Quantcast
PplWare Mobile

Xiaomi vai reduzir presença do plástico nas embalagens, mas mantém o carregador

                                    
                                

Autor: Pedro Simões


  1. SANDOKAN 1513 says:

    Que picada a Xiaomi deu na Apple.Tudo por causa do carregador e outros acessórios.FTW Xiaomi. 🙂

    • Lucas says:

      diria que a Apple conseguiu poupar mais em plástico só com a redução na embalagem!

      • Ragnok says:

        E depois tens de ir comprar um carregador novo porque o que tens do teu iPhone anterior ao iPhone 11 não funciona com o cabo que eles enviam no iPhone 12 ou porque vens de um Android e o carregador simplesmente não dá. Então o que reduziram na caixa aumento nos acessório que vendem depois. Apple logic

        • jo says:

          Podes usar o carregador do Android, todos separam-se com uma porta usb. Não percebo essa lógica.

        • Lucas says:

          isso é tudo muito giro de se dizer mas esqueces que a presença do carregador na caixa do smartphone leva a um grande espaço morto no interior.
          Esqueces também que a embalagem individual do carregador não necessita das protecções de plástico no interior, e o empacotamento é mais eficiente em termos de volume. Ou seja existe realmente menor gasto de plástico

          • Joao Pequeno says:

            Se apple quer ser ecológica que adira ao padrao usb-c.. isso de estarem a ser ecológicos é treta so “compra” quem quer. É como sp digo estas mentes simples acreditam em tudo q apple regurgita

          • Lucas says:

            cada lógica. Desde quando é que aderir ao usb-c é ser ecológico?
            Será ecológico deitar fora dezenas de milhões de acessórios que as pessoas já têm para iPhones?

  2. Miguel says:

    No que toca á poluição, é a isto que se chama tapar o sol com uma peneira!

  3. Berto says:

    Não percebo esta Xiomi, toda inovadora e não sabe que não precisamos de carregador, é como comprar um secador sem cabo.

  4. whatever says:

    Incrível o que a Apple faz para aumentar o lucro.

  5. Miguel says:

    1200€ por um telemóvel e ter que pagar um carregador a partehehehe coitado dos fan o que tem que suportar!
    Não falta muito tempo para comprarem o equipamento por módulos, cada semana sai um modulo de 300€ só a 6ª semana completam o equipamento 🙂

  6. pedro says:

    realmente a apple deve pensar que somos todos a parvos !!!

  7. TugAzeiteiro says:

    O engraçado disto tudo é que grande parte das marcas de smartphones se comparam à Apple sempre que sai um iphone novo… Quando o iPhone deixou de vir sem o Jack, grande parte das marcas falaram e falara sobre isso… muitas agora já não têm o Jack para os auscultadores… Agora é o carregador… vá de falar e falar e falar sobre isso… mas até aposto que daqui a 1 ou 2 anos a maioria das marcas vão deixar de incluir o carregador, com a mesma desculpa esfarrapada que a Apple deu!
    A meu ver a questão do carregador num Android, até nem importava muito, porque grande parte já usa USB-A para USB-C, (não vamos falar da questão da potência dos carregadores), agora nos iPhones é só ridículo pois só o iPhone 11 tem carregador USB-C… ou seja, a maioria das pessoas que irá comprar o iPhone 12, têm iPhones mais antigos ou Android’s (ou se venderem o 11 para comprar o 12 vão vender com o carregador), logo vão ter sempre que comprar um novo carregador USB-C… logo mais receita para a Apple (ou outra marca), mas fundamentalmente mais emissões… pois esses carregadores vão ter um caixa adicional, uma pelicula plástica, e vão ser transportados da fabrica até às lojas…. logo…. mais poluição!!

    • ... says:

      As próprias marcas sabem que vai chegar o dia de também tirarem o carregador da caixa, mas convém falar da Apple porque isso dá-lhes visibilidade.

    • rbmorais says:

      Não o Iphone 11 não vem com carregador USB-C, mas sim com carregador USB-A e com conector no equipamento lightning…. Logo que comprar um Iphone12 tem o mesmo tipo de conector no equipamento logo não precisam de comprar nenhum carregador.

      • Vítor M. says:

        O iPhone 11 traz um USB-A, o iPhone 11 Pro, um USB-C.

        • rbmorais says:

          o Iphone 11 Pro traz um USB-C, mas vem com carregador. Conclusão: Quem tem um Iphone X, e vai mudar para um Iphone 12, ou 12 Min, não precisa de comprar carregador, pois já tem dos anteriores, quem tem um Iphone 11 Pro, e vai mudar para o 12 Pro, tb não precisa de comprar carregador porque já tem um…. Agora podemos falaa sobre se isto é uma medida só a pensar no ambiente. Na minha prespectiva seria se a Apple doa-se já não digo a totalidade desta poupança mas somente uma parte a instituição ambiental, isso sim seria mostrar que realmente estão a fazer algo para poupar o meio ambiente e não só poupar os custos dos equipamentos com o intuito de aumentar os lucros.

          • Vítor M. says:

            Sim, há aqui pelo meio muitos milhões de utilizadores que não vão precisar. Pode ser uma questão ambiental, mas é também uma questão financeira. Portanto, se uma empresa quer aumentar os lucros e é hoje empregadora direta e indiretamente de milhões de pessoas, e os seus clientes ao longos dos últimos 13 anos sempre ficaram satisfeitos com o iPhone, temos de lhes dar mérito. Saber ganhar dinheiro e servir bem, não é fácil nem é para todos, como referes.

  8. Filipe F. says:

    Tanto alarido com o trazer ou não carregador…
    A Apple fez isso porque na verdade sabe que os que compram novos iPhones são clientes atuais. Portanto não precisam de estar sempre ”a dar o mesmo”. Só é pena que dão menos na embalagem e aumentam o preço. É estranho como falam tanto em eficiência, poupança, mas os custos ao cliente sao cada vez maiores.
    Agora para quem quiser mudar por algum motivo para iPhone, é sem duvida um ponto negativo, ir comprar um produto que vem sem o essencial para funcionar: Carregador. É como comprar uma TV sem cabo de alimentação e comando. Faz sentido? Para os que comem cereais da Apple ao pequeno almoço tudo faz sentido.

    A Xiaomi está a ser o que qualquer marca é, a dar o que é preciso para se usar um produto. Não é preciso noticias diárias disto por parte das marcas. E preparem-se em breve será o Macbook a vir sem carregador e mais caro, porque iFans aceitam tudo.

    • Vítor M. says:

      A Apple sabe que a grande maioria dos compradores já têm iPhone, mas uma grande fatia, como vimos nos anteriores, são novos neste modelo com cabo USB-C e novos na Apple. Portanto, estão a vir do universo Android. Contudo, a marca também quer ganhar dinheiro com outras coisas. Primeiro quer ganhar dinheiro a baixar o custo de comercialização do iPhone 12, depois quer ganhar dinheiro com o carregador que vai vender à parte e quer, acima de tudo, começar a vender o MagSafe para, mais ano, menos ano, remover qualquer porta física de carregamento. Portanto, aqui a Apple tem uma visão muito mais periférica do que alguns imaginam.

      Portanto, a empresa também sabe que existem hoje carregadores sem fios a 10 euros (ou menos) e que os utilizadores podem usar para o seu dia a dia. Além disso, mesmo os carregadores de terceiros, que todas pessoas têm em casa dos seus Android e afins, permitem carregar o iPhone. Uns melhores, outros mais rápidos, mas dão.

      Além disso, muitos utilizadores, já nem tiram o novo da caixa, dado que usam o que têm e começam a “colecionar” (https://bit.ly/3j3vaDk aqui estão metade) sem fazer grande uso deles. Depois, que é o que mais custa ao Filipe F. as outras marcas vão fazer o mesmo. A Samsung no S20 FE já não traz auscultadores, em breve, todas vão retirar os seus carregadores. E lá vai o Filipe F. que personaliza muitos como ele, mudar o discurso 😉 e mais uma vez dá o dito pelo não dito.

      • GM says:

        Os clientes ao utilizarem carregadores que não os originais do produto, pode ser argumento da marca, neste caso da APPLE, e em caso de avaria, que o tlm foi utilizado / carregado com dispositivo não adequado, e dessa forma descartar-se da garantia.
        É quase igual aos sacos de compras nos supermercados, sob a bandeira do meio ambiente. Não discuto a questão do meio ambiente, discuto sim, o propósito. As grandes superfícies desobrigaram-se de fornecer saco na linha de check-out, vende os sacos reutilizáveis por bom preço, e ainda vende ainda mais sacos do lixo, em plástico claro. Portanto, a utilização mantém-se, o custo passou foi de um lado para o outro.
        Eu fazia uso dos sacos do supermercado como saco do lixo, salvo os que se rasgavam, e que eram direccionados para a reciclagem. Agora, continuo a utilizar sacos de plástico, mas pagos por mim. Grande esquema.

        • Vítor M. says:

          Essa do carregador tem muito o que se lhe diga. Como sabe a Apple que, não enviando um carregador, o usado foi ou não o correto? E como sabe que, partindo do princípio que foi o correto, o carregador não estava avariado ou com defeito? Isso não é assim como estás a dizer. Há avarias que são bem identificáveis. Depois, a ideia é usar material em condições, porque mesmo barato, há material muito bom, até melhor do que a Apple envia nas caixas, basta dares um passeio pela Amazon.

          A bandeira da ecologia… vale o que vale. Não há dúvida que a Apple anda sempre com essa bandeira, se não o fizesse era criticada, se o faz, alguns desvalorizam, por isso, é à medida do freguês. Na minha opinião, deveria haver sim uma opção de comprar com ou sem carregador, com o preço mais barato sem, e o preço mais caro com. E na compra, o dispositivos deveria ser substancialmente mais barato do que o acessório comprado à parte.

          Fora isso, é chover no molhado, todos vão seguir o caminho de remover.

          • GM says:

            Essa ideia de apresentar dois preços, com e sem carregador, seria o mais correcto e transparente, não deixa dúvidas nem cria celeuma.

          • Vítor M. says:

            Sim, aqui acho que poderia haver da parte da Apple mais flexibilidade. Aliás, fazem isso noutros gadgets com outros acessórios da mesma “necessidade de uso”.

        • Lucas says:

          o que dizes é falso. O mero uso dum carregador que não seja da Apple não invalida a garantia.

      • Miguel says:

        Se algum dia abrir uma empresa de telemóveis ficas responsável pela análise de mercado.

  9. RM says:

    A Apple bem que podia oferecer o carregador para quem precise dele, no acto da compra, tendo em conta o que cobra pelo iPhone.
    Em vez de os carregadores estarem sempre incluidos, deviam ser um artigo separado, para quem precise dele, mas a um preço justo. E todas as marcas deviam fazer isto.

  10. Njag says:

    E é assim que a Apple cresce como nome e como marca, numa noticia de Xiaomi só se fala de iPhone.
    Ninguém quer saber se a Xiaomi faz isto ou aquilo.

  11. ToFerreira says:

    Eu conheço uma marca que fez o contrário, retirou o carregador e os auriculares e no balanço final vai conseguir poluir mais, ao embala-los em embalagens separadas, e obrigando quem quer a deslocar-se à loja.

      • ToFerreira says:

        Não, o pessoal usa iPhones sem auriculares nem carregador. Quando acaba a bateria compra um novo.

        • Lucas says:

          refaço a pergunta. Será que vai poluir mais?

          • ToFerreira says:

            Gasta mais um camião ter de transportar mais uns gramas e uma embalagem ligeiramente maior, ou fabricar e transportar embalagens individuais paar cada um dos acessórios? Se é uma questão ecológica, porque não vender, pelo menos os acessórios, sem embalagem? Se a questão económica não é o que está em causa, porque não trazer um voucher para levantamento gratuito para os que precisassem? Se as pessoas não precisam, porque baixaram o preço? Como vão reutlizar carregadores USB-A com cabos USB-C?

          • Lucas says:

            errado!
            para teres o carregador na mesma embalagem do smartphone obriga a ter uma embalagem maior com bastante mais espaço morto no seu interior. Esse tamanho extra da embalagem usa mais materiais do que a embalagem individual para o carregador, já que a embalagem do carregador é apenas de cartão leve, enquanto a embalagem do smartphone usa materiais com maior resistência e gramagem (entre eles algum plástico).
            Em termos de volume de empacotamento é mais eficiente, por isso não, não gastas mais a transportar.

          • ToFerreira says:

            Faltam-te noções de volume e processos de produção.

          • Lucas says:

            lol, que frase mais vazia de argumentos!
            a caixa do iPhone reduziu para metade do volume… com tal poupança de volume dá para um volume superior a 2 pacotes de carregador. Qualquer pessoa com 2 dedos de testa percebe que ter uma caixa rectangular com 2 objectos com geometria/tamanhos bastante diferentes ocupa mais volume do que os mesmos objectos empacotados individualmente de forma eficiente.
            Qualquer pessoa também percebe que usar um pacote de cartão fino gasta menos material/recursos (e pesa menos) do que uma caixa de cartão grosso com plástico (ainda para mais uma caixa com tampa de encaixe).

  12. Tiago says:

    Deixem-se de coisas, cada um compra o que quer. Eu uso Xiaomi, a minha irmã Samung e os meus primos Iphone.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.