Quantcast
PplWare Mobile

Tags: sanções

Huawei partilha que sanções impostas pelos EUA já não estão a afetar a empresa

Há escândalos que são autênticas novelas mexicanas e, por 2022 ter sido palco de várias, há uma que parece que caiu no esquecimento do público: tem como protagonistas a Huawei e os Estados Unidos da América (EUA).

Segundo a Huawei, o veto dos EUA já não afeta o seu negócio.

Huawei


UE ameaça Elon Musk com sanções por ter suspendido as contas de jornalistas

Elon Musk já assumiu a chefia do Twitter há algumas semanas e a forma como tem pegado no leme será, para muitos, questionável. Se ontem lhe dissemos que o milionário estava a bloquear jornalistas da rede social, hoje, dizemos-lhe que a União Europeia (UE) está a ameaça-lo com sanções por causa disso.

O aviso foi feito, claro, através do Twitter.

Elon Musk e Twitter


China e Huawei juntas na produção de chips para contornar as sanções os EUA

Começou em 2019 o processo de afastamento da Huawei nos negócios dos EUA. O país, na altura liderado por Donald Trump, assinou uma série de sanções e bloqueios que impediram, até hoje, que a marca chinesa conseguisse manter as suas parcerias e produtos das marcas e fabricantes norte-americanas, ou cujas negociações também passassem pelo país. Esta situação teve um forte abalo na produção, crescimento e receita da Huawei, tendo esta que aprender a ‘crescer sozinha’ ao criar várias ferramentas, como o próprio sistema operativo móvel e loja de aplicações para os seus smartphones.

Mas tal acabou também por fortalecer a vontade da China em ultrapassar as adversidades, sendo que as mais recentes informações indicam que o país asiático e a Huawei se uniram para produzirem chips eletrónicos e, assim, contornar as sanções impostas pelos EUA.


Boas notícias a caminho? EUA começam a aliviar as suas sanções contra a Huawei

Todos conhecem a situação da Huawei e os limites que os EUA colocaram no acesso a tecnologia. A empresa está literalmente barrada no país e isso acabou por se espalhar de forma rápida, com outros locais a aplicarem as mesmas políticas.

Esse momento parece agora estar prestes a ser aliviado, com novas alterações que o Gabinete de Indústria e Segurança do Departamento de Comércio dos EUA. As restrições foram aligeiradas e há boas notícias. Esperava-se mais, mas esta alteração pode significar uma mudança importante no futuro.

Huawei EUA sanções segurança


iPhone 14 chegará à Rússia, apesar de todas as sanções de que o país é alvo

A Apple já revelou o seu mais recente smartphone e deixou os entusiastas em êxtase, como, aliás, é habitual. O iPhone 14 já está disponível e, se a Rússia achava que não ia ter acesso à máquina, estava enganada, pois ela vai ser vendida no país.

As sanções que lhe foram impostas estão a ser contornadas…

Vladimir Putin com iPhone