficio, para mim o beneficio é inferior ao custo de me habituar ao novo layout.
        Quanto a saber dactilografar, é-me irrelevante, não sou jornalista nem trabalho num call center. Sou desajeitado em todos os desportos não iria ser diferente com as teclas e nunca me senti prejudicado.

      • Francisco says:

        eh pah, realmente até concordo com o Moneldr, mais vale escrever bem do que rápido, sendo flexível a alguns erros.
        a mim também me faria confusão não ter o teclado pt-pt, ou uma alternativa para trocar as teclas, de maneira a ficar decente.
        sobre aprender a ler sem ver, eu sei todas as teclas alfanuméricas de cor, mas se for para pôr um símbolo tipo %@£§ iria me tripar todo a clicar em teclas diferentes e mal identificadas.
        Ao vender um laptop onde só os utilizadores que saibam escrever sem ver possam usar, estamos a reduzir o mercado para pouco, e pessoas que sabem escrever sem ver, é quase certo que usam o pc todos os dias e precisam de um pc bom(melhor q os apresentados).

        concluindo, também não o compraria, gostei do Teclast, obrigado

    • Daniel says:

      Não tem diferença alguma em PT-PT e PT-BR, é tudo a mesma língua. Ou então usa em Inglês. O mundo é obrigado a saber essa língua.

    • IKAROS says:

      Sim, até porque para quem não contou, os americanos têm menos 1 tecla que o PT. No fim ficas com menos o .

      Tenho o Teclast F7.
      Arranca o Windows 10 com a velocidade como nunca vi.
      O Ubuntu, tive de meter um kernel com patch para o touchpad funcionar.

      Façam como eu fiz:
      Comprei bons autocolantes e mapeei a tecla <> para
      com o Microsoft Keyboard Layout Creator
      https://www.microsoft.com/en-us/download/details.aspx?id=22339

    • PCplague says:

      Compra um teclado sem fios e não te esqueças de retirar a pilha ao colocá-lo na mochila

  5. Pensamento Positivo says:

    Cara Maria Inês: Muito obrigado pelo artigo! Deixo apenas duas sugestões para próximos artigos:

    1. Em artigos deste género tente escolher produtos que se possam adquirir facilmente em praticamente qualquer loja de informática disponível.

    2. Tente incluir algum produto baseado em processador AMD. Alguns são bem mais acessíveis que alguns com processador Intel e são, de resto, produtos bastante adequados para estudantes do básico e secundário que é o que se pretende aqui!

    Eu diria que para esse público qualquer máquina de até cerca de €400 deve ser mais do que suficiente! E se for com processador AMD então isso já dá para um maquinão!

    Tenha uma boa tarde!… 🙂

  6. jonas o pistoleiro says:

    a melhores e mais baratos no mercado

  7. Pedro Monteiro says:

    Acho que sendo para o mercado PT, deviam pelo menos disponibilizar portáteis com o respetivo layout PT!

  8. José Lopes says:

    Comprei um Acer aspire a315, 15 polegadas, 4 gb ram, 1tb disco, bateria para 5 horas, processador AMD e9000, 3 portas USB, 1hdmi, por 349,00 na worten…baratinho e serve para o essencial..

  9. pedro says:

    Teclast F7 … serve para o essencial, menos jogos pesados e tem um autonomia em bateria brutal assim como o ecran FHD!!!!

  10. MP says:

    Interessante. Fico a aguardar pelo artigo sobre portáteis sem sistema operativo ou com sistema operativo open source.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.