Quantcast
PplWare Mobile

Tags: componentes

Ford pode não conseguir enviar 45.000 carros por falta de peças

Vivemos um momento estranho no mercado tecnológico onde a falta de componentes acaba por afetar significativamente os equipamentos que deveriam chegar às nossas casas. Mas no setor automóvel, essa condicionante está a deixar as fabricantes à beira de um ataque de nervos.

As mais recentes informações mostram isso mesmo e, por exemplo, a Ford poderá não conseguir completar e enviar cerca de 45.000 carros devido à falta de peças para os mesmos.


GlobalFoundries e STMicroelectronics vão construir uma fábrica de chips na França

Tal como já aqui referimos por diversas vezes, a escassez de chips promovida sobretudo pela pandemia da COVID-19, foi um dos principais motivos para que as pessoas no geral entendessem a importância que este setor tem em grande parte dos equipamentos tecnológicos do mundo.

Assim, o aumento da produção destes componentes tem sido um dos grandes objetivos da indústria. Como tal, informações recentes indicam que as empresas GlobalFoundries e STMicroelectronics estão a unir esforços para construírem uma fábrica de chips na França.


Samsung vai investir 356 mil milhões de dólares em chips, biotecnologia e IA

A pandemia da COVID-19 tornou mais claro e evidente que o segmento dos chips eletrónicos é um dos que tem maior importância em todo o mundo tecnológico. Como consequência, muitas fabricantes têm neste momento investido ainda mais neste setor, como forma de garantir stock e produção a longo prazo.

Neste sentido, a Samsung vai agora investir 356 mil milhões de dólares em chips, mas também em biotecnologia e Inteligência Artificial.


Samsung prepara-se para aumento dos preços de componentes que irá afetar o consumidor

O mundo está a enfrentar uma crise ao nível do fornecimento de componentes dedicados não só aos dispositivos como smartphones ou computadores, mas também o segmento automóvel, da construção civil, entre muitos outros segmentos. Atrasos nos lançamentos, aumentos de preços, abdicar de recursos, são apenas algumas das consequências que se enfrentam de forma transversal.

Sendo a Samsung uma das empresas ligadas à produção de componentes, também ela está a ser afetada e os preços vão subir.

Samsung prepara-se para aumento dos preços de componentes que irá afetar o consumidor


Governo da Rússia quer produzir chips de 28 nm até ao ano 2030

Devido à guerra, que dura há quase dois meses, a Rússia tem sofrido diariamente pesadas sanções em vários setores, entre eles o tecnológico, que também se uniu para castigar o país de Vladimir Putin pela sua conduta.

Assim, as últimas informações dão conta que a Rússia irá fazer um significativo investimento para reativar o fabrico de semicondutores. Segundo o que foi revelado, o país pretende produzir chips com um processo de fabrico de 28 nm até ao ano de 2030.