PplWare Mobile

Adobe suspende desenvolvimento do Flash Player…


Destaques PPLWARE

  1. Vítor M. says:

    Afinal, e como tínhamos escrito há uns anos para cá… Steve Jobs tinha razão! 🙂

    Equipamentos a correr flash podem fritar ovos

    • Pedro Pinto says:

      eh eh eh. Realmente, se calhar muitos sempre acreditaram que o Flash não iria ter futuro mas não tiveram a coragem de o dizer publicamente. Parece que Steve Jobs marcou mais um ponto!

      Acho que é hora de se olhar para o flash como uma tecnologia obsoleta!

      • Tiago Dias says:

        Dá que pensar.

        Além da visão que Steve Jobs tinha, praticamente inigualável, tinha o complemento ideal para essa visão, que era a capacidade e coragem de ir contra tudo e contra todos para dizer publicamente o que pensava. É se calhar isso que grandes génios não conseguem, passando por vezes um pouco mais despercebidos.

        Quanto ao flash, agora no inverno até dava um certo jeito, tá aí a chegar o frio.. 😀

      • Pedro H. says:

        @Pedro Pinto
        Por enquanto ainda não. O flash ainda oferece uma boa fluidez nos 3D’s,animações e som. Para jogos online é uma boa opção. Embora saiba que o HTML5 e o CSS3 estão a apanhar o Flash, as ferramentas de desenvolvimento ainda não estão maduras o suficiente para que possamos “deprecar” totalmente o flash. Sinceramente não sei o que o flash ainda tem para oferecer. Poderia mencionar som e câmara em tempo real, mas deixem lá os browsers terem a tag “device” a funcionar, para vermos onde o Flash vai parar 😀

      • O_Vigilante says:

        O Flash não é uma tecnologia obsoleta…
        O Flash apenas não está indicado ou preparado para mobile…

        Não difamar de que o Flash e de que o HTML5 é que vai ser o futuro…
        Cada tecnologia consegue viver no seu espaço adequado…

        • Pedro Pinto says:

          Engraçado o teu comentário…estão se o presente/futuro é dispositivos móveis…o flash não deve começar a ser entendido como uma tecnologia obsoleta.
          Penso que o flash não irá ter “oxigeno” para sobreviver!!!!

    • RCS says:

      É óbvio que o flash é pesado para dispositivos móveis. É óbvio que não é o futuro. Discutir isso é perder tempo.
      Mas ainda há vários sites que utilizam flash para as suas funções mais básicas. É aí que se torna interessante ter flash no tlm!

    • Ryan says:

      Sim ele era um visionário. O homem, ponto 1, tinha sempre razăo. Ponto 2 quando năo tinha razăo os seus empregados e seguidores tinham de observar o ponto 1.

      Ironias a parte acho que alguma pessoa que anda nisto das tecnológicas a algum tempo entendeu desde a muito que o flash năo tinha espaço nos dispositivos móveis. Eu diria que é o mesmo que instalar uma aplicaçăo escrita para um computador normal dentro de um dispositivo móvel. Ok rendeu enquanto teve de render mas uma alternativa tinha de ser criada. Qual é o espanto e porque tanta coisa de que o fulano tinha razăo?

      • RaCcOn says:

        Tem piada que a uns tempos atrás, os AppleHaters, um dos argumentos que tinham contra o iPhone era não suporte ao flash… lol

        • Ryan says:

          Eu nao sou nenhum “Apple Hater” ou seja la o que for mas de certeza que nao disse nada contra o favor nem contra. Sempre fui da opiniao que alguma coisa tera de ser feita porque o flash em termos de recurso e ate pesado para computadores quanto mais para telemoveis.

          • RaCcOn says:

            Não procurei por posts teus, mas qualquer das formas por norma era o o que costumavam a dizer…aliás continuam, quando o flash acabar de vez, lá vão ter de arranjar outro argumento 😉

        • Andre says:

          Engraçado que os dispositivos Android e Blackberry vão continuar a ter suporte Flash pelo menos em actualizações.
          Não é ser AppleHater, toda a gente sabe que o Flash é pesado, mas ninguém obriga ninguém a instalar o que não quer, só instala quem quer, mas no IPhone não tinhas essa possibilidade de escolha, não era o facto da tecnologia ser obsoleta (mas ainda muito usada) que levava a quem me limitassem a escolha. Os carros deviam ser já todos eléctricos, mas ainda andam com uma tecnologia obsoleta a base de combustíveis fósseis…

          • Ricardo Santos says:

            +1

          • Gaius Baltar says:

            Agora esse problema está resolvido. Não vais poder escolher instalar em dispositivo nenhum, pois o Flash não existirá mais! 😀 Além disso a tua comparação é mal feita. Os carros deixarão de ser movidos a cavalo (Flash) e passarão a ser movidos a gasolina (HTML5)

          • RaCcOn says:

            Lamento desapontar-te…mas se uma tecnologia é obsoleta e com muitas falhas, as marcas deverão de deixar de dar suporte as mesmas para que outras tecnologias melhores e com menos falhas comecem a destacar-se…isto vai fazer com que quem quiser chegar até a mais utilizadores faça upgrades etc etc etc…a Apple fez a parte dela no IOS…deixou de utilizar flash…algo rudimentar e com imensas falhas…mantendo a linha de qualidade do seu sistema operativo e caminhando no sentido da evolução do mercado…
            A Google no Android, prefere que os utilizadores possam instalar tudo o que querem e bem lhes apetece, nada contra, mas isso faz com que muita gente instale coisas que não deve…coisas que fazem o sistema ficar instável…essas são aquelas pessoas que pouco ou nada percebem do assunto e de quem é a culpa da máquina ficar instável?
            Claro, da marca…hehe

            Apesar do teu exemplo ser disparatado, se todas as marcas de carros começarem a ir no sentido do desenvolvimento de carros movidos a energia eléctrica, as gasolineiras terão de evoluir nesse sentido de modo a conseguirem chegar até ao maior número de pessoas possível…
            Agora se todos pensarem, não vamos evoluir isto porque ainda existem muitas estações de serviço a vender gasolina e poucas electricidade…continuamos sempre na mesma, e evolução?Nada….

            Clear?

    • Ppietra says:

      Isto tb vai ditar o fim do Flash em tudo o resto, como plataforma de video!! É só uma questão de tempo, pois se não se está em todo o lado perde-se a relevância.
      Acho que a Adobe verificou o pesadelo que iria ser ter que optimizar o flash para todos os novos dispositivos e para a variedade de sistemas operativos. Para além de que a ausência da Apple, e o impulso dado ao HTML5, implicaria sempre que a Adobe teria no mínimo que trabalhar no Flash e HTML5, duplicando recursos!!

      • Ppietra says:

        Até digo mais, o próprio Adobe AIR tem os dias contados – pelo menos na dependência de tecnologia flash!!!
        A Adobe adquiriu à pouco tempo outra companhia (Nitobi) que tem tido muito mais sucesso com ferramentas para a criação de aplicações multi-plataforma! De modo que é bem possível que a Adobe vá começar a deixar o flash para trás, e tentar transferir as boas tecnologias do flash para o universo HTML5/Javascript. Se conseguir isso, continuará a ser um grande poder na área multimedia!

    • Pedro Levi says:

      Fan boy! lol

      enfim mas eles nao dizem q vao descontinuar o flash mas sim o flash player que é o addon/plugin para sites..

      vao apostar no adobe air que nao deixa de ser flash..

      • a friend® says:

        Como se aplicações em Flash fossem exemplo para alguém.

        São lentas, crasham muito e esteticamente uma confusão. Nada melhor como ter aplicações nativas feitas para os sistemas operativos.

        O Adobe AIR está condenado. Ele só é usado por permitir um melhor suporte multiplataforma, mas isso o HTML5 com WebApps fará o mesmo e quem sabe melhor, pois conseguirá usar recursos nativos do sistema operativo, sem plugins.

    • L. Mata says:

      O Steve Jobs não tinha razão. O que ele fez foi aproveitar o facto de as pessoas ligarem ao que ele dizia e comprou uma guerra com a Adobe. No final aparentemente ganhou essa guerra. Mas caso o Steve Jobs não tivesse feito o que fez possivelmente nesta altura ja estariamos a ver uma adobe com um plugin estavel e menos problematico e a trabalhar no iOS. Em vez de se investir na resoluçao do problema optou-se por matar o problema. O tempo dirá se foi acertado.

      Muito ouço falar do HTML5 mas o que a maioria das pessoas desconhece
      é que se há coisa onde não ha um mar de rosas é no HTML5. Mas enfim… vivemos na era das buzzwords e do uso de software beta (como todos sabemos o HTML5 ainda não está totalmente desenvolvido e ainda recentemente foram feitas alterações que vieram provar isso mesmo)

      • a friend® says:

        Eles tiveram opurtiniade de o fazer no Android e já desistiram. Porque motivo é que no iOS ia funcionar?

        Steve Jobs disse mesmo, se eles um dia mostrassem algo rápido, estável e de baixo consumo, que nesse caso aceitaria o Flash no iOS.

        O Steve Jobs não ganhou nenhuma guerra, a Adobe é que perdeu a oportunidade de salvar o Flash. Steve jobs simplesmente foi o unico com coragem de dizer não, façam melhor. A Adobe amuou, rebolou, tentou e falhou. É simples.

  2. SemNome says:

    Finalmente uma boa noticia.

    HTML5 é o futuro, eu uso-o no YouTube desde o 1º dia em que foi disponível.

    Já estava mais do que na hora de deixarem o flash.

    BTW- a HTC vai lançar um smartphone quad-core.

    • António says:

      O youtube ainda não tem tudo em html5 por questões de performance… ainda falta muito para que o html5 seja de facto uma alternativa, e não estou a dizer que gosto de flash, ok?

      • RaCcOn says:

        Hoje em dia e a velocidade que as coisas andam, não deverá demorar muito tempo mesmo.

      • a friend® says:

        Todo o Youtube está em HTML5 WebM/H.264.

        Mesmo que pouco usem o Player nativo deles ainda, podes por ti mesmo usar o player nativo do browser para visualizar todos os videos em HTML5.

        Eu pelo menos não vejo um unico video Flash no Youtube, bastou-me só instalar uma extensão do Safari para isso.

        Resultado? Melhor qualidade. Menos paragens e não me aquece a máquina. Melhor ainda, cortou a publicidade também.. por isso é que a Google tem medo de abraçar o HTLM5 (browser nativo deles) sem que tenha soluções para isso. Este é o principal interesse da Google andar a atrasar a implementação do HTML5 como padrão na visualização de videos.

      • Semnome says:

        O Youtube já possuí tudo em HTML5, eu desde que activei o html5 em (www.youtube.com/html5)nunca mais tive paragens nem publicidade chata.

        O HTML5 faz diferença, por exmeplo no ubuntu 10.04 que tenho no magalhães do meu puto, se for ao youtube ver videos em flash, aquilo está sempre a travar. Como tal activei o HTML5 e os videos nunca mais travaram. (travar não de stream, mas travar porque as imagens vem aos bochechos).

  3. jYkA says:

    Finalmente!!!!!! que acabam com essa bodega! Já não era se tempo!

    • FGordon says:

      @ jYkA – Não sabes mesmo do que falas não é? Se queres comentar fá-lo de forma inteligente ou construtiva (tipo Ric ou RCS) não com comentários sem nexo e que não aportam nada a quem quer perceber a dimensão desta noticia, pelo que sei ainda não confirmada. A Adobe está a apoiar o desenvolvimento do HTML5 desde o inicio e ainda recentemente adquiriu a Nitobi (HTML5 OpenSource Mobile App Platform) que vem ao encontro do futuro da estratégia da Adobe.

  4. Ric says:

    Boa noticia? Para quem? Os padroes HTML5 ainda nao estao finalizados. Esta guerrinhas so’ complicam a vida aos programadores. O FLASH ainda e’ muito usado e neste momento nao existem alternativas!

  5. Vítor M. says:

    As imagens nos comments desapareceram porque o serviço que suporta isso, o Gravatar… morreu… por momentos,,, i Hope!

    http://www.gravatar.com/

  6. a friend® says:

    A Adobe descobriu a polvora ou finalmente admitiu o erro mas esperou para que o Steve Jobs morre-se para não dar o braço a torcer?

    Eis a questão. 🙂

    Enfim.. tanto artigo escrito não é caro Vitor…e tantos ataques levamos e mais uma vez…cá está o resultado. 🙂

    Existem tantos a tantos factores para o Flash não ser bom para dispositivos móveis. Se o aquecimento fosse o único, bem que deixava estar como estava, porque no inverno até dá jeito. lol

    • Vítor M. says:

      E o que conversamos sobre o que o homem falava e que meio mundo criticava? Afinal tinha ele razão ou não?

      Não esquecer aquela treta do Mantra que mais tarde ou mais cedo também deixará cair a máscara… essa está para breve 😉

      • a friend® says:

        Bom é rever os artigos escritos, comentários feitos neles.

        Quanto ao “mantra” é o moralismo de sempre. Os seguidores da maçã é que têm palas.

        Ultimamente tenho visto cada coisa da Google que enfim…grande decepção. Mentem como gente grande e fazem-se de bonzinhos porque oferecem “gelados” a toda a gente. Realmente nem tudo o que parece, é. Hoje consigo afirmar que a Google é MUITO manipuladora e acho que os co-fundadores pouco ou nada controlam da empresa, mesmo que com isso tenham cargos elevados.

        E isso acontece sempre quando empresas têm investidores que conseguem controlar fortemente as politicas da mesma. A Apple da decada de 90 ia morrendo por causa disso. Espero que a Google solte-se dessas amarras. Andaram a fazer o pacto com o diabo por causa de investimentos e ajudas, mas isso já seria um tema muito LONGE do Flash 🙂

        • RCS says:

          Se calhar a a Apple não mente como gente grande queres ver. Isso é comum a todas as grandes empresas, não estou a ver qual é o espanto.

          • Ppietra says:

            A google apregoa “don’t be evil”! É essa a crítica que se faz, os falsos moralismos…

          • a friend® says:

            Sim provavelmente a Apple mente alguns factos. Mas consegue enumera-las? É que da Google eu consigo e não são poucas.

          • RCS says:

            Claro que consigo enumerar, é só começar pelos anúncios deles. Mas não vou enumerar nenhum porque é uma discussão constante que não leva a lado nenhum.

          • a friend® says:

            @RCS

            Os anuncios deles são baseados no “entusiasmo” e no prazer de uso.

            A Google não, a Google hoje diz uma coisa amanha diz outra, usa o consumidor como cobaia.

            É essa politica que para mim, está errada e não levam confiança alguma.

            Depois é o constante de promessas de “o próximo é que será”. Não pode ser assim. A diferença de um consumidor Apple para um consumidor “Google” é que o consumidor Apple sabe o que tem, o que vai ter e que vai funcionar com parametros certos de qualidade e rigor.

            A Google promete sempre para amanha o que não faz hoje e quem comprou hoje não tem o que amanhã oferece. E o que “amanhã” é, depois já não é. Basta ver até mesmo na posição que têm sobre o Flash, disseram que não, depois que sim.. agora já não… se eles próprios não sabem o que querem, como é que os consumidores deles vão saber?

          • RCS says:

            Das duas uma, ou não viste quase nenhuns anúncios da Apple, ou então já estás “formatado”. Os anúncios mac vs win são sobre o entusiasmo de uso? Por favor.. aquilo são anúncios a gozar com um produto alheio. E de uma forma mais arrogante do que o próprio papa. Como se o produto deles não tivesse nenhuma daquelas falhas.. Vejo actualmente mais falhas em portáteis mac do que com outro SO.
            Depois no segmento portátil, os utilizadores não conseguem ver algumas vantagens claras no android, mas quando aparecem actualizações no iOS que são baseadas em características do android, já acham tudo espectacular..

            E não me venham falar em qualidade e rigor, ou em cobaias, quando o lion é o que é..

          • a friend® says:

            “Quanto o Lion é o que é”

            Tens tido problemas no teu? Ou lês apenas o feedback de quem se queixa e deduzes que é uma falha geral?

            É que se for o caso então cada vez que vou a um forum Android, Windows ou até mesmo Mac, local este preferencial para expor problemas e deduzir porque aquela “gente” ter “aquele” problema, todos têm, então meu amigo, todos os sistemas “são o que são…”

            Tenho Lion, uso diariamente, e conheço dezenas de pessoas a fazer e nunca tiveram problemas com o sistema operativo.

          • a friend® says:

            Quanto aos anucios Apple, PC vs Mac é verdade, eles gozaram mesmo com o Windows e com razão. Nessa altura o Windows era o VISTA. Será que era só mesmo a Apple a gozar com eles?

            Ainda por mais um sistema que fez copias e copias descaradas com MacOSX Tiger. Até o logo Windows vinha numa “bolha” aqua…

            Naturalmente, levaram a resposta e tenho pena que tenha acabado. Ou se calhar até acabou essa campanha porque a MS acordou com o Windows 7.. já pensaste nisso?

          • RaCcOn says:

            RCS
            Enumera lá os problemas que tens visto nos Apple…
            A seguir eu digo-te os que vejo diariamente nos com Windows instalado…

      • RCS says:

        Não percebo muito bem essa da razão. Razão em não por o flash a funcionar nos iphones e ipads? É que isso pouco sentido faz. De x em quando lá tenho de ver um vídeo em flash no meu tlm. Se tivesse um iphone não conseguia. Deve ser essa a razão de tanta excitação com esta notícia.

        • Ppietra says:

          Diz-me, se houvesse flash no iPhone, achas que seria muito melhor!? Achas que terias óptima performance quando o software para todos os dispositivos e sistemas operativos depende basicamente duma única companhia!?
          O flash foi criado e pensado para PC, os sites com flash foram tb quase todos pensados para PC… a experiência com flash iria sempre ser uma manta de retalhos. e o facto é que mesmo no Android o flash não consegue ir a todo o lado, e as pessoas para melhorarem a performance têm que manter o flash desligado até precisarem!
          Foi essa a escolha da Apple, não perpetuar uma manta de retalhos!! E agora consegue colher os frutos, tal como tu irás colher os frutos, quando a internet deixar de estar dependente de algo do século passado!

          • a friend® says:

            O Flash nunca foi feito para dispositivos pequenos, muito menos multi-touch.

            Para jogos, requer na vasta maioria rato e teclado. Tem sistema “mouse hover” coisa que em touch é impensável.

            Depois como funciona “aparte” do browser (sendo ele plugin), não consegue tirar proveito de várias funções do hardware que o HTML5 já consegue.

            Existem muitos factores tecnicos que vão muito além do que os users normal possam compreender. Nem tudo o que parece básico é.

        • a friend® says:

          Tas enganado. No iPhone na vasta maioria de sites, hoje em dia, consegues ler qualquer video mesmo que este esteja em Flash.

          Existem dois players implementados no sites. Quando detecta Flash ele abre-te em Flash, mas se estiveres num dispositivo sem flash e ele detectar compatibilidade de HTML5 com H.264 (normalmente o codec mais usado) lês o video na maior das facilidades.

          Alias, posso-te dar o exemplo do meu Mac que tem o Flash bloqueado e abro todos os videos em HTML5 com rarissimas excepções que tenho que recorrer ao Flash porque os webdesigners essa página não implementaram ainda players de html5, que é das coisas mais básicas de implementar.

      • Ryan says:

        eu se fosse a voces calava-me bem caladinho e deixava as coisas acontecer em vez de fazer barulho que andam por aqui contra o Google. Nao sou fan do Google e do Android e do iOS e do Win Phone7 ou seja do que for. Deixem o mercado seguir o seu caminho.
        De certeza que o Android nao vai cair. Acho que quem anda a procura disso nao gosta nada de informatica mas gosta de guerra. Eu quero que todos estes SO andem por ai e que venham mais. Sobretudo quero que venha alguem que entre com precos mais em conta. O resto e tudo treta e marketing

        • a friend® says:

          Querer-se que outro SO que não usamos “CAIA” é estupido e irracional.

          O Android é muito importante para iOS users e vice versa. Apenas usam moldes diferentes e são alvos de criticas por motivos diferentes.

          O iOS é fechado, mas tem melhor suporte, tem melhor analise de vulnerabilidades, tem um melhor molde “anti” fragmentação.

          O Android é mais aberto, mas tem pior suporte, tem graves falhas de vulnerabilidade não corrigidas por causa do ponto anterior, e tem uma arquitectura demasiado “liberal” que pode ser explorada mais eficazmente por pessoas mal intensionadas.

          Isso são apenas pontos que podem ser falados sem fanatismos ou desejos de morte a uma plataforma. As pessoas acima de tudo devem exigir qualidade e segurança, mesmo sabendo que 100% seja impossível, mas quanto mais próxima da perfeição, melhor e até agora o iOS tem sido o unico a reunir esses factores. Por ter sido fortemente criticado, é que o Android tem vindo a melhor. Vejam as coisas por essa perpectiva.

          A minha forte critica à Google é que, desde que existe o Android já sairam centenas de aparelhos, dos quais muitos extremamente bons, e morrem muito cedo. Há um consumismo de LONGE maior contra aquele que é apontado pela Apple, por ser visto como “CARO, logo é consumista”.

    • Tiago Dias says:

      A “novela” do Steve jobs contra o flash faz-me lembrar a “novela” do iPad. As críticas, o falar mal por falar.. Embora em menos escala que o iPad.. Diziam nos dois casos que ia ser a ruína da Apple 😀

  7. johnito says:

    Eu acho que o problema principal não é saber se o Steve Jobs tinha razão, mas sim o porquê de não incluir nos seus dispositivos moveis e deixar a opção de quem compra se quer ou não quer utilizar.

    • Quem compra já sabe. E só compra porque quer.
      Eu não comprei.

    • Ppietra says:

      ?? Sabes que com o HTML5 é suposto deixar de haver plugins!??
      Porque é que a Apple iria apostar nessa tecnologia e depois abrir a porta a plugins, com os problemas que muitas vezes surgem associados…
      Se mantivermos sempre as tecnologias obsoletas, não há muitos incentivos a mudar rapidamente, e isso tem custos para todos.

    • a friend® says:

      Acima de tudo, envolve critérios de segurança. E na arquitectura do iOS isso é algo complicado, pois as apps funcionam como sandboxes, e o que acontece é que para o Flash se instalar e actualizar precisava de níveis elevados de segurança (para ficar embebido no Safari) dos quais a Apple não lhes iria ceder. Muito menos sabendo que eles têm GRAVES problemas de segurança e vulnerabilidades.

      Depois tem outros factores, como causar “Crashes”, instabilidade no sistema, aquecimento e duração de bateria decrescia MUITO, etc.

      Esse conjunto de factores são mais do que suficientes para ter posto o Flash de fora. Mas o facto de não terem dado opção ao utilizador é mesmo por causa da arqutectura do iOS. Teriam que baixar para uns níveis que não pretendidam.

      • Tiago says:

        Sim porque no IOS isso não acontece… E acabarmos com estas guerras de fanboys e começarmos a focar-nos no que realmente interessa, Apple tem produtos para um nicho de mercado, ainda bem, Microsoft em PC ainda domina o mercado, óptimo, Linux tem cada vez mais utilizadores. Será que só eu e que penso que quanto mais concorrência melhor servidos saímos? Por mim podem lançar tudo e mais qualquer coisa. Cá estarei para separar o trigo do joio, agora não deitemos abaixo uma empresa só por um produto menos conseguido, de certeza que a dita empresa fará tudo para melhorar se quiser continuar no mercado.

  8. Gonçalo says:

    Agora estou a ficar preocupado com o Java….. o Steve sabia de alguma coisa que nós não sabemos..

  9. N. Roque says:

    Adobe dá um tiro no pé… Já há bastante tempo que não optimizava o flash em condições, enfim… Volta Macromedia, estás perdoada.

  10. Ivan Conceição says:

    Tendo em conta a quantidade que há de sites em flash quem não consegue aceder por um capricho só fica a perder. Quando o html5 estiver implementado aí sim, mas até lá continua a fazer falta.

  11. Andre says:

    Engraçado que os dispositivos Android e Blackberry vão continuar a ter suporte Flash pelo menos em actualizações, pelo menos no futuro próximo.
    Toda a gente sabe que o Flash é pesado e por isso consome mais bateria, mas ninguém obriga ninguém a instalar o que não quer, só instala quem quer, mas no IPhone não tinhas essa possibilidade de escolha, não era o facto da tecnologia ser obsoleta (mas ainda muito usada) que levava a quem me limitassem a escolha. Os carros deviam ser já todos eléctricos, mas ainda andam com uma tecnologia obsoleta à base de combustíveis fósseis…

    • Daiquiri says:

      Concordo em absoluto.
      O flash existe e vai continuar a existir nos próximos anos. A diferença é ter a capacidade de, a meu sacrifício e opção, conseguir visualizar ou não flash no meu telemóvel quando me é indespensável. No Android melhor ou pior optimizado tenho essa escolha pelo menos….

    • Tiago Dias says:

      E porque continuam a usar combustíveis fósseis? É um assunto diferente. Está muito dinheiro envolvido no negócio do petróleo… muitos interesses se colocam no caminho dos veículos eléctricos.

      Acredita que se houvesse na indústria automóvel alguma empresa/fabricante semelhante ao que a Apple é no mundo tecnológico/informático, a situação podia ser diferente. Mas isso é completamente impossível e impensável com a situação actual. Quem manda são as grandes petrolíferas (os seus donos), e os seus interesses estão acima de tudo até à última gota de petróleo. As coisas agora estão a mudar, temos em Portugal muitos projectos extremamente interessantes no sentido de colocar no mercado veículos eléctricos, mas que não é fácil ultrapassar os interesses que dominam este mundo, ai não é não…

      • kekes says:

        Ya se a Apple fabricasse carros, nenhum fabricante poderia por rodas porque a Apple iria arranjar uma patente qualquer para os aniquilar…
        Os motores electricos ainda têm muitas falhas, ainda nao se podem considerar uma alternativa.

        • Tiago Dias says:

          Primeira frase: sabes perfeitamente que não é assim 😀

          Quanto aos motores eléctricos, sim, ainda têm falhas, mas se houvesse realmente interesse no desenvolvimento destes motores, essas falhas, ou pelo menos grande parte delas, já tinham sido ultrapassadas há muito tempo. Mas como disse, não há interesse por quem tem dinheiro em que esta evolução se dê para já… Há diversos relatos de carros eléctricos bem sucedidos que foram “limpos” do mercado sem explicação.

          E as falhas existentes são cada vez menos, e estamos bastante perto de ter soluções bastante viáveis. Ainda há tempos estive a ver uns pormenores de um projecto.

          Um à parte: o pessoal do tuning e dos picas vai adorar os carros eléctricos!! Aqueles arranques.. 😀

          • kekes says:

            AHAHAHAHA, foi mesmo para fazer a graça xD

            Ya os dos xunnings vao adorar isso, e os futuros jogos de carros vao ter grandes efeitos sonoros muahahahahahah, sou totalmente a favor do carro electrico, e como tu dizes ja podiam estar noutro nivel, mas é uma caracteristica da nossa especie, a comodidade, ignoramos tudo até ao final…
            Mas ja se fizeram grandes evoluçoes para as baterias dos carros, que mais tarde pode que estejam disponiveis para portateis…

        • Andre says:

          Alternativa podem ser, quanto as falhas, o HTML5 sofre do mesmo problema.

          Não é uma questão de estar contra ou a favor da Apple, é a questão de dar-nos o poder de decisão, podem avisar que tem consequências, mas a decisão é nossa, a liberdade é nossa de decidir e assumir as consequências é nossa…

    • Hattori Hanzo says:

      Na próxima actualização do Android já não há mais Flash! Oops, esqueci que no Android não se actalizam aparelhos, compram-se outros, pois os antigos não recebem actualizações! 😀

  12. Tiago Dias says:

    Para complementar um pouco esta história do sim ou não ao flash, deixo um excerto das declarações de Steve Jobs em Thoughts on Flash, texto muito interessante que aconselho a leitura.

    …Flash has not performed well on mobile devices. We have routinely asked Adobe to show us Flash performing well on a mobile device, any mobile device, for a few years now. We have never seen it. Adobe publicly said that Flash would ship on a smartphone in early 2009, then the second half of 2009, then the first half of 2010, and now they say the second half of 2010. We think it will eventually ship, but we’re glad we didn’t hold our breath. Who knows how it will perform?

    Isto em Abril de 2010.

    • Daiquiri says:

      E o que ele disse continua a ser válido e certo. O que Jobs fez no iPhone foi vedar aos “iphoners” a possibilidade de escolher ou não, em caso de ‘emergência’ digamos assim de visualizar um site em flash.

      Por causa das guerrinhas de Jobs cortou a possibilidade de escolha e usabilidade a milhões de dispositivos.

      Contudo, concordo absolutamente que a web deve pedalar na direcção do HTML5, mas o que aconteceu no iPhone foi meter a carroça à frente dos bois…

      • Tiago Dias says:

        Sim, ele “vedou” o acesso, mas era uma acção necessária para manter os iDevices com a qualidade que a Apple costuma oferecer. Se não tivessem tido esta acção “radical” de negar por completo o flash, mais de 50-60% dos utilizadores de iPhone iam ter quase sempre o flash ligado, para poderem ter a tal “internet em todo o seu esplendor” (argumento usado para vender android), e tendo o flash sempre ligado, iam ter uma experiência de utilização mais pobre, não seria uma experiência “à lá Apple”, por isso a única solução era a que foi tomada: banir o Flash!

        No entanto existem browsers alternativos para iDevices que permitem a visualização de conteúdos flash 😉

        • Pedro Levi says:

          não digas asneiras.. o meu SGS1 corre flash e nem por isso tenho uma utilização mais pobre..
          alias a utilização era mais pobre quando tinha roms originais ditas “melhor” para o dispositivo.. as roms costum isso sim melhor o desempanho não é o facto ter o flash instalado ou n

          • Tiago Dias says:

            “não digas asneiras.. o meu SGS1 corre flash e nem por isso tenho uma utilização mais pobre..”

            Hehehe, mas que grande intervenção!
            Continua.. continua.. 😉

            Quanto é que a Samsung te descontou no telemóvel, ou pagou, por teres terminado o trabalho mal feito por eles? É que quando pago caro pelas coisas, não estou à espera de ser eu a corrigir as suas falhas.

            E já agora, tens ideia da percentagem de utilizadores que se aventura em custom ROMs?

            É que se me falasses num SGS2, que tem um processador capaz de mascarar os problemas do flash, até era como o outro, agora dizeres-me para não dizeres asneiras, e vires com uma conversa dessas…

          • Andre says:

            Tiago Dias, tenta melhorar o teu IPhone, ups, desculpa, tens que aceitar o que os outros te impingiram. Quanto a ROM original, a gente sabe que os operadores metem tralha que até chateia que consome recursos, a experiência no SG2 é boa mesmo assim mas pode ser melhorado, com retirada de debugs do kernel, de processos que muitas vezes não usamos, retirada de programas e programinhas dos operadores nacionais, overclock, etc, tudo isso pode trazer consequências nefastas para o aparelho, mas como tudo na vida, ao menos temos há essa possibilidade. Personalização, muita gente gosta, quem gosta use Android, quem não gosta use IPhone, e quanto a gostos não se discute, agora quanto a “impegimentos”, eu pessoalmente prefiro decidir por mim, mesmo que me seja prejudicial. Já que falei nos carros, já agora se bana os doces, faz mal a tantas coisas, mas só os come quem quer e quantos quer.

          • Tiago Dias says:

            Andre,

            Em primeiro lugar, nem sequer uso um iPhone. 😉

            Em segundo, parte do teu comentário demonstra a falta de conhecimento em relação ao iPhone e/ou iOS.

            Sim, concordo contigo quando dizes que as operadoras colocam muito lixo, etc etc. Nisso tens razão. Atenção que eu nunca disse que era contra custom ROMs, nem coisa que se parecesse. Eu disse que isso não devia ser um requesito para ter um telefone com uma boa experiência de utilização, e que não cabe aos utilizadores trabalhar para conseguir essa experiência, visto que “de origem” não a têm.

            Agora dizeres que “…tens que aceitar o que os outros te impingiram…”, não posso alterar o iPhone? Quem te disse isso? Ou onde leste isso?

            Certamente já ouviste falar em jailbreak. De uma maneira simples, pode-se dizer que o jailbreak está para o iPhone tal como o root e custom ROMs estão para um equipamento Android. Com uma diferença: num iPhone sem jailbreak tens uma boa experiência de utilização, estabilidade, e não tens lixo, faz jailbreak quem quer ir mais além! Em certos equipamentos com Android apenas alcanças o que tens no iPhone sem jailbreak recorrendo ao root.

            Por outro lado, em outras situações apenas alcanças num iPhone o que tens no Android sem root recorrendo ao jailbreak.

            Eu não sou contra Android, nem estritamente a favor da Apple, ou de quem quer que seja. Eu sou contra o falar sem saber, sem conhecer, sem experimentar, e é apenas contra isso que argumento.

          • a friend® says:

            @Andre

            Tas a falar de borla e revelas um total desconhecimento quanto tentas argumentar dessa forma. Tu podes modificar o iPhone totalmente.

            Tal como precisas de acesso à root para cozinhar o teu Android, um iPhone user com jailbreak (que é basicamente acessar à root) pode costumizar, optimizar, até mesmo alterar o iOS totalmente uma ponta à outra.

            Acontece é que normalmente não o fazem para melhorar a performance do iOS porque ele já vem optimizado de fabrica. Que é o princial motivo dos “androiders” cozinharem ROM’s.

          • RCS says:

            Querem um android sem lixo é simples. Comprem desbloqueado. Há sempre essa hipótese.
            Querem um que dê para fazer updates o mais cedo possível? fácil, escolham um Nexus. Há escolhas e gostos para tudo.

        • Pedro Levi says:

          Tiago mas é impossivel compara a estabilidade de um e outro sem ser costum quando o android é feito para montes de modelos diferentes..
          o ios é produzido só para “aquilo”..

          alegas jailbreak e respondo-te o que me respondeste.. “nem toda agente mete roms costum” (no caso faz jailbreak)

          dai continuo a preferir ter a liberdade de escolher o que quero no meu telemovel.. flash ou não ( e nao é preciso ser costum para isso)

          • Tiago Dias says:

            Sim, é verdade que no iPhone é tudo muito bem optimizado. Mas as marcas, se tivessem interesse nisso, podiam trabalhar com muito mais empenho no Android e optimizá-lo muito mais. Elas já têm a base feita, que é o Android, bastava terem algum trabalho a optimizarem para cada equipamento. Claro que isto não lhes convém, porque gastariam mais recursos por cada equipamento lançado, e talvez os consumidores não trocassem tão facilmente de equipamento (pois só vendem o hardware).

            Lá está o que eu disse, jailbreak está em pé de igualdade com as custom roms. No Android tens mais liberdade sem custom rom que no iPhone sem jailbreak, mas também não tens um sistema com mais falhas.

            Lá está, preferes a liberdade do android, e tens todo o direito de preferir e de usar android. Nunca em lado nenhum eu disse o contrário. Por isso, qual foi a “asneira” que eu disse?

    • Pedro Levi says:

      O que acho interessante é ele (Steve) tomar essa decisão pelo consumidor…
      Alguém consegue definir/quantificar “Flash has not performed well on mobile devices”..
      E que tal dar a opção aos consumidores de puder ou não instalar o flash player nos produtos que comprar sabendo de antemão que que iria não correr bem, ficar com soluçoes, consumir mais bateria, aquecer o dispositivo, ou tudo aquilo que alguem conseguir quantificar?
      Sinceramente, na minha opinião, o flash tem todos os defeitos que nos conhecemos, contudo prefiro ter no meu dispositivo móvel pois, infelizmente, a web esta recheada de sites em flash que me ajudam no dia a dia.
      Será que os senhores que veem para aqui “arrotar postas de pescada” que o Steevy tinha razão desinstalaram o flash player do seu browser depois de o “deus” ter feito o mandamento?
      Ridiculo.

  13. João Pedro Rodrigues dos Santos says:

    Chama-se a esta notícia: EVOLUÇÃO!

    Cumps

  14. Tito says:

    Depois de ler os comentarios deu para entender que o staff do pplware defende tudo o que e’ Apple. Isencao na minha opiniao nao e’ muita (deve ser a apple que paga as contas do alojamento)

    • Tiago Dias says:

      Esta história já é velha, e já percebi que não há como evitar, mas mesmo assim insisto! Diz-me lá o que te leva a pensar isso? Onde é que se está a defender a Apple? Força 😉

      • Tito says:

        Comecando pelo Tiago dias por quase apelidar o Steve Jobs como um profeta e branqueando o facto de ele como um vulgar ditador impor uma serie de regras que limitam a escolha do utilizador sobre certas plataformas moveis tal como Bill Gates fez com o IE no windows. E so’ ver casos de patentes pelo mundo fora)- o q nos leva a questionar a relevancia da sistema de patentes e o porque destas terem sido criadas (para quem nao sabe foi para incentivar o desenvolvimento tecnologico a’ centenas da anos). Hoje em dia sao usadas para tudo menos isso.

        • Tiago Dias says:

          Eu apelidei, e apelido, e continuarei a apelidar, Steve Jobs como um visionário que deu bastante ao mundo tecnológico e contribuiu muito para presente estado da tecnologia. Qualquer coisa que insinues que eu digo a partir disto é deturpar o que digo (ou escrevo). Por isso não vamos por aí.

          E ele impôs regras? Sim, impôs, nos seus produtos, nos produtos que ele vende, que a empresa vende. Alguém é obrigado a comprar? Qualquer um é livre de escolher o que mais se adapta às suas necessidades.

          Quanto a patentes e ao facto de travarem o desenvolvimento… Como é isso? Então incentiva-se mais ao desenvolvimento se se deixar copiar? Ou se não se deixar copiar descaradamente, obrigando a pensar, a trabalhar, a inovar…? Pensa lá melhor nisso..

          De qualquer forma, na minha opinião a Apple está a exagerar em ALGUMAS situações (não todas).

          Mesmo assim, continuas a não me dar exemplos que dão a entender “que o staff do pplware defende tudo o que e’ Apple”.

      • Tito says:

        Cito o Tiago: Sim, ele “vedou” o acesso, mas era uma acção necessária para manter os iDevices com a qualidade que a Apple costuma oferecer. Se não tivessem tido esta acção “radical” de negar por completo o flash, mais de 50-60% dos utilizadores de iPhone iam ter quase sempre o flash ligado.
        — Vamos la’ ve entao:
        1) accao necessaria por parte da Apple (diz quem?) 2) qualidade dos produtos Apple (diz quem – a mim nao me servem)
        3) 50-60% dos utilizadores (isso e’ baseado em que estudo … ha’ link para partilhar)

        E por aqui me fico….

        Comprimentos a todos pela troca de ideias construtivas (sem insultos pelo meio 🙂 )

        • Tiago Dias says:

          Mas parece que escrevo chinês.

          1) Para manter a boa experiência de utilização que é a imagem de marca da Apple, sem lag’s, poucos crashes, mais estabilidade, eles não podiam permitir algo que comprometesse isso. Se dessem essa opção, quem achas que iam culpar quando um iPhone esgotasse a bateria rapidamente, ou o browser tivesse crashes com o flash..? Não seria a Adobe, com certeza.. seria a Apple. Daí a acção necessária de não permitir flash, para não comprometer a boa experiência de utilização.

          2)Ora estás a ver como até consegues lá chegar? A TI não te servem. Por isso é que podes escolher o que comprar.

          3)WTF? É um valor meramente ilustrativo, para deixar a ideia que queria transmitir.. que iriam haver muitas pessoas que não iriam saber que por terem o flash ligado estavam mais sujeitos a menor performance, crashes, maior consumo de bateria e maior aquecimento!

          Não te fiques por aqui… continua 😉

          • Tito says:

            E’ a tua opiniao. Eu tenho a minha outros terao as suas mas gostei da do valor “meramente ilustrativo” (argumento solido :)).

            Aconselho uma leitura mais atenta em relacao ao sistema de patentes, a duracao das mesmas e a’ forma de como incentiva o desenvolvimento tecnologico (3G/UMTS/li-on/etc..)

          • Luís Silva says:

            Tiago Dias você faz afirmações sem qualquer base técnica sustentável, baseia-se apenas na sua experiência pessoal e opinião própria. Acho que comentários de opinião pessoal como gostos, prazeres e valores pessoais devem ser deixados de lado.

            Cumprimentos,
            Luís Silva

          • Tiago Dias says:

            @Luís Silva

            Sim, deixo diversas vezes comentários baseados na experiência que vou adquirindo, e outros até com a minha opinião pessoal (nos quais faço sempre questão de referir que é a minha opinião). Não vejo mal nisso, afinal todos têm direito à sua opinião, porque razão deveriam ser deixados de lado? Deviam ser evitados comentários que não respeitem a opinião de outros, e penso que não fiz isso. Acho que até é importante e benéfico a partilha de opiniões, experiências, desde que se respeite a opinião dos outros.

            Neste caso em particular, a que te referes? Ou qual a base técnica que está em falta? Qual os aspectos técnicos que não referi que são essenciais para as afirmações que deixei no comentário acima?

            Cumprimentos

          • Margarida Dias says:

            @ Luis Silva
            O que disse não faz absolutamente sentido nenhum. É óbvio que se vou falar sobre um equipamento baseio-me na experiência que tive com ele, não no que os outros dizem.

            Há com cada um!

    • Pedro Levi says:

      lol curioso.. entendo o mesmo 😉

  15. kekes says:

    Bem a adopçao nos dispositivos moveis nunca foi muito amplia portanto era previsivel que isto ocurre-se, e o pior e que nem todos os OS moveis permitiam o seu uso o que desencorajou os desenvolvedores de aplicaçoes moveis, a Adobe vai ter que alterar o modo como opera, simples como isso.

    • kekes says:

      PS. a tecnologia nao se suicidou, o que se passou e que quando um target com share tao grande como o iOS nao permite a utilizaçao de flash mete muitas coisas pelo cano abaixo.

  16. gasp says:

    como não gosto de monopolios e afins, não uso produtos apple nem tenho flash activo no browser.

  17. Joao Reis says:

    Que barraca…deve ter sido um pouco constrangedor esta noticia para alguns.

    Só prova o brilhantismo com que o Steve encarava as coisas, ele não perdia tempo com coisas do passado, apontava o caminho nos seus produtos, e aí está a prova mais provada disso.

    Espero que seja util para muitos jovens empresarios e de quem toma decisões, a acreditar e apontar o caminho mais vezes, mesmo quando em redor o passam achar louco. Já Da Vinci era louco e tantos outros…é sempre assim.

  18. Pedro Raposo says:

    “SILVERLIGHT” – WINDOWS PHONE 7 é basedado nisto, com o XNA fica uma bomba gráfica.

    • Pedro Raposo says:

      Esqueci de dizer uma coisa o sr Steve Jobs não era um visionario relativo ao flash, simplesmnete estava a defender os programadores de IOS e a obter o lucro de 30% nas vendas da “Apple Store”, o homem fez o que sabia melhor “Dinheiro”. Imagem a quantidade de jogos que não seriam vendidos na Apple Store por causa do flash.

      • nja says:

        Recordo que o jogo mais vendido na AppStore é feito em AdobeAir, Machinarium.

        Pedro Raposo kool. 🙂

      • a friend® says:

        Desde quando jogos Flash compentem com jogos nativos? Não tiram proveito do acelerometro, e a vasta maioria requer rato e teclado para jogar.

        Depois, o que não faltam são jogos gratuitos na Store e olha que não são poucos e até mesmo os pagos rondam em média 1 euro, uau.. que roubalheira.

        Depois Steve Jobs sempre apostou no HTML5, sabias que é possivel fazer jogos em HTML5 e ainda por cima conseguem tirar proveito do hardware da máquina, incluindo acelerometro?

        Tentem saber um pouco do que falam…para puderem julgar ao certo os interesses por trás disto.

        • Pedro Raposo says:

          Em primeiro lugar não é uma questão de competir, é uma questão de saturar o mercado.

          Em segundo lugar não é preciso acelerometro para se fazer um bom jogo, concordo planamente que a maioria precisa de um rato e teclado, mas tambem pode ser uma questão de adaptação de codigo, visto que o Flash e o Silverlight Suportant multitouch.

          Sim também há montes de jogos gratuitos, viciantes para depois comprara extras ou a versão não lite.

          Relativo ao HTML5 dá para fazer muita coisas como jogos, aplicações web, ect… Mas ainda é muito recente e não temo o potencial (ainda do Silvelright) e não sei se vá ter visto sair uma versão nova do silverlight, em media 7 meses após a anterior, ou seja constante evolução. Já o html de quanto em Qaunto tempo? e não esquecer que é preciso uma Aprovação, aliás nem as directrizes estão terminadas para o HTML5 e em especial não esquecer que cada browser intrepreta á sua maneira.

          Sou programador de VB.net , C++ e presentemente Object C, Asp.net, PHP e JavaScript e acredita no que te digo a maior dores de cabeça é programar para a WEB em especial JavaScript, pois as funções não iguais em todos os Browser e CSS então é outra coisa.

          Relativo ao seguinte comentario “Tentem saber um pouco do que falam… para puder ‘julgar’ ao certo os interesses por trás disto.”, não estou a julgar mas a dar uma opinião, que até acho bastante valida e bem fundada. Não Acham?

        • a friend® says:

          Pedro Raposo

          “Em primeiro lugar não é uma questão de competir, é uma questão de saturar o mercado.”

          Por isso mesmo é que se quer acabar com plugins. Ou seja, Flash e Silverlight têm o declinio de usabilidade já em fase bem avançada.

          O HTML5 irá unificar muita coisa, ao ponto que quer Apple, quer Google, quer Microsoft postam nele. Alias, o próprio Silverlight já foi desacritado pela própria MS. O facto de o WP7 ser baseado nele não tem rigorosamente nada a ver com o plugin em sí. Conceitos diferentes.

  19. Ppietra says:

    ?? A política relativamente ao Flash foi criada ainda antes de haver loja da Apple (isto é, logo no início), bem antes de se ter verificado que os jogos seriam algo tão aliciante na plataforma, e que as pessoas pagariam por isso.
    O flash é só um dos que foi excluído – todos outros plugins tb foram. E jogos flash nessa altura não eram nada de especial e continuam muito longe da qualidade dos jogos no iPhone e Android. Já para não falar que há muito jogo que é de graça…
    A única coisa que podes dizer é que a Apple teve mais um incentivo para continuar com a mesma política.

    • nja says:

      @pietra,

      (Todos os plugins??? a Google lançou à poucos meses um plugin nativo de suporte directo de hardware, tens de ir para a faculdade para parares de dizer disparates)

      @Pedro Levi,

      Concordo com o que disseste com toda a certeza não estão ligados à área de informática, caso contrário, não davam estas opiniões.

      Devo recordar que o Flash player 9 esteve suspenso durante cerca de 4 anos, e voltou com suporte Stage3D com cerca de 3 milhões de polys (em 3D), com efeitos de luz e 12 milhões de polys sem efeitos de luz, equivalente a consolas de jogos.

      Agora que o Adobe Air é suportado pela Google TV, Tivio, Glee e muitos dispositivos TV, com suporte para comando de TV e Teclado tipo Media, é que algumas pessoas (calculo que não da área opinam sem saberem o que estão a falar)

      Com Adobe Air no meu Nexus One, jogo em 3D com cerca de 1 milhão de poligonos, com melhor fluidez que no meu PC.

      No Flash em AMF e RTMPT envio 1 000 000 de registos em cerca de 2 segundos, para uma DataGrid.

      O HTML5 é uma treta, cada browser executa à sua maneira, como standard só vai estar terminado em 2016, só gosta quem não sabe melhor.

      A Adobe precisa de vender produtos é uma empresa pequena face outras com igual projeção são cerca de 7000 funcionário em todo o mundo, e precisa de vender licenças para o Adobe Edge e Dreamweaver, entre outros produtos.

      Flash Rocks on Desktops e Air Rocks in NativeApps.

      • Ppietra says:

        “@pietra,
        (Todos os plugins??? a Google lançou à poucos meses um plugin nativo de suporte directo de hardware, tens de ir para a faculdade para parares de dizer disparates)”

        Google!? E eu é que digo disparates!? Não estava a falar da política da Apple para o flash, do Safari/iOS!? pode por acaso não ter ficado assim tao inteligível, mas era suposto ser uma resposta ao “post” do Pedro Raposo.

      • alf says:

        não vale a pena perder o nosso tempo nestas discussões que só servem mesmo para criar trafico…
        quem fala do js vs as3 como fala aqui é que nunca desenvolveu com outra coisa que não seja scripting’s encima do joelho…

  20. Gil says:

    Independentemente do Steve Jobs ter ou não razão, ou ter sido o primeiro a criticar o flash, ainda ninguém se lembrou da acessibilidade.
    O flash é um trap element, que assim que o cursor entra dentro do objecto não se consegue tirar a não ser com o rato, para além disso não suporta ferramentas de acessibilidade como é o caso de leitores de ecrã, que o vêm como apenas um objecto e não um conjunto de componentes.
    Não sei se foi antes ou depois de Steve Jobs (isso não está em questão), pessoas portadoras de deficiencia, já à muito se queixam do flash. Pode-se dizer que Steve Jobs tinha o poder e teve a “coragem” de dizer o que já muitos sabiam. (como já foi referido)

  21. afrsa says:

    Bom… no final continuo a ter flash no telemóvel, coisa que gosto bastante e funciona bastante bem… outros nunca tiveram então não deviam sentir falta… mas no entanto são centenas a regozijar-se com esta situação, pelo que me pergunto se realmente ter flash era ou não para eles importante? 🙂

    Fica a questão no ar!

    • Ppietra says:

      Podes é não ter por muito tempo! Embora não tenha certeza absoluta na interpretação do anúncio da Adobe, eu diria que quando tiveres que fazer um update do Android irás ter problemas com o Flash, pois o Flash não será actualizado para novas versões de sistema operativo.
      Quanto a outros não sentirem falta, sem dúvida! Agora passaremos a ter a internet regida pelos standards…

      • a friend® says:

        Basicamente, flash sem updates é mais uma porta de acesso ao malware. E eles vão assegura-los obviamente por tempo limitado.

        Para eles, FINALMENTE.. o HTLM5 é o caminho a seguir e estão a unir esforços em conjunto com a Google, Apple, RIM ..etc..

        Nota oficial aqui:
        http://blogs.adobe.com/conversations/2011/11/flash-focus.html

        • afrsa says:

          Ainda assim tenho a net em pleno! De qualquer forma ficou a questão no ar… Se o flash é assim tão mau, porquê tanta histeria com esta notícia?

          • a friend® says:

            Porque para alguns cepticos anti-jobianos isso era impensável acontecer.

            A noticia está aí. Porque o flash está a ficar obsoleto já qualquer pessoa no ramo sabia.

            Ainda é essencial e excelente para muitas coisas (animações, e não videos porque isso já podia morrer há muito), dada a vantagem que tem no terreno, mas em projecção de futuro está completamente ultrapassado e limitado.

          • afrsa says:

            @afriend

            Independentemente disso, enquanto desenvolveram deu jeito para quem tinha. Volto a dizer que quem não tinha e não gostava, não deveria sentir falta… logo esta notícia seria irrelevante! O facto de o flash ficar obsoleto já toda a gente sabia… a diferença é que alguns podiam usar e outros pelos vistos não lhes fazia falta.
            Quando não gosto de alguma coisa, coloco do lado do prato!
            Assim sendo, e volto a perguntar, qual a razão de tanta histeria?

          • a friend® says:

            Por exemplo, webdesigners vão ter as ferramentas que tanto desejavam de HTML5 com a facilidade com que se faz o Flash.

            Não achas motivo de contentamento? O bom não é o encerramento ao flash, é o impulso que o HTML5 vai ter ainda mais com esta noticia, muito além dos videos que já é usado em grande escala.

          • afrsa says:

            @afriend

            “O bom não é o encerramento ao flash, é o impulso que o HTML5 vai ter”… a sério que é por isto? 🙂

            Sempre ouvi dizer que quem desdenha quer comprar… essa é a razão da histeria… ou então quem é histérico por causa de um formato na web, é uma pessoa muito esquisita! Que coisa para se estar histérico! Realmente…

          • Ppietra says:

            @ afrsa
            Continuo a não entender a tua noção de histeria!!
            Será que quando comentas alguma coisa ficas histérico!?

          • a friend® says:

            @afrsa

            Sinceramente também não percebo onde queres chegar. Ou se calhar percebo…

            Falo em termos profissionais. Eu trabalhei 7 anos com o Flash, conheço-o bastante bem, porque raio ia desdenhar dele…

            Alias..porque raio está a Adobe a desdenhar dele entao.

  22. serva says:

    Ora nem mais @Pedro Raposo , e ainda digo mais umas coisinhas que não foram ditas claramente , primeiro o problema da Apple com o flash não se restringia só aos dispositivos moveis , os portáteis da Apple com o flash tinham uma péssima performance e mais IMPORTANTE a bateria era quase engolida reduzindo drasticamente a autonomia , isto para Steve era muito doloroso porque já não podia gozar com a Microsoft , toda a gente sabe que a fluidez sempre foi a palavra de ordem na Apple custasse o que custasse , e podemos começar pela interface agua usada , ela per si é um sinal inequívoco dessa tendência .

    Agora só quero dizer mais 2 coisas , a primeira que fiquei a saber neste tópico é que afinal o Android não foi COPIADO do IOS , que grande chatice , a segunda é que a opção de da Adobe pode criar um problema a curto prazo para todos nós , porque quer aceitem ou não , 50% da blogosfera ainda corre em flash , agora se é da idade da pedra ou não , isso não me compete opinar ….. neste caso concreto , quase sem errar diria que o que aqui é dito como tendo sido uma visão fantástica de Steve , não o foi de facto .

    Aceitem os meus sinceros cumprimentos

    Serva

    • aver says:

      Neste tópico ficaste a saber que afinal o Android não foi COPIADO do IOS ? Onde ?

      Mas não te preocupes com isso, quando puseram a questão a Eric Schmidt, ele já deu a sua versão: não ia falar mal de Steve Jobs, que apreciava muito, e que “o esforço do Android começou antes do esforço do iPhone”, coisa que ele estava em condições de saber, porque à surrelfa desenvolvia o Android enquanto pertencia à direcção da Apple. Daí o ódio que Steve Jobs lhe tinha.

      Depois o esforço do Android foi reorientado, com informação que Andy Rubin trouxe da Apple. Aí está um filme que ainda mal começou, porque não me parece que o assunto tenha morrido com Steve Jobs.

    • Ppietra says:

      “isto para Steve era muito doloroso porque já não podia gozar com a Microsoft”???
      explica lá isso… como é um software de terceiros, corrido ocasionalmente, serviria para gozar com a Microsoft!?? Essa má performance, que não podia controlar, era responsabilidade da Adobe – não é muito complicado gastar a bateria, basta consumir os recursos ao máximo!!! Logo a Apple apostou em alternativas mais fáceis de manter a performance controlada.
      Quanto a “50% da blogosfera ainda corre em flash”, deves andar desactualizado, há meses atrás os estudos apontavam que mais de 60% dos vídeos já existiam para o HTML5…

  23. Rui says:

    Só peca por tardia, o Flash é só a pior sida que alguma vez foi introduzida na internet e arredores

  24. Incrível como custa tanto a certas pessoas aceitar o facto que a Apple anda uns passos à frente.

    • R o B says:

      À frente talvez tenhas novamente um smartphone HTC ou tablet asus com quadcore mais potente que muitos pc’s actuais que correm flash.

      • Mais potente?
        O PC com que trabalho diariamente também é mais potente do que o Mac que tenho em casa e é bem mais lento.

      • Ppietra says:

        uau! e durante 9 meses a Apple teve o melhor processador do mercado, bem como o tablet!! Finalmente aparece alguma coisa que ultrapassa, mas daqui a 3-4 meses tens o novo da Apple (baseado no mesmo ARM ou no ARM A15) que muito provavelmente terá melhor performance – o Tegra3 é feito em 40nm o da Apple será em 28nm, permitindo todos os ganhos naturais de performance e consumo energético!
        No GPU a PowerVR continua a ter a melhor tecnologia!!

  25. Dlencastre says:

    Apesar da Adobe estar a desistir da plataforma Mobile, ainda não esclareceu bem o que vai fazer com as versões de PC. Ter milhares de sites e pequenas coisas na web (jogos etc) numa plataforma que se tornará obsoleta e perigosa por falta de actualizações é um problema… Pode ser que alguma empresa inovadora pegue no trabalho deles e consiga fazer uma linguagem mais transparente e leve…

  26. zee says:

    Há sem duvida aqui pessoal um pouco “sensacionalista”… Sem querer ofender! O flash vai de certeza coabitar com o html5… Pode perder quota de mercado, mas não vai morrer, de todo! O flash é a melhor alternativa para muita, muita coisa ainda… Se bem que eu também tenho queixas em termos de consumos energéticos mais elevados com flash (em termos de temperaturas, com ou sem flash a máquina mantém-se na mesma temperatura) …

  27. Phixie says:

    O Steve Jobs não foi o primeiro nem o último crítico do flash por isso deixem-no repousar em paz… e já se paravam algumas guerrinhas aqui pelos comentários pois já cheiram mal.

  28. serva says:

    Eu também não quero guerras , mas @Aver a minha conclusão é fácil basta leres todos os posts acima e verás que é essa a conclusão que tiras .

    Mantenho o que disse a MAC não queria o flash por não responder aos padrões de durabilidade da bateria versus a fluidez , e não porque o Flash já não tinha mais por onde evoluir .

    Quanto aos 60% de paginas em Html , é possível????… gostaria que fundamentasses essa tua afirmação , temos um artigo no Pplware muito recente que espelhava esses valores , mas tudo é possível , de qualquer das formas , a ser verdade ainda existem 40% de páginas em Flash que a Mac resolveu por de lado e aos seus utilizadores por inerência se isto não é uma prepotência então digam-me o que consideram uma .

    Atenção que admito que o cenário seja o que escreves , mas atenção que há data desta decisão polémica os valores eram completamente diferentes , porque não permitir aos utilizadores desactivarem ou activarem o flash??? , porquê tanta prepotência ? … essas são as atitudes que eu condeno e que certamente a maioria das pessoas de bom senso farão .

    Cumprimentos

    Serva

    Cumprimentos

    Serva

    • Serva, parece-me que há aí uma certa confusão…
      Os utilizadores Mac têm e sempre tiveram flash. Digo mais, até à saída do Lion, ao contrário dos outros So’s, o Mac OS já vinha com o plugin do flash instalado de origem.
      Quem não tem flash são os utilizadores de iPhone / iPad. E a Apple não pôs nada de lado, porque o iOS NUNCA teve flash. Isso não é prepotência. Isso é uma opção, tomada desde o início para que o iOS corra fluido e sem problemas. E quem compra sabe que não vai ter o flash, por isso só compra quem quer.
      Além da Apple a Microsoft também tomou a mesma opção, e finalmente a adobe suspende o desenvolvimento para plataformas móveis.
      A isso chama-se evolução!

    • Ppietra says:

      Com alguma dificuldade, lá encontrei a referência com mais de 6 meses – em Março deste ano era 63%, em Outubro do ano passado já era 54%
      http://techcrunch.com/2011/03/01/mefeedia-63-percent-video-html5/
      por isso não é nada complicado extrapolar que neste momento é muito, muito mais do que isso – estes valores obviamente não excluem o Flash continuar a ser o mais usado.

      Quanto à tua questão da exclusão do Flash… se ninguém acha que o Flash funciona muito bem nos telemóveis (em certas circunstâncias funciona, mas em muito lado não), diz-me então porque é que a escolha da Apple foi errada!?
      Preferes que se perpetue uma tecnologia que será sempre um remendo nesta plataforma, ou que construa algo com bases sólidas!? Eu acho que a bateria é um grande problema, se tu não achas…
      Basta olhar para o que a Apple seguiu no seu hardware – despachou cedo com as disquetes, com as “portas” antigas (apostando no USB). Manter tecnologias obsoletas para não desagradar, dá sempre azo a mais gastos no futuro – é o estar sempre a adiar!!!! Isso não é prepotência mas estratégia/política de desenvolvimento, fazer avançar a tecnologia.

      O que está agora a acontecer, acabaria sempre por acontecer no futuro, mesmo que a Apple tivesse abraçado o Flash – basta ver que uma das justificações da Adobe é o grande trabalho em ter que apoiar uma enorme variedade de plataformas e depois dentro de cada uma os mais variados dispositivos (há muito mais variabilidade nas plataformas móveis que nos PC). A isso há que associar a duplicação de recursos para ter que desenvolver tb para o HTML5 – era inevitável!!

  29. serva says:

    Caro @Bónus Betclic ,

    Boa noite ,não , não estou a fazer confusão eu referia-me como é óbvio ao IOS , se verificares no primeiro post que fiz neste tópico , refia-me aos macbook que usando a opção do flash ficavam com a sua autonomia reduzida .

    Caro @Ppietra ,

    Boa noite , o que critico ,e penso que fui explicito , é a decisão PREPOTENTE da Apple pensar e decidir pelos utilizadores , para mim a solução lógica seria em última análise que o utilizador fizesse a sua escolha , agora privar todos os proprietários de Iphones ou Ipads desta característica que quer queiras quer não admitir é uma limitação para quem possui estes dispositivos .

    Se o Flash estava obsoleto como afirmam aqui alguns , ele iria cair e não pensem porque Steve disse porque Steve fez , etc…. etc … o Homem tinha as suas virtudes , mas convenhamos que primeiro ele era um Homem de negócios , ele não era nenhum Engº , por isso o que lhe interessava claramente era dizer que os seus dispositivos eram mais performantes que a duração da bateria era superior em não sei quantos % aos seus concorrentes ,e vender , vender , vender , compreendes o que quero dizer o Homem era um EMPRESÁRIO ponto , porque o que o Steve sempre fazia nas suas apresentações dos novos produtos era que os mesmos eram superiores a sua concorrência o que na maioria dos casos era falso , ou já te esqueceste do período anterior a passagem para a plataforma Intel , até ao dia do anuncio que deitava por terra e arrasava por completo com a antiga arquitectura , essa mesma arquitectura era a MELHOR , e depois era uma bosta ?????????…… Hello .

    Já aqui foi escrito por um nosso leitor que não é necessário todas estas noticias sensacionalistas nem a Apple deveria precisar disso , depois digo-te outra coisa a Apple nunca pode crescer muito mais enquanto não for tomada a decisão de alargar o SO a outras maquinas não assembladas pela Apple , mesmo assim , tal como o Linux este 2 sistemas operativos terão muitas dificuldades e serem generalistas com a Microsoft é , esta não é a praia destes 2 SOs pelo menos por enquanto , podem sempre existir evoluções , mas não é nada fácil , a Mcrosoft domina nos pcs de secretária , o Android dominará os sistemas moveis e o Linux domina os servidores esta é a realidade já actual e suponho que não irá mudar tão cedo , com o surgimento dos tablets o Linux poderá também ter uma palavra a dizer em paralelo com a Microsoft , porque a Apple não tem nenhum So para além do Ios que se encaixe neste tipo de tablets com sistemas operativos adultos .

    Aceitem os meus sinceros cumprimentos

    Serva

    • a friend® says:

      Só tenho a dizer que, com este comentário de Apple conheces mesmo muitissimo pouco e deduzes apenas o que estás a dizer.

      Primeira a Apple nunca quis abrir o eu SO para outras máquinas, sempre teve uma abordagem diferente mesmo que com isso sacrifica-se o marketshare, até porque eles acima de tudo, são uma empresa de hardware, logo não iam libertar o seu “santo graal” para outras marcas.

      Depois do bla bla bla do costume, vou-me focar aqui:

      “porque a Apple não tem nenhum So para além do Ios que se encaixe neste tipo de tablets com sistemas operativos adultos .”

      Se eu te disser que o MacOSX é dos sistemas operativos “adultos” com mais capacidade de encaixe para tablets que está actualmente no mercado?

      Multi-touch em todo o sistema: check.
      FullScreen em todas as apps com manuseamento touch: check

      Depois a aproximação do MacOSX ao iOS no Lion não foi à toa. Quem conhece o sistema sabe perfeitamente o que estou a falar. Mas lá está, é preciso mesmo conhecer e saber o que se está a falar. Criticar sem conhecer, é simplemente criticar sem fundamento algum. E é basicamente o que todos os Apple haters fazem. Lêem algo em foruns e já acham que conhecem todos os sistemas Apple. Se nem todos os Mac users o conhecem, quanto mais quem o vê apenas pela web fora ou experimenta em pequenas ocasiões…

    • Ppietra says:

      Continuo a não entender a tua insistência com a prepotência!! O flash (não lite) não existia para plataformas móveis até meados do ano passado (2010), o iPhone apareceu em 2007!! Logo, falar em permitir escolha é ridículo… o flash não existia, e pertence a outra companhia; pode ser muito utilizado, mas não é um standard!
      Tal como já disse, a Apple apostou e investiu em algo que tinha pernas para andar e futuro, feito de raiz para o formato, que pode implementar logo na sua plataforma, em vez de investir em algo que não foi feito para a plataforma, pertencente a terceiros, a qual já dava problemas no Mac! A mudança iria sempre ocorrer, o atrito à mudança e sacrifícios iriam sempre ocorrer, não valia a pena investir em algo que fora feito para o desktop.
      Para além disso a Apple tb aplicou uma política clara para a plataforma em termos de plugins e outros “softwares”, em muito associado a segurança.

      É claro que o flash não ía falhar porque o Steve disse que ía falhar! O Jobs simplesmente fez a sua análise…
      Se olhares bem para a justificação da Adobe, o excesso de variáveis (plataformas, dispositivos), estava a ter um peso considerável, e o HTML5 seria sempre uma duplicação de trabalho – mais cedo ou mais tarde a Adobe passaria a dar mais relevância ao HTML5 para browsers.

      Sobre a transição para Intel, não me parece que saibas muito da justificação e da história!! A justificação da Apple foi o consumo dos processadores, pouco investimento que a IBM/Motorola estavam a dar para o futuro do PowerPC, e problemas de fornecimento… Antes disso os processadores já estavam a ter problemas para ser competitivos nos portáteis! Mas nos desktop o G5 era dos melhores!!

      Sobre crescimento, é engraçado que poucos percebem que o modelo de negócio da Apple funciona muito melhor que nas restantes companhias… O Mac mantém um crescimento constante sempre superior ao mercado desde há vários anos, tem havido cada vez mais interesse na plataforma, muita gente a ganhar dinheiro! A Apple não precisa de vender mais que o Windows para ter no Mac uma plataforma de sucesso… A Apple já ganha mais que a Microsoft em todas as linhas
      O Windows não é sinónimo de segurança para as companhias. A IBM vendeu o seu negócio, a HP equacionou o mesmo, por quase não ganhar dinheiro nenhum…
      Tablets, quase que nem dá para comentar – parece que negas a realidade

  30. serva says:

    Não refutaste nada do que escrevi , mas gostei da parte em que afirmas que a Apple é uma empresa de Hardware , essa não sei se é para eu me rir ou me deitar da ponte 25 de Abril abaixo .

    Esquece neste momento a Apple já não tem o fulgor de outros tempos pouco tem para mostrar de inovação , se fazes do flash um cavalo de batalha , já perdeste a guerra , eu não sou nenhum hater nem tenho azia como muitos de vocês fanáticos pela Apple chamam as pessoas que divergem dos vossos pontos de vista , penso que sobretudo é o desespero quando começam com esse tipo de hostilidades que revelam muito da vossa personalidade .

    A Appple nos últimos tempos tem dado tantos tiros nos pés que até dói , até com meras actualizações do Itunes vinham todas bugadas , o Lion é um desastre considerando todos os problemas que está a provocar por esse mundo fora e com maquinas novas e proprietárias , não estamos a falar de um Linux ou Microsoft que corre em centenas de configurações de hardware , achas que isso é aceitável , numa marca que se faz pagar muito bem pelo Look dos seus produtos e suposta qualidade como muitos de vocês escrevem pensada ao milímetro , na Apple tudo é perfeito , desculpa dar-te esta noticia nada é perfeito a começar pelo Homem .

    Resto de boa noite

    Serva

    • a friend® says:

      Nada é perfeito, mas mais imperfeito é quando alguém fala o que não sabe nem conhece. Pensa nisso.

      E sim a Apple acima de tudo é empresa de hardware. E tem um molde tão imperfeito e deu tantos tiros no pé que simplesmente ultrapassou todas as suas rivais em receitas… imagino agora, se fosse boa, ou razoavelmente boa… ou se calhar minimamente boa, já que, pelas tuas palavras constantes, a Apple anda aqui a apanhar bananas.

      PS. Diz-me lá que problemas tens tido no Lion que pode ser que te ajude.

      Os meus mais que sinceros cumprimentos.

    • a friend® says:

      P2. Gosto especialmente desta frase.

      “se fazes do flash um cavalo de batalha , já perdeste a guerra”

      Tendo em conta o artigo é deveras algo extraordinário.

    • Serva,
      A Apple não é uma empresa de hardware??? Então é de quê? Que eu saiba, a Apple não vende software a não ser para as suas próprias máquinas.
      A Apple “pouco tem para mostrar de inovação” ? É “só” considerada a empresa mais inovadora a nível mundial, mas para ti isso deve ser pouco…
      O Lion é um desastre?? Essa é para rir? 🙂
      Desculpa, mas as tuas afirmações vão mais para além de “pessoas que divergem dos vossos pontos de vista”.

  31. serva says:

    Bom dia ,

    Façam como eu , leiam um pouquinho nos fóruns nacionais , internacionais e até aqui no Pplware sobre problemas relatados com o Lion e os diversos downgrades que já existem .

    Quanto a Apple ser uma empresa de hardware , como disse e continuo a afirmar é mesmo para rir , de facto a Apple tem um departamento de Engenharia dedicado a produção dos SOs e depois tem outro departamento que desenha alguns componentes dos diversos dispositivos que a Apple comercializa , mas no caso dos macbook , Imacs , praticamente nada é desenhado por esse departamento de Engenharia , provavelmente como em todas as marcas existirá um departamento responsável pela assemblagem que organizará a forma de os colocar .

    Para mim uma empresa de hardware é uma com o perfil do Link , e a Apple não se encaixa neste perfil .

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Dell

    Aceitem os meus sinceros cumprimentos

    Serva

    • Ppietra says:

      Tenho que dizer… estou a rebolar a rir :)… continuas com essas teorias malucas
      A Apple não é uma empresa de hardware mas a Dell já é um grande exemplo!!? A Dell!??
      Pois, realmente por esse prisma a Apple não pode ser uma empresa de hardware… tem demasiada imaginação e inovação para sequer estar ao lado da Dell…
      Hás de me explicar o que é que a Dell faz de diferente de qualquer outra companhia de PC – pegar em componentes e integrá-los em hardware. E não me digas que só usa fábricas próprias pois não é verdade!! Tal como não é verdade que a Apple não tem fábricas próprias! A Dell nem sequer desenha componentes novos; a Apple desenha, para além de já ter um grande historial nessa área…
      Eu tenho que te dizer, é daquelas coisas que não dá minimamente para entender, alguém achar que a Apple não desenha o seu hardware, ainda para mais quando é nos PCs que todos fazem o mesmo – a Apple ao menos cria novos formatos… Será que são as fábricas que fazem isso pela Apple!????
      Deve ser um espectáculo esse processo então, pois a Apple em muitos produtos tem fábricas diferentes (de grupos diferentes) a produzir o mesmo – será que se sentam na mesa de café a discutir entre si, com a Apple a ouvir!? Deve ser por isso que tão rapidamente surgiram concorrentes para o iPad…

    • a friend® says:

      Pois, já estou como o Ppietra. Rir até não poder mais mesmo.

      Então a Dell é empresa de hardware e a Apple não. ahhaha… essa é mesmo um show.
      A Apple, em cupertino tem mesmo engenheiros a trabalhar em todo o hardware. Ou achas que o Macbook Air, iPhone, etc.. foram feitos por outra empresa? Por favor.

      Depois a Apple, tal como a Dell, encomenda componentes que necessite a outras fabricas como a RAM, CPU, etc… o que é totalmente diferente e manda montar, ambas na mesma fabrica, a Foxccon. E lá nessa fabrica está a Sony, Microsoft Xbox, entre outras tantas.

      Se for-mos então pelo tua teoria que é de longe caricata, nenhuma empresa é empresa de hardware. É como disse, de Apple sabes pouco e nem te dás ao trabalho de conhecer mais. Lês apenas o que te aparece à frente e deduzes conhecer a marca por isso.

      Quanto a problemas do Lion, é outra situação para rir. Se eu for a Forums então todos os SO’s têm problemas. Ou as pessoas quando vão a forums é para dizer: “Vim só aqui para dizer que o meu SO está a correr bem, Adeus.”

      Teve uns problemas iniciais em apenas algumas máquinas e foram corrigidos passado mesmo muito pouco tempo. É como digo, tentem falar com experiência e não porque lêem…é o mal de todos os haters, depois querem travar uma baralha de argumentos sem saber ao certo o que estão a falar.

  32. serva says:

    Bom dia ,

    O exemplo da Dell , foi para perceberes o conceito , uma empresa de hardware tem de fabricar e não limitar-se a desenvolver o que quer que seja .

    Quanto a questão do plugin flash para os Browsers dos dispositivos moveis , lê bem o artigo , para já ainda não existem declarações oficiais da parte da Adobe e depois a confiar no que está escrito a Adobe vai continuar a dar suporte as versões já existentes de plugins e corrigir possíveis falhas de segurança , o que não fará é desenvolver para NOVOS .

    Quando te disse que já tinhas perdido a guerra é porque sinceramente a declaração do Steve Jobs foi a quase 2 anos e o flash ainda aí está , e não sei quanto mais tempo andará por aí , o que sei é que os utilizadores e proprietários de Idevices , estão condenados a não visualizar correctamente as páginas Web , daí a prepotência que falava em posts anteriores , não vale a pena esconder que a Apple tem uma falsa politica de sistema fechado , toda a gente sabe que numa percentagem muito alta o JB existe , sem essa possibilidade muitos dos actuais utilizadores já teriam optado por outras soluções , penso que isto faz cair por terra tudo o que se diz !, a Apple faz tudo direitinho e não sei o que mais !!!, então qual a razão de recorrer ao JB ?? … podes me explicar , será que os proprietários sentem falta de qualquer coisa ????? … eu penso que sim ?,tenho muitos amigos que dizem abertamente que sem JB o dispositivo seria mais um tijolo no mercado como tantos outros com um look diferente e bons materiais e neste momento está na MODA , já nem é que tem o melhor display , nem o mais apropriado para navegar na net , está provado que este tipo de dispositivos terão sempre de se aproximar das 4′ , mais neste momento também não são os dispositivos mais finos no mercado e posso afirmar o mesmo em relação aos materiais , e ainda estamos para ver o que vais dar o 4s e o Ipad3 com a ausência da Samsung , para mim claramente irão aumentar as reclamações e muitos problemas de hardware irão surgir , esperemos que não seja assim e que seja eu que estou a alucinar .

    A Apple é uma empresa ,que como muitos se orgulham dá muito lucro , mas certamente não é a minha custa , e até me custa um pouco entender esse argumento , como é possível um comprador que opte por algum produto Apple saber que o mesmo está claramente inflacionado por uma politica mercantilista que certamente irá dar mal resultado num futuro muito próximo , a politica de subvenção que as operadoras praticam neste momento com a Apple não tem paralelo com qualquer outra marca , a manutenção da venda do Iphone 3gs a um custo desbloqueado de €357,00 é um escândalo , assim como são os planos das operadoras para o mesmo , eu gosto pouco de ser enganado , mas parece que os que se apelidam de mais inteligentes afinal não o são assim tanto .

    Não me alongo mais , fecho este folhetim .

    Cumprimentos

    Serva

    • a friend® says:

      Depois dizes que andas atento.

      Steve Jobs disse há 2 anos, mais ou menos e só em 2010 é que os Android users tiveram o Flash e agora, passado 1 ano, já foi descontinuado. Ou seja, de 2007 a 2010 não foram só os iDevices que não tiveram Flash!

      E mais uma vez, a analise que ele fez, foi com precisão porque ele anteveu o que ia acontecer e sempre disse o Flash assim não funciona, o caminho é o HTML5.. todos mandaram-se ao AR, a Adobe chorou, rebolou e agora assumiu. Parecia as crianças em fase de crescimento que, que faz birra, birra e mais birra e quando mede o que faz porque não está a funcionar, lá acorda.

      Quanto à nota oficial, já tinha deixado mais acima, mas aqui vai.
      http://blogs.adobe.com/conversations/2011/11/flash-focus.html

      E como disse, porque já vi que não sabes mesmo, a Apple tem em cupertino engenheiros e fabrica a trabalhar nos seus produtos e concepts, já há 30 anos! A única coisa que faz externamente, à semelhança da DELL, Sony e afins, é encomendas componentes básicos a fabricas e fabricar em massa noutra. Apenas isso! Informa-te melhor das coisas.

      Até aqui neste video aparece o Jony Ive a falar naquele que chama de “bunker” da Apple onde maior parte dos concepts e produtos nascem e grande percentagem dos trabalhadores não tem acesso.

      https://www.youtube.com/watch?v=t0fe800C2CU

    • a friend® says:

      “A Apple é uma empresa ,que como muitos se orgulham dá muito lucro , mas certamente não é a minha custa”

      Olha que até é à tua custa. Hater como tu alimentam e bem esta empresa e, sejamos francos, se a Apple não te interessasse tanto, não comentavas em todos os artigos Apple.

      Eu vejo-te, precisamente como a maioria dos ex-haters que aqui passaram, criticavam, rebolavam, a apple é isto e aquilo… depois lá apareciam com os produtos e agora não querem outra coisa.

      Já não tenho dedos suficientes para contar os casos que aqui passaram. E o que estou-te a dizer agora, disse-lhes na altura, o que eles diziam é que “nunca na vida… eu se quisesse podia ter e tal…” depois.. é o que se vê… há cada vez mais Apple users no pplware. Tanto desdem… que honestamente, mais vale mesmo fechar este folhetim, pois é um “disco” que já tocou várias e várias vezes e não tem nada de novo.

      Não se matem, critiquem com conhecimento ao menos, sempre dá mais gozo discutir tecnologia com conhecimento do que com bitaites.

      Cumprimentos.

    • a friend® says:

      Já agora achas um escandalo o 3GS ao preço que é… mas eu acho mais escandaloso smartphones ao mesmo preço que ele, sem qualquer tipo de updates e outros até mesmo mais fracos em termos do que podem fazer.

      Tens o caso do recente HTC que o Vitor fez a analise, com WP7. É uma máquina interessante mas não faz ainda nem metade do que o iPhone 3GS faz e dificilmente fará. Portanto, é mais um ponto que a “inteligência ou falta dela” estás a errar, por cegueira anti-apple apenas. Só vês um lado da moeda. Insistes em nunca ver o outro. Mas lá está, são opções… tem é cuidado com o desdem se tens intenções de ser levado a serio nas criticas, pois são constantes e nenhuma delas com conhecimento profundo do que estás a falar. uma pessoa para poder criticar, só mesmo com bases solidas em experiencia.

    • Ppietra says:

      Ponto nº1 a Apple tb tem fábricas próprias – procura pela fábrica na Irlanda, Cork… parece que esta não te entra na cabeça!!!
      Ponto nº2 a Dell tb já tem parte do seu fabrico em empresas externas…
      Por isso não dá para entender o teu argumento! O outsourcing é algo generalizado na indústria, em maior ou menor escala quase todos fazem isso, até a própria Samsung e a Nokia o fazem.
      De qualquer das maneiras o outsourcing de produção em nada invalida a noção das empresas serem empresas de hardware – há empresas que só desenham e vendem hardware e não tem produção própria, diz-me que tipo de empresa é que são!? Software!? O hardware é deles, se não fossem eles mais ninguém fabricava aqueles produtos… Não estamos a falar em colar um logotipo em algo que uma fábrica faz igual para não sei quantas marcas.

      Sobre o Flash, não é preciso muito para se saber que a Adobe já confirmou oficialmente esta notícia, indicou o que se vai passar, e até já justificou a decisão.
      A próxima é a última versão! Depois disso já não vão desenvolver para novos updates dos sistemas, nem novos dispositivos. E isto não é nenhuma batalha ou guerra… são opções
      Quanto à relação com a Samsung, não sei o que andas a ler, mas a Apple continua a ser cliente da Samsung!! Ainda há poucas semanas reuniram-se para discutir as compras para os próximos dois anos. A Apple tem diversificado mais as suas opções… aliás quase que a única coisa que sempre dependeu exclusivamente da Samsung foi a produção do processador! Não pode é deixar de ter a Samsung como fornecedor, dado não haver capacidade instalada suficiente para absorver essa fatia.
      Quanto aos lucros… a Apple consegue gerar um produto que as pessoas gostam e as satisfaz, e tira proveito disso e faz por isso, pois apoia os seus clientes, não os abandona!! É o que mantém uma companhia saudável… sem dúvida que não são baratos, mas há muita companhia por aí numa corrida louca pelos preços que no fim só perde dinheiro, e será isso bom para o cliente!?

    • Tiago Dias says:

      Boas serva,

      Apenas para deixar a nota que já foi confirmado pela Adobe. Na altura de escrita do artigo ainda não era confirmado (tinha sido uma “fuga” de informação), mas foi confirmado pouco tempo depois.

      cumps

  33. serva says:

    Boa tarde ,

    talvez assim fique mais claro aqui tens uma lista de fabricantes de hardware .

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_fabricantes_de_hardware

    Como podes ver a Apple não aparece na lista .

    Cumprimentos

    • Ppietra says:

      🙂 lol lol lol
      realmente gostas de pôr as pessoas bem dispostas!!
      Nem sei por onde começar… ok, começo pelo facto de a Apple até estar nessa lista – ora pesquisa lá um bocadinho!!
      Mas mesmo que não estivesse, vais confiar numa lista que tão facilmente pode estar incompleta!? E vais confiar numa lista que não coloca computadores, telemóveis, como hardware!? Fico por aqui

    • a friend® says:

      Segundo a lista, a Apple só fabrica monitores.. lol total.

      http://www.manufacturingdigital.com/news_archive/tags/apple/apple-s-manufacturing-growth-will-see-sales-exceed-ibm-and-hp

      Pensa lá um pouco pela lógica. Se a Apple não é fabricante, não produz o hardware que vende, então diz-me lá quem é que fez o iPod, iPad, iPhone, Macbook, iMac, MacPro, CinemaDisplay, MagicMouse, Trackpad.

      Se disseres que a Apple encomenda certos componentes, tal como os outros, ainda vá que não vá.. agora dizeres que não é fabricante de hardware e citar uma fonte do wikipédia, é simplesmente das coisas mais caricatas que já li no pplware. E Isto para não ir mais longe, quando disseste que a DELL é mais fabricante que a Apple.. essa então matou-me mesmo.

      Sabias que MUITAS MARCAS, e penso que a DELL está incluida, que nem sequer faz o hardware que vende, apenas coloca-lhe o rotulo? Compram básicamente as carcaças e vendem com o logo lá metido? Diz-me um produto Apple que isso tenha acontecido.. um único só!

    • Ppietra says:

      Isto é ainda mais hilariante do que pensava!
      É que se seguirmos a tua linha de raciocínio, podemos tb pegar nesta lista, onde estão os fabricantes de PCs
      http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_fabricantes_de_PCs
      eis que lá está a Apple!!!
      Mas tb podíamos ir pelos acessórios:
      temos a Apple com teclados, ratos, monitores, cabos, routers, carregador de pilhas, …, e até uma coisa que não vejo por aí outros a fazer, o “Magic Trackpad”!!

  34. Ó Serva,
    Onde foste buscar a ideia que “no caso dos macbook , Imacs , praticamente nada é desenhado por esse departamento de Engenharia”??????
    E ainda dizes “pessoas que divergem dos vossos pontos de vista”.???
    Isso não é divergir do ponto de vista, isso é INVENTAR!!!!
    Informa-te antes de dizeres barbaridades.

  35. serva says:

    Eu já coloquei um ponto final neste folhetim , provavelmente o que temos aqui são diversas abordagens de conceito , as fontes que fui beber a informação foram as mesmas que tu caro @ Bonus , certo ….. agora de facto temos interpretações diferentes do que são produtores de hardware , pode ser que alguém neste fórum devido a sua prfissão possa clarificar .

    Cumprimentos

    Serva

  36. serva says:

    Boa noite , comenta sff este Link e depois diz-me que eu não tenho razão se quiseres apresento já outro sobre o Mackbook .

    http://pcworld.uol.com.br/reviews/2007/08/10/idgnoticia.2007-08-10.0645694624/

    Cumprimentos

    Serva

  37. serva says:

    Boa noite , aqui tem sobre o Mackbook .

    http://www.apple.com/br/macbookpro/specs-17inch.html

    Cumprimentos

    Serva

  38. serva says:

    Caro Bónus , provavelmente no Link que me mandaste aprender alguma coisa , não deves ter lido esta parte

    Quote

    A fifth generation iPod, one of Ive’s most recognized industrial designs.

    Unquote

    Cumprimentos

    Serva

  39. serva says:

    Desculpa mas passou-te tudo ao lado , o homem , como eu já esperava era um DESIGNER .

    Quote

    Jonathan “Jony” Ive, CBE (born February 1967) is an English designer and the Senior Vice President of Industrial Design at Apple Inc. He is the leading designer and conceptual mind behind the iMac, titanium and aluminum PowerBook G4, G4 Cube, MacBook, unibody MacBook Pro, MacBook Air, iPod, iPhone, and iPad.

    Unquote

    Diz-me lá se eu não estava certo , estas foram as provas que tu apresentaste , de facto gosto particularmente , quando alguns aqui começam praticamente a insultar , que opinas , mas não sabes nada da história da Apple etc , etc …… até posso nem saber , mas sei o essencial , mais uma vez digo , quem compra uma maquina tem o direito de a usar como quer e não como Apple quer isto não é já prepotência , é uma ditadura militar .

    Cumprimentos

    Serva

    • Serva, o que percebi, foi que tinhas dito que os iMacs e Mac Books não eram desenhados pela Apple.
      Se não foi isso que querias dizer, peço desculpa pelo mal entendido.

      • a friend® says:

        O problema é que ele é que quer entender mal as coisas, já deixamos links, já explicamos, eu já pus um video que mostra os laboratorios de hardware da Apple onde Jony Ive fala…etc…

        Tem no site da Apple a explicar o que eles fazem, tem o perfile de um dos engenheiros chefe, Bob Mansfield

        http://www.apple.com/pr/bios/bob-mansfield.html

        etc..enfim, já rossou a perca de tempo. O intuito dele é meramente teimar o que não sabe e nem esta disposto a saber, porque já tem uma ideia pré-formatada do que é a Apple e só nos está a fazer escrever para o boneco.

    • Ppietra says:

      Tenho que dizer que nunca pegaria no “Jony” Ive para esta discussão, mas a verdade é que qualquer companhia de hardware precisa dum designer industrial para fazer os seus produtos, mesmo que sejam feios, ou que ele seja amador!! Este é por acaso considerado um dos melhores dos últimos tempos, ao ponto de receber elogios de outro considerado por todos com um dos melhores da história – Dieter Rams.
      Um produto precisa sempre de design industrial – é o que lhe dá forma e permite que tudo possa “caber ” e funcionar. Não confundir com a engenharia – o design precisa de trabalhar lado a lado com a engenharia. Essa interligação torna-se ainda mais importante quando a “densidade” tecnológica do objecto aumenta, isto é, quanto mais compacto o objecto for e menos espaço houver para a sua electrónica e outros componentes – como é o caso de telemóveis, tablets, portáteis.
      Se estes são a maioria dos produtos da Apple, parece óbvio que a Apple necessita de ter uma boa equipa de engenharia e de design, não são outros que lhe vão fazer o trabalho.

      Quanto ao que podes fazer com as máquinas da Apple, que eu saiba podes fazer tudo e mais alguma coisa com os computadores, não tens limitações. No iOS a partir do momento que fazes jailbreak tb podes fazer tudo e mais alguma coisa…. a Apple tem as suas políticas para o desenvolvimento da plataforma, não é nenhuma ditadura – ou achas que a google tb não tem políticas para limitar e controlar!?

  40. serva says:

    Ainda aguardo , provas concretas de que a Apple se pode designar como uma empresa de Hardware , ela é de facto uma maquina de fazer dinheiro e vende sobretudo Ilusões .

    Cumprimentos

    Serva

    • Vítor M. says:

      Serva, essa das ilusões é mesmo de uma tremenda falta de informação. Eu compro material Apple e digo-te que são ferramenta tremendas, face a outras marcas e face a outros fabricante de hardware. Na verdade noto que tens uma clara falta de informação e formação nesta área, pois quanto te faltam argumentos atiras para o campo da tua ambição aí … é aquela base que conhecemos 😉

      Naturalmente que os produtos vendem-se a pessoas culturalmente evoluídas, pessoas com formação e que apreciam o que é bom e que vale o dinheiro que pedem pelo material. Logo, só por si mostra que não tem nada de ilusão.

    • Ppietra says:

      E eu aguardo provas concretas que não é uma empresa de hardware!?
      em que é que ficamos…?
      já deste a tua definição para ser, e já te provei que pela tua própria definição a Apple até é – afinal de contas até tem fábricas próprias… e os outros que dizes ser tb têm outros que lhes fabricam os produtos
      a mim parece-me que teimaste ou embirraste, e não fazes ideia o que é construir um produto/hardware

  41. serva says:

    Já coloquei uma lista de fabricantes de hardware , agora espero que me mostrem o contrario , é tão simples quanto isso , admitir que os vosso brinquedos têm exactamente o mesmo que os outros pode ferir o vosso EGO ok .

    Vitor , desculpa tu não me conheces de parte alguma para afirmares que eu não sou culturalmente evoluído , olha se há coisa que me orgulho é ter uma cultura geral acima da média e também sei qual é o meu QI , posso ser temperamental , esse provavelmente é o meu maior defeito , reconheço , mas desculpa , eu não sou nenhum YES MAN , pois é não gosto da politica da Apple nem dos seus preços para o que oferecem , não falo do custo em si , mas sim do que pagas para o que recebes .

    Depois , a Apple não é mesmo para mim porque quem gosta de montar as suas maquinas a medida e poder fazer upgrades nunca pode ter um Imac ,porque a ti utilizador só podes mudar a memoria Ram e limitares-te ao espaço de disco que vem com o equipamento ( já tutorias na net a mostrar a mostra como se abre um Imac , bom é de bradar aos céus , tens de ter ventosas para segurar o vidro , bom quase precisamos de um curso de Engenharia , ou enviar para a assistência da Apple e lá vão mais uns € ) , o mesmo se passa com os Idevices não podes personalizar não podes expandir através de um cartão externo a memoria , bom podia continuar por aí fora a enumerar factores , mas de facto o que ainda gosto menos é da politica que a Apple tem seguido nestes últimos anos numa clara tentativa de aniquilar ferozmente os seus adversários se isto representa para ti falta de cultura ou civilidade eu diria que é exactamente o contrário , eu tenho de me identificar com o que lido diariamente quando a escolha é minha , e não estou nada preocupa dado com a opinião dos outros acerca das minhas tomadas de atitude , a 16 anos quando me tornei vegetariano era olhado como algum maluquinho que tinha alguma daquelas religiões estranhas , pois hoje vê bem até está na moda , e garanto-te que não sou religioso sou muito mesmo pró ciência e nesse aspecto o mais materialista possível .

    Adoro de facto quando os argumentos não são passiveis de ser rebatidos que se entre por estes ataques e ele é um anormal , e é teimoso etc , mas ainda não me provaram nada só escrevem alegremente para alimentarem o vosso ego , o que eu acho fantástico .

    Cumprimentos

    Serva

    • a friend® says:

      Começo a achar que só vens aqui trollar e ponto. Depois dos links que te deixaram ainda dizes que ninguém te provou o contrário? Bem…eu acho que existe aí uma falha qualquer, honestamente.

      O facto de não gostares de Apple é uma coisa agora passares atestados de estupidez de uma teimosia puramente tua, é simplesmente algo que não joga com o baralho todo. Tens aqui 4 pessoas que deixaram listas, deram-te a conhecer o mundo da Apple do qual desconhecias, falaram-te coisas que provavelmente não conhecias e tu, por mera teimosia continuas a insistir numa wikipédia incompleta.

      Respondeste alguma das questões aqui feitas? (quem fez o iPad, iPhone, Macbook, etc..) ZERO.

      Respondeste porque é que a Apple tem engenheiros? Zero.

      Respondeste ou mostraste algum produto Apple que outra marca tenha igualzinho como prova que a Apple apenas comprou aquela carcaça e pôs-lhe o rotulo como muitas marcas o fazem? Zero.. nada…enfim, casmurrice apenas, vens aqui é gozar com o tempo dos outros.

      Toma lá a bicicleta agora:
      http://www.mapsofworld.com/referrals/computers/top-computer-manufacturing-companies/

      É só simplesmente uma das empresas topo na produção.. que é isso que te custa engulir então achas que, quem usa Apple é tudo uns ressabiados que não sabem o que fazem ao dinheiro. Devias é ter vergonha com a falta de conhecimento que falas ainda tentar argumentar com pessoas que aqui, todas elas que te mostraram “provas” para além de Mac, têm um vasto conhecimento nas outras marcas e sistemas. Ao contrário de ti que só conheces “um mundo” na tecnologia ainda por cima mal (e ninguém te conhece mas os comentários constantes dizem tudo), não tens razão alguma, e por teimosia queres apenas sair por cima.

      Humildade fica bem nas pessoas. Reconhecer o erro também. O facto de não assumires a Apple como empresa fabricante não mudam os factos. Ela apenas não é fabricante na tua cabeça.

    • a friend® says:

      E o mais caricato de tudo é que falaste na DELL que essa é que sim é uma empresa de hardware…depois dás esta lista como “prova anti-apple” que igualmente contradiz o que disseste sobre a Dell..

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_fabricantes_de_hardware

      Que é mesmo a cereja no cimo do bolo…

    • Vítor M. says:

      serva ninguém com um QI acima da média diz que quem compra produtos Apple compra ilusões…

    • Ppietra says:

      Tens aqui os teus argumentos nesta discussão toda, bem como as respostas que já dei e contrariam o que dizes:

      (1)
      “de facto a Apple tem um departamento de Engenharia dedicado a produção dos SOs e depois tem outro departamento que desenha alguns componentes dos diversos dispositivos que a Apple comercializa , mas no caso dos macbook , Imacs , praticamente nada é desenhado por esse departamento de Engenharia , provavelmente como em todas as marcas existirá um departamento responsável pela assemblagem que organizará a forma de os colocar .”
      “Para mim uma empresa de hardware é uma com o perfil do Link , e a Apple não se encaixa neste perfil .”
      “O exemplo da Dell , foi para perceberes o conceito , uma empresa de hardware tem de fabricar e não limitar-se a desenvolver o que quer que seja .”

      Já desconstruí o teu argumento! Já te mostrei que a Apple tem fábricas próprias (embora tb contrate outros para fabricar os seus desenhos). Já te mostrei que a tua companhia de referência tb não produz tudo. Já te mostrei tb que a Apple desenha componentes próprios – aliás há muita coisa nos computadores e aparelhos da Apple que não encontras em mais lado nenhum… Por exemplo (pelo menos até há pouco tempo), o trackpad dos MacBook não tinha paralelo nos outros portáteis – era a Apple que criava as suas próprias especificações, a Apple tem muita tecnologia própria nesta área (como tb se viu no iPhone).
      Onde é que vês isso na Dell!? A Dell, uma companhia que se orgulha de “mercantilizar” a produção de PCs (passar a “commodity”).

      (2)
      “talvez assim fique mais claro aqui tens uma lista de fabricantes de hardware .
      http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_fabricantes_de_hardware
      Como podes ver a Apple não aparece na lista .”

      Este não dá para entender, quando a Apple claramente aparece na lista, está lá nos monitores.

      Mais ainda, achas que a Microsoft é uma companhia de hardware!? É que aparece lá várias vezes (mais vezes do que a Dell), e certamente que não tem mais fábricas que a Apple…
      A Apple até devia aparecer mais vezes por essa lógica, pois tem: teclados, ratos, monitores, cabos, routers, …, e até uma coisa que não vejo por aí outros a fazer, o “Magic Trackpad”!!
      E depois temos o outro facto – essa lista é de fabricantes que vendem os seus produtos a outros; em nada inviabiliza que a Apple tb seja fabricante de muito desse hardware (por contracto) – simplesmente não vende a outros, faz para si, para os seus computadores!! Ou achas que uma fonte de alimentação num Mac é uma qualquer… é feita à medida. Ou achas que o Firewire é da responsabilidade duma companhia desconhecida!? Não!! É da Apple!! E como estes haverá outros exemplos, que provam por A+B que a Apple é um fabricante de hardware de computadores qualquer que seja a definição que queiras lançar!!

    • Ppietra says:

      Quanto às tuas outras críticas, têm a sua validade! Mas deixo estas duas observações: tu não consegues montar por ti próprio algo como o iMac (a própria natureza deste dispositivo implica muitas optimizações e compromissos); a Apple tem outros aparelhos que permitem que mudes quase tudo com muita facilidade!
      Sobre a personalização do iPhone… isso é um pau de dois bicos!! Se por um lado o que dizes está certo, tb é verdade que para o iPhone existe uma enorme variedade de acessórios (electrónicos e não) à venda no mercado que te dão personalização e funcionalidade extra – é a vantagem da Apple ter um bom interface com provas dadas, tem imensas companhias a fazer acessórios para os seus aparelhos!!!

  42. serva says:

    Tens duvidas ? ,,, não tenhas , não digo todos como é evidente , muitos comprarão conscientemente e identificam-se com a marca , mas olha que a grande maioria que os compra vai mesmo a procura de isso mesmo , aliás pode-se ver pela arrogância de alguns dos nossos leitores apreciadores de Apple a forma com tratam os outros leitores que o não são e ai de quem se oponha , porque tens é azia e porque tens é dor de cotovelo , porque querias era 1 e não tens dinheiro , ou eventualmente diminuírem a capacidade intectual de quem escreve , suponho que isto é inadmissível e é por isso que existe crispação em todos os foruns Internacionais .

    Provavelmente alguns de vós não têm oportunidade ,como eu ,devido a minha profissão de falarem com muitas pessoas de diversas nacionalidades , como a tecnologia é uma coisa que me está no sangue , normalmente quando começas a conhecer as pessoas já há alguns anos e existe um conceito de amizade intrínseco , falamos abertamente destes temas de uma forma por vezes acalorada ,e podes crer que existem entre eles alguns que dizem não abandonar a Apple de forma alguma ,argumentam que no inicio o que lhes parecia ser uma limitação acaba para eles por ser a forma mais correcta de fazer as coisas , outros compraram , e sentiram-se enganados ou pelo menos decepcionados, para não usar uma palavra tão forte , com todas as expectativas criadas e estão arrependidos ,existem ainda outros que têm as ideias claras e que não pensam para já comprar qualquer produto desta marca ,nunca excluindo que o possam fazer em qualquer altura , aliás quero dizer exactamente como eu que tenho 2 Ipds touch um clássico e mais uns 2 mini , e garanto-te que os argumentos que saltam para cima da mesa , são os que praticamente aqui todos os dias esgrimimos , e mesmo os fervorosos defensores da Apple dizem exactamente isso que uma das razões para a Apple ser um case study hoje tem a ver exactamente com este sentimento que é criado de que tem a posse de um destes dispositivos é mais feliz e que é mais facilmente aceite no seu grupo , não tenho a cadeira de sociologia completa , mas tenha a de Psicologia e dei um pouco de Sociologia , e estas 2 ciências explicam muito bem estes fenómenos .

    Portanto existem os que incondicionalmente são a favor independentemente das falhas reconhecidas e outros que se conseguem colocar num outro patamar em que conseguem analisar os prós e os contras de uma forma objectiva .

    Isto como analogia é um pouco como qualquer viciado , dificilmente reconhece o seu vicio .

    Quanto a polémica que aqui se gerou , tem a ver com os conceitos , como é evidente , o Link apresentado fala de um designer , penso que ninguém tem dúvidas que é a Apple que desenha os seus dispositivos , o que quero provar é muito simples a arquitectura do mackook ou dos Imacks é da Intel a Ram será de um dos fabricantes que apresentei na lista da Wikipedia que tinha de estar ultrapassada na vossa opinião, apesar de já conter fusões e aquisições recentes , portanto actualizada QB , a Apple não nasceu ontem , ou nasceu ? , querem ver que a Wikipedia também não gosta da Apple ?… os hdds será outra empresa que fabrica as fontes de alimentação idem os processadores são da Intel ,as baterias o mesmo , as motheboards exactamente o mesmo , aqui presumo que a Apple desenhe as Boards , com as saídas especificas dos Mac ,( que depois temos de andar a comprar acessórios para converter em Hdmi ou Dvdi e outros formatos ) e a encomende a um fornecedor , esta sempre no entanto muito limitada pelos processadores Intel que usa que são exactamente iguais aos que equipam maquinas com Windows ou o que seja , colunas idem serão fabricadas por alguém provavelmente seguindo algumas especificações dadas pela Apple ,mas no fim , em que ficamos aonde está a produção de hardware se tirarmos o Design e mais alguns elementos que são residuais , digam-me meus caros , não é isso que todas as marcas fazem têm certamente um departamento de design , encomendam aos diversos fornecedores , têm uma gama a escolha , e nuns modelos o equipamento é melhor e os dispositivos são mais caros , noutros mais económicos será pior e por isso serão mais em conta , provavelmente ainda existirão aqueles que ficaram com as segundas escolhas de material que não terá passado nos testes de qualidade , é que sinceramente ainda não percebi qual a vossa dúvida .

    No passado fim de semana comprei um Vaio , existiam com configurações de hardware idênticas outras marcas em que os preços pouco variavam , optei pelo Vaio por o achar mais leve e melhor construído .

    Cumprimentos

    Serva

    • a friend® says:

      “Provavelmente alguns de vós não têm oportunidade ,como eu ,devido a minha profissão de falarem com muitas pessoas de diversas nacionalidades , como a tecnologia é uma coisa que me está no sangue ,”

      Trabalho no ramo, empresa multinacional não sedeada em Portugal, que desenvolve todo o tipo de software ligado à web e apps e que trabalha em conjunto com as mais variadas empresas.

      Parte do meu trabalho é feito fora de Portugal, portanto o que não me falta é opiniões e acima de tudo experiências multi-culturais.

      Citares uma fonte wikipédia incompleta, não te dá razão alguma. Depois cometeste outro erro, elevaste a Dell em arma de defesa contra a Apple, de uma ser produtora de hardware e outra não.

      Afinal de contas, onde está a diferença? Todas elas não usam Intel? Todas elas não têm RAM Kingston, Samsung, ou seja o que for? Como disse acima, são componentes! Onde é que isso encaixa de se dizer que a DELL é produtora, a Sony é…. e a Apple não é marca de hardware?

      Alias, eu consigo mesmo afirmar que até a Apple é mais produtora de hardware que a Intel. Para além de ter um mercado mais vasto de dispositivos, cria-os de raiz. A Intel trabalha em conjunto com a Apple, e segue o que a Apple lhes manda, nos Macs, ao ponto de terem vários desafios de engenharia pela frente. Basta olhar para o MacbookAIR, que foi o primeiro computador portátil mais fino do mundo! E foi um enorme desafio de engenharia, produzido pela Apple!

      No entanto, foram tão longe que os unicos rivais que tinha quando saiu eram apenas netbooks Intel Atom! Que de longe chegavam aos calcanhares do pioneiro Macbook AIR, e isto é, meramente um exemplo.

      O teu problema não está nos fanaticos da marca. O problema está simplesmente numa embirração tua e total desconhecimento. Pela minha experiência, que graças a Deus não é pouca, vejo que falas com ideias pré-formatadas e zero experiência, o que te dá logo desvantagem neste mini-debate.

      O facto de se ter tecnologia no sangue não implica saber tudo. Há muita gente aficcionada por futebol ou até mesmo carros e não sabem chutar numa bola ou nem sabem trocar um pneu. Pensa nisso.

      Por mim, fico-me por aqui. Apenas critico a falta de humildade. Pois o resto já foi tudo dito e re-dito. Só não vê quem não quer ver.

    • Ppietra says:

      Agora mudas de discurso!???
      Mas responde lá, o facto de a até Apple estar na lista, é uma gralha!?
      Então a Dell já não é um fabricante de hardware!?
      E essa tua mania de ainda não assimilares que a Apple tem fábricas mesmo suas … tb se aprende em Psicologia!!
      Sim a arquitectura dos Mac é idêntica a todos os outros PCs, mas o que é que isso tem a ver com a Apple ser ou não um fabricante de hardware!? Aliás para muita boa gente um computador só por si é hardware.
      Mas enfim… acho que já deu para ver que à partida nem tinhas bem a noção do que era preciso para ser um fabricante de hardware, e foste mudando ao sabor do vento para tentar encaixar quando te mostravam estares errado!

  43. serva says:

    Desculpem ,

    Mas não percebo porque ainda estão a falar da Dell , eu já expliquei que queria demonstrar o conceito , confesso não foi um bom exemplo , mas não se agarrem a esse pormenor como se fosse a Dell que está em causa .

    Cumprimentos

    Serva

  44. serva says:

    Fim da historia , parece que já fui chamado de treinador de bancada noutro tópico no qual não participei sequer e nem faço intenção de participar , aliás o melhor seria nestes temas vocês ficarem sozinhos a escrever , penso que os ares de Cupertino devem atingir profundamente alguns dos seus utilizadores , fazendo quase deles os seus porta voz , que melhor publicidade poderia haver , bom enfim , eu sou teimoso quando considero ter razão , eu nem chamaria de teimosia , chamaria de convicção , nem considero ter errado na analise que fiz , hoje a Apple anda ao sabor do que os fabricantes de HARDWARE fazem e depois coloca mais uns pós que já há alguns tempos são poucos como se depreende da lista de dispositivos exclusivos da Apple que são enumerados , não me fales da Intel SFF , eles são só os maiores fabricantes de processadores do Mundo e um dos maiores construtores de Boards , sabes o que significava nos portáteis a nomenclatura Centrino , não sabes ? , esses sim produzem hardware a séria , para tua informação a Kingston , não fabrica coisa nenhuma , também não sabias certo ,como vês tu um Guru destas coisas da tecnologia não sabias uma coisa tão elementar , mas já chega de trocas de mimos e eu já estou um bocadinho farto das insolências de alguns de vocês , que curiosamente não sou o único a queixar-me , pena que as vezes estejam protegidos e nem sequer têm os seus comentários moderados e certamente não levam o troco que mereciam , mas descansem eu não me ponho ao vosso nível de ataques pessoais , sempre desprezando o que se escreve , e considerando sempre que sabem mais que os outros , e que todos os que divergem são uns inaptos e uns burros que não sabem nada de nada e acima de tudo devemos todos viver em barracas (não é que isso me preocupe , esteja aqui a fazer alguma discriminação , sou muito sensível aos dramas humanos ) , na idade da pedra em que o verdadeiro conhecimento ainda não chegou até nós , é pena esses juízos de valor, seja em que circunstancias elas sejam usadas ,e já disse ,isso é revelador do verdadeiro carácter das pessoas , aquilo a que assisti neste debate completamente incongruente foram sinais exactamente dessas personalidades .

    O que posso dizer da experiência que tenho aqui no Pplware do qual gosto bastante porque sem dúvida tem excelentes colaboradores e uma dedicação a toda a prova dos mesmos é que nos debates do Android ou de distribuições de Linux ou até mesmo de Windows existem sempre leitores que apesar de adoptarem esses mesmos SOs , de uma forma humilde reconhecem os erros e até se chega a apontar caminhos , nos tópicos de Mac e Ios isso é impensável e quem faz algumas criticas são alguns outsiders e são pura e simplesmente ignorados , é pena mas é a pura das verdades .

    Nesta discussão que se abriu , vi distorcerem por completo a minha argumentação empurrando com a barriga e até citando parte dos meus posts para depois me chamarem de burro , inculto e um monte de outras parvoíces que não posso tolerar pela educação que tenho ,e que claramente acho de um mau gosto atroz , aliás este tipo de contra argumentação é sempre feita pelos mesmos Srs que normalmente acusam os outros de incultos e de não saberem nada do que estão a dizer em vez de refutar , a estratégia é sempre a mesma , fazem-me lembrar um politico Português que já não se encontra entre nós e que sempre que discursava , parecia que tinha uma cassete , aliás era assim que ele era conhecido mesmo .

    Fico muito triste que se jogue tão baixo , isso demonstra falta de carácter e de respeito para com os outros e para quem nos lê .

    Fecho por aqui esta polémica completamente desnecessária , porque , o tema era sobre a possível descontinuação do flash por parte da Adobe , e o que eu disse mantenho , descontinuado ou não enquanto ele existir haverá certamente alguém que continuará a dar suporte , quanto a tecnologia estar obsoleta , como disse e afirmei , não sou programador e não posso opinar sobre isso , eu como uso Android e Linux , na realidade não estou nada preocupado com o desfecho deste tema , nem me aquece nem me arrefece , pelos vistos o flash faz muito mal a Apple ok .

    Tenham todos uma boa noite

    Cumprimentos a todos os leitores do Pplware

    Serva

    • a friend® says:

      “sabes o que significava nos portáteis a nomenclatura Centrino , não sabes ? , esses sim produzem hardware a séria”

      Morri aqui.

    • a friend® says:

      Não, Kingston não é uma fabrica. É a capital da Jamaica.

    • Ppietra says:

      Falando por mim, nunca fiz qualquer ataque pessoal, mas acho que fugiste e muito à contra-argumentação que te foi sendo apresentada, basicamente ignorando-a muitas das vezes!! Quer tu queiras quer não isso não serve para convencer ninguém que aquilo que dizes tem validade…
      e quando demonstro as tuas próprias contradições, sou eu que estou errado!!? Não deverias ser tu a elaborar melhor a tua própria teoria para que seja inteligível?
      Sabes o que são OEM (Original Equipment Manufacturer)? Pesquisa um bocadinho! A Apple é considerada como uma neste ramo. E pelo meio a Apple usa outras OEM para fornecer componentes, bem como alguns “Contract Manufacturer”’s para fabricar componentes próprios e montar uma boa parte dos equipamentos. A Apple desenha muita coisa que entra nos seus computadores, põe é outros a fabricar, e no fim é considerada como a fabricante do aparelho – isso por mais voltas que dês é assim que oficialmente as coisas são consideradas!!!
      um reparo:
      “para tua informação a Kingston , não fabrica coisa nenhuma”
      mas está na tua lista!!

      • a friend® says:

        Alias, essa da Kingston é outro ponto caricato, pois mostra claramente que ele ou não lê bem o que lhe escrevem, ou então deturpa propositadamente.

        Aqui ninguém disse que a Kingston fabrica algo, apenas falou-se de uma hipotese de as rams poderem ser dessa marca…

        Mas mesmo que tivessemos falado que a Kinston tem fábrica, não é erro algum. Eles são dos maiores fabricantes de memorias!

        Aqui é só um exemplo:
        https://www.youtube.com/watch?v=g_6mMFmes1s

        Se calhar o que eles estão ali a fazer são lolipops e eu não me dei conta. Afinal de contas o Serva está aqui para nos ensinar qualquer coisinha, não é verdade?

        E passo a citar o Serva, como forma de conclusão:

        “para tua informação a Kingston , não fabrica coisa nenhuma , também não sabias certo ,como vês tu um Guru destas coisas da tecnologia não sabias uma coisa tão elementar”

        Tenho que rir, porque mais não da 🙂

  45. serva says:

    Aqui tens a nomenclatura do Centrino .

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Centrino

    Quanto a Kingston eu também já tinha chegado a essa conclusão , foi de facto uma informação que me tinha sido passada pela loja de informática aonde compro todo o hardware , que me tinha passado essa informação , eu próprio já tinha feito a minha investigação e verifiquei que o que afirmei nacerca da Kingston não corresponde a realidade , enfim , não me estou a desculpar , até porque já não é a primeira vez que me retrato voluntariamente acerca do conteudo dos meus posts , aqui ficam as minhas desculpas acerca dessa informação .

    Quanto a questão de OEM , claro que sei o significado e embora a Apple apareça na lista de fabricantes OEM , o que sabemos é que é tudo feito por terceiros quer nos Macbook , quer nos Ipads e Iphones , portanto o que eu quis sempre dizer e que foi constantemente distorcido ao longo desta telenovela , é que o actual modelo de negócio da Apple , não encaixa PARA MIM neste conceito Internacional , pode ser polémico o que estou a escrever , mas estamos aqui a discutir claramente uma linha muito ténue no que respeita a adjectivarmos o que são fabricantes e os que não o são .

    A partir de hoje não postarei mais no Pplware , vou passar a ser um leitor passivo com muita pena minha .

    As explicações para esta tomada de atitude ficam para mim só .

    Agradeço a todos os leitores do Pplware que de uma forma ou de outra interagiram com os meus posts , para mim foi um prazer contribuir para divulgar e ajudar os utilizadores de Linux e Android e o contrário também é verdade , ainda ontem foi publicado um artigo de Linux para totos que me fez sentir bem pequenino e perceber o quanto ainda tenho para aprender sobre este magnifico SO e essa magnifica comunidade que se apelida de Open Source .

    Aceitem os meus sinceros cumprimentos

    Serva

    • a friend® says:

      Honestamente gostei mais deste comentário e acho que aqui ninguém deveria desistir de comentar seja o que for, apenas acho que TODOS NÓS devemos ter poder de encaixe quando estamos a “discutir” algo assumir um erro, daí tirar o chapéu, finalmente.

      A discutir aprende-se bastante e dar o beneficio da dúvida também, antes de se defender cegamente algo. Depois tenho pena que ainda hajam lojas que passem tão má informação aos seus clientes. E digo isto porque é MUITO vulgar isso acontecer.

      Eu quando me dirijo a lojas, oiço tantas barbaridades que as vezes penso que me enganei e entrei numa obra em vez de loja de informatica. É mesmo lamentável a tamanha incultura passada pelos ditos “entusiastas” que ao venderem produtos, são tão mal informados, e assisto muito a isso pois consigo afirmar que até mesmo Apple, nessas lojas, é uma miragem.

      Cumprimentos Serva

      • Infelizmente isso acontece muito mesmo! É de bradar aos céus a falta de conhecimento dos empregados de quase todas as lojas.
        Numa certa loja, bem conhecida, já me responderam coisas completamente falsas, por falta de conhecimento e necessidade de inventar para mostrar que sabem. E se é um cliente sem conhecimento, fica com uma ideia completamente errada sobre o que pretende comprar.

        Eu tive um patrão que dizia o seguinte:
        “Quem paga com amendoins, só pode ter macacos”

        Na Fnac, ainda é o local onde os empregados têm algum conhecimento.

        • a friend® says:

          Confirmo, na Fnac tem pessoal com conhecimentos e quando não sabem não inventam. Dizem mesmo “honestamente não lhe sei responder a isso” e ainda consultam os colegas.

          Embora não seja lá grande comprador por causa das politicas de preços deles, confesso que fico sempre satisfeito falar com o pessoal da lá. Agora “lojinhas” de informática, é de fugir. Querem sempre mostrar que sabem e enganam muita gente mesmo.

          Obviamente haverá excepções, mas são mesmo muito raras. E infelizmente sempre que apareço nessas lojas com um Macbook parece que sou um extra-terrestre.

    • a friend® says:

      Quanto ao Centrino, eu conheço bem, tive vários PC’s portáteis equipados com ele. Mas não é nada de estrondoso nem é uma “marca de hardware”.

      É simplesmente o nome dado a um conjunto de componentes da Intel (cpu, chipset e wireless) que está vocacionado para o rácio de performance / baixo consumo energético, dedicado a portáteis. Tecnologia esta que já está ultrapassada. Alias, o termo centrino já nem é usado.

      Era algo da geração “pentium” e “core duo/core 2 duo”. Hoje em dia existem frutos dessa tecnologia mas já não é novidade alguma. Daí o nome “Centrino” já nem ser correntemente usado nos computadores de geração actual. Ou se o usam, são mesmo muito discretos.

      Alias, até posso dizer que tive grandes dores de cabeça com os “Centrinos” no Linux, porque as placas wireless Intel têm (ou tinham) fraco suporte e causavam-me bastantes crashes de kernel. Nunca mais me esqueço a Intel 3945abg…modelo dos mais usados e tive que a trocar por uma Atheros.

    • Serva,

      “ainda ontem foi publicado um artigo de Linux para totos que me fez sentir bem pequenino e perceber o quanto ainda tenho para aprender sobre este magnifico SO”

      Se reconheces que ainda tens muito que aprender com esse magnífico SO, imagina agora tu, o que (não) sabes sobre o OSX ou iOS…
      Com tal falta de conhecimento, como é que podes afirmar que a Apple “vende sobretudo Ilusões” ?

  46. serva says:

    Esqueci-me de colocar o Link dos fabricantes OEM .

    Aqui fica , depois cada um toma as suas ilações acerca da dualidade de critérios .

    http://www.seagate.com/ww/v/index.jsp?locale=pt-BR&name=Motherboard,_BIOS,_and_OEM_Computer_Manufacturers&vgnextoid=c8882f33e60de010VgnVCM100000dd04090aRCRD

    Cumprimentos

    Serva

    • Serva,
      Podes ter as tuas convicções, mas…
      Já meteste pelo menos duas gafes nas tuas “certezas”:
      -Uma que a Apple não constava na lista que mostraste, quando ela está lá.
      -Outra que a Kingston não fabrica coisa nenhuma.

      Com estas duas, acho que deverias pelo menos ponderar se eventualmente o que os outros dizem não estará certo e se as tuas “convicções” não serão birras apenas porque te deu para ser do contra quando se fala de qualquer coisa relacionada com Apple.

  47. robotSf says:

    Não é bem assim, a tecnologia flash ainda é relevante e será durante muito tempo. A questão de ser pesado tem a ver com o que cada developer faz e não com a tecnologia em si.

    Bom mas isto ainda não morre por aqui:
    http://www.webmonkey.com/2011/11/damn-the-torpedos-mozilla-adds-flash-to-firefox-for-android/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.