Quantcast
PplWare Mobile

Tags: banir

Deveria Portugal proibir o TikTok nos equipamentos oficiais do Estado?

O TikTok é atualmente uma das redes sociais mais populares, especialmente entre os jovens. Muitos dos utilizadores que antes se encontravam no Facebook e Instagram, opatram agora pela plataforma chinesa. Mas a app está envolta em várias polémicas e muitos países já a estão a proibir nos smartphones oficiais. Assim, na nossa questão semanal queremos que nos diga se Portugal deveria também proibir o TikTok nos equipamentos oficiais dos funcionários do Estado. Participe!


Rússia criou uma lista negra para banir as apps de mensagens estrangeiras

No seu esforço para eliminar parte da informação da guerra na Ucrânia, a Rússia tem tomado medidas controversas na Internet no país. Neste processo foi criada uma lista negra de apps de mensagens que foram banidas na Rússia.

Rússia apps mensagens Ucrânia banir


WhatsApp começou a banir utilizadores que usam as apps não oficiais do serviço

As muitas apps não oficiais do WhatsApp podem ser para muitos uma escolha óbvia. A verdade é que acabam por trazer problemas como se está a ver agora, em que cada vez mais utilizadores destas apps estão atualmente a ser banidos do WhatsApp.

WhatsApp banir apps não oficiais contas


Amazon processada por empresas que incentivavam avaliações positivas

Este ano, a Amazon baniu cerca de 600 marcas chinesas, por violarem a sua política de vendas online, através de avaliações fraudulentas. Agora, por essa razão, essas empresas estão a processar a retalhista.

Segundo as marcas banidas, a empresa de e-commerce está a provocar uma redução dos seus ganhos.

Amazon na China


Twitter banido da Nigéria por questões políticas

As redes sociais são uma forma muito simples de propagar informações e opiniões de uma forma que nem sempre agrada aos líderes políticos. Nesse sentido, o governo da Nigéria anunciou que suspendeu, indefinidamente, as operações da rede social Twitter no país.

Ironicamente, o anúncio foi feito através da própria plataforma.

Twitter