Categoria: Notícias

Datacenter da Covilhã: Altice Portugal vai investir 4 milhões

A Altice Portugal anunciou recentemente que vai investir mais quatro milhões de euros no melhor e maior DataCenter de Portugal que pertence à própria Altice e que se localiza na Covilhã. Com a contínua aposta na inovação e na tecnologia, no interior do país, entre outras ações , este investimento irá permitir a migração de toda a infraestrutura de suporte ao portal SAPO.


MEO Music: É o fim do serviço de streaming de música português

Quem é cliente MEO conhece certamente o serviço MEO Music. Tal como outros serviços muito populares à escala mundial, com o MEO Music pode ouvir milhões de músicas no computador, tablet, TV e smartphone.

Segundo uma comunicação da Altice, o MEO Music vai acabar já este mês, dia 28 de fevereiro.


iOS 11.3 já traz forma de desativar recurso de gestão da bateria

A questão das baterias dos iPhones deu muito que falar e foi notícia em praticamente todos os jornais e TVs por esse mundo fora e até levou a Apple a tribunal. Foi argumento de arremesso por parte de políticos americanos e muita gente mostrou o seu desagrado à gigante americana, que não teve outra alternativa se não arranjar uma solução.

O que a Apple fez foi criar uma medida para impedir que os iPhones com baterias desgastadas fechassem inesperadamente no iOS 11. Agora, depois de toda a celeuma, o iOS 11.3 irá disponibilizar uma opção para desativar esse recurso.

iOS 11.3


Finanças: Finalmente acabou-se a applet Java no IRS

Como já informámos, este ano todos os contribuintes têm de entregar obrigatoriamente a declaração de IRS via Internet. Segundo a Autoridade Tributária, este ano mais de três milhões de agregados terão as suas declarações pré-preenchidas e prontas a entregar de forma automática.

Então e os problemas com o Java irão continuar? Não, a plataforma das finanças já não usa mais a applet Java que disponibilizava a interface para a entrega do IRS.


Violações do segredo de justiça? Está a chegar o SIC-MP

Numa semana em que houve fugas de informação da já popular operação LEX, eis que a Procuradoria Geral da República anunciou que adquiriu, no ano passado, uma nova plataforma para gestão confidencial de todos os processos judiciais.

Esta plataforma custou meio milhão de euros e promete travar as sistemáticas violações do segredo de justiça que acontecem em Portugal.