Quantcast
PplWare Mobile

Tags: conteúdos

YouTube vai verificar as contas de profissionais de saúde

A quantidade de desinformação que circula nas redes sociais preocupa os utilizadores mais atentos, mas também as empresas responsáveis pelas plataformas. Por isso, o YouTube partilhou que vai verificar as contas de profissionais de saúde, como médicos e enfermeiras.

Dessa forma, garante que dá a conhecer aos utilizadores que essas são contas que partilham informação fidedigna.

Profissionais de saúde poderão ver os conteúdos no YouTube verificados


TikTok vai permitir que os criadores partilhem os conteúdos diretamente no Instagram

O Instagram parece ter alguma aversão ao TikTok, pelo que até os criadores de conteúdo da rede social evitam mencionar a plataforma, bem como partilhar os vídeos que criam por lá. No entanto, o TikTok não está a dar para esse peditório…

A plataforma vai permitir que os criadores partilhem os conteúdos que criarem diretamente no Instagram.

TikTok


Spotify volta a mudar a sua app móvel para dar ainda mais destaque aos podcasts

Sempre focado na música e no que oferece aos utilizadores, o Spotify está constantemente a melhorar a sua interface. Procura a garantir o acesso às preferências dos utilizadores de forma rápida e direta.

Mais uma mudança está a acontecer, com a separação de áreas que até agora estavam agrupadas. A ideia do Spotify é dar acesso mais rápido a uma das suas mais recentes apostas, os podcasts.

Spotify interface podcasts novidade conteúdos


Netflix está a utilizar focus group para melhorar os seus conteúdos

A Netflix está a passar por um momento pouco famoso e tem de mexer os cordelinhos para captar a sua audiência de volta, destacando-se dos demais. Para isso, está agora a dar-lhe mais voz.

A plataforma de streaming estará a utilizar focus group para reunir a opinião dos utilizadores.

Netflix


Netflix diz aos funcionários para saírem caso não gostem do conteúdo da empresa

A Netflix é atualmente a mais popular plataforma de streaming do mundo. No entanto, recentemente tem sido notícia não pelas melhores razões, nomeadamente por querer colocar anúncios nos conteúdos e acabar com as contas partilhadas. Tal realidade tem desagradado os utilizadores, sendo que o serviço já perdeu cerca de 200.000 assinantes e isso foi “justificação” para despedir 150 funcionários.

A empresa disse mesmo aos seus funcionários que se estes não gostarem dos conteúdos do seu serviço, podem então sair referindo que, nestes casos, então a Netflix não é o local ideal para trabalharem.