PplWare Mobile

Tags: gps

Reino Unido estará a preparar-se para criar o seu próprio sistema de GPS

A decisão de abandonar a União Europeia, tomada pelo Reino Unido, irá custar caro ao longo dos anos. As primeiras provas começam a surgir, de forma lenta, mas dão conta da necessidade de recriar de raiz muitas das infraestruturas a que já tinham acesso.

Uma das mudanças que agora se começa a falar é o acesso a um sistema de GPS, uma vez que o acesso ao Galileo irá ser barrado. Tudo indica que o Reino Unido se preparará para criar o seu próprio sistema de GPS.

GPS Reino Unido Galileo Brexit


Chip com GPS alimentado por calor corporal poderá ser implantado já em 2019

As tecnologias têm uma ação importante no tratamento de doenças, mas também podem ser úteis aos doentes e familiares noutras áreas que não o tratamento. No caso de pessoas com doenças neurodegenerativas, como o alzheimer ou a demência, a tecnologia pode ser importante na localização dessas pessoas.

Existem vários produtos para monitorizar e localizar pessoas, mas agora uma empresa americana apresentou um implante com GPS que poderá ser a solução para este problema.


A Google regista a localização dos utilizadores mesmo que estes não queiram

Não deve ser novidade para ninguém que a Google regista todos os movimentos dos seus utilizadores, para poder dar-lhes a melhor experiência de utilização e, ao mesmo tempo, conseguir traçar perfis ainda mais precisos e com maior detalhe.

Esta é uma opção que pode ser desativada por qualquer utilizador, mas como foi agora descoberto, este registo de localização continua a ser feito, mesmo que estes indiquem que não querem ser seguidos pela Google.

Google localização registo GPS


Navigation Go – Chegou o modo navegação para o Google Maps Go

A Google tem apostado forte no desenvolvimento das suas aplicações GO, destinadas a equipamentos com menos recursos.

Depois do Google Maps Go, chega agora o modo de navegação com o Navigation Go.

navigation go


Galileu: O “GPS da Europa” ganha mais quatro satélites

Um foguete Ariane 5 descolou ontem, do Centro Espacial Europeu em Kourou, Guiana Francesa, com quatro satélites que irão fazer parte do sistema Galileo. Com estes novos satélites, o sistema de navegação europeu Galileu passa a contar com 26 satélites.

O foguete Ariane 5 é um lançador descartável que tem como objetivo colocar satélites artificiais em órbitas geoestacionárias e de enviar cargas para órbitas de baixa altitude.


Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia