Quantcast
PplWare Mobile

Tags: garmin

Smartwatch Garmin traz recurso inovador que ajuda a detectar COVID-19 antecipadamente

A indústria da tecnologia mostra que os smartwatches podem ser muito mais que pequenos computadores de pulso, podem mesmo ajudar na saúde das pessoas. Em teoria, estes dispositivos que existem no mercado deveriam medir facilmente a temperatura corporal do seu utilizador, recorrendo a um sensor dedicado. Nesta altura de pandemia, era um recurso com uma utilidade sem precedentes contra a COVID-19.

Se olharmos então para o que os smartwatches disponibilizam, parece bastante claro que o novo coronavírus apanhou uma indústria desprevenida para uma pandemia. Apesar de alguns smartwatches terem sensores capazes de medir a temperatura da pele, a sua implementação deixa muito a desejar. É aqui que a Garmin poderá marcar a diferença.

Imagem smartwatch Garmin com sensor de temperatura que ajuda a detetar a COVID-19


Garmin adiciona monitorização de gravidez à sua aplicação Connect

Os smartwatches estão cada vez mais inteligentes e capazes de informar o utilizador do seu estado de saúde. Além disso, trazem ferramentas de acompanhamento de atividade e métodos de incentivo. Contudo, para as grávidas, essas apps podem ser motivo de stress.

Assim, a Garmin foi mais além e adicionou uma funcionalidade há muito solicitada, a monitorização da gravidez. Desta forma, as utilizadoras poderão seguir de forma mais atenta os sinais que o seu corpo fornece e que a app Connect consegue detetar.

Imagem do smartwatch Garmin com a app Connect a monitorizar a gravidez


Canon parece ter sido vítima também de um ataque de ransomware

Ao que parece, o crime compensa. Pelo menos depois de ter saído a informação que a Garmin terá pago “uns milhões” para se livrar do ataque à sua estrutura é a vez da Canon. Segundo informações, os dados e sistemas pertencentes à empresa de tecnologia japonesa Canon estão a ser mantidos como reféns.

A empresa nipónica poderá ter sido roubada e 10 TB de dados da empresa desviados, colocando a empresa em paralisação.

Ilustração máquina da Canon, empresa que está a ser atacada com ransomware depois da Garmin


Garmin terá pago resgate de “vários milhões de dólares” para recuperar serviços

A Garmin, no dia 23 de julho, sofreu um ataque por ransomware que afetou vários serviços. Com os seus dados cifrados e inacessíveis, estava a ser pedido um resgate por parte dos atacantes no valor de 10 milhões de dólares. Neste tipo de ataques, o procedimento aconselhado às vítimas é não pagar.

Mas, com os serviços repostos, é avançada agora a notícia de que a Garmin poderá ter recuperado os seus dados depois de ter pago “vários milhões de dólares” pelo resgate.

Garmin terá pago resgate de


Garmin: Sistemas estão a ser repostos! Esteja atento…

É utilizador de equipamentos da Garmin? Ainda continua com a indicação que o sistema está em manutenção? Como é do conhecimento geral, a Garmin foi vítima de ciberataque que cifrou alguns dos seus sistemas, a 23 de julho de 2020.

A empresa revelou recentemente que os sistemas serão repostos em breve!

Garmin: Sistemas estão a ser repostos! Esteja atento...