Quantcast
PplWare Mobile

Time: iPad, Apple Watch e AirPods nas escolhas de Melhores Gadgets da década

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. xano says:

    o que nao se diz para se obter produtos de graça…

    • Vítor M. says:

      Realmente a Time deveria estar a precisar de uns AirPods ou de um Chromecast 😉 quiçá uma consola com o Super Mário. 🙂

      • xano says:

        Percebe-se bem que se trata do embelezamento que a pplware dá à noticia, até porque o titulo da TIME é “Os melhores 10 gadgets da década” 😉
        Mais, trata-se APENAS de escolhas da TIME… 😉 Feliz Natal! 😉

      • Cortano says:

        A Time não refere a Apple nos parágrafos de abertura sequer, mas aqui no pplware, apple é título da notícia.

        Foi sem querer… claro.

        • Vítor M. says:

          Tanto lamento. Calma, são as escolhas da Time 😉 não se pode falar em Apple que é um rio de lágrimas. Estas não são as escolhas do Pplware, como está no título, no link para a fonte, são as escolha da Revista Time para a década.

          Cortano, quais são as tuas? Ora vamos lá ver.

          Xano, força, quais são as tuas?

          • Cortano says:

            MAs eu percebo a ideia, se metessem o titulo da Time ninguém queria saber o artigo e não dava cliques.

            Nada contra isso, mas não façam é os leitores de parvos.

          • Vítor M. says:

            Quem está a falar em leitores parvos és tu, calma. Não comungo dessa tua visão. E não, só clicaste porque dizia Apple e sempre que diz Apple, travas uma cruzada, mas é uma preferência tua, que respeito. Agora, quem escolheu dos 10, 3 da Apple foi a Time, que, na ideia deles, são ícones. Como tal, está perfeitamente correto o título. Se fossem serviços, provavelmente diriam 3 ou mais Google, mas não, foram gadgets e escolherem o iPad, o Apple Watch e os AirPods. Pessoalmente tenho uma ideia diferente para os 10 da década, colocaria vários que considero serem ícones, mas estas escolhas são da Time. Pena não deixares os teus!

            Cumprimentos.

          • Cortano says:

            A time escolheu mas nem sequer os referiu no título nem na introdução.

            Não consegues perceber pois não?

            Há mais malta a dizer o mesmo, mas tu é que estás bem?
            É como na tropa, o gajo com o passo trocado é que vai bem.

          • Vítor M. says:

            Cortano, como referi, está ótimo. O que ali refere são os gadgets que eles escolheram, isso é que não consegues perceber. A única coisa que viste foi a dizer Apple e isso, como é normal, incomodou-te, mas não percebo a razão. São gadgets e como tal, neste caso apenas se destacam pela quantidade na lista de 10. Portanto, o título vai ao encontro com os resultados obtidos pela revista. 😉

          • Cortano says:

            Vitor: leva a bicicleta…. eu meto um autocolante com uma maça roida se quiseres.

            Espero que estejas só a ser teimoso para não dares o braço a torcer.

          • Vítor M. says:

            Não tem a ver com essa disputa crónica (aliás, tu sabes bem que não, mas hoje estás virado para esse lado, porque é Apple e maça ruída e afins). Queria era que dissesses de tua justiça. As tuas escolhas. Isso sim era um excelente contributo, até para elaborarmos o nosso.

          • Cortano says:

            @Vitor: Eu não faço listas de melhor ou piores porque:
            1. não testei todos os equipamentos que sairam – nem lá perto
            2. a tendência é para se escolher o mais mainstream e não o que saiu primeiro ou que abriu a porta a que o mainstream surgisse
            3. Não consigo reduzir as inovações de 10 anos a 10 itens
            4. não vejo grande interesse nestas listas

            Volto a repetir, as minhas queixas neste artigo não são contra a lista em si, mas sim por não concordar como a forma o Pplware a divulgou – transformou uma lista que originalmente parece imparcial em algo tendencioso e comercial.

            Para mim o que me surpreendeu pela positiva na lista da Time foi a inclusão do Raspberry na lista.
            Por outro lado, a estranhesa de incluirem um carro na categoria de gadget.

          • Vítor M. says:

            Cortano, nem é preciso testar, embora quase todos passassem pelas minhas mãos, a opinião de cada um que vive hoje com a forte muleta da tecnologia deve ser quase endémica. Basta respirar e tem de certeza algo para dizer de positivo.

            Não se trata ali de só o que saiu primeiro. Por isso é importante ver sem a capa clubística. As empresas mencionadas têm algumas vantagem de ser os primeiros numas coisas, mas, sobretudo, terem conseguido tornar o seu dispositivo mainstream.

            Seguramente que 10 será já puxar demasiado, até eles na revista tiveram, esse problema, é que nos últimos 10 anos, nesta linha de consumo, não há muito mais.

            O interesse é sempre cultural. Até porque ficamos equipados com informação que nos permite perceber o desenvolvimento dos dispositivos no futuro, com a base imprescindível do passado. É uma questão de curiosidade pelo conhecimento. Faz sempre falta perceber-se do que se discute.

            A lista está bem explícita, mas para um grupos de 4 ou 5 pessoas, falar na Apple como um importante player neste segmento causa muita azia, e isso é que não percebo. Aliás, mesmoq ue no título não dissesse Apple ou figurasse alguma mensção à marca, por estar 3 em 10 iria ser o motivo de dizer que aquela relação não era isenta. Aliás, o primeiro a comentar disse logo que a revista colocou gadgets para os receber de graça, vejam só? Por isso, se não fosse o título, irias dizer que algumas ou a totalidade das escolhas Apple não faziam sentido 😀 mas não darias justificação, seria sempre “porque sim”. Isso é que não é interessante.

            “Para mim o que me surpreendeu pela positiva na lista da Time foi a inclusão do Raspberry na lista.”

            Não é de estranhar, foi um gadget que vendeu milhões de abriu portas a um sem número de pessoas no mundo da computação. Basta seguir o que escrevemos para se perceber do impacto deste pequeno gigante gadget. Desafiou mesmo a Microsoft que quis… penso nisso, em criar um SO que coubesse lá dentro 😉

            Cumps.

  2. Oscar says:

    É mais um daqueles artigos em que o valor acrescentado da mesma é quase 0…
    E só um “reparo”..uma lista que só coloca a Tesla em nº2 que veio revolucionar um dos mercados que mais impacto tem no bolso dos cidadãos(carros eléctricos) com impactos imediatos e no futuro….revela o grande entendimento que a “Time” tem do assunto…. Já agora a pplware podia fazer a prória lista…assim evitava fazer publicidade indirecta 🙂

    • Vítor M. says:

      Não acho que não tenha entendimento, a Tesla é um marco nesta década, sem dúvida. Se há outros? Possivelmente, mas a Tesla mudou, muda e mudará o cenário dos veículos no mundo.

      Depois o artigo é interessante sem dúvida, geral alguma discussão face aos gadgets, produtos que movem o mundo. As escolhas deles diferem das nossas em pelo menos metade, mas é importante perceber este tipo de perceção do mercado americano. 😉

  3. O Verdadeiro says:

    Aí vêm as virgens ofendidas em 3, 2, 1… Este país é a comédia, depois quando dizem que os portugueses são uns invejosos ficam ofendidos e não percebem porquê. Saiam do país, várias vezes para vários países de vários continentes, e talvez percebam que não é o mundo que está errado são mesmo vocês.
    A Apple podia inventar uma máquina de viajar no tempo que era criticada na mesma neste país de frustrados. Curem-se que a sociedade agradece.

    • Cortano says:

      Não percebes mesmo o que se está a discutir pois não?
      Não se está a colocar a lista em causa, está a discutir-se a falta de imparcialidade do pplware.

      • Vítor M. says:

        A tua imparcialidade, não a nossa, atenção. Apenas realçamos a escolha de 3 em 10 gadgets serem Apple. Isso é que causou aquele “frisson” 😉

        • rui says:

          A questão é exatamente essa! Qual a necessidade de realçar isso? E se fosse outra marca a ter 3 gadgets nessa lista, será que teria o mesmo destaque?
          Não bastava colocar um título do género “Melhores gadgets da década para a Time” ou “Revista Time escolhe os melhores gadgets da década”?

          • Cortano says:

            Estamos mais proximos de ele perceber a questão de ser tendencioso… calma…. ele vai la 🙂

          • Vítor M. says:

            A ideia é realçar as marcas que estiveram mais empenhadas na década em causa. Claro que se fosse outra marca com 3 em 10 gadgets, também seria destacado. Aliás, nas listas anteriores relacionadas a estes gadgets assim refere. Portanto, se o problema é se fossem os outros, isso está resolvido, estou a dizer que seria igual. Se o problema é ser Apple, bem, isso é com quem tem problemas com a marca. Até porque não se pode ocultar que foi preponderante nessa década e nunca o faríamos atenção.

            Ter um título desse, isso iria desviar a atenção dos mesmos pares para a questão de haver 3 Apple em 10, porque quem fez a lista não percebe e nós porque a mostramos e estamos a dar visibilidades aos gadgets da Apple não somos imparciais. Como se não conhece o meu povo 😉

          • Cortano says:

            Quem fez a lista não realçou os 3 produtos da Apple em lado nenhum.
            É essa a diferença 🙂

          • Vítor M. says:

            O facto de os ter colocado lá, 3 em 10, só por si é um ponto de realce. mas, lá está, ganhou outra visibilidade com a tua apreciação.

    • Toni da Adega says:

      Virgens ofendidas 8, 7, 1.
      Esta é a ordem do top 3.

  4. njag says:

    Onde está a Samsung, Xiaomi, Huawei, Oppo, Vivo e essas marcas chinocas inovadoras que mudam o mundo com os seus gadgets?

  5. Silvio Real says:

    Ei lá. Basta falar em Apple e aparece tudo o que é hater e desinformado. A lista é engraçada mas não concordo. Deveria ter o Google Glass, os robôs da Boston Dynamics, no SpaceX Falcon Heavy, o iPhone 4, Oculus Rift, iPhone X e o Face ID, e dois ou três que já estão na lista, como o iPad, Apple Watch, Nintendo e o Tesla.

    Venham daí as críticas e os choramingas.

    • Cortano says:

      Vou repetir o que escrevi em cima:

      Não percebes mesmo o que se está a discutir pois não?
      Não se está a colocar a lista em causa, está a discutir-se a falta de imparcialidade do pplware.

      • Toni da Adega says:

        Nisso concordo, fazia mais sentido realçar o Top 3 (independentemente da marca ou produto).
        Neste caso salta-se diretamente do primeiro para o sétimo.

        • xano says:

          Ora nem mais. Ou mudar o titulo para: “Pplware: iPad, Apple Watch e AirPods nas escolhas de Melhores Gadgets da década” que ainda assim não dá claramente a indicação que são escolhas da pplware. Isenção seria: “As escolhas de melhores Gadgets da década segundo o pplware: iPad, Apple Watch e AirPods”

          • Vítor M. says:

            Na tua intenção até se tiravam os da Apple. Isso está mais que percetivel 🙂 mas a lista não é nossa, é da Time. Na nossa vou sugerir a todos os que a elaboram para não meter Apple, se não alguns vão dizer que não é Isenta. Têm é de dizer o que têm para nós colocarmos na lista, assim vai ficar muito mais isenta. Pronto não se fala mais nisso.

          • Cortano says:

            Vitor: e tu a dar-lhe na vitimização e que estamos a falar mal da Apple!!!

            Ainda não percebeste que estamos a falar das opções editoriais do pplware?!?
            tá dificil!!

    • Vítor M. says:

      Ora cá está o que queria saber. A vossa escolha faz sentido. Nem me lembrei aqui de dois ou três, se bem que o da SpaceX é muito fora já dos “gadgets. Mas gostei. Obrigado Sílvio pela partilha.

      • xano says:

        Partilho as minhas escolhas para maior isenção nas noticias… 😉

        • Vítor M. says:

          Isenção para alguns é como o outro da funerária “não quero que ninguém morra, mas quero que a minha vida corra” 😉 para esse peditório já dei 😀 Lança aqui é 10 gadgets que aches serem marcantes nestes 10 anos passados.

          Cumps.

          • xano says:

            O titulo é da plware!!! A Time não tem esse titulo nem tao pouco inaltece qualquer produto face a outros (talvez nao tenha nada a ganhar com isto….). Não vou indicar nem um gadget, a minha intencao aqui como de certo percebeste é inaltecer a tua falta de isencao. Quero mais imparcialidade 😉

          • Vítor M. says:

            Não vais porque lá está, aqui é o pormenor que te aborrece, é a Apple que está ali, e é isso que te custou. Não devia, porque o desenvolvimento tecnológico não deveria ter adeptos tipo clube da bola, deveria ser apreciado no seu todo, para bem do consumidor. E, xano, se realmente não fosse a Azia da Apple, darias 10 sem qualquer problema. Mas o problema não está nos 10, está em ter ali Apple para ti. Isso é muito bizarro!!! 😉

  6. iDroid says:

    Fiquei agradavelmente surpreendido por ver a Switch nesta lista; é sem dúvida uma consola inovadora, e acredito que o melhor caminho para a Nintendo é manter a linhagem e lançar uma Switch Pro, por exemplo.

  7. R!cardo says:

    Então e a Bimbi?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.