Quantcast
PplWare Mobile

Tags: Starlink

Starlink já é usada nos EUA por equipas de emergência contra incêndios

A Starlink é a Internet criada pela SpaceX, uma das empresas de Elon Musk. O projeto iniciou em 2015 e desde então tem estado em desenvolvimento e as melhorias têm sido bastantes nos últimos tempos.

A Internet tem mostrado resultados bastante satisfatórios na velocidade que já consegue atingir, juntamente com uma baixa latência. Mas agora a Starlink está também já a ser utilizada por equipas de emergência das Forças Armadas norte-americanas no combate aos incêndios. E o desempenho tem sido muito elogiado.


Starlink já consegue atingir velocidades acima dos 100 Mbps e com baixa latência

Muito para além da Tesla, a aposta de Elon Musk tem estado a focar-se na SpaceX e na Starlink. Estas duas últimas querem criar uma verdadeira revolução na forma como encaramos o espaço e tudo o que este tem para oferecer à Humanidade.

Se a SpaceX está já com o foco na Lua e em Marte, a Starlink está ainda a dar os primeiros passos. A Starlink apresentou agora os primeiros resultados dos testes de ligação à Internet e os valores decerto prometem muito.

Starlink velocidades latência SpaceX espaço


Starlink: A Internet da SpaceX consegue atingir 60 Mbps e ping de 20 ms

Elon Musk criou a rede de Internet Starlink através da sua empresa SpaceX. Este projeto teve início no ano de 2015 e tem estado em desenvolvimento deste então, apresentando melhorias ao longo do tempo.

Mas uma dúvida que sempre pairou no ar é qual a velocidade das ligações que esta rede permite atualmente. E agora novos dados respondem indicando que a Starlink tem a capacidade de alcançar 60 Mpbs, tendo o objetivo de conseguir chegar aos 1 Gbps.

Starlink da SpaceX pretende ter serviço de Internet super rápida por satélite já em 2020


57 000 satélites lutarão pelo espaço na órbita da Terra até 2029 (vídeo)

A órbita da Terra está congestionada. São muitos os relatos de problemas causados pelo grande números de satélites ativos e moribundos que estão ao redor do nosso planeta. Na verdade, a humanidade, até agora, colocou mais de 9000 dispositivos em órbita desde 1957 e há atualmente muito lixo no Espaço. A somar a isto, o novo ímpeto comercial está a ganhar força. Temos o exemplo da SpaceX que enviou um lote de 60 satélites como parte do seu plano de lançar milhares do Projeto Starlink.

Esta animação em vídeo traça um panorama preocupante.

Imagem de ilustração do lixo no espaço na órbita ta terra. Satélites e detritos a vaguear


Starlink: Elon Musk é “o homem que poluiu os céus”, acusam os astrónomos!

O espaço está a ser ocupado com tecnologia nunca antes enviada para a órbita da Terra. Só à conta da SpaceX estão já 120 satélites em operação dos 12 mil que a empresa quer colocar no espaço. Assim, este projeto de Elon Musk pretende fornecer Internet de banda larga ao mundo. Contudo, os astrónomos denunciam que estes dispositivos Starlink estão a cegar os telescópios terrestres.

O lixo espacial começa já a ter uma forte interferência e são muitos os astrónomos a apontar o dedo a Musk.

Imagem do lançamento dos satélites Starlink da empresa de Elon Musk, a SpaceX