Quantcast
PplWare Mobile

Twitter banido da Nigéria por questões políticas

                                    
                                

Autor: Ana Sofia


  1. Joao Ptt says:

    É vergonhoso o Twitter estar disponível na Nigéria, espero que o Twitter não volte a estar disponível naquele país, mesmo que o estado de lá queira no futuro tal.

    Aproveitar e cortar todas as ligações de Internet de e para a Nigéria, para se acabar com os esquemas do príncipe nigeriano e similares palermices.
    Se não for pedir muito, aproveitar e cortar também as ligações para a China, Rússia e Índia.

  2. José says:

    Já agora Facebooks, Instagrams e tik-toks. Só servem para censurar, vigiar e impor políticas que entendem sem respeitar nada nem ninguém. Quiçá as pessoas ficassem um pouco mais inteligentes e mais sábias.

  3. Bambu says:

    Empresa que fecha arbitrariamente milhares de contas, fica escandalizada quando fazem o mesmo com ela…

  4. jorge says:

    Deveriam de fechar todas as redes sociais, e todas as aplicaçoes de telecomunicaçoes sem exceçoes, é tudo farinha do mesmo saco, ou entao serem todas pagantes, preços bem elevados todos a cima dos 50€.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.