Quantcast
PplWare Mobile

Tags: ceo

Discussão entre Elon Musk e o CEO do Twitter acabou com resposta única (💩)

Não tem sido fácil acompanhar Elon Musk e todas as suas intervenções polémicas no Twitter. A cada dia que passa surgem novas intervenções únicas e que mostram o seu empenho em conseguir puxar a si esta rede social, com todos os problemas que tem.

Depois de se ter batido com Jack Dorsey, desta vez Elon Musk resolveu comentar uma série de publicações do atual CEO do Twitter. A resposta foi simples, direta e expressou bem a sua opinião. A questão é que se limitou a um emoji e não foi o mais apropriado para uma figura do seu estatuto.

Elon Musk CEO resposta Twitter bots


Jack Dorsey garante que não voltará a ser CEO do Twitter

Agora que Elon Musk comprou o Twitter, surgiram rumores que alegavam que Jack Dorsey poderia retomar ao cargo de CEO. Contudo, o cofundador já negou o que foi ouvindo, e garantiu que não voltará a ser chefe executivo da rede social.

Aparentemente, Elon Musk já terá outro nome em cima da mesa.

Jack Dorsey, antigo CEO do Twitter


CEO da Opel diz que os elétricos pequenos não são “vendáveis” sem ajuda estatal

Muitos consideram que os carros elétricos não estão disponíveis para a maioria das pessoas, pelo preço que lhes está normalmente associado. Nesse sentido, o CEO da Opel diz que, sem as ajudas que o estado pode fornecer, não é possível vender elétricos pequenos.

A declaração surge na sequência dos planos que o governo alemão tem para reduzir os subsídios.

Opel


CEO da Audi acredita que deixar os motores de combustão é uma oportunidade para a Europa

A transição para uma mobilidade elétrica é uma vontade e, no futuro, quando for favorável para os consumidores, será uma realidade. Nesse sentido, o CEO da Audi acredita que largar o motor de combustão é uma oportunidade para a Europa.

As declarações surgem na sequência da intenção do governo alemão retirar os subsídios associados aos híbridos plug-in.

CEO da Audi Markus Duesmann


CEO da Stellantis diz que desenvolver um elétrico custa até 50% mais

As fabricantes estão, na sua maioria, a apostar na mobilidade elétrica. Embora umas garantam que a mudança não será tão significativa, em termos de logística e investimento, ouras dizem o contrário. Caso disso é o grupo Stellantis, cujo CEO considera que o desenvolvimento de um carro elétrico custa 50% mais.

Ainda assim, os peritos acreditam que os custos vão, em breve, igualar-se.

Carlos Tavares, CEO da Stellantis