Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Face ID

O iOS 15.2 já não irá desativar o Face ID do iPhone 13 quando os ecrãs forem substituídos

Foi uma das medidas polémicas que a Apple tentou introduzir este ano com o novo iPhone 13. Depois do equipamento ter chegado ao mercado, descobriu-se que, se o ecrã do iPhone 13 fosse trocado fora dos canais oficiais, o Face ID deixava de funcionar. Mais tarde percebeu-se qual o chip que controlava esta verificação e apareceu de imediato um “truque” para trocar o ecrã e não perder a verificação facial. A Apple parece ter dado um passo atrás com o iOS 15.2.

De acordo com um novo relatório, o iOS 15.2 garante que substituir o ecrã do iPhone 13 não desativa o Face ID.

Imagem iPhone 13 Pro Max com Face ID e ecrã original


Apple explica a razão de o MacBook não ter ecrã táctil ou Face ID

Depois da Apple ter apresentado o novo MacBook M1 equipado com SoC Max e M1 Pro, muitos perguntaram por que razão não foi colocado no notch a tecnologia Face ID, já que é um dos mais avançados sistemas para identificação do utilizador. Além disso, a Apple poderia ter aproveitado para colocar os ecrãs dos Macs sensíveis ao toque, algo que também não aconteceu. Contudo, a Apple tem uma explicação para estas interrogações.

Em declarações ao Wall Street Journal, os executivos da Apple justificaram a resistência da empresa em adicionar estes recursos ao Mac.

Imagem MacBook Pro M1 Max


Vídeo mostra que é possível substituir um ecrã do iPhone 13 sem perder o Face ID

No mercado da tecnologia a palavra impossível não existe. Aliás, ao longo dos anos até as leis da física são desafiadas. Um dos “impossíveis” que a Apple quis impor foi a substituição dos ecrãs por substitutos não certificados que acarretava a perda da função Face ID. Ora, um vídeo agora lançado mostra-nos que é possível substituir o ecrã do iPhone 13 e não perder o Face ID. Contudo, há aqui indícios do que a Apple poderá estar a preparar para um futuro próximo.

No vídeo são usados ecrãs originais, mas de dispositivos diferentes. O que acontece é que há um chip que identifica a alteração e bloqueia o Face ID. No entanto, há volta a dar!

Imagem iPhone 13 com ecrã que desliga Face ID


iPhone 13: Se trocar o ecrã num reparador não autorizado o Face ID deixará de funcionar

O iPhone 13 é o smartphone do momento, com todas as novidades que foram apresentadas pela Apple na sua Keynote. Ao chegar agora às mãos dos utilizadores, começa também a ser avaliado em ambientes reais e de utilização normal no dia a dia.

Uma análise mais profunda, realizada por um conhecido Youtuber, revelou uma realidade que não era esperada. Ao trocar o ecrã do iPhone 13 fora dos canais oficiais, o Face ID deixa de funcionar.

iPhone 13 Apple ecrã Face ID trocar


Apple diz que o iOS 15 melhora a tecnologia anti-spoofing do Face ID

A tecnologia por detrás do Face ID é um dos tipos de hardware e software mais avançados que alguma vez foi colocado num dispositivo. A câmara TrueDepth capta dados faciais exatos através da projeção e análise de centenas de pontos invisíveis para criar um mapa do rosto do utilizador em profundidade, enquanto capta uma imagem de infravermelhos do rosto. Com o lançamento do iOS 15, a Apple trouxe ainda mais segurança, incluiu melhoramentos na tecnologia anti-spoofing.

Esta nova versão do iOS traz uma correção à tecnologia Face ID. Conforme sabemos, esta robusta medida de segurança está disponível para todos os dispositivos com o sensor TrueDepth: desde o iPhone X até à linha iPhone 12 e iPad Pro de terceira geração.

Imagem Face ID melhorado no iOS 15