Quantcast
PplWare Mobile

Tags: despedimento

Amazon despediu trabalhadores ativistas ilegalmente, diz o NLRB

A Amazon está na vida de muitas pessoas como um mercado online que parece ter sempre tudo aquilo que precisamos. Contudo, por trás daquilo que chega ao público e para lá da oferta, existem, como temos vindo a assistir, problemas.

Depois de outras polémicas a envolver as condições de trabalho dos funcionários da Amazon, agora, descobriu-se que a empresa despediu dois empregados que defendiam, além de outras coisas, medidas de segurança contra a COVID-19.

Armazém Amazon


Nokia vai cortar mais 10.000 empregos nos próximos dois anos

A nova chefia da Nokia parece estar a levar a sério o papel de estancar gastos desnecessários na empresa. Recentemente noticiámos que a gigante finlandesa tinha despedido mais de 10.000 pessoas em apenas dois anos.

No entanto, agora a Nokia anunciou planos para cortar mais 10.000 empregos nos próximos dois anos que se seguem.


Google: Polémica associada ao despedimento da investigadora de ética na Inteligência Artificial

Apesar de conhecermos bastante bem as ações e condutas externas das grandes protagonistas da Internet, como a Google, por exemplo, não conhecemos assim tão claramente a forma como funcionam internamente. Ainda que as políticas sejam, na maioria dos casos, públicas, não se sabe como se processam efetivamente.

Com isto, uma das principais investigadoras da Google, em Inteligência Artificial ética, diz ter sido despedida pela empresa.

Timnit Gebru.


Mozilla despede 250 funcionários devido à pandemia da COVID-19

A Mozilla é uma empresa conhecida sobretudo pelo seu browser Mozilla Firefox. Mas devido à crise provocada pela COVID-19, a Mozilla anunciou hoje o despedimento de cerca de 250 funcionários. A decisão prende-se com um plano para levar a cabo uma reestruturação da empresa.

A pandemia afetou tudo e todos e nem mesmo as grandes empresas escaparam às consequências, sendo que em vários casos conhecidos o impacto tem sido fortemente sentido.


Tesla diz que não despediu funcionários por ficarem em casa devido à COVID-19

Recentemente uma notícia referia que a Tesla havia despedido, pelo menos, 5 funcionários por estes terem optado por ficar em casa devido à COVID-19. Os funcionários queixavam-se de falta de compreensão e de apoio da empresa de Elon Musk, deixando várias outras críticas.

No entanto, hoje a empresa de carros elétricos falou pela primeira vez sobre o assunto. A marca afirma que não houve despedimentos e que os trabalhadores continuam empregados na Tesla.