Quantcast
PplWare Mobile

Tags: TSMC

Crise na indústria: produção de chips da TSMC pode cair 70% este ano

Não é novidade que a indústria está a atravessar uma fase menos boa. Para além da inflação económica, a tensão entre os EUA e a China afeta igualmente outras comunidades, como é o caso de Taiwan.

Recentemente revelámos que a Apple e AMD deveriam cortar em até 40% os pedidos à gigante TSMC e as mais recentes informações indicam que a produção da taiwanesa deverá cair em cerca de 70% neste ano de 2023.


AMD e Apple metem travão e compram até menos 40% de chips à TSMC

A TSMC é a mais importante fabricante de chips do mundo. Como tal, é natural que a empresa taiwanesa conte com nomes fortes na sua lista de clientes que procuram os seus processos de fabrico mais avançados.

No entanto, estamos a assistir diariamente a mudanças no setor industrial e as mais recentes informações revelam que a AMD e a Apple já estão a meter travão na sua compra de chips, tendo encomendado até menos 40% destes componentes à TSMC.


Samsung ultrapassa os problemas e consegue chips de 3 nm “perfeitos”!

No que respeita aos avanços no mundo litográfico, a TSMC é, sem dúvida, a marca que mais importância tem atualmente neste setor. Mas não podemos esquecer que a Samsung ultrapassou a taiwanesa ao ser a primeira a anunciar os seus chips de 3 nm.

Contudo, a empresa sul-coreana teve alguns problemas no desenvolvimento e produção inicial destes componentes. No entanto, de acordo com as mais recentes informações, esses problemas pertencem agora ao passado uma vez que a Samsung terá conseguido obter chips de 3 nm “perfeitos”.


Taiwan também aprova a sua Lei dos Chips… o que não é nada bom para a China!

Já aqui temos falado que algumas regiões criaram aquela que chamam a Lei dos Chips com o objetivo de se tornarem menos dependentes da produção de fabricantes internacionais, conseguindo aumentar o seu fabrico ao nível local. Os Estados Unidos já avançaram com o seu próprio projeto, o qual teve elogios e também críticas, especialmente por parte do mercado chinês.

Agora é Taiwan que também aprovou recentemente a sua Lei dos Chips, o que afasta ainda mais a China, e outros países, dos negócios com o território asiático. Resta saber se a medida trará vantagens reais, numa altura em que os analistas preveem dias complicados para a gigante TSMC.


Chips de 3 nm da TSMC para o novo M3 podem chegar antes do esperado

Perto do final do ano de 2022, as notícias da indústria tecnológica avançavam que, nessa semana, a gigante TSMC iria dar início à produção do processo de fabrico avançado dos chips de 3 nm para a Apple, que é a sua mais importante cliente.

No entanto, há agora mais novidades sobre este assunto e os detalhes indicam que os componentes de 3 nm da fabricante taiwanesa para a produção dos futuros SoCs M3 da marca da maçã podem chegar antes do esperado.