Quantcast
PplWare Mobile

Tags: TikTok

TikTok não apagou conteúdos proibidos e Rússia multou em 29 mil euros

Os problemas da rede social TikTok são transversais a alguns países. Recentemente a Itália mandou mesmo bloquear a rede social após a morte de uma criança de 10 anos.

Desta vez foi a Rússia que passou uma multa de 29 mil euros ao TikTok pela facto da rede não ter eliminado conteúdos proibidos.

TikTok não apagou conteúdos proibidos e Rússia multou em 29 mil euros


TikTok anuncia novas funcionalidades para combater bullying e assédio

O TikTok atingiu elevados níveis de popularidade e foi, sem dúvida, a rede social do confinamento. Contudo, se inicialmente era apenas uma aplicação de entretenimento, rápido se conheceram vários perigos associados à sua utilização. Cada vez há mais bullying e assédio.

A empresa dona do TikTok anunciou novas funcionalidades para combater estes problemas que assolam a rede social.


TikTok proíbe menores de 13 anos após tragédia em Itália

O TikTok é hoje uma das redes sociais mais populares do mundo. A possibilidade de realizar pequenos vídeos cheios de efeitos tem atraído miúdos e graúdos que ali dão asas à imaginação. No entanto, tal como as outras redes sociais, também no TikTok acontecem situações negativas.

Depois da rede social ter sido bloqueado em Itália após morte de menina de 10 anos, há informações de que a partir de terça-feira passará a proibir menores de 13 anos.

TikTok proíbe menores de 13 anos após tragédia em Itália


Joe Biden suspendeu proibição do TikTok e WeChat nos EUA

No ano passado, o então governo dos EUA anunciou que iria banir a aplicação TikTok e o serviço de mensagens WeChat. Assim, ambas deixariam de estar disponíveis para smartphones Android e iOS nos Estados Unidos. Como sabemos, esta medida gerou polémica e residia a esperança dos utilizadores no possível governo de Joe Biden.

Agora, enquanto Presidente dos EUA, Joe Biden suspendeu essa decisão judicial.

Joe Biden suspende proibição do WeChat e TikTok nos EUA.


TikTok quer entrar no mercado do comércio eletrónico nos EUA

O TikTok é atualmente uma das mais populares redes sociais do mundo. E a plataforma cresceu especialmente durante o início da quarentena provocada pela pandemia da COVID-19, uma vez que as pessoas estando mais por casa procuraram formas divertidas de passar o seu tempo.

Mas a rede social tem sido alvo de várias polémicas, sobretudo ligadas à segurança. Mas isso parece não amedrontar o TikTok que poderá agora querer entrar no mercado do comércio eletrónico nos Estados Unidos.