Quantcast
PplWare Mobile

Tags: ESA

ESA apresentou primeiro parastronauta: “viagens espaciais podem ser para todos”

Caminhamos para um mundo inclusivo e até no espaço todos podem ter lugar. Apesar de ter visto a sua perna direita amputada, após um acidente de mota, John McFalle vai poder ir além da Terra.

Este é o primeiro ‘parastronauta’ escolhido pela Agência Espacial Europeia (em inglês, ESA).

John McFall, ao centro, é o primeiro parastronauta escolhido pela ESA


Hubble trabalhou 15 horas para mostrar algo incrível na galáxia NGC 7038

O Telescópio Espacial Hubble continua a ser um dos equipamentos que mais novidades nos mostra do Universo. Como tal, a Agência Espacial Europeia (ESA) revelou uma nova imagem do Telescópio Hubble. Falamos da fotografia da galáxia NGC 7038.

Esta galáxia, que está a 220 milhões de anos-luz da Terra, tem uma estrutura espiral muito particular, até algo hipnótica. Além disso, os cientistas usam a NGC 7038 como chave para calibrar os métodos de medição de distâncias no Universo.

Imagem da galáxia NGC 7038 captada pelo telescópio Hubble


Som assombroso do Campo Magnético da Terra parece um efeito sonoro de Halloween

Já havíamos revelado no passado que os sons, para lá do espaço que o ser humano habita, são estanhos, por vezes medonhos e assustadores. A Agência Espacial Europeia (ESA) lançou esta semana 5 minutos de áudio assombroso e crepitante – revelando como soa o campo magnético da Terra. O tema é apropriado para o Halloween!

O escudo magnético do nosso planeta é das primeiras linhas de defesa e recebe ataques vindos do Universo. O som parece um combate estelar constante, com estalidos, rangeres e um movimento constante de elementos “invisíveis”, contudo, poderosos.

Ilustração campo magnético da Terra com som tipo Halloween


30 mil asteroides vagueiam “perto” da Terra. Quando será que vamos ser atingidos?

A questão não será “se vamos ser atingidos”, porque a história de 4,54 mil milhões já nos respondeu. O “suspense” é quando vamos ser o alvo. Segundo os astrónomos, existem mais de 30.000 asteroides NEAs. Os Near Earth Asteroids, também conhecidos como NEOs ou Objetos próximos da Terra, são asteroides cujas órbitas estão perto da Terra e algumas representam um perigo de colisão.

Em geral, a sociedade vê este tema como “Don’t Look Up (Não Olhem Para Cima)”, já algumas agências espaciais tratam o assunto como um potencial “Deep Impact (Impacto Profundo)” ou “Armageddon”. De tal forma que a NASA enviou o DART para testar as nossas defesas caso tenhamos de desviar um asteroide.


Telescópio James Webb capta imagens incríveis das auroras de Júpiter

O telescópio James Webb já não precisa de apresentações e os resultados iniciais apresentados dão-nos um vislumbre do seu poder. As mais recentes imagens partilhadas pela NASA e pela ESA mostram as incríveis das auroras de Júpiter.

Nesta de visão de campo amplo do NIRCam, Webb vê Júpiter com os seus ténues anéis, que são um milhão de vezes mais fracos que o planeta. Além disso, veem-se as duas pequenas luas chamadas Amalthea e Adrastea.

imagem de Júpiter captada pelo teslescópio espacial James Webb da NASA