PplWare Mobile

Tags: banir

WhatsApp está a banir utilizadores apanhados em grupos com nomes estranhos

Depois de muitas situações de abusos, o WhatsApp tomou medidas muito restritivas no seu serviço. Procurou assim que estas situações não se tornassem hábito e garantir que a utilização do seu serviço tivesse regras.

Se a maioria dos casos estava na disseminação de notícias falsas, o foco parece agora estar a ser alargado. Os mais recentes casos dão conta de que o WhatsApp está a banir utilizadores apanhados em grupos com nomes estranhos.

WhatsApp banir utilizadores grupos nomes


Google: anúncios de criptomoedas serão banidos a partir de junho

A Google anunciou que irá seguir os passos da Facebook e banir todos os anúncios relacionados com criptomoedas da sua plataforma a partir de junho deste ano.

Assim, a gigante de Silicon Valley irá proibir a publicidade de criptomoedas e todo o conteúdo relacionado com esta tecnologia. Esta nova medida inclui ofertas iniciais de moedas virtuais, exchanges de criptomoedas, carteiras virtuais e até aconselhamento no que toca a investimentos.

criptomoedas


Rússia quer banir iPhones e iPads a partir de 2015

A notícia já era esperada, dadas as movimentações das autoridades no que toca à utilização de servidores fora do país.

Agora é uma certeza! A Rússia irá banir do país muitos serviços e produtos, entre os quais estão o iPad e o iPhone.

imagem_russia_iphone00


Dispositivos Apple banidos do Governo Chinês

… devido a questões de segurança.

Ao longo dos últimos anos, a China tem ganho um especial destaque no panorama tecnológico mundial. Por um lado, as empresas de tecnologias têm tido um crescimento significativo e, por exemplo, no caso dos dispositivos móveis especula-se até que em breve possam ultrapassar, à escala mundial, empresas como a líder Samsung. Por outro lado, o Governo chinês já é bem conhecido pelas medidas radicais nesta área.

A vítima mais recente foi a Apple que agora se vê impossibilitada de vender equipamentos para a Administração Pública chinesa.

china_00


União Europeia pretende banir pornografia da Web

ACTUALIZAÇÃO

Resultados das votações demonstram que nem todos os textos propostos foram aprovados. (ver link no final do artigo)

No mês passado noticiámos um estudo que indicava que que as redes sociais eram mais perigosas que os sites de pornografia.

Contudo, no próximo dia 11 de Março, os membros da União Europeia vão reunir-se no parlamento, e votar, no dia 12, numa proposta que pretende acabar com o conteúdo ‘adulto’ existentes em toda a media, inclusivé na web.

Este relatório tem como principal objectivo combater estereótipos de género, uma vez que parte do princípio de que a pornografia e a exposição sexual das mulheres não respeitam as normas dos direitos humanos femininos. Esta proposta quer ainda impor sanções a empresas e particulares que promovam este género de conteúdo e material.

EU1