PplWare Mobile

Tags: plástico

Cientistas criaram uma pepita de ouro de 18 quilates feita de plástico

Os avanços tecnológicos e o maior domínio dos elementos estão a permitir criar novos materiais e técnicas inovadoras para alcançar determinados resultados. Nesse sentido, cientistas do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique ETH, Suíça, criaram ouro incrivelmente leve de 18 quilates, usando uma matriz de plástico no lugar de elementos de liga metálica.

Seguramente que esta descoberta irá deixar os amantes de relógios de luxo e joias satisfeitos. Um dia, os objetos de desejo deixarão de ser pesados, tornando-se muito leves, mas sem perder o brilho (e valor).

Imagem de pepita de ouro de 18 quilkátes feito a partir de plástico


Portugal: Cinco cêntimos por cada garrafa de plástico devolvida

A luta contra o plástico tem já várias frentes no mundo. Contudo, por cá, não nos ficamos por “banir” as palhinhas. Assim, numa medida desafiadora, os consumidores que devolverem garrafas de bebidas plásticas não reutilizáveis ​​receberão o valor estipulado pelo governo.

O governo português definiu que os consumidores que devolverem garrafas de bebidas plásticas não reutilizáveis receberão um “prémio”. O ano está a terminar e o prazo para implementar este projeto-piloto também.

Portugal: Cinco cêntimos por cada garrafa de plástico devolvida


Interceptor: Máquina de limpeza oceânica que remove 50 mil kg de plástico por dia

A temática da poluição dos rios e mares com plástico está cada vez mais acesa. Como se tem notado, o planeta está pejado de plástico e pouco se está a fazer contra essa poluição. Assim, com o olhar na esperança de fazer mais em prol da limpeza, nasceu o Interceptor. Esta é uma solução da The Ocean Cleanup para resíduos plásticos fluviais.

Segundo os responsáveis, esta é a primeira solução escalável para evitar que o plástico chegue aos oceanos do mundo a partir dos rios.

Imagem do Interceptor que remove a poluição dos rios para levar o plástico para reciclar


Está a chover plástico nos Estados Unidos: fibras microscópicas caem do céu

Os avisos não são de agora e não é novidade que o planeta está cada vez mais poluído pelo plástico. Há plástico por todos o lado, é nas águas que bebemos, no sal que ingerimos, nas correntes dos oceanos, nos picos gelados montanhosos, no interior dos glaciares e agora já chovem resíduos de plástico. Literalmente, está a chover plástico nos Estados Unidos.

Embora os cientistas estudem a poluição plástica há mais de uma década, ainda não se sabe os efeitos na saúde.


Motor elétrico de plástico pode ajudar carros elétricos a reduzir o peso

Provavelmente o futuro terá carros elétricos mais rápidos e com mais autonomia. Certamente a evolução passará por motores melhores e mais económicos. Contudo, em boa parte, essa evolução passará pelo ganho na utilização de melhores materiais no fabrico dos componentes. Desenvolver um motor elétrico de plástico pode seguramente ser um passo certeiros para disponibilizar mais quilómetros com a mesma carga de bateria.

Foi apresentado um projeto que visa apostar no plástico para desenvolver um motor mais leve, mas sobretudo mais barato.

Imagem motor elétrico que pode vir a ser de plástico