Análise: Relógio Garmin Forerunner 735XT


Destaques PPLWARE

28 Respostas

  1. chicosoft says:

    o sensor cardiaco é fiavél? a minha experiencia com outros é que nao… é posivel ligar a banda cardiaca?

  2. Bruno Jacob says:

    Peço desculpa mas não concordo com os sensores de pulso, são de longe os menos fiáveis e até se torna desconfortável (no meu ponto de vista) não gosto de ter o relógio apertado no pulso, gosto de o ter solto, e para medir no pulso o relógio tem de estar bem apertado.
    Se procurarem um pouco vão encontrar muita informação sobre os problemas destes sensores incorporados.

    Offtopic: Eu comprei o 630 e agora vejo o fenix 3 ao mesmo preço…

  3. André Albino says:

    Muito bom pena só o preço

  4. Samuel says:

    Para quando a review do samsung gear s3 frontier? 😉

  5. Tiago Brito says:

    Estava a considerar comprar um relógio destes algures este ano, mas estava a apontar para o forerunner 235. No entanto estive a ver se encontrava comparação entre 235 vs 735xt, mas não encontro informação sobre quais as diferencas entre os dois modelos e que me permita chegar à conclusão se o dinheiro extra vale a pena. 🙁

    • Luís Pereira says:

      Basicamente a diferença está em não teres acessos aos running dynamics e também perderes as funções de natação e bicicleta. São relógios parecidos mas completamente diferentes. Para quem corre apenas e o faz de uma forma descontraída e ocasional o 235 é sem dúvida o melhor dos garmins neste momento.

  6. Tiago Silva says:

    Parabéns pelo review! Engraçado que comecei a ver reviews esta semana porque quero comprar este modelo para treinar e qual é a minha surpresa quando o vejo aqui 🙂
    Falta mencionar a não existência de barómetro, o que faz com que a medição do acumulado de altimetria seja feita através do GPS o que implica um erro bem maior face ao barómetro.
    De resto só faltava mesmo comparar com o fenix 3 que é o topo de gama da garmin (o sucessor, o fenix 5 já tem data de lançamento para o próx mês).

  7. Correr says:

    Quando puderam façam a review ao novo garmin fenix.

    Aos atletas, façam-nos todos um favor, não usem expressões tipo running, cycling, é ridículo.

  8. Paulo says:

    Review interessante e após ler alguns comentários também fiquei surpreendido com o salto do Fénix 3 para o 5, se bem que a gama Fénix tem dado muitos problemas (1 e 2). Na vossa opinião o Fénix não será melhor?
    Qual o comportamento deste dentro de água? Perde o sinal como o 310XT?
    Obrigado

    • Paulo Mendes says:

      O salto do Fénix 3 para o 5 tem apenas e somente a ver com a Tetrafobia. O Fénix 4 nunca iria ser vendido nos países Asiáticos. Nº 4 dizem eles dá azar…

  9. Bruno Gomes says:

    Eu também gostava de uma análise ao fénix 3 ou se não for possível pelo menos na análise do fénix 5 referirem o que difere (3 vs 5) e se compensa a diferença, fica aqui a sugestão apenas. Obrigado

  10. José Gonçalves says:

    Boas
    Penso que o Garmin Vivoactive HR também tem as funções deste… mas por metade do preço. Logicamente que deve ter funcionalidades/caraterísticas que justifiquem a diferença de preço.

  11. Vitor says:

    Boa análise.
    Se possível não se esqueçam da Polar 🙂
    Na minha opinião pessoal a Polar não perde nada em relação à Garmin com a vantagem que os equipamentos são mais baratos.

    • Jorge Roberto says:

      Se vamos falar de vantagem de preços, a TomTom, para quem não precisar de um verdadeiro modo triatlo, com o Runner 2 e/ou Runner 3, mete-os a todos no bolso no toca a relação preço/funcionalidades. Tenho um (Runner 2), e apesar de assumir que lhe faltam alguns pormenores para ser o melhor de todos, pelo que paguei por ele (menos de 120€) não há melhor opção.
      Se o modo multi-desporto não for necessário, e precisarem só de um relógio GPS de corrida sem gastar muito, não descartem a gama OnMove da Decathlon. Não tenho/tive nenhum, mas pelo que sei, a qualidade de sinal GPS e funcionalidades são excelentes, e por preços abaixo dos 100 euros.
      Tudo isto sem bandas cardíacas incluídas. Também sou defensor que a tecnologia de óptica aplicada ao registo cardio ainda está “verde” em termos de fiabilidade.

  12. Francisco Santos says:

    É pena só ter 14 horas de autonomia com GPS, o Xiaomi AMAZFIT dá 35 e por metade do preço.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.