Quantcast
PplWare Mobile

Acabou! Toshiba já não vai vender mais computadores portáteis

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Spoky says:

    Falta de inovação, era computadores com design “meeh” não eram feios, mas também não eram inovadores, o Toshiba Satellite foi um dos computadores que talvez mais se vendeu, porem os problemas de aquecimento eram vários (eu lia em foruns e blogs e até no youtube era um dos videos mais procurados na altura e vistos)

    Pouca inovação, perdeu-se no tempo. Deveria ter apostado em portáteis gaming, linhas de computadores mais leves e não tão gordos, não o fez a tempo.

    Os portáteis também que existiam no mercado eram poucos perante a concorrencia, pelo menos em Portugal.
    Alguns portáteis da Toshiba comparado com a concorrencia, tinham um hardware inferior pelo mesmo preço ou a um preço bem semelhante.

    E é isto, quando se para no tempo e deixasse a concorrencia lançar novos modelos pelo mesmo preço e com melhor hardware..

    • Luis says:

      Boa análise. Mas não deixo de ficar surpreso, ainda é uma marca gigante.

    • José Bernardes says:

      Tenho aqui em casa um Satellite com 12 anos e ainda se porta melhor que estes novos PCs de 400€ que se vendem por aí hoje em dia.

      • EuTech says:

        Aqui rola um Toshiba L650-11F com 11anos a rolar nas horas, sempre bem mantido é claro, e com alguns upgrades, como os 8GB de ram e caddy para segundo disco que esta de momento com 2 ssds..

      • Guilherme Duarte says:

        tiveste sorte todos ospcds aqui de casa foram para o lixo devido a problemas em todos os aspectos.

        • Petrus says:

          Para reciclar, espero.

        • Duarte says:

          sorte? O meu toshiba com 11 anos também funciona perfeito, nunca deu problemas e esta ligado praticamente 24 horas por dia, para teres deitado mais que 1 portatil da toshiba para o lixo, devido a problemas, de certezas que nao era problema dos portateis…. era mais do dono 😛

    • JJ_ says:

      Acho que estas a fazer uma analise um pouco afastada dos portáteis que a Toshiba tinha no mercado. Ou melhor uma analise apenas dos últimos 7/8 anos da marca.

      Se dizeres que eram pesados/pouco elegantes, concordo… eles só começaram a melhor nesse campo muito tarde, e quando isso aconteceu é que começaram a ter esses ditos problemas de hardware (inferiores e de baixa qualidade), foi na época que tentaram recuperar.

      Mas até 2010/2012 +/-, eles tinha grandes portáteis, ninguém os conseguia combater, incluindo portáteis gaming! Tanto que a garantia dada em alguns modelos, envolvia a troca do portátil e oferta de outro igual. Existem muito poucos relatos, de terem sido usadas essas garantias.

  2. David Mendes says:

    Ainda lembro quando saiu o Qosmio, máquina super pesada e preço também.
    Foi logo ultrapassado, mas continuaram na mesma linha, encostada ao sucesso a marca estagnou, e nunca mais foi a mesma. Tive dois satellite e nunca deveria ter comprado o segundo Agora só falta abandonar o fabrico de discos rígidos… péssimos e caros, qualquer WD é mais fidedigno. No final tudo volta à normalidade o mercado absorve as grandes marcas que só têm nome e história.

    • Blackbit says:

      Em relação aos disco os da Toshiba são mais fiáveis dos que os da WD.
      Pelo menos a minha experiência confirma os éstudos de fiabilidade que tem andado a circular.

  3. ze says:

    About time, sempre fizeram opções erradas.

  4. David Guerreiro says:

    Foi vendida à Sharp que por acaso é de Taiwan.

  5. Kendimen.C says:

    Comprei em tempos um Windows Phone, pouco tempo depois o sistema “morreu”. (O telefone ainda funciona)

    Comprei há poucos anos um portátil TOSHIBA, agora a marca”morreu” também. (O PC continua a funcionar bem)

    Felizmente que não tenho precisado de suporte técnico! :/

  6. Petrus says:

    Estou aqui a escrever com um Toshiba com 10 anos e alguns meses de idade. Funciona lindamente (para tudo o que preciso, é claro) com o máximo de RAM suportada (8 GB), um SSD e Win10. Mas sim, é pesado e gordo e a bateria fraca, isto é, ótima durabilidade e péssima portabilidade.

  7. Ze says:

    Nos portáteis só ha duas opções de jeito (excluindo gaming):

    – Macbook
    – Thinkpad

    Esqueçam o resto.

    • Paulo says:

      Nunca tive tantos problemas no Macbook como tenho num PC windows.
      Ora o teclado deixa de funcionar e é preciso reiniciar, ora fica o micro deixa de funcionar, ora é super lento a resumir a sessão depois de ter estado em pausa…
      A grande vantagem qualidade de construção e o facto de ser Unix-Like, útil para programadores.

  8. alberto says:

    O primeiro portatil com que trabalhei T1100…

  9. miguel says:

    O meu primeiro portátil foi um toshiba a mais de 20 anos, e ainda hoje se o ligar trabalha 🙁

  10. iSad says:

    Tive e gostei. RIP

  11. miguel says:

    O mal da Toshiba foi entrar no mercado dos low cost, quando se meteram nos portáteis a qualidade japonesa saltava a vista, mas em 2010 começaram a vender modelos baratos que prejudicaram em muito o nome que a marca tinha conseguido neste segmento.
    Podiam ter criado uma submarca para os lowcost não o quiseram fazer pufffff…

  12. Faisca says:

    Pro algoritmo 🙁

  13. Luis Figueira says:

    Eram os melhores do mercado doméstico e tomaram a decisão de deixar de vender portáteis da linha doméstica, focando-se apenas na linha empresarial. Agora vão desaparecer de vez. É pena.

  14. Algo says:

    Eu lembro me no início dos 2010s como toda a gente escolhia a Toshiba quando veio essa coisa do E escola.

    A minha amiga cedeu o dela recentemente após década e pouco por apresentar problemas e lhe aconselharem de que não valia a pena repara lo.

    • David Guerreiro says:

      Deve ser o NEC tokin, problema muito comum na série A200, A300 e uns L650.

      • Francisco seara says:

        Olha eu tenho um Toshiba 2014 achado no lixo estava no estado mau tive desmontar todo é limpo-lo todo levou um teclado novo um disco de ssd problema era o disco avariado levou massa térmica nova esta trabalhar a nos trinques foi pena mão saber a onde era caixote do lixo que eu ia lá pegar é não primeiro que eu achou ainda no primeiro fim de semana deste mêis achei um portátil pequeno da Toshiba .

  15. paulo says:

    Eu tenho um Toshiba L500 i5 e não gosto.
    Aspecto demasiado plástico.
    Aquece imenso.
    Tem um problema geral na gama L500 onde a placa de som ferve tanto que fica sem som até se reiniciar o computador. Não se consegue lá deixar o pulso no lado esquerdo.

    Não deixam saudades.
    Os Tecras e Portegé R eram bons. Na linha ‘doméstica’ havia melhores alternativas e não eram mais caros.

    Os maus Vaios eram fabricados pela Toshiba.

    Adeus

  16. JL says:

    Tenho um Sattellite Pro (troquei o HDD por um SSD) a rodar Windows 10 sem problemas. E um Tecra mais antigo com Linux para testes. Tirando a bateria do Tecra que já foi à vida, tudo funciona.

  17. Vasco says:

    O negócio dos portáteis não interessa à Toshiba, tal como não interessou à IBM no passado. Têm muito mais com que se entreter do que perder tempo com um negócio com margens baixíssimas.

  18. Fulano says:

    Com muita pena que leio esta notícia.
    Cliente assíduo da marca sem qualquer tipo de queixa e bastante contente com a performance e qualidade dos equipamentos.
    Felizmente adquiri recentemente um laptop com i7
    16gb RAM 520gb SSD + 2TB SSD por apenas 780€ num negócio fantástico.

  19. Hugo Gomes says:

    Ainda tenho um com mais de 20 anos a correr o windows xp . Veio com o w95

  20. Ricardo sousa says:

    Realmente toschiba a 300 bateria e com aquecimento acncostado esta novo eu adorova toschiba agora estou desiludido com meu PC fui dinheiro mal gasto

  21. Miguel says:

    Tenho um satellite T745 com i7 de 2a geração com mais 10 anos e continua a funcionar sem problemas. Nunca o formatei apenas à 2 anos coloquei um ssd. Tenciono trocar de pc mas por razões profissionais e não sei o q irei comprar … super satisfeito com a toshiba

  22. Jeremias Zacarias says:

    Grande

  23. Rodrigo Anderson da Cunha says:

    Tenho um sempCO3e para mim e só mais um smartphone como Samsung e Motorola.

  24. Rui Silva says:

    Para quem como eu tem estado satisfeito com os Toshiba, depois de ter tido outras marcas, fica num dilema quanto a akternativas.
    Será que o PPlware poderia fazer um artigo sobre a fiabilidade de certos pcs?
    Sei quem é assunto delicado, mas…

  25. Sérgio says:

    Tenho um do tempo do e escola, que morreu este ano, durou 12 anos, n está mal

  26. pj says:

    a marca dos portáteis pouco interessa. os componentes são sempre fabricados por terceiros. quem compra pela estética percebe pouco da coisa.
    já agora, como é óbvio quanto mais pesado e grosso msis durável.

  27. luis says:

    O problema da Toshiba é muito antigo, já vem de trás agora este fim da produção de portáteis é o culminar de 2 décadas de erros estratégicos de gestão e de desenvolvimento tecnológico . Teve o mesmo fim como outras grandes empresas tecnológicas como o IMB PC , os portáteis da Sony e agora da Toshiba. A Toshiba meteu um erro gigante quando vendeu por tuta e meia a patente de produção de memórias à Samsung e deixou a Samsung aliciar os Engenheiros Japoneses que tralhavam na Toshiba irem trabalhar para Samsung na Coreia do sul com excelentes condições de salários e regalias do tipo oferta de casa, carros etc A Samsung era e é uma empresa de visão e com excelentes gestores ao contrário da Toshiba.

  28. Mike Santos says:

    3 Toshibas em 20 anos:

    1 Satellite 2800-600, já com uns 20 anos, caro como o raio, mas ainda hoje funciona (embora não o utilize por razões óbvias). Só levou 1 bateria;

    1 Satellite L650-1FU, o meu parceiro de trabalho, todos os dias funciona 10 a 12 horas seguidas. Tem seguramente mais de 10 anos, nunca levou nada (embora tenha a bateria arruinada). É nele que estou a teclar;

    1 Satellite A300-188, foi efectivamente o único equipamento Toshiba que me desiludiu. Tinha uma estética bonita, aprimorada, bons acabamentos com cromados, luzinhas no chassi etc e tal, e uma qualidade de som como nunca vi num portátil, mas… foi o equipamento que menos utilizei, e já teve que levar um ecran, uma bateria, um teclado e um disco. Está encostado, guardado apenas como um plano B.

    Muito sinceramente, não vejo fabricantes actualmente com a qualidade da Toshiba de outrora. Quando tiver que adquiri novo portátil, não faço ideia do que irei comprar. Só vejo chinesisses, caros, para encher a vista e sem qualidade nenhuma de construção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.