Quantcast
PplWare Mobile

OE 2020: Carro a gasóleo? Imposto que pode chegar aos 500 euros

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. PTdoNorte says:

    Que grande roubo, temos de pagar para os corruptos encherem os bolsos

  2. romeu says:

    O estado quer que com o meu dinheiro compre o carro que eles querem.
    É por estas e outras que o pessoal foge as faturas sem iva.

  3. FilipeOS says:

    Os pretos que compram carro é que se lixam mas os barcos, camiões e autocarros que fazem 10000000x mais poluição não querem nem saber…

    • Eu é que nao sou burro says:

      Os amarelos não compram carro?!

    • Dc says:

      Esse comentario racista é completamente desnecessário…

      • Jorge2 says:

        Racista?!?! É uma expressão!! -.-‘

      • Woot! says:

        Isto agora é tudo muito sensivelzinho. Também deves fazer parte da equipa esquerdalha que queria tirar a musica do “atirei o pau ao gato” por ser violencia contra os animais.

        Também já não se pode cantar a musica do pretinho barnabé?
        Cresce e aparece!

        • Rikas says:

          “Cresce e aparece!” mas comporta-se como uma criança.
          Deduzo que ele se refira ao “Os pretos ” e se você acha que isso não possa ser ofensivo é porque tem mentalidade de gente pequena o que por conseguinte explica a falta se sensibilização sobre o assunto.

          • King Banido says:

            Rikas, ainda não percebeste que tás a deduzir mal?

            São expressões Portuguesas que sempre foram utilizadas, se não as percebes é porque não és Portugues, como se vê pelos textos.

            Antes de deduzires algo, convem pesquisar… E se já viste vários comentarios a dizerem-te o mesmo, é só “deduzires” que tas errado e aceitar.

          • Woot! says:

            “Os pretos” podem ser brancos, amarelos ou azuis. É como dizer “O homem” e estares a referir-te também às mulheres. Porque no fundo o “O homem” quer dizer “O ser humano”. Tal como “Os pretos” quer dizer “a massa trabalhadora”, “os escravos”, “o povo”.

            Já dizia o outro: o racismo só desparece quando deixarem de falar nele.

            Criança és tu por pensares tão pequenino. Racistas são todos vocês que usam todas as palavras como uma arma de arremesso para chamar de racista ao próximo. Vocês sim, são os maiores racistas.

          • Rikas says:

            “se não as percebes é porque não és Português,”
            O quê que uma coisa tem a ver com a outra?
            Sou sim português mas o facto de ser uma “expressão portuguesa que sempre foi utilizada” não significa que seja correcto.
            Não, não “faço parte da equipa esquerdalha que queria tirar a musica do “atirei o pau ao gato” por ser violência contra os animais” mas tenho noção que certas palavras, frases, expressões são ofensivas por razões óbvias.

          • Rikas says:

            “Tal como “Os pretos” quer dizer …“os escravos”.

            Tu próprio acabaste de tocar no ponto e mesmo assim não consegues perceber onde esta o mal?
            Fico-me por aqui.

          • Nuno says:

            Mas que Rika deduções politicamente correctas. Sim, é uma expressão que se refere à massa trabalhadora e que paga impostos de escravidão. Antigamente eram os pretos os escravos. Hoje somos todos.
            E não é por se dizer preto que se quer dizer algo mais para além do acima descrito.

          • Woot! says:

            Toquei no ponto porque não sou toto e sei perfeitamente onde quiseste chegar desde o inicio apesar de nunca o dizeres especificamente e só mandares postas de pescada sobre o racismo.

            Antigamente os escravos eram pretos; a palavra “judiaria” significa “chatear” “fazer algo mau” e vem de judeu. “Um olho no burro e outro no cigano” Porque será?

            Queres apagar a história?

            Não há como. Há coisas que ficam quer gostes quer não. Adapta-te e aprende a lidar com a tua dor.

        • Preto says:

          Se fosses realmente “preto” irias sentir na “pele”, mas como não o es não sabes o que falas, mas estas perdoado, porque o systema e que banalisou essa palavra e as pessoas hoje em dia ja nem se dão conta e acham completamente normal.
          É por estas e por outras que algumas crianças “pretas” crescem ja com essa sensação de inferioridade e teem muitas dificuldades na vida por perconceitos de cor de pele.
          Senão esta tudo bem… 🙂

      • Joao Magalhaes says:

        Não tem nada de racista rapaz, é uma expressão de os escravos dos trabalhadores é que se lixam

      • jonas says:

        ganda anormal…. por acaso não queres insinuar que se mude nome da cor preta para côr de rosa só para não haver associações racistas ? Olha porque não apoias uma lei a proibir o uso da palavra “preto” por ofender cretinos como tu ?

        É o que dá dar a fedelhos certificados escolares sem que estes tenham o minimo de descernimento intelectual.

  4. Miguel says:

    Continuem a votar num estado controlador com impostos altíssimos, um estado que quer impor limites à escolha individual. Portugal só irá evoluir num espectro liberal, e o futuro vai dar razão.

    • Joao says:

      O que vale é que se fosse para lá outro partido, era tudo diferente, já se esqueceram dos tempos do Passos Coelho, era tudo um mar de rosas 🙂

      • tiago says:

        Já cá faltava, esse vilão, o Passos Coelho. Isto é tudo culpa dele. omg

      • João M says:

        Impressionante que a malta esquece-se que no tempo do Passos Coelho estavamos cá com a Troika e a pagar dividas de ANOS deixadas por sucessivos desgovernos. O Passos saiu e os impostos não baixaram, pelo contrário. Ele já lá não está faz mais de 4 anos e o estado da saúde nao melhorou, nem da educação, nem da segurança, nem dos serviços em geral. Mas, claro, continuem a culpar o Passos, que ficou lá 4 anos a tapar buracos. Mal o governo dele entra em funções, abre a gaveta e vê um esquelo de dividas que faz o défice disparar quase 30% – porque com auditorias cá não era possivel esconder o que se andava a fazer… Enfim.. mas a culpa é do Passos… Continuem com a paneira à frente dos olhos — já passaram 4 anos e não vi a minha vida a melhorar.

        • Joao says:

          Temos aqui um grande problema de visão. Eu não sou de nenhum partido mas bastava analisar a construção e obras de novas unidades hospitares dos ultimos anos que veria que diz barbaridades.
          A segurança a mesma coisa, cada vez vejo mais proteção, não onde voce vive…
          Os serviços “em geral” nao sei o que entende mas nunca vi tanta facilidade como agora de renovação de identidades e documentos como agora. Até metodos de documentos digitais existe, devemos estar em Portugal’s diferentes.

          • Woot! says:

            Essa da construção de obras novas é boa sabes porquê? Porque muitos investimentos mal feitos de obras vieram dos governos do PS a darem obras a empresas de amigos e familiares. Tanta obra foi feita com dinheiro que não tinhamos. Isso não me parece nenhum medidor de sucesso.

          • Amilcar Alho says:

            Ohh Woot!, deves ser novo de mais. Pesquisa por Cavaco Silva e aí percebes o que era “governos do XXX a darem obras a empresas de amigos e familiares”

          • Joao says:

            Woot! tudo o que vai para lá rouba e dá de mamar aos seus interesses, mas uns fazem alguma coisa pela população outros não mostram trabalho. O robar já é uma garantia.

          • ze says:

            Oh Joao, vives num país diferente dos demais.
            Nada nunca esteve tão mau quanto agora, hospitais, tribunais, escolas, segurança, qualquer outro serviço publico, nunca estiveram tão mal quanto agora. É só olhar em volta e ver o que se está a passar.

          • Joao says:

            Ze o unico problema que vejo são os buracos nas estradas, de resto é só gente a receber subsidios, casas e carros caros, shoppings cheios, não falta nada.

          • Tuaregue says:

            Joao: Se não estás a ser irónico. Diz la quanto é que os Abrantes te pagam para escreveres isso?
            Então diz la quantas unidades foram inauguradas nos últimos 4 anos com obra lançada nos ultimos 4 anos? Explica lá pq é a ala pediatrica do Porto continua no papel? Explica lá pq é que na ferrovia a mesma obra já foi lançada 3 ou 4 vezes? Explica lá, pq é que houve o problema dos cartões de cidadão, com os passaportes.

          • Joao says:

            Tuaregue não te vou responder às perguntas quando podes simplemeste procurar por ti mesmo. A internet também serve para isso e não só para outro tipo de coisas.
            Vou te dar uma pista. ” Pediatria” – Foram criadas condições provisórias para substituir do edificio atual, um investimento de milhões de euros. Agora responda: Quanto tempo é necessário para que este investimento tenha, pelo menos, um ponto de retorno 0 ?

          • Tuaregue says:

            Sim Joao: A agência dos Abrantes ainda não recebeu o novo script para vos dar. Ei mas vamos inaugurar a obra lançar a primeira pedra e depois deixamos estar como está. É engraçado que o Norte não tenha um hospital pediátrico mas uma ala,

          • Infinity says:

            @Joao,

            Condições temporárias precárias para as crianças que precisam de bastantes cuidados. O nosso pais é pro em fazer coisas temporárias (e mesmo assim gastam muito dinheiro) em vez de fazer as coisas como deve ser.

            É mais importante para o governo que cada membro tenha carro, motorista e afins (dinheiro do contribuinte que podia ser bem mais empregue noutras coisas)

          • Joao says:

            Infinity compreendo, respeito e compartilho a mesma opinião. Querem carro compram com o dinheiro deles. No entanto como ocorre nos privados, quem tem carro normalmente serve como “ajuda/compensação salarial”. Faz parte do contrato ou do escalão que o individuo se situa. Se esta bem atriuido? não sei, você não sabe e ninguem vai saber e não quer fazer que se saiba.

          • Joao says:

            A solução seria privatisar tudo e ficaria a situação resolvida.

          • Joao Magalhaes says:

            looooool, tudo o que fala é um atraso de Portugal em relação a outros Países e continua a ser, Pediatria foram bla bla, fechadas urgências durante a noite, Portugal não está melhor, não te iludas, alguma coisa têm que construir visto que recebem dinheiro da CE para isso, para a população não têm nada de novo, não inovam nada, talvez legalizem a cannabis recreativa, ia dar um bom bolo para investir e criava muito emprego mas continua à espera, de resto, temos só divida para pagar

        • Cardoso says:

          Pois a minha vida ja esta a melhorar, no tempo do passos coelho ate passeo fome digo isto sem magoa,porque o passos roubou-me 500€ por mes na minha pensao,nao gosto desse senhor.

      • Tuaregue says:

        Não, não era, mas tínhamos saído de uma pre-bancarrota, que so não chegou a ser porque veio cá o FMI emprestar uns trocos. E mesmo assim o investimento publico era maior e cobrava-se menos taxas e taxinhas do que agora.

      • ze says:

        Não era mar de rosas, mas não era pior do que é agora, e aquilo que era pior, desemprego, tinha uma justificação válida, por pouco não ficavamos na situação da grécia e só graças a esse governo nos safámos, foram eles que ditaram o crescimento que agora estamos a colher.
        Agora sim não há justicação para a carga fiscal aplicada e continua a ser aplicada, é a maior de sempre da nossa história.
        A mim não me incomoda que ganho acima de 100k ano, queixo-me da retenção na fonte, mas não passa disso. Agora vocês …

      • Miguel says:

        Não é uma questão de alternar entre PS e PSD, já tivemos ambos e os resultados estão visíveis a todos. O que digo é uma liberalização das políticas económicas e em termos de costumes. Opiniões políticas.

      • rikardo pereira says:

        nao esquecer que o passos teve que governar depois da vlante M**** do socraste.. não se esquecam disso… nao havia um tusto nos cofres do estado..

      • Cortano says:

        Mar de rosas foi no tempo do Sócrates, não baralhes as coisas.

      • FAR says:

        Pena que quando é para ir para lá outro seja sempre o mesmo outro. Alternamos entre duas porcarias…

    • Joao says:

      Todos os partidos tem a obrigação de fazer o mesmo. Todos sabemos que o gasoleo e mais tarde a gasolina tendem a desaparecer devido ao impacto ambiental em que vivemos atualmente. Não vale a pena converssas politicas e contra politicas da treta. Lixo na estarada a esfumaçar os outros não é preciso.

      • Cortano says:

        O grande problema nestas medidas, é que metem impostos mas não dão alternativas viáveis nem se vêm quaisquer projectos em andamento para a massificação dos EVs por cá.

        Apoios do Estado não chega para se comprar um EV. Se não se criarem infraestruturas de apoio ao EV, apoios directos na compra não valem de nada.

        Portanto, o problema não está nos impostos, está é no que fazem com o dinheiro arrecadado.

        • Joao says:

          Compreendo o seu ponto de vista, no entanto temos de ver que as bombas de combustivel também não são do estado.
          Os apoios do estado para compra de carro eletrico já é bom para o momento porque assim que se torne moda o subsidio acaba.
          A rede de carregamento tem de ser implementada aos poucos ou que se justifique a implementação. Poucas são as pessoas que fazem mais do que 300km por dia, à excessão claro de quem “trabalha na estrada”. Assim é sempre possivel carregar o carro em casa, toda a gente que tenha um lugar de garagem ou moradia pode fazelo. Quem não tem sequer lugar de garagem e o carro na rua já se sabe que ele não carrega sozinho, para isso existem hibridos em que pode deixar a carregar no trabalho por exemplo, ou numa estação publica e quando este faltar a gasolina avança.
          De qualquer modo, o artigo apenas menciona o aumento face ao gasoleo, o que mantem a gasolina como um combustivel mais limpo e aceitavel por mais tempo.

          • Cortano says:

            Existem “n” ações que o Estado pode fazer para acelerar o processo de transição. Dar beneficios a quem compre um EV só por si é limitado e pouco atractivo para a grande percentagem das pessoas, p.ex.,
            – Eu e mais uns milhões que vivem num prédio sem garagem onde é que carregam o carro?
            Na zona onde moro existem uns 6 pontos de carregamento para não sei quantas mil viaturas.
            Mandar extensões electricas pela janela não é opção, como é óbvio.
            – O Estado em vez de só se focar na venda automóvel, pode dar beneficios fiscais às empresas que queiram apostar na área de carregamento de EVs, às bombas que queiram converter-se ou meter pontos de carregamento, etc.
            – A rede de carregamento não pode ir atrás das necessidades, tem de antecipara as necessidades para eu eu mais os tais milhões possam comprar um EV. Se estão à espera que eu compre para depois investirem na rede de carregamento, então nunca mais saimos deste patamar
            – Não sei se os benefícios de aquisição de um hibrido é igual a um EV.
            – A própria rede electrica tem de ser reestruturada em praticamente todo o país, e em especial, nas grandes cidades – p.ex., em Lisboa se tiveres muitos carros a carregar no mesmo bairro vão haver quebras de energia (disto quase ninguém fala, mas a rede de transporte de energia precisa de ser reestruturada para aguentar um aumento de consumo localizado)

            Há muito para fazer ainda e só dar beneficios à compra de EVs não vai adiantar nada no longo prazo.

          • Joao says:

            Cortano
            1 – o estado já dá beneficio, tem de comprar um carro e concorrer ao prémio (não é antes de comprar que se concorrer- era uma festa). Para além de que não pagam IUC e na compra tb nao paga ISV.
            2 – Não tem onde carregar o carro não quer que o estado lhe ofereça uma garagem? Também não tem uma bomba de combustivel em casa.
            3- As empresas para além dos beneficios que já tem, ainda tem os beneficios fiscais de deduçã ode IVA e etc.
            4- As bombas se quizerem invem como todas as empresas, o estado também não oferece o combustivel. Ou fazem contratos co ma rede MOBI ou algo do genero.
            5 – Viaturas hibridas plug-in tb tem vantagens.
            6 – A rede eltrica tem de ser reestruturada para que? Tudo depende da potencia que voce contrata com o operador.
            7 – Quer queira ou não cada vez se vai ver mais eletricos apesar de preferir plug-in por ter a vantagem de abastecer quando quizer.

          • King Banido says:

            Cortano, do que vejo neste blogue, não há problema nenhum no mundo! Está tudo perfeito e tudo a comprar EV’s! não sei do que te queixas…

            Agora a sério, todos esses pontos ja fiz questão de os colocar em vários posts… Mas o problema para quem já tem um, passa por carregar em casa LOOOOOOL
            Vou adorar mesmo, quando tiverem de desligar o quadro da casa, porque com os 2 quadros vai tudo abaixo… Quando forem fazer uma viagem e os 3/6 pontos da Autoestrada estejam cheios e com filas de 3/4 carros a espera.

            Vai ser giro de se ver 🙂

          • Joao says:

            Assim como quando hà greves e faltas de combustivel os EV ficam a ver.
            Quer queiras ou não o gasoleo é para acabar. Seja por impostos, proibição de circulação ou fim de produção é a realidade e vais ter de aceitar.

            Dou cerca de 10 anos para nos rirmos todos destas publicações porque daqui a 10 anos não haverá fabrico de carros a gasoleo e poucos ou nenhuns a gasolina. Posso não ser o EV, pode ser outra qualquer tecnologia, mas a gasolina e o gasoleo é para acabar.

          • Cortano says:

            @joao:
            és mesmo optimista! 😀

            Estás só a olhar aqui para a Europa e EUA, né?
            E o resto do mundo?

            Carros a combustão vão existir em grande volume ainda por muitos anos, pelo menos mais 2 décadas segundo as mais optimistas previsões.

          • Joao says:

            “Mais optimistas” = No limite mais duas decadas = No máximo dos máximos longiquos.

            Não existe resto do mundo. A Asia já é mais avançada tanto em carros proprios como em poluição. E africa normalmente fica com a sucata dos outros continentes.

      • Miguel says:

        Discordo completamente da maneira como os impostos são aplicados. Há muitas outras maneiras de reduzir a utilização de automóvel pessoal diariamente do que impostos diretos. O problema não é da sociedade é do país, falando pessoalmente tenho carro aí em Lisboa onde uso diariamente já aqui em Londres tenho motorista da empresa e prefiro usar transportes. Melhoremos as infra-estruturas do país e a diminuição de automóveis pessoas, sejam a gasóleo, gasolina ou elétricos diminui bastante.

        • Miguel says:

          … e a diminuição de automóveis pessoais, sejam a gasóleo, gasolina e elétricos vai ser perfeitamente visível.*

        • Cortano says:

          Esse é o problema do impostos cá, são altos mas depois mal aplicados (quando são sequer aplicados em algum lado que beneficie o povo directamente).

          Cobram impostos altos nos automóveis e outras coisas ligadas aos transportes, mas depois os impostos cobrados não são aplicados na melhoria das infraestruturas para melhoria da mobilidade e transportes publicos.

      • The boy says:

        Quem comprou um carro a gasóleo, comprou de forma ilegal?
        Comprou com uma alínea que dizia que iriam sofrer represálias do estado por terem comprado um carro a gasóleo?
        Essa mania da punição gratuita é qualquer coisa…

    • Nuno V says:

      E o estado que temos não é liberal? É o quê, socialista?

  5. King Banido says:

    Imposto este que só é cobrado na altura do ISV?

    Se assim for, vai tudo continuar na mesma… Para quem gasta 20 mil euros a ir buscar um carro, não são esses 500€ que vão fazer com que a pessoa pense melhor…
    Esses 500€ são pagos ao longo do ano, com o que se poupa no combustivel.

    • Joao says:

      Eu gasto em media 700 euros ao ano em gasolina, ora nesse caso não poupava nada, pelo contrário tinha prejuizo.

      • João Duarte says:

        Eu gasto em média 120 euros por mês em gasóleo. Se fosse em gasolina iria quase para 200.

        • Joao says:

          Podes esplicar essa conta?

          • Infinity says:

            Se colocar x litros por mês, o valor por litro da gasolina é sempre superior ao do gasóleo, logo é normal que seja mais elevada o valor do gasto em gasolina

          • Daniel Santos says:

            Das contas mais simples de se fazer não?

          • Sergio says:

            Porque gasolina é mais cara e o carro consome mais logo faz menos km.

          • Joao says:

            Infinity pensei que ia dar uma resposta mais inteligente abordando os consumos de um face ao outro. Mas visto que apenas fala de preço do combustivel é bom que compre uma calculadora, exemplo:
            Preço gasolina = 1.340 * 100 litros = 134 euros
            Preço gasoleo = 1.219 * 100 litros = 121.9 euros
            Onde estão os 80 euros de diferença?

            Preços acabados de retirar da DGEG

          • King Banido says:

            João,

            E os KM que o gasoleo faz e a gasolina faz?

            Gasoleo +- 1000KM
            Gasolina +- 500/600km, e para fazer estes 500/600 já tem de ser um carro bom e poupado, não pode ser o corsa de 1990.

            Logo se fazes mil KM por mes, precisas de 2 depositos para ter a mesma autonimia que 1 deposito de gasoleo.

          • Joao says:

            Sergio gastar mais depende do carro. Um dos que tenho é a gasolina 1.0 120cv e consome 5.5 de média (200km semanais). Poupo muito mais com este carro do que um a gasolio que está sempre com os injetores entupidos e a luz do filtro de particulas acesa.

          • King Banido says:

            Ok João, não sei ler e já vi que não respondeste porque nao quiseste, sorry.

          • ze says:

            Os consumos de um carro a gasolina são maiores.
            Nem toda a gente anda com 1000cc.

          • Joao says:

            King, mencioneio em algum comentario sem saber?

          • King Banido says:

            Nop, refire-me ao comentario mais a cima, que era direcionado ao Infinity, com as contas do preço dos combustiveis.

          • Louro says:

            Fico sempre satisfeito quando vejo noticias destas pois o diesel na devia de ter sido banido dos carros domésticos há muito, depois venho aos comentários e rio a farta com o pessoal que compra diesel e pensa que poupa dinheiro no processo, pois dizem eles os motores a gasolina gastam mais.

            A maioria dos carros a gasolina actuais gastam o mesmo (litros) que o seu equivalente a diesel, em Portugal ainda se mantém a treta do diesel mais barato que a gasolina(que não deveria de ser), mas pagam mais pelo carro e pagam mais por manutenção.

            Logo não só não poupam como gastam ainda mais.

          • Joao says:

            Louro, como já referi, a maioria não sabe fazer a conta.

          • Infinity says:

            @João

            E com os mesmos 100L fazes os mesmos Km?

            Deves estar a comparar os consumos de um 1000cc a gasolina com um 2000cc a gasóleo só pode.

            5.5 num 1000cc depende da condução, vai para uma autoestrada e quero ver esse consumo se fores as 120/130? vai logo para os 6.5 ou mais.

            não é só a diferença do preço do combustível, mas também os Km que fazes também.

          • Infinity says:

            @Louro,

            Tudo depende do uso do carro, que faz muitos Km, principalmente em autoestrada, o carro a diesel a longo prazo compensa sempre, agora se for que faz poucos Km ao ano claro que um carro a gasolina é mais vantajoso.

          • Louro says:

            @infinity

            É precisamente ao contrário.

            Onde os motores a gasolina consomem menos e na autoestrada, tens aí carros a gasolina (como já tinhas antes) a fazer médias de 5 em autoestrada a velocidades constantes, aí a poupança do diesel é zero pois pagas mais pelo carro quando o compras.

            Em para arranca, depende claro, mas a manutenção dos diesel muito mais alta acaba logo com qualquer possibilidade de poupança.

          • Joao says:

            @Infinity arranja-me um a disel com 1000cc (novo) para comparar com um a gasolina e igual celindrada (novo).

          • Joao says:

            @Infinity
            Depois vem a conta, preço do veiculo diesel vs gasolina,
            Preço manutenção;
            Diferença do preço combustivel;
            E quantidade de km para que compensa a diferenças dos custos anteriores mencionados.

          • Infinity says:

            @João

            Actualmente não tens carros a diesel de 1000cc.

            Provavelmente terias que comparar 1300cc diesel com um 1300cc a gasolina.

            Tens o Fiat tipo a diesel a partir de 19000€ e o renault megane 1.3Tce que é mais caro. (Sendo ambos do mesmo segmento)

            É claro que o diesel compensa para quem faz muitos Km.

          • Infinity says:

            @Louro

            Olha que não, eu tenho um carro a gasolina e outro a gasóleo, gasta mais o a gasolina se for a 130 constantes do que o gasóleo mesmo que vá a uma velocidade superior, em cidade o gasóleo gasta mais nos pára arranca.

    • k says:

      Mais concretamente, não vês o retorno deles com que se poupa no combustível. Ainda perdes os 500 paus. E daqui a pouco nem isso, que o gasóleo está caro e a tendência é para subir.

  6. João M says:

    Esta malta so sabe governar com impostos, taxas e afins. O prejudicado é quem tem dificuldades em as pagar – o zé povo. O Zé povo não tem dinheiro para um eletrico. O zé povo prefere gastar o que tem a aquecer a casa no inverno mas não pode porque o IVA reduzido é só para quem tem gasto de eletricidade baixo e o povo tem filhos e uma renda alta para pagar – e a casa é fria..
    O zé povo tem de ir ao hospital porque está doente mas chega lá e fica 8 horas até ser atendido – numa maca a um canto, porque não há condições. O filho do zé povo vai para a escola publica e vê uma sala cheia de colegas e um professor que levou na boca mas como não é crime publico o filho do zé povo nem queixa pode fazer. Entretanto, vai tudo bem.
    O Zé povo tem de usar carro para ir trabalhar porque onde vive não existem transportes publicos decentes mas paga mais de 50% só em impostos para abastecer a viatura.. mais os impostos apenas por ter um luxo, que é um carrinho usado de 1990, que era o que podia comprar com o pouco que ganha.
    O problema é que este Zé coitado ganha mais que o salário minimo, uns 900€ e isso para o estado é considerado rico e paga IRS como gente grande. No entanto a renda da casa são mais de 40% do rendimento e para cuidar do filho e ter todas as despesas em ordem e não consegue criar poupança… porque lá vem o IUC, ou o seguro do carrito ou outro “susto” anual e lá vai a poupança. Vivemos claramente melhor.
    Mas claro, o que interessa é que na estatisticas está tudo bem e o orçamento tem excedente para a Europa ver (nem que seja com cativações…)

    • Joao says:

      A conversa do Zé povo já enjoa.
      Todos se queixam que não tem dinheiro para eletrico, no entanto só vejo carros caros na estrada. O zé povo individa-se a pagar carros em 10 anos para mostrar que tem.
      Voce queixa-se que 900 euros paga IRS, no entanto apenas paga 10.5%, isto se não tiver filhos, image quem recebe 1500 e desconta 17.5 do salario…+11% da SS (=1000 limpos)
      Os impostos tem de ser aplicados? Sim tem.
      A receitas do impostos tem sido bem aplicada? Não, só vejo pessoas a mamar à minha custa e de outros em vez de ir trabalhar.
      Em relação ao tema do artigo, não sei se o metodo dos impsotos é o melhor, mas o ambandono do gasoleo tem de continuar, a maioria do ze compra a gasoleo porque importa e pensa que lhe fica mais barato, mas a maioria não sabe é fazer a conta.

    • Tuaregue says:

      ” um professor que levou na boca mas como não é crime publico o filho do zé povo nem queixa pode fazer.”
      estás enganado é crime publico sim senhor.

  7. Tuaregue says:

    Tenham calma que Lisboa vai ter o castelo do gelo ou lá como vão chamar aquilo. Os impostos vão ser bem gastos.

  8. Ricardo says:

    Este imposto é para compensar o q a UE mandou retirar, nada de novo. Ah e para a próxima votem nos mesmos

  9. Rui says:

    Que grande treta de imposto ambiental para na surdina aumentarem os impostos!!!!!!

    E os pesados a gasóleo que nem ISV pagam!?!?!? Um camião a gasóleo ou um autocarro novo para a Carris ou STCP polui menos que um carro a gasóleo!?!?!!?!

    Hipocrisia do ambientalismo que está a empobrecer a Europa, para sacar mais uns milhões de impostos!!!!!

    • Cortano says:

      “autocarro novo para a Carris ou STCP polui menos que um carro a gasóleo!?!?!!?!”

      SIM, mas de longe.
      Um autocarro leva 50/100 pessoas (depende do tamanho), um carro leva no máximo 5 (mas a maioria anda só com 1 passageiro).

      Divide a poluição gerada do autocarro pelo número de passageiros e este passa a ser menos muito poluente. 😉

      • Joao says:

        “Divide”? o tuga não sabe fazer contas, nem vale a pena perder tempo.

      • Rui says:

        Ai sim? Um autocarro de 50 pessoas com motor de 16.000 ccm polui menos que um carro de 1.000 ou 1.500ccm com 5 pessoas?

        Onde é que fez o inquérito? Posso ter acesso aos dados do inquérito validado?

        É que está a pensar no litoral, eu estou a pensar no interior, onde a esmagadora maioria dos autocarros e camiões, não usam sequer ad blue e já têem uns 30 anos ou mais!!!!

        • Rui says:

          Isto é claramente uma forma manhosa de sacar mais uns euros!

          Eu pergunto quando é que vão começar a taxar os maiores poluidores que temos (Centrais a Carvão e navios)!!!!!!!

        • Joao says:

          Esta a ver como não faz contas ahahahaha.
          Ora bem os autocarro são a gas natural ou eletricos e motores da STCP são de 12816cm^3 com 310cv.
          Ora emissões deste motor sabe? eu não procurei….
          Outro ponto: preço gas vs gasoleo

        • Cortano says:

          Uma coisa que me esqueci e referir e que o João refere:
          A maior parte dos autocarros novos adquiridos pela Carris (que são os que conheço melhor), são a gás natural e alguns electricos.
          mesmo os a gasoleo, atualmente com os motores que usam a poluição é muito melhor.

          E tu estás a esquecer-te de uma coisa – se calhar eu devia ter explicado melhor, mas pensei que era óbvio:
          Só por si, um autocarro com 50 pessoas é mais “ecológico” que um carro, mas pior ainda, se pensares que estas 50 pessoas se não forem de autocarro serão mais 50 carros na cidade – pensa nisso, faz as contas, e depois volta

    • Joao says:

      A STCP utiliza gas natural na maioria dos veiculos e outros eletricos. Polui menos? Claro que sim, tanto que as emições geradas são repartidas por 30 ou 40 pessoas que circulam no veiculo, em vez de a mesma quantidade por cada pessoa em veiculo proprio.

  10. Infinity says:

    Alguém tem que pagar os almoços / jantares / férias aos membros do Governo

  11. Vasco says:

    Os cidadãos têm de se habituar a exigir duas coisas: melhor governação e protecção ambiental. Uma má governação não implica que esta medida concreta esteja errada. Quem polui tem mais é de pagar por isso. Na realidade, exceptuando o caso dos transportes públicos e outros sectores que ainda precisam de usar tal combustível, os motores a DIESEL deveriam ser pura e simplesmente proibidos sempre que existam alternativas.

  12. Bruno says:

    Há imensos carros que hoje em dia respeitam as normais da União Europeia especialmente os carros a Gasóleo, que se formos a ver as especificações no site de vários concecionarios que já são vários os carros a Gasóleo que emitem menos Co2 do que certos carros a Gasolina!

    Se isto for o início, esperem que também não tarda nada não duvidem de que esses ladrões também vão vir atrás destes. É só uma questão de tempo, já que o governo está tão preocupado com o Ambi€nt€, porquê não investir no Gasóleo e Gasolina sintéticos? A Alemanha já está fazendo isso.

    Isto na minha opinião é tudo um assalto às carteiras para comprarmos todos carros Eletricos que são tão maus como um carro a Gasóleo e Gasolina juntos. E pagar 30mil € para mudar 1 bateria só de 1 carro? Então era isso! 😉

    • Joao says:

      Claro que é uma questão de tempo apos o abandono do gasoleo vem o da gasolina.
      As emissões reduzidas que fala devem-se aos filtros de particulas e Adblue. Mais um custo.

      • Daniel Santos says:

        João, Mesmo sem Adblue e comparando motores iguais (cilindrada e potência), as emissões e consumos de uma maneira geral, sempre foram mais baixos para o Gasóleo, isto para não falar da diferença do preço/ litro entre ambos!

    • Daniel Santos says:

      Eu até agora ainda não (porque também não ando a ver isto e aquilo), um caro a gasóleo com a mesma cinlindrada e potência (CV) com Co2 igual. Quando comparado um com o outro, os de Gasolina posuem sempre mais emissões do que os a Gasóleo.

      Apesar dos mesmos consumirem menos combustível comparando com alguns anos atrás, os de gasóleo consomem e poluem bem menos, isto para não falar na diferença do preço do combustível por litro, que já não o vejo há anos perto de 1€/litro para o gasóleo…

      Ainda me lembro na transição do $ para o € em 2001/2002, que o preço do gasóleo p/litro custava 0,70€… Velhos e bons tempos em que tudo estava 3, 4, 5, 6 vezes mais baixo, e com IVA a 17%, entre outras coisas…

      • Louro says:

        O problema não está só no co2, o co2 é só a ponta do iceberg.

        O problema está em tudo o resto que é emitido pelos motores a diesel, e foi por isso que a volkswagen teve os problemas que teve.

    • Miguel says:

      A questão não tem a ver com a quantidade de CO2, mas sim com o princípio de funcionamento de um gasóleo vs gasolina.

      Onde quer que passe com o seu carro a gasóleo deixa uma camadinha de óleo por todo o lado, plantas, etc. O que é muito mas mesmo muito mau. Além disso o gasóleo tem metais e dioxinas altamente nocivas e tóxicas.

      A gasolina já não tem essas características.
      Além disso o gasóleo só é mais barato nas bombas porque o governo cobra menos impostos, se fossem os mesmos impostos para os dois, o gasóleo era ao preço da gasolina.

      • Joao says:

        A tendencia é que o gasoleo fique mais caro. E assim deveria ser. CO2 é o menos importante comparado com os poluentes do gasoleo.

        • ze says:

          Quem quer saber disso?
          Façam o que fizerem só estão a adiar o inadiavel.
          Querem fazer alguma coisa, comecem pelo problema real e apliquem modelos de contenção de natalidade em vez de incentivar a mesma. E apliquem mundialmente, o problema não está na Europa.
          Sempre a tapar o sol com a peneira, se os ambientalistas quisessem fazer parte da solução não procriavam. Subtituir carne por abacate e soja é só estupido, o resultado é o mesmo com o consumo de água, exploração de terra e transporte e só fomenta a mais capitalismo com novos segmentos de mercados a surgirem. Se no supermercado em vez de 50 tipos de pao e 50 tipos de leite houvesse apenas um de cada não tínhamos chegado a isto.
          A culpa é de quem quer ser diferente, algum ambientalista no roll?

        • Bruno says:

          @Joao e @Miguel: Sim exato, sabemos que esses todos componentes na motorização dos carros trás também despesas altas nas carteiras, mas penso que toda a gente que se mete nisso está consciente do mesmo. Mas os Eletricos não são os melhores, o custo e mão de obra são exagerados!

          É por isso que sou a favor das Energias Renováveis e acho que devia de haver um forte investimento nesse Combustível Sintético (Gasolina e Gasoleo) da BOSCH. Acho que seria um caso interessante.

          Imagina lá assim não perdíamos nada das nossas histórias, carros clássicos, não precisariamos desses todos componentes anti-poluentes e não teríamos que prescindir dos nossos carros.

          Isto é óbvio que é tudo um negócio, só não vê quem não quer!

  13. jaugusto says:

    O hilariante disto tudo é que 2/3 do deficit é conseguido á custa da baixa das taxas de juro que depende das compras do bce, imaginem qdo a coisa começar a subir !! … ai ai …

  14. André Correia says:

    Adoro a parte em que estes incompetentes burros ou ignorantes pagos do meu bolso chamados políticos cobram um imposto Como forma de “incentivo a mobilidade amiga do ambiente e sustentável” quando moro no interior não tenho dinheiro para adquirir um veículo elétrico mesmo que o tivesse 95% da minha utilização não tenho onde o carregar faço cerca de 50km por dia de casa ao trabalho com temperaturas de inverno a rondar os 0graus e de verão a rondar os 35 sem NENHUM transporte público quer nas imediações de casa ou do trabalho as bestas dos políticos que me expliquem como raio querem que me desloque para ir trabalhar…opah chamem vais pagar e não bufar agora incentivo à mobilidade sustentável é brincar com as pessoas do interior que não teem outra solução senão ir trabalhar no seu carro, carro esse que pagaram ou estão a pagar por ele com impostos que são um roubo metem combustível com as taxas vergonhosas que cá são aplicadas A TODA A GENTE tenham ou não um Autocarro/Metro/Barco/Elétrico a passar a porta de 5 em 5 minutos ou no dia de S Nunca a tarde…

  15. Tvlio Detritvs says:

    Mais impostos? Mas a austeridade não tinha acabado?
    Ah já sei, a culpa é do Passos.
    Não tarda estamos outra vez na bancarrota e a culpa vai ser do Passos.
    Mas que povo mais estúpido, não há igual em lado nenhum…

    • Pedro Ferreira says:

      Por acaso teve culpa, ele e mais 40 anos de chucha. Basta ver o nivel de comentários deste post para perceber o nivel dos tugas que votam e, consequentemente, a qualidade dos politicos eleitos. Tenho pena que uma taxa de 500€ dê mais discussão que os 600M€ a mais do Fundo de Resolução. Contra esses banqueiros, que deviam era ser presos, ninguém diz nada.

  16. Je says:

    esse castelo ou outro qualquer investimento em lisboa ( como as obras do palacio da ajuda ou as obras no cais do terreiro do paço ) , é “patrocinado” pela taxa turistica!… nada tem a haver com o governo

  17. Para rir... says:

    Vamos fazer contas…

    Um carro que faça 200 000Km (10 anos, por exemplo) e gaste 7L aos 100Km gasta 14.000 litros de combustível .

    Um avião médio gasta 4L por segundo (em cruzeiro). Ou seja, gasta em 55 minutos aquilo que um carro gasta em 20 anos!… com as respectivas emissões!! Se tivermos em conta que um avião voa 16 horas por dia durante uma vida média de 20 anos rapidamente percebemos que penalizar o automobilista sem olhar para os verdadeiros poluidores (transportes/cruzeiros marítimos, aviação e centrais térmicas) é uma verdadeira anormalidade. Mas pronto, vamos lá fazer mais um aeroporto, mais terminais de cruzeiro e aumentar o imposto do diesel… LOL

    • Miguel says:

      em 55 min faz 700km
      vezes 300 passageiros são 210.000 km.

      • IonFan says:

        Quando se faz as contas até ao fim, os números deixam de ser o que parece… Com o transporte marítimo é o mesmo. Quantos litros de gasóleo se gastavam para mover aquelas toneladas de contentores durante milhares de kms?

        Além disso, se deixarmos de usar combustíveis em aplicações onde já há alternativa, o transporte marítimo de combustível também é reduzido. Mas o pessoal aqui pensa que o gasóleo nasce na bomba…

        • E os grandes poluidores? Não pagam? says:

          O que se está a dizer é que se existe uma preocupação ambiental genuína, deve olhar-se para os maiores poluidores. É muito fácil penalizar o cidadão comum. Mas na prática a única coisa que se está a fazer é encher mais ainda os cofres do estado. Agora existem sempre aqueles que preferem ver a árvore em vez de olhar para a floresta. Aliás por alguma razão a EU já está a planear impor taxas à aviação. https://www.reuters.com/article/us-eu-tax-aviation/nine-eu-countries-call-for-european-aviation-tax-to-curb-emissions-idUSKBN1XH244 É isto que está correcto. No entanto, não vejo qualquer indício que o governo português apoie esta medida.

          • IonFan says:

            Se taxar mais o transporte aéreo e marítimo, quem é que acha que, em última análise, vai pagar os aumentos dos custos para as empresas que fornecem o transporte?

            O que estou a dizer é que esses tais “maiores poluidores” não poluem tanto como se faz parecer. É óbvio que que um cargueiro polui mais que um camião a diesel, mas temos que dividir a poluição por kg… Ai o cenário muda de figura.

  18. Miguel says:

    A questão não tem a ver com a quantidade de CO2, mas sim com o princípio de funcionamento de um gasóleo vs gasolina.

    Onde quer que passe com o seu carro a gasóleo deixa uma camadinha de óleo por todo o lado, plantas, etc. O que é muito mas mesmo muito mau. Além disso o gasóleo tem metais e dioxinas altamente nocivas e tóxicas.

    A gasolina já não tem essas características.

    Além disso o gasóleo só é mais barato nas bombas porque o governo cobra menos impostos, se fossem os mesmos impostos para os dois, o gasóleo era ao preço da gasolina.

    Hoje em dia, com esta diferença de impostos nos combustiveis e a diferença nos preços dos carros criaram-se duas “castas” os mais “ricos” que podem ter carros a diesel e os mais “pobres” que não tẽm possibilidade de comprar carros a gasóleo então tem de optar por gasolina.

    Na verdade os impostos sobre os combustíveis deviam ser iguais, não deveria haver estas “castas” e todos queremos um planeta melhor portanto está mais que na hora de banir o gasóleo.

    • Daniel Santos says:

      “Além disso o gasóleo só é mais barato nas bombas porque o governo cobra menos impostos, se fossem os mesmos impostos para os dois, o gasóleo era ao preço da gasolina.”

      Por acaso em % não é significativa para o preço /litro ser a diferença que sempre existiu e existe, ou seja, uma diferença considerável.

      Segundo o DN, atualmente em Portugal e passo a citar:

      “quem abastece o carro com diesel paga menos 19 cêntimos por litro de impostos face à gasolina. A Apetro confirma que na gasolina 61% do preço diz respeito ao ISP e ao IVA, enquanto no gasóleo são apenas 54%.”

      https://www.dn.pt/edicao-do-dia/16-out-2019/gasoleo-paga-menos-impostos-do-que-a-gasolina-e-faz-o-estado-perder-900-milhoes-11409071.html

      • Daniel Santos says:

        Resumindo, mais de metade do que se coloca do depósito se gasóleo ou gasolina, refere-se apenas a impostos e não a maioria para consumo próprio dos consumidores.

        Apesar disto, de NOTAR que os postos de combustíveis continuam a ter o seu lucro com mais ou menos impostos!!!!

      • Miguel says:

        Exacto, também encontrei o seguinte no Jornal Económico artigo de janeiro 2019:

        “De acordo com a Comissão, na semana de 14 de janeiro, o litro do gasóleo custava 1,32 euros em Portugal, quando o valor, antes de impostos e taxas, era de apenas 0,59 euros.

        Já a gasolina 95 (a mais vendida das gasolinas) custava em média 1,41 euros por litro, quando antes do IVA, do ISP, da contribuição sobre o sector rodoviário e do adicional por taxa de carbono era de 0,51 euros por litro.”

        Ou seja gasolina = 0.51, gasóleo = 0.59 cêntimos por litro.

        Sem os impostos a gasolina é mais barata

    • dgfgfdg says:

      O que defende é um ataque à mobilidade de quem tem veículos a gasóleo não é pelo ambiente é sim porque você quer, claro que mistura o seu querer com o facto dos veículos serem poluentes sejam eles quais forem, imagino que não se coíbe de ir de férias por causa do ambiente, ou não se coíbe de comer comida importada por causa do ambiente, a hipocrisia tem limites…

      • Joao says:

        Não é o querer de ninguem, o gasoleo é mesmo muito mau, é o “lixo” do fabrico da gasolina e deve ser reduzido.

        • Rui says:

          Se é assim tão mau, então porque não se proíbe já de imediato a circulação de navios (motores diesel e a gás), os aviões (jet fuel semelhante ao diesel)?

          O ambiente só se aplica aos carros? E já agora o que me diz das magníficas 2 centrais a carvão que temos para produzir energia eléctrica? E as barragens hídricas são green?

          • Miguel says:

            Isso é que era… Infelizemente a “economia” não o permite segundo o que eles dizem…

            Todos os anos se luta para acabar com as centrais de carvão infelizmente sempre sem efeito.

            E os aviões e navios (não só comerciais claro), muita gente não sabe, mas são os grandes criminosos no que toca à poluição.

          • Rui says:

            Miguel? Exactamente por eu saber que os aviões e navios são de longe os maiores poluidores que todas estas taxinhas criadas a fazer de conta são da maior hipocrisia que eu vejo e que me enoja! Principalmente porque mais uma vez vai recaír sobre os desgraçados que vivem no interior!!!!!!!!!

          • Joao says:

            Não seria correto proibir e tornar um investimento inutilizavel.
            Mas sim, deveria ser tudo o que é movido a gasoleo.

          • Miguel says:

            Então Rui mas se é para banir o gasóleo é em todo o lado.

            É nos aviões nos barcos e nos carros. Porque haverão de ficar os carros de fora ?

            Agora como é que de um dia para o outro se consegue isso ? Não se consegue! Muito menos para os aviões e barcos. Vai daí aparecerem estas taxas aos poucos para “desincentivar” o consumidor final.

        • dgfgfdg says:

          Obviamente que é uma questão de querer quando opta por determinadas politicas em detrimento de outras com efeitos maiores e mais imediatos é uma questão de gosto ou vontade, o seu argumento tanto é aplicável ao gasóleo como os de gasolina e até aos eléctricos ou pensa que é ecológico produzir e manter carros eléctricos?

          • Miguel says:

            Portanto a malta está a tentar reduzir a poluição e o óleo espalhado por Portugal fora e tu estás a tentar fazer o quê ?

            Já percebemos que tens um carro a gasóleo e que queres ficar com ele se e aí que querias chegar.

      • Miguel says:

        Mentira.

        Só falo da poluição gasolina vs gasóleo e o porquê da diferença de preços.
        E o motivo de andarmos à mais de 10 anos a tentar acabar com os carros a gasóleo.

        Os impostos mais altos para gasóleo já existem desde 2006 sempre pelos mesmos motivos. Lá por você ter um carro a gasóleo e não lhe apetecer trocar não quer dizer que o mundo mude todo à sua volta.

        Se a gasolina for ao mesmo preço do gasóleo, qual o motivo de comprar a gasóleo ?

        • Luis carreira says:

          simples… andas mais com o mesmo dinheiro de combustível. Para mim chega e sobra.

          Tenho dois veiculos quase com a mesma idade (6 meses de diferença).

          Um 1.2 60cv a gasolina que com bp ou galp faz num deposito 400 dentro da cidade
          Um 1.8D de 58 cv que com combustivel das mesmas marcas faz 900 a 1000 dentro da cidade

          Agora diz-me o que fazias?

          Eu nunca vou poder ter um eléctrico uma vez que não tenho onde carregar (nem nas 3 superfícies comerciais perto de casa, nem no trabalho) Num raio de 8 a 10 km de onde moro não existem postos de carregamento a juntar ao quase ordenado mínimo que recebo.

          Espero que o diesel ainda ca ande por muitos e bons anos uma vez que o meu poder de compra é absurdamente baixo. E não venham com a conversa dos electricos em segunda mão vão baixar e mais não sei o quê porque nunca conseguirei comprar ao mesmo preço que comprei o meu diesel… 250€ e a bombar sem stress…

          Por outro lado os autocarros onde moro são novinhos em folha…. (o normal é de 1994)… E moro nas imediações de uma cidade

          • Joao says:

            Primeira questão, um rende mais porque o preço do combustivel é superior devido aos impostos e resulta em menos litros. Assim que a neutralidade seja conseguida (imposto da gasolina = diesel), o preço do diesel sera igual ou superior à gasolina.
            Outro ponto, preço de um veiculo e de outro?
            Preço da legalização?
            Preço do ISV e IUC?
            Preço de manutenção?
            Numero de Km diarios vs injetores e filtros de particulas + AdBlue.
            Se voce faz 100km diarios e com rotações acima das 2000 na maior parte do tempo ai sim, utilise o teu diesel mas nao investi nesta altura num novo. É um desperdicio, mais vale um com 4 ou 5 anos. Comprar um auto a diesel hoje em dia mesmo para quem faz muitos km é um risco enorme e um prejuizo certo.

            Não é só olhar par ao deposito.
            O mais certo é que no maximo dos máximo mais uns 5 anitos e carros particulas a diesel não serão mais fabriados. Depois ficamos com a sucada nossa e da europa toda como sempre. No entanto como já contece em alguns sitios em vez da proibição de circular em locais hostoricos com viaturas antes do ano 2000 passa a ser 2005 e por ai em diante até a sucata ir para o sitio.

  19. dgfgfdg says:

    Quanto mais cara for a mobilidade mais exclusiva ela será, estes impostos “verdes” são uma fraude, quem os defendem, defende que os mais pobres tenham cada vez menos e os mais ricos tenham cada vez mais, já não há paciência para as barbaridades que alguns “ecologistas” e não ecologistas dizem, alguém no seu perfeito juízo acho que 500 euros representa o mesmo para quem recebe 5000 por mês ou quem receba 800 euros?

  20. Rui says:

    Mais uma medida para lixar quem não mora em Lisboa ou no Porto.

    Quem não mora nestas 2 metrópoles já sabe, vai saír-lhe do bolso se quiser saír de casa para trabalhar, enquanto esperamos sentados que os transportes públicos cheguem cá!

    Assim como a parvoíce da instalação do gás natural em locais que sabemos que nunca na vida vão ter gás natural!!!!!!

    Muito bom sermos espoliados!!!!!!! Grandes xuxas de avental!!!!!!

  21. Joao says:


    E afinal qual é o problema do motor diesel? Por que não se fala tanto da gasolina?

    São dois problemas, na verdade: os gases provenientes dos motores a gasóleo prejudicam directamente a nossa saúde, ao emitirem óxidos de azoto (monóxido de Azoto, com a sigla química NO, e dióxido de azoto, NO2 – de forma abreviada, a literatura científica refere-se a estes dois gases pela sigla NOx) e também partículas finas. Além disso, os gases da combustão num motor diesel poluem o ambiente, o que prejudica indirectamente a nossa saúde e, ao mesmo tempo, poluem fortemente o ambiente com diferentes gases, sendo o principal o CO2, que tem efeitos de estufa que, por sua vez, influenciam as alterações climáticas. Fala-se menos na gasolina, porque os motores que recorrem a este combustível fóssil emitem menos gases. Dizer que são “mais limpos” é apenas uma comparação simplificada face ao gasóleo, porque se em termos de NOx o motor a gasolina de um pequeno familiar pode ser comparável a um eléctrico, já em termos de CO2 não fica muito distante do nível de emissão de um motor diesel.

    • AlphaB says:

      Deixem de emprenhar pelos ouvidos e investiguem a conversa do CO2 é mentira é uma farsa montada e mais se colocamos fontes com dados sobre isso na net são apagados já me aconteceu muitas vezes, a alterações climáticas são outra, tudo está mal contado e os povos como consumem tudo o que lhe contam como verdade são enganados e o plano é esse.

  22. Marcos says:

    Até hoje eu me pergunto o porque a Europa não usa o Etanol ou Biodiesel como no Brasil. É claro a emissão de gases poluentes não vai ficar em 0, mas ajuda bastante.

  23. AlphaB says:

    A Solução é o Gaz , nem híbridos nem carros a pilhas.

  24. Louro says:

    E cá andam os indignados do diesel, devia era de sair uma lei em que todos os veículos domésticos a diesel deveriam de ter uma ligação do escape para dentro do carro, logo ali ao lado do condutor.

    • Miguel says:

      ★★★★★

    • IonFan says:

      Exactamente. Se acham que não polui nem faz mal à saúde, certamente não se vão incomodar…

    • João says:

      Apoiado, quem não deve não teme

    • Pedro Ferreira says:

      Ninguém está indignado com o diesel. Mas se fico com menos poder de compra, não hei-de estar preocupado? Já agora, será que o carro eléctrico também resolve os problemas da banca (+600M€ que os impostos do diesel vão ajudar a pagar)? Ou temos que continuar a aumentar o crédito ao consumo e automóvel de EV’s até isto estourar outra vez? Com €€€€€ na carteira, toda a gente é ecológica, quando eles faltam a conversa é outra…

      • Louro says:

        Não eram os condutores dos diesel que diziam poupar muito dinheiro ao ter um diesel, mesmo depois de pagarem uns milhares a mais na compra do carro?

        Ainda há pouco vi aí comentários a dizer que o diesel não polui nada, bla bla bla, que façam o que eu sugeri.

        Quanto a possibilidade de compra, não é por em Portugal os carros serem extremamente caros e os salários baixos que o resto do mundo deve de meter a questão ambiental de lado.

        Se querem ter mais poder de compra, produzam e forcem o governo a baixar os impostos, ou em alternativa a usar os mesmos para benefício da população.

    • Infinity says:

      E por que não também nos a gasolina? O resultado para o condutor é igual

  25. Fábio M says:

    Isto tá se a tornar complicado… Mas só servimos para pagar impostos? Eu que não tenho dinheiro para comprar um carro eléctrico e preciso de carro para trabalhar como faço? Mas aqui somos todos ricos? Não tou a entender, já não chega de despesas? Tamos a pagar um preço muito caro do aluguer de viver em Portugal, daqui a pouco nem para trabalhar dá porque tá a ficar muito caro trabalhar… Em que realidade as pessoas vivem? Há aqui meninos ricos a falarem de boca cheia mas não se esqueçam que em Portugal há mais gente pobre e média do que ricos… Tamos a ficar sem liberdade, nascemos para trabalhar para comer e pagar impostos ao estado? Porque é que vou contribuir em envaidecer Portugal se o estado não me ajuda na vida? Defender a pátria? A pátria tá a ficar numa má madrasta… Qualquer dia isto dá se uma revolução… Eu ando a sentir na pele a dor, o sofrimento, muito sacrifício, e os pobres não vão ficar a olhar para os ricos a encherem se cada vez mais de dinheiro com políticas e leis que inventam só para seu benefício. As regalias não estão a ser nenhumas para o pobre.

    • Tvlio Detritvs says:

      O PS criou a maior taxa de impostos de sempre com o menor investimento público de sempre com as consequências que todos sabemos.
      Chegam as eleições e o ps vence por ampla maioria.
      Resumindo, mas estão a reclamar do quê?
      Está tudo feliz e contente…. Deixa andar, é até rebentar… Depois logo se vê.

    • Joao says:

      Como Tvlio diz não sei do que reclamam visto termos votado no PS. O mesmo iria acontecer com outro qualquer partido.
      Revolução não percebi, preferes ditadura?
      Ou eu enti mal ou o artigo não diz que a combustão vai acabar e só vai haver EV, pelo que percebi os impsotos do gasoleo vão aumentar. Tal medida já deveria ter acontecido hà muito tempo atrás, além disso os impsotos de tributação do gasoleo deveriam ser iguais à gasolina desde sempre, evitando a acomulação de tanta sucata no Mundo.

  26. Fábio M says:

    Temos de dizer ao Sr presidente Marcelo, ao ministro Costa e aos restantes ministros para não fazerem tantas viagens de avião e andarem para trás e para frente nos seus carros de grande cilindrada que ninguém sabe, porque estão a poluir muito o planeta e Portugal, e nós é que andamos através de impostos a pagar as viagens, e a vida de luxo que fazem, não há líderes justos hoje em dia, só líderes egoístas e aproveitadores dos escravos, a evolução do ser humano tá a regredir, mas para interesses e maldades tá a evoluir muito.

  27. luis says:

    resumindo e concluindo é uma roubalheira .
    já agora tenho uma duvida ,é que regularmente dou uns bufas ,será que o governo vai-me aplicar um imposto por poluir o ambiente e com isso contribuir para o aquecimento global ?

  28. luis says:

    ok, estou de acordo, mas agora espero pelo carro a gasolina ou elétrico que o governo me vai oferecer. quando comprei o meu ninguém me disse que este tipo de automóvel ia ser castigado com este imposto. agora sim que os novos levem mais impostos isso é outra coisa.

  29. Du says:

    Gostei dessa das “bufas”…

  30. Tvlio Detritvs says:

    Eu tive carro a Diesel durante muitos anos.
    Por causa disso tinha muitas artroses, diabetes, excesso de peso, tinha que usar Viagra, óculos, e às vezes já precisava de muletas.
    Desde que passei para um carro a gasolina foram se as artroses, tenho visão de aguia, segundo o médico, a mulher já não pode comigo porque quero várias vezes ao dia e noite, quer me pôr fora de casa diz que já não aguenta mais, corro que nem uma criança, rápido, com uma alegria enorme.
    Desde que comprei o carro a gasolina rejuvenesci 30 anos.
    Recomendo a todos, isto que aqui foi dito é a minha experiência.
    Já ouvi relatos de donos que de um momento para o outro ficaram curados de cancro.
    Não sei se foi da gasolina, mas acredito que tenha sido.

    • Joao says:

      Estas a ser muito ironico, mas convidava-te a meter um tupo que ligue o teu escape para dentro do carro e vias que no final do mês só andavas dentro de tabuas.
      Mas em fim, temos de ter de todas as especies se não o trabalho de Noe era em vão

      • Tvlio Detritvs says:

        Olhe, vou dar lhe uma opinião muito pessoal.
        O melhor que podia acontecer ao planeta e a todos os seres vivos que cá andam, era a espécie humana acabar já.
        Ponto seguinte, todos os combustíveis poluem, todos.
        Os eléctricos poluem na construção da máquina, nas baterias, na produção de electricidade, etc.
        Gasolina polui muito tb, se eu ao fim de um mês a respirar diesel estaria morto, a respirar gasolina estaria como?
        Isto só lá vai com energia limpa, hidrogénio, nuclear, que dê consumo infinito ou quase.
        Estarmos a dizer para acabar com diesel para deixar a gasolina, é mudar tudo para ficar tudo na mesma.
        Aliás, com os interesses económicos e políticos que estão por trás disto, estes combustíveis só deixarão de ser usados quando acabarem.
        Até lá faça como eu, um dia de cada vez e faça o possível por ser feliz enquanto por cá andamos.

  31. Tvlio Detritvs says:

    Olhe, vou dar lhe uma opinião muito pessoal.
    O melhor que podia acontecer ao planeta e a todos os seres vivos que cá andam, era a espécie humana acabar já.
    Ponto seguinte, todos os combustíveis poluem, todos.
    Os eléctricos poluem na construção da máquina, nas baterias, na produção de electricidade, etc.
    Gasolina polui muito tb, se eu ao fim de um mês a respirar diesel estaria morto, a respirar gasolina estaria como?
    Isto só lá vai com energia limpa, hidrogénio, nuclear, que dê consumo infinito ou quase.
    Estarmos a dizer para acabar com diesel para deixar a gasolina, é mudar tudo para ficar tudo na mesma.
    Aliás, com os interesses económicos e políticos que estão por trás disto, estes combustíveis só deixarão de ser usados quando acabarem.
    Até lá faça como eu, um dia de cada vez e faça o possível por ser feliz enquanto por cá andamos.

    • Jose says:

      Amigo Tvlio, mas quem é que quer colonizar esta raça maldita que é o ser-humano, eu também sou da mesma opinião, acabam-se as dores, sofrimento, etc etc… Apesar de não sabermos mais vale pensar que temos um lugarzinho lá acima reservado seja no céu ou no inferno!

      Estas medidas e isto é um absurdo que anda a correr pela internet, que não acredito que vá a acontecer, todos os carros a Diesel existentes no Planeta não devem ser assim tão maus para o Ambiente a comparar com Aviões e Barcos! Estes a que sim, as medidas deviam de ser drásticas para estes, ou então procurar imediatamente soluções para estes dois que como já foi dito em comentários uma viagem de um avião é praticamente o custo de vida inteiro de um carro a gasóleo, agora imagine lá imensas viagens todos os dias de inúmeros Aviões e Barcos…!

      Se coisa que é pura das verdades e isto não é mentira nenhuma, nada nesta vida dura para sempre! Tudo um dia se acabará, mais tarde ou mais cedo, porquê adiar o inevitável??

      P’ra mim é algo que não faz sentido.

  32. Tvlio Detritvs says:

    Comentário repetido, como se apaga?

  33. Mário Agostinho says:

    Claro que se pagar mais 500 euros, as notas servem de filtro. Está à vista de qualquer cientista. Vergonha de país ou de outros com a mesma treta. !!!!!

  34. Gil says:

    Meus amigos gostaria de saber sobre este imposto se é para carros antigos ou novos

  35. Rafael says:

    E quantas toneladas de CO2 é utilizado para a produção de um Carro Elétrico (Baterias de Lítio)? Fora os químicos nocivos..? Vocês que acreditem que são produzidos por Energia Renovável que vocês vão longe vão! Se este pacto ambiental tem vindo a se agravar acredito estar também relacionado com esta táctica de sacar dinheiro das produções excessivas destes carros!

    A energia renovável ainda tem muito que caminhar para ser uma realidade… Vocês que acreditem na palavra de bandidos que governa o nosso País que se aproveitam de certos temas para aproveitar e sacar do bolso do Zé Povinho.

  36. antonio manuel almeida henriques says:

    tudo bla….bla….bla….pra informar que a hyunday ja tem o maior auitocarro electrico pronto para sair e á mais leiam,,

  37. Pergunta says:

    Então o ISV vai aumentar para quem adquirir veículos novos a Diesel…hummm…e então os caros a Diesel mais antigos que poluem 10x mais?
    Não seria melhor colocar esse tipo de imposto para veículos mais antigos que poluem muito mais (sejam este a gasóleo ou gasolina), e reduzir o imposto para quem adquire um veículo novo com emissões reduzidas, contribuindo desta forma para uma um parque automóvel mais jovem para além de impulsionar as vendas de veículos novos ao invés dos veículos antigos e em segunda mão? Será o caminho perfeito? Talvez não, mas seria uma forma de reduzir a poluição provocada pelos veículos (automóveis) que mais poluem.
    O melhor caminho poderá passar por algo que a Hyundai, assim como outros fabricantes, andam a investir em veículos a Hidrogénio “Fuel Cell”.

    • Miguel says:

      Portanto na tua lógica quem é rico e compra carro novo não deve pagar impostos mas o zé pobre com um carro de 30 anos porque tem de ser já deve pagar. Tá bem tá muito justo.

      • Pergunta says:

        E qual a é a tua lógica? O Zé pobre com um carro com 30 anos deve estar isento de pagar qualquer imposto pois o veículo já é tão antigo que a poluição emitida já está isenta no meio ambiente.

    • Jose says:

      Falas da Hyundai, mas a Toyota já anda à que anos a trabalhar nisso… É por isso que é a marca conhecida por estar sempre anos à frente de todas as marcas, a Hyundai a que agora anda a investir em provavelmente quase toda a sua frota automóvel. Mas mesmo assim achas que isso também é uma energia limpa!? Faz uma pesquisa por aí que verás.

      Porque também não podemos acabar com os carros de um dia para o outro, a solução seria procurar alternativas a estes carros, que como já referi aqui, acho que um dos aspetos interessantes e utilizados com Energias Renováveis seria o Gasóleo e Gasolina sintéticos. Assim não se fica a perder nada e seria um combustível limpo.

      Em vez de andarmos a martelar com os carros, porquê não começam antes nos Transportes de Barcos e Aviões!? Fazer uma redução drástica nas viagens de ambos estes dois tipos de transportes.

  38. João says:

    Então onde é que deitamos o gasóleo que fica da refinação gasolina? Voltamos a por nos poços de petróleo? A gasolina e o gasóleo são irmãos, e se produzirmos um, temos que também gastar do outro.

  39. Bruno Antas says:

    Isto é tudo muito bonito mas não pensam no cidadão comum, pensam nos cidadãos das grandes cidades e seus suburbios, pensam eles, os governantes e pelos vistos muitos daqueles que aqui comentam.
    Trabalho na função publica, num hospital do interior, este mês recebi à volta de 780€ (isto porque trabalho por turnos incluindo noites, senao pouco passaria dos 600€), pago 350€ de aluguer de habitação, mais a prestação do meu carro a gasoleo que não é simpatica tambem, mais as depesas associadas à casa e alimentação.
    Não tivesse eu um segundo trabalho como musico e uma vida em comum com a minha parceira e seria realmente dificil suportar o custo de vida sozinho, mesmo vivendo no interior, onde à partida tudo é mais “fácil”. Mentira.
    Morando no interior do país Bragança o inverno é duro e prolonga-se por bem mais de tres meses com temperaturas negativas nocturnas constantes, logo a factura da electricidade aumenta exponecialmente em relaçao a quem vive no litoral ou zona centro/sul.
    Pago portagens sempre que me desloco ao litoral ou a qualquer lado, embora estivesse 20 anos privado de autoestradas na minha regiao e continuasse a pagar impostos como voces todos.. mas neste caso sobre algo que não fazia usufruto. Agora digam-me como posso eu e milhares de pessoas como eu suportar mais uma taxa de 500€ seja do que for (?!!!) Andam a brincar com a vida das pessoas, para eles sao numeros e estatisticas, para nós é sobrevivencia e alguma astucia.
    É facil falar em cima de numeros e de salarios quando se aplicam médias salariais que em nada correspondem ao que realmente um portugues plebeu recebe, eu vejo graficos e estatisticas sempre com salarios a rondar entre os 800 e 1000 e isso é de uma arrogancia e prepotencia enorme, o portugues comum nao recebe isso fora dos grandes centros urbanos, desenganem-se se acham que sim.
    Eu quero ver como vao trabalhar as pessoas no interior do país, de norte a sul quando lhe disserem que um dia nao podem deslocar-se no seu carro para ir trabalhar ou até para trabalhar mesmo.
    Tomem medidas mas com coerencia, 500€ por um imposto que não existia é um estouro no orçamento de muita gente, depois admirem-se que o povo seja trafulha só para tentarem melhorar um pouquinho a sua vida e aliviar o seu dia a dia. Nem todos recebem subsidios, há gente que trabalha no duro e faz com que isto vá para a frente. Vivemos melhor hoje? sim vivemos , com algumas nuances, recebo mais do que há dez anos, pago mais impostos mas tenho mais poder de compra do que anteriormente, nem que seja com recurso a créditos, sim porque um tuga comum nao consegue sequer comprar um frigorifico, uma maquina de lavar ou um telemovel sem ser a credito ou sem rebentar com o orçamento do mês. Para quase toda a gente que conheco, isso é impossivel.
    E venham de la muitos dos que aqui comentam criticar quem compra a credito, quando vivo rodeado de pessoas que nem teriam dignidade sequer no lar se nao tivessem acesso a uma coisa tao simples como pagar bens em 3x,6x ou 12x. Olhem que nao estou a falar de creditos para iphones..estou a falar de um Portugal real, ele existe, é só eu abrir a janela de casa e ver.
    Mas é bom ver que há aqui gente bem resolvida na vida e pronta a opinar sobre o orçamento dos outros.
    Quando se olha de cima é tudo mais facil.
    No meio disto tudo ainda querem convencer a quem nao sobra 30 euros ao fim de um mes a investir 30 mil num carro electrico ? que nem te garantem À partida sitio para o carregar ? Por exemplo há 4 postos de abastecimento na minha cidade para 40 mil habitantes, não contando com as pessoas em mobilidade, estudantes, professores, medicos, operarios que se deslocam para aqui virem trabalhar. enfim…há tanta nuance que não é estudada e vêm estes iluminados dar lições de ecologia, gente que só conhece o verde porque cresce na berma das auto-estradas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.