Quantcast
PplWare Mobile

Tags: SARS-CoV-2

Como higienizar a 100% o ar que o rodeia garantindo proteção contra a COVID-19?

Higienizar a 100% o ar que nos rodeia não é tarefa fácil, e a situação pandémica atual relacionada com a COVID-19 veio reforçar essa necessidade! Existem algumas soluções no mercado, com as mais variadas tecnologias e níveis de eficiência, no entanto a tecnologia NanoStrike®, aqui em análise, é a única que mata e destrói os microrganismos patogénicos do ar em menos de um segundo.

Assim, inicialmente voltada para o sector médico, a Novaerus expandiu a sua tecnologia para todos os utilizadores e apresenta a sua avançada solução, conhecida como a primeira linha de proteção contra vírus e bactérias aerotransportadas. Já conhece?


Fármacos contra o Ébola bloqueiam propagação do SARS-CoV-2 em laboratório

Ébola é o nome comum dado à doença rara, grave, muitas vezes fatal com uma taxa de mortalidade de 25% a 90%, causada pela infeção por vírus Ébola. Apesar de atualmente não existir um tratamento específico para a doença, nem vacinas comercialmente disponíveis, há medicamentos que podem atuar como medidas de suporte. Foi exatamente a utilização de três medicamentos antivirais e antimaláricos comummente utilizados que impediram eficazmente a replicação do SARS-CoV-2, em ambiente de laboratório.

Segundo um estudo, no ensaio foi utilizada uma variedade de linhas celulares que representavam potenciais alvos da infeção pelo SARS-CoV-2 no corpo humano.

Imagem investigadora a testar fármacos contra o SARS-CoV-2


COVID-19: EUA recomendam utilização de duas máscaras em simultâneo

O vírus que origina a COVID-19 parece não querer dar tréguas ao mundo e para tornar tudo ainda mais complexo têm aparecido várias e poderosas variantes. De acordo com o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, em Portugal já foram detetadas 7 variantes sendo que a do Reino Unido é a mais contagiosa.

O Centro de Controlo e Prevenção de Doenças dos EUA passou a recomendar a utilização em simultâneo de duas máscaras para evitar o contágio pelas estirpes do SARS-CoV-2 que dão origem à doença COVID-19.

COVID-19: EUA recomendam utilização de duas máscaras em simultâneo


COVID-19: Quais as variantes do SARS-CoV-2 detetadas na sua zona?

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, I.P. (INSA) tem vindo a analisar a diversidade genética do novo coronavírus SARS-CoV-2 em Portugal. As amostras são obtidas dos vários laboratórios/hospitais/instituições que depois são sequenciadas pelo Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC) que colabora com o INSA.

Como suporte de toda a informação, o INSA disponibiliza um site com informações das variantes do vírus e onde foram detetadas.

COVID-19: Quais as variantes do SARS-CoV-2 detetada na sua zona?


Coronavírus: Tapsigargina pode ser o segredo para atacar o vírus

Já se passaram muitos dias desde que foi descoberto o primeiro caso do novo coronavírus! Os cientistas continuam as investigações para arranjar mais soluções, mas a complexidade do vírus não tem ajudado.

Recentemente, uma equipa internacional de investigadores da Universidade de Nottingham, no Reino Unido, anunciou uma nova propriedade antiviral de um medicamento, a Tapsigargina, que é “altamente eficaz” contra o novo coronavírus.

Coronavírus: Tapsigargina pode ser o segredo para atacar o vírus