Quantcast
PplWare Mobile

Samsung vai deixar de vender componentes à Huawei

                                    
                                

Fonte: The Verge

Autor: Marisa Pinto


  1. Os Rótulos says:

    EUA – 5G – Verizon – contrato de 6,6 mil milhões de dólares e boa posição para contratos noutros países.
    Surpresa.

  2. SANDOKAN 1513 says:

    “Assim,a empresa tem cada vez menos empresas de fornecimento para os componentes dos seus telefones.” Isto para a Huawei é muito mau.Cada vez mais são os fornecedores que se afastam dela. 😐

    • JJ says:

      Afastam-se não por culpa da empresa mas porque o Tropeta marrou com eles. Enfim, com esta guerra todos perdem milhões e como sempre os consumidores é que pagam, mas claro, que têm que fazer opções…
      Vamos ver se a Huawei não faz como tem feito e surpreende de novo, afinal já tem poder para isso.
      A ver vamos….

  3. Pirata das cabernas says:

    Acho muito bem. A China tem que levar um bom puxão de orelhas.

    • Samuel MG says:

      Até que a China se passe e comece a cobrar os 60% da divida externa do EUA.

      • Abreu says:

        Ainda dependem do dólar, senão já tinham feito

        Deixa lá a moeda deles ficar forte que o disco já muda

        • Tadeu says:

          a moeda chinesa não pode ficar forte, estão demasiados dependentes das exportações. Uma moeda forte significa valorização da moeda, o que tornaria os produtos que vende mais caros para outros países.
          É por isso que sempre se preocuparam em tentar manter a moeda num valor relativamente fixo face ao dólar.

      • Tadeu says:

        A China não controla 60% da dívida externa dos Estados Unidos, nem sequer é o país que detém mais divida dos Estados Unidos.
        Para além disso essa dívida são títulos americanos com prazos de pagamento definidos, e os EUA não estão em falta nos pagamentos.

  4. asdf says:

    Em 2021 a Huawei ou terá um OS mobile que desperta o interesse do publico ou vai à falencia. Servidores, switch e etc que eram muito bons, a maioria das empresa já nao compram desta marca.

  5. Kabindas says:

    Mais um (ou dois) pregos pro caixão :/

  6. ervilhoid says:

    Sanções americanas… estes tipos fazem isto em todo o lado e depois dizem-se os maiores do mundo…
    1 país recente que só conheceu guerra, racistas, prisões cheias, maiores consumistas, crime, corruptos, agora com a situação actual desemprego

  7. RM says:

    Isso vai apenas forçar e acelerar a Huawei a desenvolver os seus próprios componentes.
    Vai levar algum tempo, mas na China o que não falta é talento e $$$ para investir em fábricas de componentes electrónicos.

    • Euéquesei says:

      Rm, tb estou confiante nisso.
      Huawei vai sair disto mais forte e independente.
      É a única marca que uso para telefones.
      Aqui em casa todos os telefones são desta marca…

    • Pirata das cabernas says:

      A China não tem talento. Apenas copia.
      Os outros criam e eles copiam Sempre foi assim.

      Agora que o material está melhor que há uns anos.. Sim está

    • Tadeu says:

      podem é não ter acesso à maquinaria para equipar essas fábricas de componentes, os Estados Unidos estão a apertar o cerco.

      • Abreu says:

        Tadeu sem esses minerais na há ecrãs, não há transistores… Se a China para as minas… Já sabem o que acontece! Um equipamento que hoje custa 200 pode passar a 400 ou mais.. vai aos bolsos de todos

        • Tadeu says:

          A China não pára as minas porque depende dos produtos que compra derivados desses minerais e também porque o controlo que tem advém de poucos países terem investido dinheiro em novas minas, mas isso está a mudar.
          A única coisa que a China pode fazer é recusar vender a alguém em particular ou aumentar os preços, mas isso é limitado porque acaba por incentivar o investimento noutras minas.
          Já a venda de maquinaria para fábricas na China pode ser impedida, pois o que não falta são fábricas fora da China.

          • Abreu says:

            Mas Tadeu 97 por cento desses mineiros estão na China, a China e comunista as minas pertencem ao estado. Logo tás a ver a série….

          • Tadeu says:

            Abreu, isso não é verdade. O que a China tem é cerca de 85% da produção mundial.
            Estima-se que possa ter 2/3 das reservas mundiais, mas isso são estimativas com base naquilo que se conhece da abundância de determinados minérios com custos mais reduzidos de extração, mas os elementos em si existem um pouco por todo o lado (em diferentes minérios).
            Se os preços subirem passa a ser viável usar várias outras fontes e minas fora da China.
            O que a China fez há décadas foi investir fortemente nestes minerais reduzindo os preços ao ponto de fecharem minas no resto do mundo. O poder que obteve depende dos preços não subirem demasiado, e de não estrangular demasiado a exportação. Aproveitou-se disso para dar vantagens a certas indústrias na China, mas o fabrico de chips não foi o mais beneficiado.

  8. eu says:

    Neste caso os meios justificam os fins.
    O mundo está demasiado depende da China.
    Isto pode criar equilibrio.

    • Eddy says:

      Pelo contrario, da para ver que o mundo esta dependente dos EUS caso contrario Huawei nao estava aonde esta agora. As outras empresas deviam pensar nisso pois EUA pode acabar facilmente com uma empresa. Se a EUA quizer a xiaomi , oppo e outros lixam se

  9. Zeca says:

    Parabéns Donald Trump. Aguardo ansiosamente a sua reeleição para dar o troco nesses comunistas que espalharam essa doença no mundo e ainda lucram com a venda de equipamentos. Boicote a tudo que é chinês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.