Quantcast
PplWare Mobile

Microsoft só matará o Adobe Flash quando o Google Chrome também o matar

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Asdrubal says:

    E 10 anos depois… acabou-se o suporte ao Flash.

  2. eu says:

    Um jornalismo totalmente isente.

  3. Ze Carlos N says:

    O Flash teve o seu papel fundamental no tempo em que nao havia alternativa. Foi muito bom ter existido. Esse tempo acabou. O Flash ja devia ter morrido ha uns anos.

    Ja agora, comecava a ser altura das empresas portuguesas largarem as animacoes flash nos websites.

  4. SANDOKAN 1513 says:

    Excelente artigo,comendador Vítor Martins. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.