PplWare Mobile

Tags: Robô

ROBOpilot: O robô que consegue pilotar um avião sozinho

Nos últimos anos o segmento da robótica tem evoluído quase de forma “assustadora”. A agilidade e autonomia dos robôs é cada vez maior e mais inteligente, conseguindo estes executar tarefas que até aqui só os humanos conseguiam realizar.

Uma das últimas novidades desta área é o ROBOpilot, um  robô que consegue pilotar sozinho um avião.

ROBOpilot: O robô que consegue pilotar um avião sozinho


FEDOR: Rússia lança nave Soyuz a caminho da ISS com androide a bordo

A Rússia lançou hoje o Soyuz MS-14 a caminho da Estação Espacial Internacional (ISS). Dentro da nave segue um androide como único membro da tripulação, num voo de teste para certificar o foguete porta-aviões Soyuz 2.1a.

Durante o voo, o robô transmitirá imagens do interior da Soyuz e informará ao Centro de Controlo de Voo Espacial. Além disso, o robô pode fazer várias outras tarefas.

Android da Rússia que vai em viagem até à ISS na nave Soyuz


Robô que vigia o rio já apanhou 27 moradores a poluírem o Vizela

Depois de detetadas águas residuais encaminhadas diretamente para o rio, a Câmara de Vizela identificou 27 habitações a prevaricar. Recorrendo a um robô, foi possível a identificação dos locais e dos proprietários. Deste modo, as ações levaram a autarquia a atuar, notificando os autores para a rápida resolução das situações.

A empresa responsável pela inspeção dos recursos hídricos utilizou um robô que tem instalada uma câmara de vídeo que identifica a origem da poluição.

Imagem inspeção com robô de descargas no Rio Vizela


Robô aspirador Xiaomi Roborock S6, a evolução

Recentemente, no Pplware testámos o Xiaomi Roborock S5, um robô aspirador que também serve como esfregona, uma vez que inclui uma mopa, com água.

A marca, sob a alçada da Xiaomi, incluiu mais modelos no seu portfólio e o Roborock S6 é um deles. Uma evolução do S5. Conheça mais alguns pormenores.

Robô aspirador Xiaomi Roborock S6, a evolução


Pele eletrónica é 1000 vezes mais rápida que a nossa pele

O corpo humano é uma fantástica criação da natureza. Estamos equipados com mecanismos super avançados e de difícil substituição. Cada centímetro quadrado da nossa pele contém cerca de 200 recetores de dor, desses 15 são para pressão, 6 para frio e 1 para calor. Contudo, o ser humano investe em conhecimento para ir mais além com a tecnologia. Dessa forma investigadores da Universidade Nacional de Singapura (NUS) desenvolveram pele eletrónica 1000 vezes mais rápida que a pele humana.

Esta criação tem como finalidade capacitar os robôs a sentir o toque e interagir de forma próxima ao ser humano.

Imagem pele eletrónica mais rápida que a pele dos humanos