PplWare Mobile

Tags: energias renováveis

Portugal: Em 2018 bateram-se recordes ao nível das Energias Renováveis

Em março de 2018 a produção renovável foi suficiente para satisfazer o consumo total de eletricidade em Portugal Continental, com especial contribuição das tecnologias eólica e hídrica.

Graças aos renováveis foi possível reduzir emissões de 6 milhões de toneladas de CO2 e poupar 1,3 mil milhões de Euros de importações de combustíveis fósseis.


China constrói uma autoestrada de painéis solares

Embora seja um dos países mais poluidores do mundo, a China tem feito um esforço para utilizar novos meios mais ecológicos para produção de energia.

Depois de conquistar o pódio dos países com maior instalação fotovoltaica, inauguraram agora a primeira autoestrada feita com painéis solares.

autoestrada paineis solares china


Maior parque híbrido solar-eólico do mundo nasce na Índia

2018 trará grandes investimentos nas energias renováveis e iremos assistir a uma transformação musculada nas políticas energéticas dos países com maior densidade populacional, fruto de uma poluição com níveis nunca antes registados.

Nesse sentido, está já em desenvolvimento um mega parque eólico, solar e de armazenamento de energia no estado de Andhra Pradesh, no sudoeste da Índia, região que enfrenta problemas graves de fornecimento de energia elétrica.

Ilustração parque eólico, solar e de armazenamento de energia


Austrália terá a maior bateria do mundo

No Sul da Austrália será construído um novo parque solar no valor de mil milhões de dólares que terá a maior bateria do mundo. Serão 3,4 milhões de painéis solares e 1,1 milhões de baterias.

Este novo parque deverá começar a produzir energia ainda em 2017.


57% da electricidade consumida veio de energias renováveis

Portugal tem feito um grande investimento ao nível das energias renováveis. De acordo com informações recentes da REN, a produção de energia renovável deu para abastecer mais de metade do consumo (cerca de 57%) em Portugal em 2016. Mas Portugal ainda garantiu energia para exportar!

O ano de 2016 fica também marcado por se ter atingido o valor mais elevado de consumo de eletricidade dos últimos cinco anos.

energia-renovável