PplWare Mobile

Tags: Starlink

57 000 satélites lutarão pelo espaço na órbita da Terra até 2029 (vídeo)

A órbita da Terra está congestionada. São muitos os relatos de problemas causados pelo grande números de satélites ativos e moribundos que estão ao redor do nosso planeta. Na verdade, a humanidade, até agora, colocou mais de 9000 dispositivos em órbita desde 1957 e há atualmente muito lixo no Espaço. A somar a isto, o novo ímpeto comercial está a ganhar força. Temos o exemplo da SpaceX que enviou um lote de 60 satélites como parte do seu plano de lançar milhares do Projeto Starlink.

Esta animação em vídeo traça um panorama preocupante.

Imagem de ilustração do lixo no espaço na órbita ta terra. Satélites e detritos a vaguear


Starlink: Elon Musk é “o homem que poluiu os céus”, acusam os astrónomos!

O espaço está a ser ocupado com tecnologia nunca antes enviada para a órbita da Terra. Só à conta da SpaceX estão já 120 satélites em operação dos 12 mil que a empresa quer colocar no espaço. Assim, este projeto de Elon Musk pretende fornecer Internet de banda larga ao mundo. Contudo, os astrónomos denunciam que estes dispositivos Starlink estão a cegar os telescópios terrestres.

O lixo espacial começa já a ter uma forte interferência e são muitos os astrónomos a apontar o dedo a Musk.

Imagem do lançamento dos satélites Starlink da empresa de Elon Musk, a SpaceX


Starlink da SpaceX pretende ter serviço de Internet super rápida por satélite já em 2020

A divisão Starlink da SpaceX tem um projeto em mãos bastante ambicioso. A empresa de Elon Musk pretende, já no próximo ano, ter um serviço de Internet super rápida por satélite e de baixa latência.

Têm sido alcançados acordos com entidades reguladoras e o próprio CEO, Elon Musk, já publica tweets através da rede da sua empresa. Além disso, a SpaceX já abordou o tópico do preço relativo ao futuro serviço que irá fornecer.

Starlink da SpaceX pretende ter serviço de Internet super rápida por satélite já em 2020


SpaceX não moveu satélite da Starlink porque não soube do problema da ESA

A notícia chegou no início da semana e mostrou o problema que poderia ter acontecido com o satélite Aeolus da ESA. Este teve de ver a sua rota alterada para não colidir com outro satélite da Starlink.

A informação existente na altura mostrou que a SpaceX se recusou a mudar a rota do seu satélite. O que não se soube, apesar de ser especulado, foram as razões para essa decisão. Agora, com mais informação, a SpaceX revelou a verdadeira razão desta decisão.

SpaceX Starlink ESA satélite Aeolus


SpaceX recusou-se a mover satélite da Starlink que ia chocar com outro da ESA

O espaço é a próxima fronteira e onde muitas empresas estão a começar a investir. A SpaceX é de todas a mais conhecida e a que parece estar mais bem posicionada para conseguir ter sucesso.

Uma das suas mais recentes façanhas foi colocar em órbita uma constelação de satélites de comunicações, a Starlink. Foi precisamente um destes satélites que obrigou a ESA a mudar a órbita do Aeolus. O caricato é que a SpaceX se recusou a mudar a órbita do seu satélite.

SpaceX Starlink satélite ESA chocar