Quantcast
PplWare Mobile

Sem as sanções dos EUA, a Huawei poderia ter dominado o mercado, diz executivo da marca

                                    
                                

Fonte: PhoneArena

Autor: Marisa Pinto


  1. irlm says:

    Está a esquecer-se que a Xiaomi tomou conta do lugar deles, isto porque nas cadeias de lojas (Fnac, Worten, MediaMarkt, etc) já não tem expositores da Huawei, os produtos da mesma ficam arrumados num canto.

  2. Michael says:

    Não fossem eles espiões vassalos do opressor regime comunista chinês e já não teriam sido alvo de sanções. Temos pena. Basta olhar para a Lenovo para ver como uma empresa se deve comportar com parceiros ocidentais.

    • Danilo says:

      EUA espia a todos e com provas. Há provas da Huawei?

      • Jose says:

        Acha que alguém na sociedade chinesa pode-se dar ao luxo de denunciar as acções do Estado como acontece nos EUA? Que ingenuidade! Mais, os EUA são o país mais espiado do Mundo, includive pelos aliados! Os alemães ficaram muito “ofendidos” por saber que eram espiados pelos norte-americanos, nem meia dúzia de meses passaram e tiveram de engolir um sapo ao descobrir-se que também espiavam os EUA à força toda! Olhe que anda muito enganado na vida!

        • Estradiol says:

          Deixa para lá, ele só ouve a propaganda chinesa e russa…

        • RPG says:

          Não é querer defender o CCP, mas achar-se que nos EUA já se pode denunciar as acções do governo sem consequências gravíssimas, é de uma ingenuidade sem precedentes LOL.. Basta ver o que aconteceu ao Edward Snowden, e para onde ele teve de fugir.. caso contrário a esta já seria carne picada LOL. O mais engraçado é que não conseguiu responder à questão do Danilo, nem sequer apresentar um argumento com algum tipo de peso ou lógica.

          • Danilo says:

            Foi o que percebi RPG, limitaram-se apenas a criticar a Rússia e a China e não responderam a minha pergunta. E se está provado que todos se espiam, porque sancionar alguém que você acredita que espia e sem provas?

        • maxim says:

          usa boot licker

    • PorcoDoPunjab says:

      Michael, é preciso ser muito tapadinho para sequer equacionar a hipótese de que as sanções foram devido a espionagem e não sei o quê.
      Não terá sido antes porque a Huawei estava a ameaçar a posição da Apple?

      Abra os olhos que já é de dia…

      Atenciosamente, PorcoDoPUnjab, o encantador de burros

  3. supersilva says:

    Alguém dúvida? Acusaram eles de espionagem, obrigaram os aliados a criar sanções, bloquearam o 5g, prenderam executivos e cadê as provas?

  4. Yamahia says:

    Embora não gostasse da marca, não duvido que a Huawei hoje seria o nr. 1.
    A curva de crescimento deles era muito forte, já tinham vulgarizado a Apple e aprestavam-se para fazer o mesmo à Samsung.

    • rui says:

      os telem]oveis s\ao peanuts. os EUA tem as network techs todas ameaçadas, tanto em equipamento como em r&d e a perseguição deu-se por isso, se eram “espiões” nem sequer interessava, foi a forma de dar a palha

  5. Paulo Jorge says:

    Tivesse cumprido as regras! As sanções só são aplicadas a quem transgride! Lamento mas não merece pena!

  6. JCR says:

    Contra as empresas espiãs do país da ditadura do PCC (Partido Comunista Chinês)… só têm que fazer + e + e + e + e + sanções!

    Relações com ditaduras, deviam ser ZERO!

    • Jose says:

      Nem mais. Pela frente, fingem ser amigos, pelas costas, tratam-nos como inimigos! Basta ver como estavam a tratar os EUA antes destes terem aberto a pestana. Chegaram ao ponto de criar desenhos e maquetes de navios norte-americanos para ensaiar a forma de os bombadear mais eficazmente. Espiavam tudo o que podiam e não podiam. Hoje pelos menos, sabemos como agem: espiam e roubam toda a tecnologia que podem depois fingem ser original deles! Ao mesmo tempo, os EUA e a UE diziam que teriamos de os ajudar a enriquecer e estabelecer mais interdependência para que não criar más intenções e evitar conflitos militares. O que se viu, foi ocuparem territórios de outros países, criar ilhas artificiais, e aumentar de forma exponencial o seu poder naval e militar em geral! A política de apaziguamento, muito nobre por sinal, viu-se como funcionou com a Rússia, passaram a ver o Ocidente como fraco e fácil de manipular!

      • PorcoDoPunjab says:

        Jose, é isso mesmo, até porque o maior espião a nível mundial não são os USA, nem lá perto hehehe…
        Lembra-se do Snowden? Claro que não…
        Lembra-se deles andarem a espiar as conversações da Merkel e outros aliados europeus?
        Claro que não se lembra tb… epá, vc não se lembra de nada…

        Vc acha que algum país dito de primeiro mundo não espia como pode?
        Uns podem muito, outros pouco, outros nada, depende dos meios que têm disponíveis.

        Em relação a expansionismo militar, diga-se só uma coisa, quantas bases militares têm os EUA fora do seu território?
        E quantas têm os Chineses?
        Quem é expansionista agora, quem é?

        Sai mais um encantamento

        Atenciosamente, PorcoDoPunjab, o encantador de burros

  7. Helder Coelho says:

    Comparar a Xiaomi a Huawei? Grande lolada!!! Xiaomi não se foca em nada, muita parra e pouca uva…. Inovação onde anda ela ? E começa abusar nos preços para a caca que vende!

    • PorcoDoPunjab says:

      Helder, adquiri um POCO F3 por 300 euros, novo.
      Estou super contente com o produto.
      Acha que é caro? 8 Gb Rom e 256 GB capacidade interna.

      • Helder Coelho says:

        Não, mas a probabilidade de falha no hardware e software são elevadas, os bugs nunca são corrigidos, promessas de atualizações e depois deixa a desejar, quase inexistentes tanto a corrigir bugs como a introduzir novidades. É preciso sorte com a Xiaomi, é o que tenho a dizer. Tenho vários produtos e sei do que falo.

  8. V.T. says:

    Batoteiros não obrigado! Chineses copiam tecnologia ocidental e nunca são penalizados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.